A Maldição Do Dragão escrita por Julie


Capítulo 23
A Demônia do Cabelo Azul


Notas iniciais do capítulo

Olá amores! Demorei? Me perdoeem..
Mas estou muito feliz. Querem saber porque? Bem, o meu lindo, ciumento e sumido Finn voltou e me deixou uma bela recomendação.
Então Finn, este capítulo é para você!
E para minha querida Reyna também pois se trata de Luc e ela é fã dele!
E para Adelia pois acho que ela vai gostar do que vai acontecer com Luc!
E para o Paulinho pois preciso me desculpar com ele.
Enfim, é para todos vcs meu lindos e lindas que entre ameaças e ataques de ciúmes, estão sempre comentando!




POV Luc

A garota mais irritante, grosseira e linda que já conheci na vida. E não, eu não estou falando de Kenna, que é bem irritante e linda também, mas ela não supera Minna quando o assunto é me irritar. A garota apareceu literalmente do nada em nossa frente e já foi dando ordens em todo mundo. E como se a situação não fosse estranha o bastante, a garota salvou minha vida durante o ataque dos Krollys e agora acha que manda em mim, não que eu quisesse ser devorado é claro, mas precisava ser ela a me salvar? Agora estou devendo uma a ela e não gosto nada disso. Mas eu estou me adiantando, vou contar o que aconteceu.

Depois do nosso nada agradável encontro com as Harunas continuamos nossa jornada tranquilamente e eu estava até feliz e disposto, pois cavalgava ao lado de Dione, uma beldade da natureza com lindas curvas e um belo decote. Não que eu seja tarado ou algo assim, mas posso dizer que tinha segundas intenções em relação a ela e estava empenhado em leva-la para cama ou para o chão da floresta, não importa onde. É claro que depois do fiasco que foi minha tentativa com Kenna, eu fiquei um pouco mais cuidadoso, já que ela quase me cozinhou. Mas eu sabia que Dione se renderia a mim, pois diferentemente de Kenna, ela tinha luxúria no olhar e apesar de eu saber que ela estava caidinha por Élio, aliás é por isso que ela e Kenna se odeiam, o tonto do Élio não dava a mínima chance para Dione e isso é uma vantagem para mim. Então, lá estava eu inocentemente tentando conquistar a Deva, quando uma forte luz recai sobre nós e depois de cessar aos poucos, surge a nossa frente uma garota, agachada, apoiada com uma mão no chão e outra segurando uma espada. E então a coisa mais estranha aconteceu, sim, mais estranho do que uma garota surgida do nada ,são vários homens com a cara deformada, vestidos como soldados saindo de um portal negro que apareceu atrás da dela. E com força e velocidade incríveis, a garota começa a lutar com os soldados.

O que estão esperando? – Ela olha para nós, que ficamos parados feito bobos eu confesso. - Um convite com letras douradas?

E isso foi o bastante para nos despertar e também entramos na luta. Mas as coisas ficaram bem feias para nosso lado, já que os homens deformados não paravam surgir pelo portal, e foi aí que a garota deu sua segunda ordem.

– Kenna atire uma flecha de luz no portal! – Ela mandou e Kenna obedeceu rapidamente, fechando assim o portal. Agora só tinha cinquenta soldados para liquidarmos.

Eu estava me saindo bem, mas de repente fui cercado por cinco deles e antes que eu percebesse já estavam me mordendo ou seja tentando me devorar. E sim, foi aí que tudo piorou, pois rapidamente a garota decapitou os monstros salvando assim minha vida, então ela me ajudou a sair debaixo dos corpos.

Está tudo bem gracinha. – Ela falou sorrindo e eu me lembro de ter pensado que estava diante de um anjo de escuros cabelos azuis. - Pode parar de tremer agora! – Ela exclama e imediatamente meu pensamento mudou, estava diante de um demônio isso sim!

– Quem disse que estou tremendo? - Pergunto já furioso.

– Sua pernas e braços! – Ela aponta ainda sorrindo para mim. Então percebo que estava mesmo tremendo, mas não de medo como ela havia insinuado, tinha algo errado comigo. Olhei em volta e percebi que todos os monstros foram abatidos. Segurei meu braço e tentei estancar a ferida que não parava de sangrar, me dei conta que estava todo mordido e que os malditos monstros tinham me arrancado alguns pedaços de carne, senti minhas pernas fraquejarem, ia cair mas alguém me segurou.

Você está bem Luc? – Foi Terry quem perguntou. Pensando nisso agora, vejo o quanto sua pergunta foi idiota, era óbvio que eu não estava bem!

Depois disso eu apaguei e só acordei quando já era noite, abri os olhos e me vi deitado dentro de uma daquelas tendas élficas que Feo me ensinou a fazer. Olhei em volta e ví a tal garota, que me fitava de uma maneira nada agradável, é como se fosse ruim eu ter sobrevivido.

O que está fazendo aqui? – Perguntei já com raiva, essa garota me tira do sério só ao me olhar.

– O que você acha?– Ironizou. - Salvando sua vida, de novo devo acrescentar.

Me poupe.– Murmurei tentando me levantar, mas ela me impediu.

Não deve se levantar! – Ela disse e me forçou a deitar, e quando digo forçou, quero dizer que minha cabeça bateu com força no chão, que mesmo estando coberto com grossas peles pareceu tão duro quanto chão puro.

Não precisa ser tão delicada.– Murmurei novamente com minha cabeça rodando.

– Preste atenção por que só vou falar uma vez! – Ela segura meu rosto e me fita muito séria com seus olhos negros. - Você foi sugado por uma Aswang e foi quase devorado por Krollys, tudo isso em menos de três dias. Não sei se compreende o quanto isso é grave, pois perdeu muito sangue e muita energia vital, então se quiser sobreviver sugiro que fique aqui bem quietinho e só se mexa quando eu mandar. Entendeu?

Ahhh.. Sim.. Acho que sim..– A garota é convincente!

Ótimo! – Sorriu vitoriosa. - E meu nome é Minna.

O meu é Luc.– Respondo.

Eu sei o seu nome.– Replica grosseira. - Agora durma!

E agora eu estou aqui com esse anjo ou melhor demônio chamada Minna. Não que ela seja um demônio literalmente ou algo assim, mas tenho certeza que não é humana, afinal que humano tem cabelos azuis? Não quero perguntar o que ela é agora e portanto vou chamá-la de Demônia do Cabelo Azul, combina perfeitamente com ela.



Notas finais do capítulo

Ps: Finn se sumir de novo eu te rastreio e te mato. ( Isso não é uma ameaça)



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "A Maldição Do Dragão" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.