The Fear You Won't Fall escrita por WellDoneBeca


Capítulo 2
II




— Nossa mãe não queria que Cassiopeia ficasse muito longe de casa. —Draco explicou na cabine ao lado. - E nosso pai decidiu que não devíamos ficar separados quando era a minha vez de vir para a escola,

Os irmãos Malfoy sempre se sentavam em cabines de frente para a outra desde que Draco havia entrado em Hogwarts. Havia algo reconfortante em ter um ao outro tão perto estando tão longe de casa por tanto tempo.

— É verdade? — Eleanor questionou, olhando a amiga – e prima distante - com curiosidade.

— Sim. Durmstrang tem um bom programa, eles ensinam artes das trevas além da simples defesa. Nosso pai achava uma boa escolha, mas nossa mãe preferiu que viéssemos para Hogwarts.

Cassiopeia se pôs de pé antes que qualquer outro assunto viesse à tona, ela estava cansada, e preferia silêncio ao tanto de conversas à sua volta.

— Vou me vestir. — Ela avisou. — Não devo demorar.

Minutos depois, a loira estava o mais perto possível do espelho, tentando arrumar o cabelo da forma correta antes de finalmente desistir.

Cassiopeia havia acabado de fechar a porta quando o trem fez uma curva e mandou seu corpo numa direção completamente aleatória e, mais uma vez, braços a seguraram antes que ela caísse no chão.

— Eu estou começando a achar que você faz isso de propósito.

A adolescente abriu os olhos rapidamente, arregalando-os quando reconheceu o rosto acima do seu.

— Perdão?

— Você está sempre se jogando nos meus braços!

Weasley estava exatamente à sua frente, provavelmente o mesmo que havia lhe segurado nas escadas no dia do jogo.

Rapidamente, ela se desvencilhou dele, arrumando as roupas em seu corpo e contorcendo o rosto com raiva ao mesmo tempo em que seu rosto inteiro se avermelhava em vergonha.

— Eu… Eu não….— Ela gaguejou.

— Eu estou começando a achar que você está afim de mim, Malfoy. — Ele deu um sorrisinho.

Cassiopeia quase o estapeou.

— Eu? Afim de você, Weasley? Você por acaso já se olhou no espelho? Que absurdo! — Ela se forçou a manter o tom de voz baixo. — Você poderia ser o último homem na face da Terra e eu nem mesmo olharia para você. Eu não sei o que se passa pela sua cabeça, mas não eu não estou desesperada.

— Cassiopeia? — Ela ouviu, se virando ao encontrar Draco atrás si. — O que está acontecendo?

— Weasley está sando absurdo como sempre.

Draco tomou a frente da irmã de uma forma protetora.

— Quem você acha que é pra sonhar em dirigir a palavra à minha irmã, Weasley? — Ele questionou, quase cuspindo no rosto do ruivo. — Você…

Mas Cassiopeia interrompeu o irmão rapidamente, antes que ele pudesse criar uma cena e chamar mais atenção que o que eles já haviam chamado.

— Vamos. — Ela o puxou. — Não vale à pena.

Antes que alguém pudesse dizer qualquer outra coisa, ela puxou o irmão de volta a suas cabines ignorando seus murmúrios descontentes.

— Deixa isso pra lá, Draco. — Ela o interrompeu. — Obrigada por ter ido tentar me ajudar, mas eu sei lidar com os meus próprios problemas, ok?

Ele apenas a olhou com o canto dos olhos, voltando a se sentar com os próprios amigos, e Cassiopeia voltou a se sentar com Eleanor.

— O quê aconteceu?— ela questionou.

— Nada importante. — Cassiopeia se virou para olhar a passagem. — Não precisa se preocupar.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "The Fear You Won't Fall" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.