Canções de Minguar escrita por Arrriba

Canções de Minguar

Você já se perguntou por que as cantigas infantis carregam em sua composição avisos tão alarmantes que, numa astúcia premeditada, tentam se camuflar por trás de melodias suaves?

O poder de palavras proferidas jamais deve ser menosprezado, sobretudo quando ditas sob o elo infringível que existe entre a mãe e seu bebê. Cuidado com os versos que entoa aos seus filhos. Ainda que bem intencionado, seu cântico pode trazer muito mais à criança do que apenas um sono inocente.


Classificação: 16+
Categorias: Originais
Personagens: Personagem Original
Gêneros: Darkfic, Drama, Fantasia, Suspense, Tragédia
Avisos: Nenhum

Capítulos: 2 (4.209 palavras) | Terminada: Não
Publicada: 17/12/2017 às 18:47 | Atualizada: 04/01/2018 às 20:30

Notas da História:

— A p**** toda aqui me pertence, abiguinhos, desde o enredo até a criação dos personagens, é tudo 100% Arrribístico;

— Nunca consegui entender a lógica macabra das canções de ninar, sinceramente... Quem foi o ser traumatizado e psicologicamente instável que compôs AMEAÇAS para cantarem às crianças? E por que diabos as pessoas aderem isso até hoje? =P

— Por mais óbvio que seja, é sempre bom lembrar que plágio é uma forma medíocre de se colocar no meio das ficções postadas, e das mais ridículas. Não seja essa pessoa digna de pena;

— A história será curta (ainda não defini o número exato de capítulos, mas acredito que ficará em torno de 5 ou 6);

— Reviews são sempre muito bem vindos, não só para me nortear a respeito de onde posso melhorar, mas também para me motivar naqueles pontos em que a história estiver agradando. Por favor, seja um leitor participativo. Respondo a todos com muito carinho ♥


Capítulos

1. A Cuca Vem Pegar
1.982 palavras
2. A Rosa Despedaçada
2.227 palavras