A Filha De Ártemis escrita por Carol C


Capítulo 14
Músicas, Apaixonados e Reconhecidos - p3 - 2/3





– Gostariam de comer?- perguntou uma voz próxima a mim.

Virei o rosto e vi Kath, com uma roupa completamente diferente da que estava antes. E... Ela carregava uma travessa prateada com uma tampa.

– Desejam apreciar o jantar agora? - ela perguntou

– Sim, muito. - Travis disse sorrindo

Ela apoiou a travessa no centro da mesa e tirou a tampa de cima.

– Bom jantar. - ela disse saindo

Me virei para Travis.

– Gostou?

– Adorei.

POV: Connor

Tudo bem. Travis tinha sumido sei lá pra onde, eu estava sozinho. E a Katie foi embora com a irmã (linda, devo acrescentar, a irmã).

Uns dez minutos depois do jantar começar a Kath voltou, e... Puxa vida! Que menina linda! Quando ela entrou vários meninos assobiaram... (¬¬)

– Por favor, se não tem mais o que fazer fiquem quietos. - ela falou confiante e autoritária.

Arregalei os olhos. Todos se calaram e olharam estranho para ela, que estava vindo na direção da minha mesa... Será?!

– Will. - ela chamou chegando, ele se virou para ela e arregalou os olhos

– Você falou que nunca ia usar essa roupa. - ele comentou

– Deixa! Vem comigo! - ela disse pegando ele pela camisa e arrastando ele

– Mas...

– Você vai vir! Jantar não é prioridade!

– Mas...

– Chega de mas!

E eles sumiram de vista, olhei para a Lilian e ela deu de ombros.

Pouco depois Kath estava de volta, meu Deus! A cada ida e vinda ela parece mais bonita! Em meia hora o jantar acabou. Eu me levantei e fui correndo para o chalé, todos tem que passar por lá para ir à fogueira. Kath passou, cheguei por trás dela e peguei o chaveiro dela, sem ela ver ou sentir.

– O que você fez com o Will? - Lily perguntou pra ela

– Só levei ele para ajudar no encontro da minha irmã. - Kath disse dando de ombros

– Posso ver a sua arma? Você ainda não me mostrou. - pediu a loira que estava acompanhando elas

– Está aqui. - Kath falou colocando a mão onde o chaveiro estava segundos atrás - Onde é que está?! Meu chaveiro! - ela começou a procurar feito louca.

– Olha o que eu achei... - falei balançando no alto e sorrindo cinicamente

Ela parou, me viu e estreitou os olhos.

– Me devolve isso! - ela falou se aproximando

– Por que deveria? - falei dando alguns passos para trás.

– Me. Devolve. - falou pausadamente

Pensei por um momento.

– Não! - falei

Ela veio em minha direção e andei até encostar as costas na parede do chalé.

– Você está sem saída! - falou se aproximando

Quando ela estava o suficientemente perto eu virei ela, prendendo-a com as costas na parede.

– Quem disse que eu estava sem saída? - sussurrei no ouvido dela

Ela arrepiou, e eu sorri.

– E então... Como vai fazer para sair daqui agora? - sussurrei do mesmo modo que antes

– Me dá esse chaveiro e me deixa sair daqui. - ela sussurrou

– Por que eu faria isso? - perguntei e me afastei para olhá-la nos olhos

Ela encarou-me com os olhos arregalados. Não sei se foi por pura vontade ou não, reflexo ou um ato de surpresa. Mas ela jogou os braços no meu pescoço e me beijou.

Fiquei sem reação por um segundo. Mas logo puxei ela pela cintura, ela colocou as mãos nos meus cabelos e me puxou para mais perto. Nos separamos apenas quando o ar faltou. Os olhos dela estavam arregalados

– M-me d-desculpe. - ela me empurrou, pegou o chaveiro da minha mão e saiu correndo.

Fiquei aturdido por algum tempo. Pisquei os olhos forte e fui em direção a fogueira.

POV: Lily

Eu estava indo para a fogueira com a Helen, Kath e Clair, a Kath sumiu com o Connor, a Clair quando chegamos foi para o lado do Theo e Helen ficou comigo.

– Está tudo bem? - me perguntou

– Está... Só queria saber onde o Will foi.

– Apaixonada. Você está escondendo alguma coisa de mim? - ela perguntou olhando no fundo dos meus olhos

Mordi os lábios, eu não tinha falado do beijo pra ninguém, porque eu só conheço o Will faz... Dois dias. Então achei que não seria muito legal... Eu ia falar para ela que era algo que eu não estava pronta para contar quando ela abriu a boca espantada.

Olhei para trás, o Will andava em nossa direção se desviando dos campistas que estavam sentados, ele segurava um violão.

– Nunca mais ajudo a Kath com as ideias malucas dela! - ele reclamou sentando do nosso lado

– O que aconteceu? Ela te usou muito? - perguntei passando a mão no cabelo dele

– Só me fez ficar meia hora vendo uma casal se beijando, mais ou menos, ver eles jantarem e eu fiquei sem comer. - observei a roupa que ele estava usando, e não pude evitar rir. Ele estava usando colete preto, blusa e calça social. - É... Acho que não é normal ficar na praia com essa roupa.

Dei uma risada.

– Mas está tudo certo agora. - falei e ele encostou a cabeça no meu ombro - Está cansado?

– Um pouco... Cadê a Kath pra eu brigar com ela? - ele falou se endireitando e olhando para os lados.

– Ela sumiu, foi correndo atrás do Connor - ele arqueou as sobrancelhas - Ele tinha pego o chaveiro dela.

– Então... Ela já deve estar voltando. - ele olhou para a entrada do anfiteatro e sorriu - Falei! Ela acabou de chegar e... Está corada!?

Olhei na mesma direção que ele, Kath tinha chegado, e estava mesmo corada! Will se levantou e foi lá falar com ela, puxando-a para um canto.

Dei de ombros e voltei a conversar com Lena.

POV: Kath

Meu Zeus! Por que eu fiz aquilo!? Eu beijei o Connor! O que foi aquilo? Tá... Não posso reclamar porque eu gostei, mas... POR QUE EU FIZ AQUILO?!

'É o amor...' falou uma voz na minha cabeça

'Fica quieta Aphrodite!' pensei em resposta

Cheguei no anfiteatro um pouco aturdida com o que aconteceu, tanto que não percebi quem se aproximou de mim, só quando segurou no meu braço.

– Katherine! Você está corada e isso não é normal! - falou Will enquanto me puxava para um canto

– É...

– O que aconteceu? - ele perguntou olhando-me nos olhos

Isso não é justo! Autora! Ele não pode fazer isso! É baixaria! (autora: o que eu tenho com isso?) Me ajuda! (autora: fale com ele!)

– Will, não faz isso que você sabe que é injusto! - falei

(autora: O.O Você seguindo minhas ordens?! Que milagre é esse?!) PARA DE INTERROMPER GURIA! (autora: Eii!!! Olha o respeito!) Tá bom, senhora. (autora: guria é melhor que senhora.) PARA DE INTERROMPER!

– O que? - ele perguntou, cínico!

– Você sabe que quando encara nos olhos...

– Sou irresistível! Sei disso! - ele falou se gabando e jogando o cabelo

– Depois me pergunta por que eu acho que você é filho de Apolo.

– Tá. Eu sei que eu faço uma coisa louca que faz todo mundo contar a verdade. Agora fala logo o que aconteceu! - ele falou quase pulando

– Tá parecendo criança! - falei

– Deixa eu ser feliz! Agora me diz.

– Eu beijei o Connor. Não sei por que motivos!

– Sabia que você ia beijar ele uma hora ou outra.

– Deixa eu continuar? - ele ficou quieto, com os olhos arregalados e assentiu - Eu gostei, e...

– Está apaixonada, quer ficar com ele, correr pros braços dele e nunca mais soltar.

Arqueei uma sobrancelha

– Tem certeza que você não é filho de Aphrodite?

– Tenho. Não me preocupo com a aparência. Sou lindo de nascença.

– Garoto... Você fica mais convencido a cada dia que passa.

– Eu sei. - falou dando de ombros - Mas, então? A rosa vai declarar seu amor ou não?

– Não... Não é a hora certa para dar o bote...

– Estarei esperando então... - ele sorriu, maroto.

Voltamos para a fogueira como se nada tivesse acontecido. E assim foi a nossa noite.

–-----------------------------------------------------------------------

Eu sei que eu demorei, mas tenho meu motivos.

1º- Eu estava com uma falta de criatividade do Hades.

2º- Quando eu estava pronta para postar, minha conta foi bloqueada

3º- Quando desbloqueou eu estava viajando

4º- Quando eu voltei eu estava com um monte de provas para fazer.

E outra coisa.

6 pessoas comentaram no cap anterior.

APENAS 6

e eu não posto desde 09/09/2012

FORAM QUASE TRÊS MESES! COME ESSA FALTA DE CRIATIVIDADE!

Eu agradeço e dedico esse cap ao Leon Arian, Amy Castellan Cobain, Filha de Nêmesis, Amélie D, Tayllor Luna e Dama Celestial.

Só isso.

Vou tentar postar a ultima parte do cap 7 o mais rápido possível.

Sim, já tem 18 caps, mas só está no 7.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "A Filha De Ártemis" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.