O Impossível Se Torna Possível escrita por Day Marques


Capítulo 6
Capítulo 6


Notas iniciais do capítulo

Aqui está mais um capítulo fresquinho para vocês. Noooooooooossa, eu fiquei tãaaaaaao feliz quando eu entrei e tinha duas recomendações, muito obrigada por essa felicidade sem tamanho meninas. Enjoy guys




Paramos em frente a um restaurante bem bonitinho, estranhei já que ele estava todo elegante.

- Não faça cara de decepção, podemos ir para um lugar melhor se quiser – Disse ele.

- Não, não é desapontamento. É só que pelo seu estilo, pensei que você fosse para um restaurante de cinco estrelas – Zombei.

- O melhor sempre, sempre para você – Passou a mão na minha bochecha e senti minha pele se arrepiar. Ele me encarava e tive que pigarrear para cortar o clima tenso que ficou.

- Acho melhor irmos antes que fique tarde – Falei e não esperei ele abrir a porta. Ajeitei meu vestido e fui caminhando até sentir seu braço direito em minha cintura. Tentei não demonstrar o desconforto que senti com isso. Fomos atendidos assim que chegamos na porta, acho que ele é bem conhecido aqui, e o garçom nos guiou até uma mesa reservada e distante das outras. Deus pai!!!

- Volto em um minuto para anotar seus pedidos. Vão beber alguma coisa? – Perguntou o garçom sem parar de me olhar. O que foi agora? Será que estou com o batom ou a sombra borrada?

- Vamos beber vinho branco, por favor – Disse formalmente e o garçom saiu sem mais delonga – E você está perfeita – Eu em.

- Então, o que você quer? – Tentei puxar assunto.

- Eu realmente não sei. Mas também sei que quero sua companhia, senhorita Swan.

- Olha, nada dessa formalidade toda aqui. Pode me chamar de Bella, é assim que gosto de ser chamada.

- Desde que você me chame apenas de Edward.

- Por mim tudo bem – O garçom chegou com nossa bebida e fizemos nossos pedidos. Ficamos em um silencio meio constrangedor, mas logo foi quebrado por ele.

- Bella, por que você não gosta da minha pessoa? Sou tão rabugento assim? – Me parecia serio dessa vez.

- Bom, eu admiro sua coragem de ficar atrás de mim. Admiro você ficar insistindo tanto pra sair comigo, apesar de não saber o por quê disso. Mas, não me leve a mal, mas você é muito debochado. Não gosto de gente assim, que se acha o bonzão – Ele riu sem humor e ficou me encarando.

- Bom, eu achei você fascinante desde o dia em que quase te atropelei. E quando você me rejeitou então... E fiquei me perguntando o que você tinha de diferente das outras mulheres.

- Isso não é um pouco óbvio? – Levantei uma sobrancelha.

- Sim, é. Mas não é o suficiente pra mim. Quero saber mais sobre você. Eu peço que você deixe – Fiquei o encarando por um tempo. O que esse homem quer comigo meu Deus? O que o Senhor quer comigo para colocar esse homem em minha vida? O Senhor quer testar minha fé, é isso?

- Eu... Não acho isso uma boa ideia. Quero dizer, o que você poderia querer comigo? E sem falar que eu não posso me envolver com você cara.

- Por favor, não me exclua assim. Me dê uma chance, apenas uma – Tentou segurar minha mãe, mas a puxei e coloquei no meu colo. Já estava começando a me assustar. Fiquei com a cabeça baixa, e os nossos pedidos chegaram. Ficamos comendo em silencio, mas eu queria lhe fazer uma pergunta. Mas e se ele não gostar? Vou fazer, ou eu não durmo.

- Hãn... Senh...Quero dizer, Edward. Por que você não acredita em Deus? – Ele me pareceu surpreso com a pergunta. Demorou tanto a responder que já tinha desistido de esperar.

- Eu já acreditei em Deus, Bella. Mas não mais – Colocou outra garfada na boca.

- E por que não mais? – Fiquei curiosa.

- Isso é tudo o que posso dizer no momento – Dei uma risadinha e continuei comendo. A comida daqui é mesmo muito boa, adorei. Me pegava o encarando às vezes e ele fazia o mesmo. Não desviei o olhar, eu gosto de contato quando estou falando com uma pessoa.

- Ok, tudo bem. Eu não sei o que faz você querer que eu lhe dê uma chance para ficar perto de mim, mas eu vou te dar essa chance – Meu Deus, só não me deixe me apaixonar por esse maluco.

- É tudo o que eu peço – Pude ver seus olhos brilharem. Ok, estou bem intrigada agora.



Notas finais do capítulo

Confesso que achei esse capítulo bem fofo, o que vocês acharam? Quero saber a opinião de vocês... Beijos e até breve.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "O Impossível Se Torna Possível" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.