O Poder Daqueles Olhos escrita por TenYearsAfter, JustMe


Capítulo 10
Que o Plano Comece!


Notas iniciais do capítulo

Primeiro, queria dizer muito obrigado pelas lindas reviews! Eu tenho recebido cada review linda, que sempre me incentivam a escrever mais e mais rapido, então obrigado!
Capitulo pros fãs do Remus, já que é sobre ele e a Dorcas, espero que gostem!



~~Remus~~

Acordei na manha do passeio com uma sensação estranha, eu não sabia se era boa ou se era ruim, era só diferente. Como sempre, acordei primeiro com os outros, mas hoje deixei eles dormirem mais, afinal não teríamos aula e o passeio ia demorar um pouco.

Me troquei, colocando uma roupa simples e li um pouco de um livro que estava na minha cabeceira, só depois fui acordar os marotos. Comecei com o James, para depois ir pro Frank e por ultimo o Sirius, que era o mais complicado.

Depois de varias reclamações e ameaças minhas que diziam que eu ia molhar e tingir os cabelos deles de novo, eles acordaram, meio sonolentos e então nos fomos tomar café. As meninas já estavam lá e eu não pude deixar de que a Dorcas estava incrivelmente linda, não que ela não fosse normalmente, mas hoje está mais do que nunca.

-Para de babar Moony! – Sirius deu um tapa na minha cabeça e eu voltei a realidade.

Depois de receber olhares marotos dos meninos e sorrisos das meninas, eu comecei a comer, mas ainda observando a Dorcas pelo canto do olho e teve um momento que nossos olhares cruzaram e ela desviou corando, o que me fez sorrir de lado.

Quando voltamos pro quarto, para terminar de nos ajeitar, os marotos olharam todos para mim.

-O que?

-E ai, vai finalmente beijar a Dorcas ou tá difícil? – Sirius foi direto ao ponto.

-Sirius!

-Ele tá certo Moony, cara vocês se gostam, toma uma atitude! – James falou.

-Vocês sabem que eu...

-Ah nem começa lobão! Isso não é um problema! Você não vai machuca-la, na minha opinião isso é só uma desculpa que você usa porque acha que não merece ser feliz, estou certo?

Fiquei quieto, o Frank tinha razão.

-Cara, não tem uma pessoa nesse planeta melhor que você Moony, você merece ser feliz – James disse.

-E, a nossa querida Dorcas está querendo te trazer muita felicidade – Sirius sorriu maroto.

-Tá bom, vocês venceram, eu vou fazer alguma coisa! – Bufei e me levantei, descendo as escadas, encontrando as meninas lá em baixo.

-Bom, vamos? – Violet perguntou.

-Ansiosa para sair comigo loira?

-Nos estamos saindo em grupo Black – Ela disse.

-É mais a gente pode sair do grupo a qualquer hora – Ele sorriu sugestivamente para ela, que revirou os olhos e saiu pelo retrato, com o Sirius atrás dela.

Marlene bufou, com muita raiva, e foi atrás, tentando conseguir a atenção do cachorro. Eu, Dorcas, Lily, James, Frank e Alice só reviramos os olhos.

-Essa novela já tá ficando chata... – Lily comentou.

-A sua e a do James tava mais, mas agora vocês são amigos – Eu disse.

-Isso mesmo, somos só amigos Moony. Mas vamos logo, antes que a Violet mate o Sirius!

Todos concordaram e fomos caminhando calmamente até as carruagens, onde vimos um Sirius emburrado e uma Violet triunfante, o casal problemático esse ai viu? Agora me pergunto, onde está a Marlene? Me sentei na carruagem e acabei ficando entre a Lily e a Dorcas, James sentou ao lado do casalzinho. Frank e Alice foram em outra, já que a nossa estava lotada.

-Onde está a Marlene?

-Depois de se oferecer pro idiota aqui e não receber muita atenção, ela foi para outra carruagem – Violet disse.

-Com ciúmes loira?

-Até parece Black, na verdade eu preferia que ela não tivesse ido, para eu não ter que ficar sozinha com você – Ela deu um sorriso doce para ele, o fazendo bufar e nós rir.

A viagem até Hogsmeade foi bem calma, só algumas cantadas do Sirius, umas respostas da Violet, uma zoação do Prongs e tínhamos chegado. Fomos caminhando em direção ao três vassouras, que foi o lugar que a Lily disse que queria mostrar primeiro a prima.

-Madame – Sirius chamou – Pode nos ver oito cervejas amanteigadas? – Ele sorriu galante para a mulher, que assentiu rindo dele e foi pegar, logo trazendo e nos servindo.

Começamos a conversar até que Sirius me deu um chute por baixo da mesa.

-Ai Pads! O que foi? – Sussurrei.

-Você tá do lado da Dorcas, toma uma atitude!

-Eu não consigo, todos vocês tão olhando!

-Não seja por isso – Ele deu um sorriso maroto e cutucou a Violet, que estava conversando com a Lily, que se virou.

-O que foi? – Ela disse e ele deu um selinho nela, logo saindo correndo e ela foi atrás raivosa, gritando algo “quem ele pensa que é pra ficar me beijando?”

-Ficar me beijando? – Prongs perguntou – Então teve mais de um já?

-Ele beijou ela um dia, ela me contou.

-Ih, essa ai vai penar na mão do Pads... Mas enfim, vamos dar uma volta Evans? – James convidou.

-Só nos dois? – Ela perguntou desconfiada e ele revirou os olhos.

-Eu não vou tentar nada, só vamos a Dedos de Mel e talvez a Zonkos, sabe, eu não quero ficar de vela pro casal ali – Ele apontou a Alice e o Frank que conversavam baixo e davam selinhos.

-Não seja por isso, eu e a Alice vamos dar uma volta e deixar vocês em paz. Vamos Lice? – Ele pegou ela pela mão e a puxou pela porta.

Então James e Lily se levantaram e só ficamos eu e a Dorcas. Eu sabia que eles estavam aprontando, só queriam me deixar sozinho com ela.

-Eu não sei porque, mas acho que isso foi uma armação – Comentei.

-Eu sei, também acho. Mas a gente não precisa ficar aqui, a gente pode dar uma volta, você não precisa ficar comigo... – Ela começou mas eu puxei o queixo dela e a beijei, simples assim. Na verdade, foi só um selinho, mas foi o suficiente para ela ficar quieta.

-Não seja bobo, eles só fizeram isso porque eu queria ficar sozinho com você – Sussurrei perto dos lábios dela, que sorriu levemente para mim.

-E por que você queria ficar sozinho comigo?

-Porque eu gosto de você, não é obvio? – Me aproximei mais e nossos lábios se roçavam já.

-É, é sim – Ela disse me puxando pela nuca e finalmente nos beijamos, de verdade dessa vez.

No começo, nossos lábios mal se tocavam, eles se movimentavam em movimentos mínimos e lentamente, depois eu percebi que eu queria mais e pressionei os meus nos dela, com mais força, pedindo para aprofundar o beijo, o que ela logo permitiu. Assim o beijo ficou mais intenso e só me separei dela, porque eu precisava de ar.

Quando me separei finalmente dela, ouvi uma grande barulho e um monte de “ai”. O que será que aconteceu? Quando eu e Dorcas saímos para fora do três vassouras começamos a rir. A situação estava muito engraçada....

Há uns minutos atrás, lá fora. (n/a: vou narrar isso aqui, finalmente!)

-Vocês tão vendo alguma coisa? – Violet perguntou tentado ver pela janelinha da porta, mas Sirius estava na frente dela, tapando a visão e ela se apoiava nas costas dele.

-Por mais que eu goste de ter você me tocando Violet, a situação está meio estranha – Ele comentou sorrindo maroto.

Ela percebendo que estava quase nas costas do maroto, corou e deu um tapa na cabeça dele.

-Ei, você que fica quase em cima de mim e eu que apanho?

-Cala a boca Black e me dá espaço para ver os dois! – Ela disse o empurrando e olhando pela janelinha.

-Ei Violet, eu também quero ver! – Lily reclamou se apoiando nela e ficando nas pontas dos pés.

-Nós também – O resto disse e todos ficaram amontoados um no outros.

-Ai meu Deus! Eles tão se beijando! – A Violet disse.

-O que?! Eu quero ver! – Todos começaram a falar junto e se espremer para ver pela pequena janelinha da porta, até que todos perderam o equilíbrio e caíram de bunda no chão, um em cima do outro.

Eles estavam tentando se levantar quando Dorcas e Remus chegaram e começaram a rir da cara deles.

~~Dorcas~~

Eu não conseguia parar de rir, eles estavam todos amontoados, a pobre da Violet estava em baixo e tinha mais sete pessoas em cima dela.

-Saiam de cima de mim! Está doendo! – Ela gritou e eles começaram a tentar se levantar, até que conseguiram sair de cima dela.

-Você está bem? – Sirius perguntou, pasmem, preocupado e oferecendo a mão para ela levantar, que acabou aceitando.

-Só sinto minha bunda doer, mas eu to bem. Obrigado – Ela deu um meio sorriso para ele para depois virar para mim e pro Remus, mudando o sorriso para um maroto.

-A coisa lá estava boa ein?

-Você nem imagina – Remus disse sorrindo maroto e eu corei, que sorriso lindo!

-Bom, já estava na hora de você tomar uma atitude lobão! – James deu uma chave de pescoço no Remus e bagunçou o cabelo dele.

-Ae! Reminho não é mais criança! – Sirius pulou em cima dele e Frank também. Eu só ria. Até que eles soltaram ele, alias, ele empurrou eles e veio me abraçar, me dando um beijo rápido. O que me fez corar, as meninas suspirarem encantadas e os meninos se entreolharem, sorrindo. Esse passeio foi o melhor da minha vida.