A Filha De Ártemis escrita por Carol C


Capítulo 15
Músicas, Apaixonados e Reconhecidos - p 3/3





Olha...

Eu vou dizer os nomes de alguns que apareceram nesse cap, mas a maioria vai aparecer nos próximos.

Leon Arian

Taylor Luna

Roberta Sandre

Natalia Menna 

Matthew Shadow

Cléo Edwards

Alguns estão mais novos do que pediram, mas é porquê vão passar alguns anos, e a história vai estar começando quando esses anos passarem. Tudo bem?

E alguns vão ficar mais velhos, ok?

Cinco dias depois... Aniversário do Will

POV: Will

Eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee Acho que nunca demorou tanto pra chegar no meu aniversário! (autora: para de reclamar!) Foi a semana mais longa que eu já vi! (autora: foram duas semanas!) Mesmo assim! Demorou pra caramba! (autora: ¬¬) Mas é verdade! (autora: ¬¬) Tá bom! Eu fico quieto!

Autora irritadiça, hein? (autora: NÃO SOU IRRITADIÇA!) PAREI!!

Bom... Vamos voltar. Como num dia normal acordei de madrugada, como sempre. E fui para a varanda. Olhei para o acampamento, o sol estava nascendo naquele instante. Decidi ir para a praia para aproveitar o que restava dele.

Quando cheguei lá deitei na areia e fiquei apoiado nos cotovelos. Sinceramente? Eu acho o nascer do sol mais bonito que o por do sol.

- Também acho isso. - alguém falou do meu lado

Eu pulei de susto

- Quem é.... Ah, é você. - falei me ajeitando - Bom dia senhor Apolo.

- Só Apolo, por favor. - ele olhou para o horizonte - Gosta do nascer do sol?

- É mais bonito que o por do sol... É muito bonito, mas poucas pessoas que levantam para ver.

- Filosofou. - ele olhou para mim e tirou os óculos escuros - Feliz aniversário, falando nisso.

- Obrigada...

- Bom, acho que já vou indo. - ele piscou para mim - Não posso chegar atrasado na reunião. Até amanhã.

- Até.

- Mais uma coisa. - ele jogou uma mochila do meu lado - Sua mãe te mandou parabéns e pediu para eu te trazer isso. - ele foi andando, mas se virou - E aproveite o bolo! - dizendo isso desapareceu

Bolo?! Tá...

Peguei a mochila e olhei dentro. Mudas de roupas, livros de mitologia, e um...

- Will! - ouvi alguém falar atrás de mim, e me virei

- Oi Ly. - cumprimentei-a sorrindo

Ela se aproximou e me deu um selinho, sentando do meu lado em seguida.

- Teve bons sonhos? - perguntou

- Tive. E você?

- Sim... - ela tombou a cabeça - Não acha que eu esqueci de algo

- Por mim você não precisa lembrar de nada.

- Feliz aniversário! - ela falou me estendendo algo coberto

- O que é?

- Tire o pano.

Eu tirei, era um bolo. De uma aparência muito boa... E estava muito decorado.

- Você comprou? - perguntei

- Não. Fui eu que fiz. - ela disse sorrindo

- Obrigada, mas não precisava.

- É seu aniversário! É óbvio que precisa. - ela se aproximou e encostou a cabeça no meu ombro.

- Vamos dividir?

Ela assentiu, peguei a faca que tinha no prato e cortei dois pedaços dei, ela me entregou guardanapos, dei para ela e fiquei com um.

E começamos a comer.

- Gostou? - perguntou quando acabamos

Deitei na areia.

- Estava maravilhoso. Onde você aprendeu a fazer?

- Com a minha avó. Sempre fazíamos no natal.

Nós ficamos conversando até tocarem o sinal para o café da manhã.

POV: Theo

Eu estava nervoso... Muito nervoso!

Olha.

Hoje é sexta.

É solstício de verão.

EU TENHO QUE ME DECLARAR PRA CLAIR!!

Isso é... Não sei se digo pesadelo ou outra coisa...

Eu amo ela faz anos! Desde a primeira série!

O que eu faço?! Como eu faço!? Eu ensaiei uma coisa... Só não sei se ela vai gostar...

Eu vi minha salvação indo para o café da manhã, agarrei ela pelo braço e puxei ela.

- Kath! Amor da minha vida... Me ajuda?

Ela arqueou uma sobrancelha.

- Sobre o que?

- Eu vou me declarar para a Clair hoje! E não sei o que fazer!

Ela revirou os olhos.

- Você me pegou num péssimo momento. Eu acabei de acordar e estou de mal humor, só não estou descontando em você agora.

- Mas... Para quem eu pergunto?!

- Vai falar com o Will. - ela falou me virando e me empurrando.

Do nada ela parou.

- VOCÊ SÓ FALA COM ELE DEPOIS DE MIM!! - e ela saiu correndo

Eu não entendo ela.

Peraí...

Solstício de verão?

É... ANIVERSÁRIO DO WILL!!!

- EPA! ISSO É INJUSTIÇA!! - gritei correndo atrás dela

Ela parou e olhou para os lados. Eu estiquei o pescoço para ver onde ele estava.

Vocês não devem estar entendendo nada... Não é?

Bom... É costume nós fazermos uma competição para ver quem fala "Parabéns" para ele primeiro.

- ACHEI!! - ela gritou um pouco alto

Olhei na direção que ela olhava e corri.

- Já perdeu maninha!! - gritei

- Isso não é justo!

Tropecei e caí de cara, vi que era uma trepadeira.

- KATH!! ISSO É TRAPAÇA!

Ela deu uma gargalhada e continuou correndo.

Pelo menos eu tinha uma carta na manga... Estalei os dedos e ela caiu.

- Ha! - falei pulando por cima dela.

- Seu... CHATO!!

Ela se levantou e continuamos assim. Descobrir que temos poderes só faz as coisas ficarem mais emocionante.

Eu mal encostava no chão, não parava de pular para não tropeçar em nenhuma planta da Kath, e ela tropeçava nos pés, mas se equilibrava.

Meu poder? Dar um segundo de azar. Só tenho que descobrir fazer isso sem estalar os dedos, que estalar os dedos enquanto corre e pula não funciona muito bem.

- WILLIAN!!!! - gritamos e pulamos nele.

Na verdade, a Kath pulou. Eu fui pular também, só que tropecei e acabei caindo em cima deles, derrubando-os. Rolamos por alguns momentos e paramos. Eu não sabia onde estava a cabeça do Willian, acho que a Kath também não, porque gritamos juntos.

- FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

- Ai! Não precisam me deixar surdo. - ele disse

Bom... A posição que nós estávamos não era muito... Normal. Mas não somos normais, então qual é o problema?

Eu estava atravessado no peito do Will, com a cabeça virada para o chão e a Kath estava em cima de mim, com as pernas perto do meu ombro.

- Agora saiam de cima de mim! Senão eu morro asfixiado no dia do meu aniversário!

- Mas a Kath tem que sair de cima de mim!!

- Mas esse gordo está me prendendo.

- Você que é gorda maninha.

- Olha quem fala! A baleia orca em pessoa.

- Pelo menos sou bonito.

- Em que lugar meu filho.

Will, já irritado, nos empurrou para o chão.

Ainda me pergunto onde tem força naquele magrelo.

- Ok. - falou batendo as mãos na roupa para tirar a poeira - Já me deram parabéns e quase me mataram. Mas ainda assim, não foram os primeiros.

- QUEM FOI O PRIMEIRO?! - perguntamos (leia gritamos)

- Bom... Do acampamento foi a Lily, mas o primeiro do dia foi o Apolo.

- A sua mãe já disse? - perguntei esperançoso, sim, a mãe dele também fazia parte da competição

- Já.

- POXA VIDA!

Ele estreitou os olhos como se estivesse lembrando de algo.

- É hoje o grande dia, não é? - perguntou

Senti minha bochechas esquentarem.

- Está corado. Pelo visto é.

Ele não falou mais nada, apenas pegou a Lily pela mão e os dois foram tomar o café.

POV: Kath

Estou doida para ver o que o Theo vai fazer para a Claire. Sim, o nome dela é esse só que poucos sabem.

O casal de pombinhos estava andando feliz pelo acampamento. E depois sumiram.

Enquanto os enrolados... Estavam afastados... Eu preciso fazer alguma coisa com os dois.

- Kath!! Eu preciso que você me ajude!! - Theo pediu pulando na minha frente, de nervoso

- O que foi?

- Eu preciso de ajuda... Você pode me dar de noite um buque com rosas brancas e lírios do vale?

Franzi as sobrancelhas.

- Exigente você... Mas eu te dou sim.

- Agora eu preciso achar o Will...

- Ele tá com a Ly, não vai encontra-lo tão cedo...

- É verdade...

- Como você vai fazer?

- Surpresa!!

E saiu correndo, como o leprachaum que é.

- Oi Kath!! - falou uma voz alegre perto de mim

- Oi Helena! Está tudo bem? - perguntei

- Sim! Estamos fazendo um piquenique. Quer ir?

- Não... Obrigada, vou treinar. Tudo bem?

- Claro!! Vou indo lá antes que os gulosos acabem com tudo! Tchau! - disse saindo saltitante.

POV: Helen

Eu e meus amigos montamos um piquenique, convidei a Ly, só que ela ficou com o Will... Estão tão lindos juntos!!

Cheguei na praia e a toalha já estava estendida, com aquelas pessoas loucas, que eu chamo de amigos...

- Helen! Finalmente chegou!! - falou Tay animada

- Oi Lunis! - cumprimentei-a

A Taylor é uma garota...Divertida. De princípio você acha ela uma garota grossa e durona. Mas é só mais uma garota doce e maluca.

- Veio pro piquenique bem na hora! Incrivelmente, ainda tem comida!

- Isso porquê o Leoncio é um comilão!

- Ei! Eu estou aqui! E ainda não toquei na comida. - ele falou emburrado

O Leon é um ótimo amigo, e é um dos suportáveis do chalé de Afrodite. Então, todo mundo, ou quase todos, gostam dele.

- Desculpa! Falando nisso... Você convidou a Robs?

Ele ficou vermelho.

- Não! Você sabe que ela não iria querer vim!

- E você perguntou por acaso?

- Não!

- Então como sabe?

- Você não pode falar nada!

- Posso sim! Falando nela... Ela está vindo...

- Ah não! - ele reclamou

- Só porquê todo mundo sabe que você gosta dela... - sussurrei no ouvido dele

- EI!

- Oi... - ela disse

- Quer fazer um piquenique?

- Não... Não hoje. Vou ficar no chalé. - disse saindo

A Roberta é uma filha de Hades curiosa... Ela é uma emo fofa, rockeira, e que não tem rivalidade com Apolo e Afrodite. Eu gosto bastante dela.

- Falei que ela não queria! - Leon falou orgulhoso de estar certo.

- Você tem treze anos e ela também! Então fica calmo. Que tem algum tempo para vocês começarem a namorar! - Lu falou

- O QUE!?

Matt apareceu logo em seguida.

- O que você quer? - Taylor perguntou já grossa

- Onde está a Roberta?

- Não sei. Vá procurar.

Matthew Shadow é filho de Hades, ele não suporta nenhum filho de Apolo ou Afrodite, por isso falei que não é TODO MUNDO que gosta do Leon. E a Tay é filha de Apolo, se bem que ela é tão louca que parece filha de Dionísio... E eles tem uma rixa desde que se conheceram. O motivo? Não me pergunte.

- Fica calma Taylor... - Bia falou pousando a mão no ombro da amiga. - Não é a discussão que te leva à vitória.

Dou uma chance para adivinharem de quem a mãe da Beatriz...

Adivinharam?

Quem falou Atena acertou!

Bia é uma fofa! Sempre ajuda os amigos, ela é a melhor amiga da Tay e da Robs. Ela é bem corajosa e parece uma anjinha! Claro... Aqueles cabelos curtos encaracolados... Quem não acharia que é uma anja?

- Vamos comer? - perguntei

- Vamos logo!! - Nat falou já pegando algo para comer

Nós ficamos conversando sobre coisas do cotidiano, e coisas curiosas. Como Hades foi que quebrou o juramento mais vezes depois da segunda guerra...

Só para vocês terem uma ideia...

Cléo, Matt, Robs são filhos de Hades que apareceram no último ano. E são todos escadinha. Cléo é de maio, Matt de junho, Robs de setembro. Ah, sem falar na Nat que é de agosto!

E a Nat é a única filha de Hades que eu conheço que é loira de olho azul... Mas isso só faz ela de destacar.Ela é bem protetora, muito romântica e super fiel nas amizades!

E assim foi nosso dia! Até a hora do jantar, ficar jogado na areia conversando.

POV: Claire

Estava sentindo que algo aconteceria hoje, é quase hora da fogueira, e todos já estão jantando.

- Então? Como se sente maninha? - perguntou Lucas, meu irmão mais velho

- Estou bem. E você?

- Ah! Não sente que tem algo no ar? Tem tantos casais apaixonados por aqui... Acho que hoje na fogueira mais um será formado.

- Será? - perguntei arqueando a sobrancelha

- É o que eu sinto.

Logo fomos para a fogueira. E fiquei um pouco desconfortável. Algo iria acontecer, não sabia o que.

Várias pessoas cantaram. Estavas quase no final quando o Theo levantou no meio da plateia.

- Posso ir? - perguntou

Quíron assentiu, tão logo Theo estava no palco e Will atrás dele com o violão na mão.

- Bom... É... - Theo olhou para Will pedindo ajuda, e este revirou os olhos. - Essa música é dedicada para alguém muito especial para mim! E eu quero que ela suba no palco, por favor.

Kath. Ela é a mais especial para ele, eles são como irmãos. Ele nunca iria gostar de mim.

- Claire Young? Pode subir por favor? - ele pediu

Eu?! EU!? Ele me chamou!! Levantei um pouco surpresa e subi no palco.

- Coloca pra tocar! - ele pediu quando meus pés tocaram o palco, e me puxou pela mão, olhando diretamente nos meus olhos ele começou a cantar

- My heart's a stereo
It beats for you, so listen close
Hear my thoughts in every note

Make me your radio
And turn me up when you feel low
This melody was meant for you
Just sing along to my stereo

Sing along to my stereo
My heart's a stereo
It beats for you, so listen close
Hear my thoughts in every note

Não pude evitar sorrir, eu amo essa música!! Ele pegou um buque que estava atrás dele.

- Clair, meu coração bate somente para você, sempre estarei aqui quando você estiver para baixo, sempre te ajudarei, posso não ter feito essa música para você, mas cantei ela apenas para você! Você é meu mundo! Aceita namorar comigo? - perguntou com aquele sorriso que me tira o fôlego

- Sim. Sim! SIM! - falei pulado em cima dele e beijando-o, em seguida ouvi uma salva de palmas

- ALELUIA! - Kath gritou da plateia e sorri envergonhada

- Vamos? - Theo perguntou puxando minha mão, assenti e sentamos na plateia

POV: Will

ISSO! ALELUIA! Esses dois finalmente estão namorando! Estou feliz por eles.

- Agora eu que vou cantar. - coloquei o microfone e comecei a tocar o violão. (música)

Every time I think I'm closer to the heart...
Of what it means to know just who I am
I think I've finally found a better place to start
But no one ever seems to understand

I need to try to get to where you are
Could it be you're not that far

You're the voice I hear inside my head
The reason that I'm singin'
I need to find you
I gotta find you
You're the missing piece I need
The song inside of me
I need to find you
I gotta find you
Oh yeah, yeah yeah

You're the remedy I'm searching hard to find
To fix some puzzles that I see inside
Painting on my dreams the color of your smile
When I find you it will be alright

I need to try to get to where you are
Could it be you're not that far

You're the voice I hear inside my head
The reason that I'm singin'
I need to find you
I gotta find you
You're the missing piece I need
The song inside of me
I need to find you
I gotta find you

Been feeling lost, can't find the words to say
Spending all my time stuck in yesterday
Where you are is where I wanna be
Oh next to you... you next to me
Oh! I need to find you...Yeah

You're the voice I hear inside my head
The reason that I'm singin'
I need to find you
I gotta find you
yeah!yeah!
You're the missing piece I need
The song inside of me
I need to find you
I gotta find you

You're the voice I hear inside my head
The reason that I'm singin'
I need to find you
I gotta find you
You're the missing piece I need
The song inside of me
I need to find you
I gotta find you

Yeah!Yeah!
I gotta find you...

Durante toda a música fiquei lançando olhares para a Lily, e ela não tirou o sorriso do rosto em nenhum momento. Nos últimos acordes senti como se meu pulso estivesse queimando, por isso agradeci rapidamente e devolvi o violão para o Will.

Fui em direção a Ly, que estava sentada ao lado do Quíron.

- Adorei. - ela falou quando eu me sentei. - Muito obrigada.

- Você merece.

- Agora é minha vez! - ela falou correndo para o palco.

Passei a mão no pulso tentando amenizar a dor, que subitamente parou.

Quando olhei, franzi as sobrancelhas, tinha uma marca de um sol com uma lira no meio.

- Quíron? - chamei, ele se virou e quando viu aparentou estar surpreso

- Acabou de ser reconhecido... Nunca vi alguém ser reconhecido assim... Normalmente é diferente. Sabe de quem é esse símbolo, não é? - perguntou

- Sim.

- Solace! - ele chamou, e Will se aproximou da beira do palco - Depois ajuda o Willian levar as coisas, certo?

- Tudo bem! Bem vindo a família Will! - ele disse animado, logo voltando para a banda

Continuei sentado, a Ly olhou para mim e sorriu tímida.

- Vai ficar tudo certo. - falei sem som algum, ela assentiu

Ela começou a cantar Fly With Me dos Jonas Brothers, sorri, a música é fofa e mágica, igual a ela. E no refrão ela ficou olhando para mim.

Mas no meio da música uma aura roxa apareceu em volta dela, só que ela pareceu não notar, a aura começou a girar, cada vez mais rápido. E a roupa da Lilian foi mudando, assim como seu cabelo, que estava castanho avermelhado, e seus olhos.

A aura foi se espalhando e algumas garotas gritaram, ela passou por cima de todos e então se dissipou. A expressão no rosto de Ly aparentava confusão, como se ela não tivesse visto a aura.

Ela deu um passo para o lado, desconfortável. E percebi como a roupa dela havia mudado.

A camiseta e os jeans foram substituídos por um vestido grego clássico que ia até seu tornozelo, deixando os saltos pratas a mostra, seu cabelo estava com um penteado de princesa, com fios pratas caindo sobre ele, como uma tiara, a pulseira dela tinha ficado trançada até seu cotovelo, e o pingente de lua estava mais brilhante. Ela tinha um arco prata pendurado nas costas. Uma pantera negra apareceu pulando no palco e andou de um lado para o outro.

- Pánthira... - sussurrei me lembrando dela

Ela se virou para mim e assentiu.

- Ao menos me reconheceu semideus. - falou.

Ela se virou para os outros campistas que estavam assustados e nervosos, e rugiu.

- Apresento a vocês a filha de Hécate! - falou se sentando ao lado de Lilian

Ouvi um uivo, e parece que todos ouviram, e olharam para a outra ponta do palco, onde surgiu um lobo cinza, mas o pelo era muito brilhante, chegava a ser prateado.

- Não é apenas de Hécate. E você sabe disso, Pánthira, tanto quanto eu.

- Quieto, Lowolf.

- Deem as boas vindas à filha de Ártemis.