Bad Angel escrita por Miller


Capítulo 17
'Cause my angel disappears when I most need it


Notas iniciais do capítulo

Hey amores da Miller, como vocês estão?
Então seus lindos, aqui está mais um capítulo e eu já vou dizendo que o negócio sério vai continuar pelos próximos capítulos.
Finalmente vocês vão entender do que Lily terá de salvar James!
Eu queria agradecer mais uma vez à Giovana Bussolotti por ter recomendado minha fanfic no facebook.
Obrigada mesmo linda!
E, eu espero que tenham uma boa leitura!
Nos encontramos lá embaixo!
Enjoy!




Tudo aconteceu muito rápido.

Eu estava tão entretido conversando com meus amigos e observando meu pai que nem percebi o que estava acontecendo à minha volta.

Deveria ter percebido os dois caras suspeitos que sentaram atrás de nós, mas eu simplesmente estava chocado demais com o comportamento de meu pai.

Ele estava sendo legal e gentil, sem falar em divertido.

Meu pai estava sendo divertido.

Era simplesmente o apocalipse! Era a única explicação plausível para que eu tivesse um anjo da guarda e meu pai de repente virasse divertido.

Sério, eu estava com vontade de beijar Helena Evans por fazer aquela mágica com meu pai.

Pela milésima vez naquela noite eu olhei para o lado, esperando ver Lily, esquecendo que eu não podia e me xingando por dentro.

Procurei em meus bolsos o celular, mas quando apontei a câmera para o lado, Lily não estava lá.

Senti um aperto no peito e ergui a câmera tentando acha-la, mas nada.

Onde ela estava?

– James, está tudo bem? – meu pai perguntou fazendo com que eu abaixasse o celular e o encarasse.

Ele me olhava como se eu fosse um E.T. ou qualquer coisa do tipo, então pensei que eu deveria estar aparentando o desespero que sentia.

– Sim – respondi, mas minha voz estava rouca.

Sirius, Remus e Lene me encaravam estranhamente, enquanto Helena parecia preocupada.

– Você está pálido – ela disse com uma preocupação maternal e aquilo apenas piorou minha situação, porque eu lembrei que eu não tinha uma mãe para fazer aquele tipo de coisa por mim. – Tem certeza de que não precisa de nada?

– Eu estou bem – disse.

Lily, onde está você?

– Eu vou... ir ao banheiro – resmunguei enquanto levantava, saindo da mesa.

Olhei para os lados e ergui meu celular, observando os cantos do restaurante procurando o meu anjo que deveria estar ao meu lado, mas que simplesmente havia sumido.

Genial.

Eu devia estar prestando atenção.

Eu devia ter levado em conta os meus instintos dizendo que alguma coisa não estava bem, mas eu estava preocupado demais com o sumiço do meu ser celestial sarcástico para dar a devida atenção.

Foi quando aconteceu.

Eu estava entrando no corredor dos banheiros masculinos, o qual ficava perto de uma saída de emergência quando senti alguém me puxar e tapar minha boca.

Então eu tinha minhas mãos amarradas tão rápido que somente alguém com muita prática naquilo poderia ter feito.

– Quieto – uma voz masculina sussurrou em meu ouvido fazendo com que eu me arrepiasse. Um pano foi colocado em minha boca e um saco em minha cabeça.

Eu estava tendo sérios problemas para processar tudo aquilo, sem falar que meus pulmões pareciam estar sentindo falta de oxigênio naquele saco.

Eu me remexi e chutei, mas nada fazia com que me soltassem.

Senti uma dor nauseante na cabeça, como se tivessem batido nela com um aço – o que deveria ter sido, provavelmente – e então apaguei.

X—X

Onde estava James?

Eu me perguntei assim que voltei junto com Dorcas para onde estavam todos e não o vi.

– Dorcas, pergunte onde James está – eu pedi para a garota que assentiu levemente.

– Onde foi o James? – ela perguntou tranquilamente e eu a agradeci.

– Ele não parecia estar muito bem – a mulher acompanhante de Lene disse e eu senti um incomodo ao olhar para seus grandes olhos verdes. – Foi ao banheiro.

Imediatamente me distanciei de onde eles estavam e fui atrás do meu protegido problemático.

Com a sorte dele, se eu não chegasse à tempo ele provavelmente estaria morto por resvalar no piso úmido do banheiro.

Típico.

Mas ele não estava lá.

Em nenhum dos dois banheiros masculinos, nem mesmo dentro dos boxes.

Respirei fundo.

– Ele deve ter ido pegar uma bebida longe do pai, ou tomar um ar do lado de fora Lily – resmunguei para mim mesma e sai do banheiro, caminhando até o bar só para encontrar o nada.

Não desisti.

Fui por cada uma das saídas, mas nem sinal de James.

Nada.

Eu entrei em desespero.

Voltei correndo para a mesa e olhei para Dorcas.

– Eu não o encontrei – falei e ela arregalou os olhos. – Em lugar nenhum. Eu sinto... – balancei a cabeça. – Algo aconteceu.

– Gente – Dorcas falou, chamando a atenção de todos para ela. – O James não sumiu faz muito tempo? Eu sinto que algo está acontecendo – ela falou, fazendo com que Sirius e Remus a encarassem indagativamente.

Eu vi ela dizer ‘Lily’ silenciosamente para os dois e então eles imediatamente puseram-se em pé, ambos parecendo extremamente preocupados.

– Ele deve ter saído para dar uma volta – Senhor Potter falou despreocupadamente. – Vocês sabem como James é.

Eu quis bater nele, dizer que algo não estava bem, mas eu não podia.

Estava quase pegando o copo e virando ‘acidentalmente’ no seu terno caro quando seu celular tocou.

– Alô? – ele disse, assumindo seu tom de homem de negócios.

Me concentrei na ligação, fazendo com que minha audição ficasse mais afiada.

Nós temos notícias para você, Potter.

– Quem está falando? – Hunter perguntou parecendo entediado. A voz do outro lado da linha era serena, mas eu podia dizer, pelo seu tom, que notícias ruins seguiram aquilo.

Não interessa. O que interessa é que estamos com seu filho...

– Deixe de ser estúpido – Hunter disse, mas seu tom já não era mais confiante. – James está bem aqui.

Tem certeza? Porque então nós pegamos uma cópia idêntica. Dê oi para o papai, James.

– Pai – o tom de voz saiu ofegante, quase doloroso. Aquilo fez com que eu paralisasse.

Eu precisava fazer alguma coisa. Eu precisava achar James.

Eu precisava deixar tudo bem novamente.

Como era possível que em apenas alguns minutos ele conseguisse se meter em tanta encrenca?

Senti minha cabeça doer novamente, senti meu corpo todo doer.

James estava em perigo e eu não sabia onde ele estava.

O que estava havendo?

Porque é que eu não simplesmente aparecia ao lado dele para chutar a bunda daqueles imbecis?

Mas eu sabia. Eu não podia estar onde James estava porque nem mesmo ele sabia onde estava.

Ele estava perdido, provavelmente machucado e em sérios apuros.

E eu estava tão impotente que nem sabia por onde começar.

Não ouvia mais o que eles diziam ao pai de James, não estava nem mais preocupada com aquele lapso de memória que tive minutos atrás.

Se eu não tivesse sido estúpida e ter deixado aquele idiota pro cinco segundos, nada daquilo teria acontecido. Uma onde enorme de culpa me tomou.

– Ele... Ele foi... – o tom completamente perdido de Hunter foi o que chamou a minha atenção. Encarei-o. Ele não era mais o superestrela do cinema. Agora ele era apenas um pai desesperado. – Sequestrado.



Continua...





Notas finais do capítulo

Okay, agora vocês sabem do que a Lily precisa salvar o James... Mas será que ela vai conseguir salvar a própria vida tendo que pensar em James primeiro? Será que dá tempo?
E, como a Lily vai salvá-lo?
Yeah, isso fica para os próximos capítulos ~le risada maléfica~
GEEEEEEEENTE É HOJE QUE ESTRÉIA A OITAVA TEMPORADA DE SUPERNATURAL! o/
Para vocês terem noção, eu nem vou ir na faculdade porque preciso assistir o capítulo U_U
É um vício, eu sei.
Mas eu RECOMENDO muito para todos aqueles que gostam de suspense e um pouquinho de terror, assistirem Supernatural.
Fiquei super feliz quando vi em alguns comentários sobre leitores que começaram a assistir Supernatural depois de ler Bad Angel *--*
Para quem quer assistir, eu recomendo esse site: http://sobrenaturalbrazil.blogspot.com.br/2009/09/episodios-online-legendados-assista.html
Nele tem todas as temporadas dubladas para assistir online *-*
Espero que vocês fiquem Hunterizados como a tia aqui para que eu tenha mais pessoas com quem conversar sobre meu casamento com o Dean U_U
And, eu coloquei no meu perfil dois links que eu gostaria que vocês dessem uma olhadinha.
O primeiro é o Cronograma de Fanfics, onde vocês podem acompanhar que capítulos estão em andamento, quais as fanfics que terão maratona, capítulos que estão sendo escritos... Enfim, fica mais fácil de vocês saberem o que está acontecendo nas minhas fanfics =D
E o outro link é o grupo do Facebook que uma leitora linda, chamada July Black fez para minhas fanfics *--*
Aproveitando, vou fazer algo que nunca fiz nas minhas fanfics:
Se vocês puderem, deem uma passada na fanfic Lily/James dela? É bem legal e está no começo, eu recomendo muito!
Link da fic: http://fanfiction.com.br/historia/266057/Erro_Ou_Descoberta/
Okay, então, vou parar de falar aqui.
Vou lá o/
Beijos seus divos :*
PS: PRÓXIMO CAPÍTULO VAI SER BEEEEEEM MAIOR ♥