Yes, My Lady escrita por OshiroHaruka, MoranguAD


Capítulo 5
Mordomo um tanto aproveitador.


Notas iniciais do capítulo

~



Durante todo o jantar,Sebastian mandava olhares, piadinhas com Ciel e outras coisas.

Quando Mimadinho resolveu ir dormir e foi para seu quarto depois do jantar, fiquei mais aliviada por ele não ter notado nada de anormal.

Eu ia subir as escadas, vi Sebastian na cozinha,sentado em uma cadeira com cabeça para trás, parecia cansado.


Eu fiquei com pena por um segundo, depois,lembrei do que ele fez.


Fui andando em direção a ele.


–Você enlouqueceu ? –Eu disse,fazendo ele se levantar. –Você é um...Um... Louco, maluco, imbecil, CHIFRUDO ! –Eu disse,com raiva.



–O que é isso,Alice? –Ele perguntou,assustado, andando para trás e batendo com as costas na parede da cozinha.



–Alice? Agora você me chama assim? Perdendo o respeito? Achando que eu sou o que? –Perguntei, tocando-o com meu dedo indicador direito fazendo ele e encolher, mesmo eu sendo 10 vezes mais baixa do que ele.



–Ah , pare de berrar,Alice. –Sebastian disse, olhando para o lado.



–O que? Como pode falar assim comigo? EU BERRO O QUANTO EU QUIS- Fui interrompida por um beijo de Sebastian, que me segurou pela cintura me puxando contra ele.



Pela segunda vez...De surpresa.



–O que foi isso?! Seu tarado ! –Eu disse,com a mão na boca.



–Ah, você não conseguia calar a boca...Mas pelo visto não adiantou, e o pior, você beija mal .



–Eu beijo mal ? –Perguntei, fitando-o enfurecidamente.



–Sim. Muito mal. –Ele disse,fechando os olhos em forma de protesto.



–CLARO. Eu nunca beijei ninguém antes de você. –Eu disse, constrangida.



–Fui seu primeiro? –Ele perguntou,quase gargalhando.



Acenei positivamente com a cabeça.



–Então, vou te ensinar umas coisas. –Sebastian disse, me virando e me colocando contra a parede. Colocou seu corpo contra o meu e segurou minhas mãos, então, me beijou.



Um beijo de verdade.



–Sentiu ? –Ele perguntou. –Não é só um beijo, é uma troca de sentimentos, uma mistura de sensações.



–Eu sinto...Que estou ficando sem ar. –Eu disse, pois Sebastian estava me pressionando ainda.



–Oh,me desculpe,Lady Alice. –Ele disse, voltando a ser o ‘’ Mordomo Educado. ‘’



Eu o olhei, mostrei a língua e subi as escadas.



–O que eu estou fazendo ? –Disse,entrando no quarto. –É claro que eu gostei que ele me beijou...Conseguir sentir até sua língua. –Disse, lembrando do beijo apaixonado, porém, não tanto,de Sebastian.



–Mas se gostei, porque ainda estou brigando com ele? Posso me aproveitar disso. –Eu disse,sorrindo maliciosamente. –NÃO! Ciel não merece.



Fui tomar um banho, de depois, dormi.


No dia seguinte,fui acordada com barulhos do trotar dos cavalos, Ciel, indo ver a rainha.


Eu estava sozinha?


Onde está Sebastian?


Sebastian, como mordomo da família Phantomhive, foi com seu mestre.



Desci para comer alguma coisa,e fui servida pela empregada meio ruiva.


Ela não disse nada,apenas me serviu.

Achei, que por educação,deveria falar com ela.


–Como se chama? –Perguntei.



–M-Me chamo Meirin,senhorita. –Ela respondeu.



–Belo nome. –Eu disse.



–Com licença. –Ela e curvou e se retirou.



Fiquei comendo lá sozinha, era estranho, aproveitei para pensar sobre o que Sebastian disse no dia no nosso primeiro beijo...Demônio. Impossível.



Decidi ver mais sobre isso.


Acabei de comer e fui dar uma volta na mansão.


Os empregados não estavam presentes quando encontrei o quarto de Ciel e impiedosamente vasculhei as coisas dele.



Infelizmente, depois de algumas horas procurando um contrato, um documento ou qualquer coisa que relacionasse ele e Sebastian, desisti.



Mais tarde, Ciel chegou com Sebastian.


Avisei a ele que não jantaria hoje, claro ,da minha forma mais doce.


–Sem problemas,Lady Alice. Faça como se sentir melhor. –Ele disse.



Subi sem falar uma só palavra com Sebastian, entrei no quarto e tranquei a porta.



Então,quando me joguei na cama,ouvi batidas na porta.


Eu a abri.


–Sebastian. –Eu disse. –O que está fazendo aqui? Não acha que já me torturou de mais hoje? –Disse.



Ele riu.



–Ora,Alice, venha cá. –Sebastian disse,chegando perto e me segurando pela cintura, e logo depois, envolveu seus braços em torno de mim,me abraçando.


Eu me mexia constantemente, o que ele estava fazendo?


–O que foi isso? –Perguntei irritada. –Se você quer estragar minha vida de vez,avise . –Eu falei irritada.



Sebastian se sentou na cama.



–Eu não imaginei que você seria tão lenta. –Ele falou,passando a mão em seus negros cabelos.



–Do que está falando,Sebastian? –Perguntei.



Ele se levantou.



–Pense Alice,para quem você contaria,caso quisesse? –Ele perguntou.



–Não sei, minha avó?Alguém na rua? –Eu disse.



–Qual deles acreditaria que sou um demônio,se nem mesmo você acredita? –Ele perguntou.



–Nenhum deles... –Eu disse,olhando para baixo pensativa. –Então,porque isso tudo?



–Senti vontade de lhe beijar. Aproveitei seu medo para fazer isso quando e quanto quisesse.-Sebastian disse,abrindo a boca para bocejar sentado em minha cama.



–Seu...PERVERTIDO, DEMÔNIO CHIFRUDO PERVERTIDO!–Disse,correndo e pulando em cima dele, assim, balançando seu tronco.



–Que isso? Está louca? –Ele perguntou, enquanto eu tentava bater nele.



–Calado. –Disse,saindo de cima. –Eu no começo,gostava de você. –Eu disse.



Ele arregalou seu olhos.



–Fui feita de idiota. –Disse entrando no banheiro com raiva.



–Alice,por favor... –Sebastian disse,do lado de fora do banheiro, batendo na porta e pedindo ‘’Por favor’’,como eu nunca imaginaria que um demônio fizesse.



–Calado! –Berrei de lá de dentro.



Sebastian...



Porque você fez isso?


Se eu pudesse me apaixonar por você,e amar por dois,seria mais fácil.






Notas finais do capítulo

'-'
Demorou,
amanhã o capítulo estará melhor.
Tenham certeza disso. :3