O Poder Daqueles Olhos escrita por TenYearsAfter, JustMe


Capítulo 9
Amigos?


Notas iniciais do capítulo

Eu só ia postar o capitulo amanhã, mas por conta das reviews lindas e das duas recomendações que eu recebi da Gabrielle Alves Malfoy e da Carly Potter Jackson, eu tive que postar. Obrigado meninas pelas lindas recomendações, o capitulo é de vocês hoje! Espero que gostem!



Acordei na manhã seguinte, piscando levemente e vendo tudo ao meu redor embaçado. Peguei os óculos na cabeceira e tudo voltou ao foco novamente. Me levantei e vi que Moony já estava acordado.

-Que bom que se levantou, já ia te chamar. Agora deixa eu tentar acordar os outros dois ai – Ele indicou com a cabeça BlackJack e Pads que dormiam profundamente.

Ri dele mas concordei, aqueles dois tinham sono de pedra, era difícil de acorda-los, isso para não dizer impossível.

Fui para o banheiro e me troquei, me arrumei, tentei abaixar os cabelos, eu sei que a Lily se irrita quando os arrepio, mas foi missão fracassada, eles sempre arrepiavam, então deixei eles normalmente e evitei passar a mão nele.

Sai do banheiro e vi Pads molhado e BlackJack emburrado, sentado na cama e com mexendo nos cabelos, que estavam com as pontas rosas. Segurei a risada, mas sem sucesso.

-O que aconteceu aqui?! – Perguntei entre risos e sentando no chão, para segurar as risadas.

-Esses ai não queriam acordar, então eu tive que apelar, Prongs.... – Moony disse rindo comigo.

-Vai ter volta, Moony! Vai ter volta! – Sirius disse bravo, entrando no banheiro.

-E que feitiço você lançou em mim?! Eu quero meus cabelos de volta! – BlackJack bufou frustrado.

-Você é um maroto e não sabe qual feitiço ele lançou? – Perguntei com a sobrancelha erguida e Frank engoliu em seco.

-Remus John Lupin! Você não usou aquele feitiço?! Usou?!

-Vai ficar com os cabelos coloridos até o fim do dia, mas eu avisei Frank! – Moony saiu correndo escada abaixo e eu segui ele, fugindo da fúria do leãozinho irritado e do pulguento.

Quando chegamos lá embaixo, nos entreolhamos e começamos a rir mais. As outras pessoas ficavam olhando para a gente com uma cara tipo “o que esses dois loucos estão rindo?”. Mas nós dois nem ligamos e começamos a rir.

-O que é tão engraçado meninos? – Ouvimos a voz da Violet  e nos viramos para a escada, aonde ela descia ao lado de Lily e das outras meninas.

-Vamos dizer que o Remus aqui assumiu seu lado maroto e acordou o Sirius e o Frank de um jeito bem... divertido – Comentei.

-O que você fez com meu cachorrinho, Remus? – Marlene perguntou irritada e Remus soltou um sorriso maroto, o qual ele dificilmente dá e eu ouvi a Dorcas suspirar.

-Vamos dizer que ele acordou um tanto molhado – Não me aguentei e voltei a rir da cara dele e as meninas começaram a rir.

-E o Frank?

-Bom Alice, espero que não tenha problema para você ter um namorado com as pontas do cabelo rosa, pelo menos por um dia.

Mais risos e quando os dois desceram, nos rimos mais, o que os fez bufar de raiva.

-Será que dá para pararem?! Ser acordado com um jato de agua não é nada agradável! – Sirius bufou.

-Ainda mais com o sonho bom que você estava tendo... Eu ouvi você suspirar nele Pads, com o que, ou quem, você estava sonhando ein? – Remus perguntou.

-Vamos dizer que foi um sonho muito bom, com uma certa menina.... – Ele deu uma olhada bem rápida e discreta para a Violet, mas só eu que percebi e sorri maroto também – Mas você tinha que me acordar bem na melhor parte Moony! – Ele deu um tapa na cabeça dele.

-Eu posso te ajudar a melhorar seu humor Sirius – Marlene disse sugestivamente.

-Quem sabe mais tarde? – Ele deu um sorriso maroto para ela.

E as meninas bufaram e reviraram os olhos.

-Bom, vamos tomar café da manhã e Frank... Amei as mechas! Eu sempre quis ter mechas rosas! – Lily zoou ele e nós rimos mais.

-Ah que ótimo, até as amigas da minha namorada me zoando.

-Ah, relaxa amor! – Alice deu um beijo nele – Eu achei que ficou um charme!

Ele pareceu melhor de humor e falou algo para a Alice que deu uma risadinha e um tapa nele, nem quero saber o que foi.

-Hã, Evans? – Chamei a Lily mas a Violet que se virou – Não, eu estou falando da Lily.

-Você tá bem Potter? – Ela perguntou e eu olhei para ela confuso – Tá me chamando de Evans desde ontem.

-Como eu já disse, você me pediu isso por anos, só estou realizando seu desejo – Disse simplesmente, dando de ombros – Será que eu posso falar com você? A sós?

Ela me olhou desconfiada e eu vi que ela ia negar.

-Não vou te chamar para sair ou tentar algo, só quero conversar, ok? Eu prometo me comportar – Disse seriamente e ela concordou enquanto os outros observavam atentamente a cena.

Então nós saímos do quadro enquanto eu ouvia o Sirius perguntar “Evans? Ele chamou ela de Evans? E não lançou uma cantada?! O que tá acontecendo?!” Eu segurei o riso e comecei a caminhar com ela até os jardins, onde ela parou na minha frente.

-Ok, fala logo o que você quer Potter.

-Ei calma Evans, eu só quero conversar, civilizadamente dessa vez.

-Fale.

-Olha Evans, eu sinto muito por ter corrido atrás de você e sempre te encher o saco e eu sei que eu não era uma pessoa muito boa, mas acredite eu mudei. Mas eu vou parar de te chamar para sair e insistir, eu só quero ser seu amigo, será que eu posso ser? – Eu perguntei a olhando diretamente nos olhos.

Ela me olhou desconfiada.

-Sem mais convites para sair? Sem mais cantadas?

-Sem, só vamos ser amigos. – Ofereci minha mão – Trégua?

Ela olhou para ela, antes de aceitar.

-Trégua. Acho que podemos ser amigos Potter, mas sem gracinhas.

-Nunca Evans. Agora mudando de assunto, quando temos que preparar os relatórios para a monitoria?

-Ah, amanha.

-Certo, nos vemos as seis então? Na sala de monitoria?

-Pode ser.... Vamos voltar pro salão? Eu ainda não tomei o café, sabe?

-Ah claro – Concordei e sorri para ela. Somos amigos agora! Eu posso finalmente mostrar a ela como eu mudei e que eu realmente amo ela.

E o que aconteceu a seguir, fez meu coração disparar, ela sorriu para mim, daquele modo lindo dela. Ela nunca tinha sorrido para mim e aquilo me deixou incrivelmente feliz e fez o resto do meu dia valer.

Fomos pro salão juntos e quando entramos as pessoas começaram a comentar, porque nós dois conversando tranquilamente e sem gritos não é algo comum. Pude ouvir uma menina perguntar “será que eles estão namorando?”.

Quando chegamos na mesa, Sirius parou de dar em cima da Violet, que estava o ignorando e todos levantaram para nos olhar.

-Ok, que milagre é esse que está fazendo vocês conversarem civilizadamente? – Sirius perguntou com uma sobrancelha erguida.

-Somos amigos agora – Dei de ombros e todos ficaram meio chocados, mas voltaram a fazer suas atividades.

-Gente! – Dorcas chegou correndo e eu reparei só agora que ela não estava na mesa – Vocês viram? Saiu o anuncio e parece que vamos ter mesmo o passeio esse fim de semana! – Ela disse animada e nós nos entreolhamos, hora do plano para juntar o casal mais tímido da Terra, começar.

-O que aconteceu? – Remus perguntou.

-Nada, por que? – Perguntei cinicamente.

-Vocês ficaram estranho de repente e se entreolharam, como se soubessem de algo que eu não...

-Sua imaginação tá fértil ein Moony? – Sirius comentou – Que tal a gente ir no passeio juntos, pelo menos no começo?

-E por que?

-Para poder mostrar a minha loirinha aqui Hogsmeade e porque faz tempo que não passeamos juntos – Sirius deu de ombros.

-Eu não sou sua loirinha, Black! – Ela falou irritada – Mas é uma ótima ideia, vocês vão né? – Ela olhou para todos nós e nós assentimos. Remus e Dorcas estavam meio desconfiados mas concordaram.

Desse passeio não passa, esses dois vão voltar como um casal, nós iremos garantir isso.