Light Of Darkness escrita por lininhaaa


Capítulo 6
VI - Era você




 


 


Capítulo 6 – Era você...


 


 


 


 - Duas horas... – grunhiu o moreno entediado. – Eu vou embora!


Sem dar ouvidos ao que Naruto e Hinata lhe diziam, Sasuke os deu as costas e chamou um taxi para voltar ao apartamento do loiro.


- Deixe-o, Hina-chan... Mas é muita palhaçada da sua amiga não ter vindo! – retrucou irritado.


Hinata abaixou os olhos por um momento. Sakura nunca foi o tipo de pessoa que não comparecia aos compromissos.


- Ela disse que estava presa no trânsito, mas... – interrompeu-se ao abrir o celular. – Vou ligar mais uma vez!


A morena apertou duas vezes o botão verde e em seguida, levou o aparelho ao ouvido. Naruto apenas observava a cena quieto.


- Nada? – perguntou-a.


Ela o fitou e fechou o flip do celular.


- Nada, Naruto-kun... – murmurou triste. – Não entendo...


- Não importa! O teme ficará bem, Hina-chan... – disse ele, aproximando-se de Hinata. – Já que estamos aqui, vamos aproveitar!


 


~*~


 


Sasuke andou duas quadras até finalmente achar um taxista que quisesse parar àquela hora da noite. Ajeitou-se no banco de trás do veículo e informou-lhe o endereço.


Irritado demais com as últimas horas, fitou as casas e prédios passando enquanto o taxi movia-se pelas ruas de Tóquio. Dificilmente andava-se a mais de sessenta quilômetros por hora na avenida principal, mas as duas da manhã dificilmente teria um trânsito.


Ouviu o motorista praguejar alto, enquanto batia as mãos no volante. Sasuke nem se deu ao trabalho de perguntar o que tinha acontecido e também não lhe interessava. Apenas quis saber o que ou quem o velho praguejava, quando o ouviu murmurar que teria que mudar de caminho.


- O que aconteceu? – Sasuke colocou a cabeça entre os bancos da frente e estreitou os olhos.


- Um acidente! Um maldito acidente logo à frente... – respondeu irritado. – Os policiais fecharam esse cruzamento e terei que dar a volta!


- Hum...


- Provavelmente deve ser alguém bêbado que perdeu o controle da direção. Foram dois carros pelo que parece... – O motorista apontou para dois carros parados no acostamento da rua. Um deles apresentava a frente amassada e o outro, estava irreconhecível.


Sasuke apertou os olhos para ver. Os carros estavam destruídos e provavelmente não haviam sobreviventes.


- Sabe se alguém morreu?! – perguntou o Uchiha ainda olhando para os carros destroçados.


- Não sei, senhor!


- Hum...


 


~*~


No dia seguinte...


 


Era pouco mais de oito horas da manhã. Naruto e Sasuke estavam tomando café-da-manhã. O loiro tentava inutilmente puxar assunto com o amigo, que estava mais quieto do que o normal.


- Que mal humor do inferno que você tá hoje!  - Naruto  irritou-se com a falta de palavras de Sasuke.


Sasuke continuava em um silêncio quase mortal, enquanto bebericava tranquilamente seu café.


 - Desisto, Teme!


Dizendo tais palavras, Naruto levantou-se da mesa e se dirigiu ao banheiro, com o propósito de tomar um banho. Sasuke apenas acompanhou o  amigo com o olhar.


- Dobe... – murmurou entre os dentes.


Seu humor matinal nunca foi dos melhores, mas naquele dia estava pior do que nunca. Talvez tudo estivesse contribuindo para que ele abandonasse, mais uma vez, a cidade de Tóquio.


Sasuke não percebeu que ficou quase meia hora olhando para o nada, enquanto seu café esfriava. Só se deu conta de estar daquele jeito, quando ouviu Naruto destrancando a porta.


- Hunf... – bufou.


Continuou imóvel por mais algum tempo e quando finalmente tomou coragem para se levantar, escutou o celular de Naruto tocando. Olhou fixamente para o aparelho e pensou em ignorar, afinal o celular nem era dele...


O toque cessou por breves segundos mas o barulho começou novamente.


- Atende aí, Sasuke! – gritou Naruto.


Sasuke revirou os olhos, mas decidiu atender. Não conseguiu distinguir o que seria pior: os berros de Naruto ou o celular tocando freneticamente.


- Alô? – grunhiu.


- Naruto-kun! Por favor, Naruto! Sou eu, onde você tá? – uma pessoa do outro lado da linha parecia chorar desesperadamente.


- Hinata?  O que foi?


- Sasuke! Cadê o Naruto?! – gritou aos soluços.


- Eu vou chamá-lo...


- O que foi, Teme? – Naruto apareceu recostado no batente da porta entre o quarto e a sala do apartamento. – Quem é?


- É a Hinata... – murmurou o moreno estendendo o celular para o amigo. – Ela está chorando, Naruto!


No mesmo instante, Naruto tomou o celular da mão de Sasuke.


- Hina-chan? O quê foi?


- E-ela sofreu...    u-um acidente!


- De quem está falando?


- A S-Saky-chan... A   amiga que o S-Sasuke-san ia conhecer...  Por isso ela não foi! Você precisa me ajudar, Naruto-kun...


Naruto ao ouvir aquelas palavras, desviou seus olhos para o moreno, que parecia indiferente.


- Onde você tá?


- No hospital! –balbuciou. – Eu tentei avisar a irmã dela, mas ninguém atende!


- Eu já estou indo até aí! Fique calma, Hina-chan...


- Uhum...       


Sasuke pôde perceber que Naruto não tinha recebido um notícia agradável. Sem dizer, uma palavra, o loiro foi para o quarto e ao voltar, estava com sua carteira em mãos.


- O que aconteceu, Naruto?!


- Não dá pra explicar, Teme! Será que dá para você vir comigo até o hospital?! – perguntou irritado.


- Hospital? A Hinata está no hospital!?


- Não. A amiga dela... a mesma garota que você ia conhecer ontem! – Naruto andou até a porta e a abriu. – Você vem?


- Para quê? – retrucou arqueando uma sobrancelha. O moreno não via objetivo nenhum em ir ao hospital. O que faria ali?


- Esquece!- grunhiu o loiro, batendo a porta atrás de si.


 


~*~


 


Eram quase sete horas da noite, quando o celular de Sasuke tocou. Ao ler no visor “Naruto”, revirou os olhos.


- O que foi? 


- Você pode trazer uma camisa e uma calça pra mim, Teme? A Hinata pediu para que eu passasse a noite aqui, e amanhã cedo eu preciso trabalhar. – Naruto fez uma pausa e depois voltou a falar. – Não posso deixá-la sozinha. Ela tá muito mal...


- Ok... Me passa o endereço e eu já estou indo! – Sasuke se encaminhou até a escrivaninha de Naruto e pegou o primeiro papel que viu e logo em seguida, uma caneta. - Pode falar...


Assim que Naruto passou-lhe o endereço, Sasuke desligou e foi para o quarto de Naruto. Ao abrir seu armário, uma pilha de roupas caiu em seus pés.


- Por Kami... – murmurou para si mesmo. Pegou uma calça preta e uma camisa branca com mangas. Eram as únicas coisas que poderiam ser usadas sem que estivessem amassadas ou sujas. – Vai isso aqui mesmo!


 


~*~


 


Depois de quase meia hora, o táxi em que Sasuke estava parou em frente ao enorme prédio branco.


- Hospital Central de Tóquio. É aqui, senhor! – anunciou o motorista. – São vinte e sete dólares e setenta centavos. Fo...


- Fora a gorjeta! – murmurou Sasuke, concluindo a frase inacabada do motorista. – Pode ficar com o troco! – Ordenou lhe estendendo quatro notas de dez dólares!


O moreno andou a passos rápidos pela recepção do hospital e dirigiu-se ao elevador. Não deixou de notar alguns olhares das enfermeiras sobre si, mas os ignorou. Seu humor não tinha mudado muito naquele dia... Talvez estivesse pior do que antes.


 


~*~


 


- Fique calma, Hina-chan. Ela vai ficar bem! – disse Naruto afagando os cabelos de Hinata. – A Sakura-chan é forte e não vai acontecer nada...


Hinata encarou-o com os olhos banhados em lágrimas e fez um  gesto com a cabeça:


- Não, Naruto-kun! Ela não tá bem! V-você não entende! – murmurou aos soluços. – E... Se ela morrer?!


- Que absurdo! A Sakura-chan morrer?! Não diga besteiras, Hina-chan. Ela sai dessa! – respondeu ele, querendo crer nas próprias palavras. – Você conhece o médico que  vai cuidar dela, Hina-chan?


- Uhum. – murmurou limpando algumas lágrimas. – É o Ibiki-san. Tsunade-sama disse que o Ibiki é o melhor neurologista de Tóquio. Ele me disse que viria me contar como a Saky-chan está!


- Dobe!


Naruto e Hinata viraram-se e viram Sasuke se aproximar com uma pequena bolsa nas mãos. O moreno aproximou-se do casal e entregou as roupas para Naruto.


- Valeu, Teme! – sorriu.


Sasuke assentiu com um aceno e olhou para Hinata.


- E sua amiga, Hinata? – perguntou indiferente.


- Ela não está bem, Sasuke-san...


- Hum...


 


~*~


 


Pouco mais de vinte minutos depois que Sasuke chegara, o médico que cuidaria de Sakura, Ibiki, aproximou-se do trio de amigos.


- Ibiki-san! E então?  - perguntou a morena esperançosa.


- Tsunade-sama reservou um quarto para ela, Hinata-san... – Ibiki calou-se por alguns instantes e depois, voltou a falar. – Não tenho o que esconder de você, Hinata... Ela não está nada bem. Seu estado é grave. Ela está com um edema cerebral importante, Hinata e... ela está em coma!


- C-coma? – repetiu incrédula. – Mas...


- Sim, ela está em coma! Infelizmente temos que esperar pelo pior. Quando acordar, ela pode ter seqüelas graves... na melhor das hipóteses, terá perda de memória. – Ibiki suspirou pesadamente. – Isso... se ela sobreviver!


Naruto e Sasuke se entreolharam, mas não disseram nada. Hinata estava inconsolável depois de ouvir o parecer do médico. Sakura, sua melhor amiga, a pessoa que sempre a apoiou, a pessoa mais saudável que conhecera estava assim?


- Podemos vê-la, doutor Ibiki? – perguntou Naruto. Ele sabia que era tudo o que Hinata queria, mas não tinha condições de falar.


- Cinco minutos e nada mais que isso! – respondeu firme. – Sinto muito, Hinata mas você conhece as regras. -  Hinata o encarou e apenas assentiu. – Por favor, me acompanhem! – ordenou.


O casal de namorados  seguiu o médico, enquanto Sasuke hesitou em segui-los. Por algum motivo, a cuiosidade dele se aflorou. Queria conhecer a mulher com quem iria se encontrar, mas ao mesmo tempo, não sabia se isso era o certo.


Por fim, decidiu segui-los. Em questão de minutos estariam saindo do hospital.


Naruto e Hinata andavam mais a frente do lado de Ibiki, enquanto Sasuke estava mais atrás, caminhando com as mãos nos bolsos. O moreno viu os amigos entrarem em um quarto e os seguiu, mas não entrou. Ficou parado na porta, enquanto os dois estavam do lado de dentro.


 


~*~


 


Ao entrar no quarto, Hinata deparou-se com a amiga inconsciente no leito do hospital. Sakura estava monitorada, respirava com a ajuda de um respirador e sua cabeça estava enfaixada.


Naruto que entrou logo em seguida, ficou pasmo com o estado da amiga. Viu sua namorada parada ao lado da cama, olhando tristemente para Sakura.


- Sakura-chan... – balbuciou aos soluços. Hinata levou umas das mãos até a mão da amiga e percebeu o quanto estava fria. – Não posso acreditar...


- Não dá pra acreditar que a Sakura-chan... – comentou o loiro recostado na parede. Agora tinha dúvidas que ela se salvasse. – Hina-chan, vamos?


Hinata deu uma última olhada na amiga, com a esperança que abrisse os olhos ou fizesse um movimento qualquer, mas nada aconteceu.


- Vamos... – murmurou.


A morena passou por Naruto e abriu a porta do quarto, saindo de lá sem esperar pelo namorado. Viu Sasuke recostado na parede do corredor, mas sequer tinha forças para dizer alguma coisa. Logo em seguida, Naruto também passou pelo moreno e fez um gesto negativo com a cabeça.


Sasuke nunca tinha visto o amigo naquele estado. Parecia que não era o mesmo Naruto daquela mesma manhã. Ele não soube ao certo porque, mas algo o fez entrar naquele quarto.


Ao colocar um dos pés no quarto e fitar a pessoa no quarto, Sasuke não teve forças de continuar.


- S-Sakura?


 


 


 


 


***************************


Continua...


 


 



Notas finais do capítulo


Mais um capítulo!!!

Não era exatamente o encontro que o Sasuke esperava né?! T.T

Nãooo se preocupem, usarei o Lininha no jutsu e a trarei de volta! uahuahuahauhaua *se bate*

Mentira... mas essa fic tem muuuuuito chãão! >.
Espero de verdade que tenham gostado do capítulo! E preparem-se para fortes emoções no próximo capítulo!

Ahh sim, como tudo que é bom, dura pouco, hoje é meu último dia de férias! Caso eu demore para postar, culpem a minha facul!

Último ano vem o TCC, os atendimentos dos meus pacientes... T.T mas não vou abandoná-los!

Ahhh, quem acompanha "Mais do Que Irmãos", ela também será atualizada hoje! "Snow Tears", minha fic com a maGavilhosa Ca-chan também tem um capítulo fresquinho...


Só para não perder o costume, fiz uma One Shot... *leva sapatadas* -> http://fanfiction.nyah.com.br/historia/59093/O_Ninja_Misterioso

SasuSaku claro! >.

Ahhhh! Quase ia esquecendo: Obrigada pelos reviews! T.T
E um agradecimento mais que especial para Sakurinhah_chan, que recomendou essa humilde fic!

Críticas/elogios?! - Nos Reviews!
Recomendem a fic!
beijooooos!!!



Siga-me no Twitter: http://twitter.com/lininhaaa