D.N.A Advance: Nova Ordem do Século escrita por Sensei Oji Mestre Nyah Fanfic


Capítulo 73
O Navio Zarpa




CAPÍTULO 73

Casa de Gaia, horas antes dos acontecimentos em Iso

Gaia chegou em casa com o filho e viu a visita de sua esposa sentada no sofá. Slash era muito conhecido por ele, no passado eles tiveram muita ligação. Mesmo assim fazia muito tempo que não se viam.

─ Primo! ─ disse Gary correndo para os braços de Slash.

─ Olha só quem está aqui. Você ficou maior e mais forte. Nem parece aquele bebezinho que eu conheci anos atrás. Como você está?

─ Estou bem. Papai sempre está me treinando para ficar forte que nem ele.

─ Que bom.

Gaia deu um beijo na esposa e pediu para que o filho fosse tomar um banho. Com a ausência do menino, os três podiam conversar mais à vontade.

─ Só vim mesmo para dizer que consegui revelar a verdadeira identidade do Weiz para os digiescolhidos. Soube que as notícias não estão nada boas aqui.

─ Eu disse pra ele que o Chanceler conquistou a parte leste do digimundo ─ disse a mulher.

─ Aquele maldito esta cada vez mais conseguindo seus objetivos. A coisa piorou ainda mais com a chegada desse imperador. São poucos os digimons que tem colhões para enfrentar um grande exército ─ disse Gaia.

─ Ah, querido, eu falei para ele sobre aquela ajuda que vamos dar aos digiescolhidos.

─ Será que só eu não gostei da pessoa que veio aqui na minha casa se oferecendo para ajudar?

─ A tia falou dele. Ainda não acredito que ele resolveu ajudar e dar um de santo. Mesmo assim os garotos precisam de aliados. ─ disse Slash. ─ Agora eu preciso ir voltar à base de operações de Gennai.

Gaia resolveu sair de onde estava só porque ouviu o nome “Gennai”. Depois da longa visita, tia e sobrinho se despediram. Ele foi embora.

...

Cidade Portuária de Iso, últimos acontecimentos.

O Capitão Nanimon pegou Paulo e os outros no flagra e estava sendo ajudado por Dracmon. No último episódio, Dracmon foi atrás de Jin enquanto o capitão ficou para lutar.

Jin e Mush correram até chegarem perto do satélite. A grande parabólica ficava no chão mesmo, tinha pelo menos uns dois metros de diâmetro. O japonês pediu que o seu parceiro destruísse imediatamente o objeto, mas foram impedidos por Dracmon que chegou bem na hora.

─ Vocês não vão conseguir acabar com os meus planos. Eu mesmo vou me encarregar de destruí-los.

─ Chega para trás, Jin. Vou mostrar a esse farsante que comigo ninguém brinca.

Mush ficou encarando Dracmon.

Enquanto isso, Nanimon foi para o seu segundo round com Impmon. Este não se intimidou com a força do seu adversário e preferiu que Hookmon ficasse de fora da luta. Os ânimos estavam à flor da pele.

Impmon dessa vez tomou a iniciativa para atacar. Ele correu para chegar perto do inimigo e desapareceu. Apareceu logo atrás do vilão e deu um chute nas costas dele com toda a sua força. Nanimon levou um forte impacto, logo em seguida o pequenino juntou uma grande quantidade de fogo em suas mãos e jogou na direção do inimigo. A rajada flamejante arrastou o digimau até a parede do navio.

─ Ele conseguiu! ─ comemorou Paulo. ─ Hã, não pode ser...

Nanimon se levantou mesmo depois de levar uma forte rajada de energia. Ele correu na direção de Impmon, esticou seu braço direito até acertá-lo. Impmon bateu as costas contra o chão, não teve tempo de reagir e levou mais outros golpes. Hookmon quis ajudar, mas Impmon não quis ajuda.

─ Eu vou vencer essa luta sozinho.

Impmon estava tão determinado que mesmo levando golpes ele se levantava e tinha forças para contra atacar. Foi quando ele se levantou mais uma vez e escutou um deboche de Nanimon.

─ Um fracote como você não vai me vencer. Depois de te destruir, eu matarei o seu parceiro.

Isso deixou o Impmon/ Wesley bastante irritado. Mexer com o seu filho seria a gota d’água. Ele ficou com tanta raiva que começou a brilhar. Paulo e Hookmon ficaram espantados, pois até aquele momento o satélite não havia sido destruído. Ele começou a crescer e a ganhar uma nova forma. Não dava para vê-lo nitidamente, por causa da luz, mas sua silhueta ficou maior, vestia roupa larga e esvoaçante, e seu rosto estava coberto por uma máscara e uma bandana na sua cabeça escondia seus cabelos loiros. Seria essa a verdadeira evolução da espécie de Impmon mesmo este sendo um híbrido? Infelizmente foi só um momento de raiva, logo ele voltou a ser como era antes.

─ Hehehe claro que um idiota como você jamais ia digitransformar nessa ocasião. É um perdedor mesmo ─ debochou o vilão.

─ BOMBA DE COGUMELOS! ─ disse Mush soltando várias bombinhas na direção de Dracmon.

─ PEQUENO PESADELO! ─ o vampiro soltou uma sombra na direção deles. Os ataques se colidiram.

Como era um fracote, Dracmon não conteve a fúria de Mushroomon que deu-lhe um soco na cara. Logo em seguida usou suas bombas para destruir o aparelho.

Nanimon deixou Impmon na lona. Paulo ficou furioso quando o digimau acertou seu pai. As esperanças estavam quase esgotadas quando Impmon se levanta, cambaleando e demonstrado um sorriso.

─ Ainda não morreu?

─ Quem vai morrer aqui é você, seu inseto ─ Impmon começou a brilhar intensamente e a aumentar de tamanho. Era óbvio que com a destruição do satélite, ele finalmente conseguiu se transformar na sua fase mega. ─ Agora sou Beelzebumon.

Nanimon ficou assustado, mas não retrocedeu. Começou a socar o maior, mas este nem sentia os impactos dos socos. O vilão ficou desesperado pois seus golpes não surtiam efeito. Beelzebumon deu um sorriso quando o viu. Com toda a sua força, o pai do digiescolhido deu um chute no menor que voou como uma bola de futebol. Logo em seguida puxou a sua pistola e atirou. Nanimon explodiu em dados.

Hookmon ficou com cara de espanto, mas Paulo comemorou a derrota do primeiro inimigo.

Momentos depois, Wesley já transformado em Impmon novamente, conseguiu uma passagem grátis junto com seus amigos para atravessarem o mar. O Hookmon como verdadeiro capitão do navio deu essa moleza como agradecimento.

Os digiescolhidos conseguiram resgatar os legacys além dos pertences pessoais. Kiwimon juntamente com Terriermon entregaram comida para a viagem. Eles agradeceram a generosidade e entraram no navio. Hookmon matou a saudade ao ver seu timão mais uma vez. O navio zarpou da cidade Iso. Porém, Dracmon conseguiu se infiltrar.

─ Queremos agradecer pela sua hospitalidade senhor Hookmon ─ disse Paulo.

─ Não precisa agradecer. Vocês salvaram a minha vida. Agora sim já posso evoluir.

Os outros ficaram surpresos. Hookmon começou a brilhar até ficar na sua forma perfeita.

DIGIMON: CAPITÃO HOOKMON

Nível: Perfeito;

Atributo: Vacina;

NPD: 25.000

Agora Hookmon evoluiu para a sua forma perfeita, tornou-se um verdadeiro capitão. Um dos digimons mais amigáveis que você pode conhecer.

─ Caraca, ele ficou parecido com uma pessoa humana ─ disse Jin.

─ Essa é a minha verdadeira forma. Como os digimaus haviam construído aquele satélite, eu não pude suportar esta forma e regredi. Bom, melhor agora é ir para a minha cabine. Antes mostrarei os quartos que vocês ficarão. 1ª classe, venham.

O quarto era amplo, com uma cama de casal. Cada digiescolhido com seu digimon ficaria em um. Todos eles agradeceram e foram se acomodar.

Paulo retirou as roupas e entrou no banheiro. Pulou na banheira cheia de espumas. Wesley também foi e os dois ficaram lá por algum tempo.

─ Será que só eu percebi que esses digimons oriundos das ilhas são mais fortes?

─ Não, eu também percebi. Se fosse um Nanimon comum eu já teria ganho mesmo estando nessa forma. Acontece que muita coisa mudou desde quando saímos daqui depois da luta contra o Barbamon.

─ Verdade...

O navio tomou o seu rumo pelo oceano.

Dracmon, que havia falhado com a sua missão, encontrou-se com o seu colega Monodramon. Este não poupou palavras para humilhá-lo.

─ Não passa de um covarde que não sabe lutar. Perdeu para um digimon paupérrimo como aquele Mushroomon! Você é indigno de continuar sendo um subordinado.

─ Olha como você fala comigo!

─ Falo como eu quiser. Em matéria de luta eu sou muito mais forte do que você. Vem pra luta se você tiver coragem.

Dracmon retrocedeu. Ele era muito fraco para uma batalha corpo a corpo.

─ Espero que contrate um outro digimon para dar um fim nesses digiescolhidos.

Monodramon sumiu da frente do pequeno vampiro. Este tinha mais uma missão pela frente: contratar mais alguém.

─ Quer dizer que se eu te ajudar, você vai me pagar muito bem?

─ Pagarei uns quinhentos dólares. O que acha?

─ Claro que sim.

O digimon contratado por Dracmon era um ser muito parecido com um cão da raça doberman. Ele tinha uma aparência bem feia, com uma coleira cheia de espinhos, e olhos em algumas partes do seu corpo.

O Capitão Hookmon estava sozinho na sua cabine, feliz por ter o seu navio de volta e comandando a trajetória para a cidade River quando algo aconteceu. Seu corpo ficou paralisado para depois desmaiar. Dobermon usou seu poder paralisador para fazer o capitão dormir.

─ Ótimo. Agora eu vou mudar de rota ─ disse Dracmon segurando o timão.

Paulo, Impmon, Mushroomon e Jin dormiam tranquilamente quando ocorreu um tumulto. Vários digimons e programas corriam para ver o que estava acontecendo. Claro que os digiescolhidos acordaram com o barulho.

─ O que está acontecendo? ─ indagou Paulo.

─ Parece que os passageiros estão ficando loucos. Correm para ver eu não sei o quê ─ disse Impmon.

Logo Jin e Mush se levantaram e saíram do quarto. Encontraram-se com os outros dois. Eles também foram na direção dos outros. Os passageiros subiram para o convés. Assim que os garotos subiram, viram nitidamente que a rota do navio havia sido alterada portanto estavam em outro lugar. Era um conjunto de arquipélagos. Logo mais adiante, ainda no convés, estava Dracmon e o outro digimon fazendo o capitão de refém.

─ Cara que ódio desse Dracmon. Como conseguiu entrar nesse navio? ─ disse Paulo.

─ Aí estão vocês, digiescolhidos. Sim nós prendemos o capitão. Conseguiram derrotar o Nanimon, mas quero ver derrotar o meu mais novo amigo Dobermon.

DIGIMON: DOBERMON

Nível: Adulto;

Atributo: Vírus;

NPD: 25.000

Um digimon em forma de cachorro. Apesar de parecer um cão, esse monstro tende a ser bastante violento. Cuidado para não ser paralisado por este ser e ter suas forças drenadas por seu rugido.

─ Deixa comigo. Agora que posso virar Beelzebumon posso acabar com isso num instante.

─ Não ─ disse Mushroomon. Todos olharam para ele ─ eu quero lutar. Por favor Jin.

─ Tudo bem, parceiro. Vai nessa.

Os passageiros se afastaram para dar passagem ao pequeno cogumelo. Dracmon ao vê-lo começou a rir sem parar. Para ele Mushroomon era muito fraco para competir com um Dobermon.

─ Esse é o inseto que eu vou lutar? Não me parece grande coisa.

Mush sorriu e pediu que Jin usasse o legacy. O digimon começou a brilhar.

─ Mushroomon digievolui para... Woodmon!

Dracmon e Dobermon ficaram surpresos com a digitransformação. Agora a briga seria de dois digimons no nível adulto. Doberman não esperou mais nenhum minuto e correu a fim de dar o primeiro golpe. Woodmon fez também o seu ataque.

─ FOLHAS DESLIZANTES! ─ dos seus braços superiores sairam várias folhas afiadas como lâminas. Dobermon foi pego de de surpresa, mas desviou. Mesmo assim levou alguns arranhões.

─ Vai se arrepender, pedaço de madeira. RUGIDO CINZENTO!

Doberman soltou um rugido ensurdecedor que fez Woodmon perder as forças. Os outros digimons e programas, além dos digiescolhidos também perdiam forças. O digimau pulou em cima do parceiro de Jin.

─ Woodmon, não!

─ Agora eu vou usar o meu golpe para roubar o seu coração.

Woodmon deu um sorriso. Seus braços esticaram e abraçaram o canino. A força foi tanta que o vilão não conseguia mais se soltar.

─ DRENAR ENERGIA! ─ os braços de Woodmon começaram a sugar a energia do outro. O digimon se levantou e jogou Dobermon para fora do navio. O cachorro caiu na água. ─ Também vai me enfrentar?

─ Eu não, eu tô fora ─ disse Dracmon pulando para fora do navio.

Dobermon ficou com tanta raiva de Dracmon que o perseguiu nadando atrás dele. Dracmon com certeza entrou em sérios apuros.

─ Obrigado mais uma vez ─ disse o capitão.

─ De nada ─ respondeu os digiescolhidos.

─ Bom, como aqueles dois me atacaram e mudaram de rota, chegamos às Ilhas Comic Con. Aqui existem muitos dados morando. Nunca vim para cá.

─ Dados? ─ perguntou Paulo.

─ Dados são as novas criaturas que vivem no digimundo. Elas podem assumir a forma de algum personagem do mundo exterior. Não sei bem ao certo, eu ouvi falar.

─ Olha só ─ disse Jin. ─ Meu legacy tá localizando um outro legacy.

─ Sério? Tem mais um amigo nosso por aqui? Que demais! Agora a aventura vai realmente começar ─ disse Paulo.

O navio ancorou perto das ilhas Comics. Porém, os jovens tiveram que dormir para estarem disposto ao amanhecer.

Enquanto isso, Dracmon conseguiu fugir e se esconder numa pequena ilha. Quando ele pensava que tinha se livrado de um problema apareceram dois. Duas figuras humanoides com asas apareceram diante dele.

─ Chefes Devimon e Icedevimon!

─ Você falhou na missão ─ disse Devimon.

─ Se o chefe Wisemon descobrir as suas burrices, ele vai acabar te destruindo ─ disse Icedevimon.

─ Por favor, não contem.

Os dois sorriram.

Paulo acordou com o seu pai badalando no seu ouvido para acordar pois já havia amanhecido. Jin e Mush também acordaram. O sol clareou a região deixando as ilhas mais evidentes.

─ Não se preocupem. Eu vou esperar vocês até acharem seu amigo.

─ Obrigado por tudo capitão ─ disse Paulo.

Os quatro puseram os pés na areia depois de saírem do bote. Eles viram a ilha. Tinha uma faixa de areia enorme e uma floresta mais ao fundo. Os aparelhos começaram a dar o sinal em GPS da localização do outro digiescolhido.

Escondido dali estava um ser baixinho observando os quatro.

...

Palácio de Gelo

Alguns digimons oriundos das outras ilhas vieram porque o próprio Chanceler fez boas ações e entregou casas para os seus habitantes. No próprio palácio havia um grande auditório onde ele fazia os seus discursos para dezenas de visitantes. O líder caminhou sempre acompanhado de seus lacaios até o palco. Os digimons e programas aplaudiram o líder de pé.

A aparência dele era bem diferente de quando foi receber o imperador. Ele não passava de 1 metro e meio, usava uma roupa igual de um ser humano com um uniforme estilo de líderes nazistas de cor verde escuro,calçava um par de coturnos pretos, luvas pretas, havia medalhas no seu peito esquerdo; além de uma capa branca logo atrás. Seu rosto era a de um híbrido lobo com pelos azuis ao redor da face e no rosto os pelos brancos. Ele tinha olhos bem chamativos com a íris da cor avermelhada. Em volta do seu pescoço havia um lenço azul escuro com as pontas rasgadas. Ele era um digimon besta humana.

O próprio foi até a tribuna, testou o microfone e começou um discurso com a sua voz suave e sedutora. As digimons femininas se derretiam com a sua beleza, coragem e voz. Todos ali começaram a tirar fotos e até filmar.

O Chanceler discursou sobre os programas sociais que fez nos últimos anos e que tirou milhares de habitantes das ilhas do mapa da fome. Agradeceu às instituições, ongs, patrocínios etc. Depois do discurso ele concordou em tirar fotos com fãs.

Uma programa-repórter foi até ele fazer uma pergunta chave:

─ Senhor, o que o tem a dizer sobre os digiescolhidos?

─ O povo não tolera mais esses terroristas. Precisamos dar um basta nessa gente perigosa. O nosso mundo não depende mais deles, essas crianças são recrutadas pelo Gennai para destruírem os digimons, causar pânico nas cidades e acabar com a nossa democracia.

─ O que o senhor vai fazer? Usar força bruta?

─ Ora, parece que não me conhece. Não vou ser tão cruel a ponto de lutar. Usarei a diplomacia contra eles. Será a paz contra a guerra. Paz e amor, minha gente. Vamos pacificar o digimundo. Agora com licença que vou tirar uma foto com as criancinhas.

Ele ficou ao lado dos digimons bebês e até abraçou alguns. Ele tirou uma foto sorrindo. Os fãs aplaudiram. Todos foram embora e o Chanceler finalmente teve a paz e o sossego que tanto queria.

NeoDevimon levou os visitantes até a saída e agradeceu. Depois foi até o salão onde o seu mestre ficava.

─ Mestre, dessa vez eles quase o sufocaram.

─ Nem me fale. Digimons imundos. Eu tive que me agarrar com esses pobretões, até quando vou ter que aturar isso?

─ Até o senhor derrotar os digiescolhidos.

─ Não preciso nem me mover, os governadores se encarregarão disso e tem ainda o Wisemon. A estúpida da repórter me perguntou se eu ia usar força bruta contra aquelas pestes. Mas é claro... que sim ─ Chanceler fez um olhar maligno e um sorriso que até assustou seu lacaio. ─ Preciso tomar um banho para tirar esse odor de populacho. Quem me incomodar será morto imediatamente.

─ Ma-mas mestre Stra...

─ Se ousar falar o meu nome, juro que vou comer você no jantar.

NeoDevimon ficou tremendo de medo.

─ O que você quer me falar. Fala logo.

─ Mestre... é sobre a cidade Work na zona leste do digimundo. As nossas tropas estão sendo atacadas pela população local. Deve haver guerreiros poderosos naquela região.

─ Por que você não me contou isso antes, oh besta?

─ De-desculpa, mestre! O senhor estava muito ocupado.

─ Avise às tropas que eu irei pessoalmente até aquela zona. Quero ver esses grandes guerreiros. Você vem comigo, prepare o meu pégaso. Aquelas formigas do andar de baixo tem que saber do que eu sou capaz. Enquanto isso tomarei o meu banho.

─ Sim, mestre.

Chanceler caminhou para o andar superior do seu palácio. Um ser extremamente ambíguo e que não media esforços para enganar a população das ilhas e conquistar a população do digimundo.



Notas finais do capítulo

Próximo capítulo: Teremos um capítulo inteirinho sobre o chanceler minha gente. Vocês vão acompanhar ele da melhor maneira possível. Acho que que os digiescolhidos nem aparecem aqui ou talvez façam apenas uma cena. Mas vai ser legal.


Não tenho muito o que falar. Apenas que esse capítulo foi bom de fazer. Esta saga tá mais interessante que a outra. Cada episódio tem luta. Uma boa noite a vocês.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "D.N.A Advance: Nova Ordem do Século" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.