The Shield escrita por MariSpoladorMoreira, Sandy


Capítulo 45
Capítulo 44: Saudades


Notas iniciais do capítulo

Meninas BD realmente foi lindo. Obrigada por todos os comentário.
Beijãão gattitas
;***
Sandy
Olá!
Obrigada pelos comentários maravilhosos!
Esperamos que gostem!
Máh
ATENÇÃO: estamos postando agora pois como um grande parte sabe o Nyah estava fechado!




POV Elisabeth

Ai que saudade da minha mamãe!

- Vovó?

- Sim Lisa.

- A mamãe e o papai vão demorar a voltar?

- Lisa eles foram só tem três dias.

- Mais vovó Esme to com uma dosinha aqui ó – apontei pro meu coraçãozinho- Quero a minha mãe.

- Lisa, olha só depois todos nós vamos viajar e eles vão ficar aqui. Vai ser legal, você vai poder ficar com o tio Emm um tempão.

- Eu não quelo mais viajá. Vou ficar aqui com a minha mamãe, e o amorzinho.

- Mas você estava tão animada!

- Mas agora eu não quero mais. Eles esqueceram de mim, depois vai ser pior, quando os gêmeos nasce.

- Hei, hei nada disso mocinha! Vamos continuar a mesma coisa. Sabe por quê?

- Poquê?

- Porque nós amamos você. Dá um abraço na vovó! – dei um abraço nela e chorei. -O que foi Lisa?

- Eu nunca fiquei longe da mamãe. A primeira semana que eu fui pra escolinha ela foi todos os dias e sentava junto comigo na cadeira. Até eu clecer e ficar glande, e saber escleve.

- Bella fez isso?

- Fez. Sabe o que eu escrevi primeiro de tudo?

- Seu nome?

- Não né vovó! Esclevi Bella.

- Mesmo?

- É. Mas ai agora eu to com muitona da saudades dela.

- Calma Lisa, daqui a poucos dias eles vão chegar você vai ver.

- Tá bom vou ver se o vovô Charlie chegou pra brincar comigo. - desci as escadas da casa da vovó correndo feito doida, estava quase acabando meu pé pisou no outro e ai puff! Caí. - Aah socorro eu vou moler. Mamãe me saúva to vendo a Luz.

- Lisa?- todos chegaram cansados até mim.

- Ooi.

- O que foi?-alguém perguntou

- Eu cai, e meu joelho tá doendo.

- Heeei Lisa cheguei pra gente brincar!-escutei a vós de Thony.- Ué o que aconteceu?

- Eu caí.

- Vamos ter que dar quatro pontinhos - disse vovô Charlie e vovô Carlisle assentiu indo pegar a malinha de primeiros socorros.

*-*-*-*-*

- Aiai vovô tá duendo!-fiz um pouquinho da charme. Estava almoçando eu vovôs e Thony

Lisa, já vai passar

Sr. Swan? Isabella no telefone- Mary o chamou na sala. Aah era a mamãe. Vovô disse umas coisas baixinho, com ela. Quando ele voltou eu queria saber de tudo.

- Vovô ela já vem? Quando ela vai chegar? Ela tá beem? Diz vovô.

- Ela quer que você ligue pra ela.

- Obaa vou ligar!

- Primeiro vai terminar a comida e depois você vai! – ninguém merece. Comi tudo correndo. Engolindo com uma ajudinha do suco.

-Pronto. Agora liga pra ela!

-Oi mamãe.

- Oh Lisa, como você tá filhinha?

- Muito mau to com uma dorzinha no coraçãozinho mamãe. Eu to morrendo de saudades.

- Oh meu bebê. A mamãe já tá quase voltando. Não fica assim não! – percebi que ela chorava.

- Vai demorar muito?

- Mais dois dias só.

- Aah é muito tempo!- comecei a chorar. Que saudades da mãezinha eu tava!

- Bebê, não pensa assim. Vai passar rapidinho.

- Eu num vou mais viajá com o Tio Emm.

- Por quê?

-Não quero mais ficar longe de você. Dói muito.

- Own Lisa não fala assim se não eu volto para Londres agora.

- Então vem mamãe eu quero panqueca de Morango, assim que você chegar.

- Não acredito que essa saudade toda é da panqueca.

- Claro que não né mamãe. Eu to dodói.

- Tá doendo muito?

- Um pouquinho.

- Filha a mamãe tem que desligar. Ligo mais tarde.

- Nãão mamãe fala só mais um poquinho.

- Ah mamãe não pode. Tô na Rua. Assim que voltar para o hotel eu te ligo. Te amo.

- Não mamãe não desliga, eu também te amo, só mais um pouquinho!- tutututu.- Aaaaaaaah que quero a minha mãe.

POV Bella.

- Edward... Ela está muito mal, vamos voltar! – pedi no meio da rua.

- Amor, o que houve?

- Ela está chorando, e com dor, e disse que não vai mais viajar com o Emm, porque está com saudade de nós dois! Olha que dó amor! – chorei.

- Bella, calma. Olhe, é a primeira vez que ela fica longe de você. Ela vai ficar bem, vai dar tudo certo tá?

- Vamos voltar logo amor? – perguntei.

- Vai mesmo acabar a viagem por um tombo de criança?

- Amor, ela é pequena, indefesa...

- É mas, tem um monte de adulto disposto a morrer por ela lá sabia?

- É mesmo?

- Com certeza amor, ela vai ficar bem!

- Mesmo? – ainda perguntei.

- Mesmo, agora vamos curtir tá?

Eu juro que tentei parar de pensar em Lisa, mas era impossível. Eu estava morrendo de saudades do meu bebê, e ela de mim, e uma precisando da outra. Era tão triste ficar longe dela, justo eu, que nunca a larguei, nem na época de inicio de escola. Me peguei pensando, que ela poderia estar fazendo birra, exagerando só para nos fazer voltar mais cedo. Ou talvez fosse verdade o seu sofrimento. O fato é que continuamos nossa viagem, e o nosso passeio.

Fizemos coisas lindas e românticas por todo o dia, para de noite, nos divertirmos até tarde, fazendo coisas extremamente... Interessantes!

POV Edward.

Lisa é realmente mimada. Pude crer isso quando ela ligou chorando e Bella já queria largar tudo para ir cuidar dela. Pode parecer que não amo Lisa, e isso é mentira. Pelo contrário! Sou louco pela minha princesa, e faria tudo por ela. Mato e morro. Só acho que todo esse mimo pode ter consequencias sérias quando ela se tornar uma adolescente, e depois, adulta. Não quero que ela fique como eu fui. Dependendo dos pais, sem amor, sem regras. Ela merece mais que isso, e acho que é por isso que eu implico tanto com essa superproteção de Bella com Elisabeth. É tudo para o bem de todos. Não só dela, mas meu, de Bella, dos gêmeos, avós e tios. Inclusive, para o bem da sociedade.

Bella ficou o dia todo impaciente, e eu sabia o motivo. Tratei de distraí-la como pude, e acho que deu certo. Passamos um dia maravilhoso, e agora, é só curtir a noite... E eu gosto da noite, demais...

*-*-*

Depois das ligações para Lisa Bella rezou para que nossa estadia ali acabasse logo.Ligue para Alice pedindo que na próxima manhã deixasse o volvo no estacionamento do aeroporto.

Quando o avião finalmente posou em Londres escutei um suspiro de alivio de Bella. Esperei que entrássemos no carro para conversar com ela.

-Nossa, parece que você não queria ficar comigo, ou que a nossa viagem foi uma droga.

-Amor, não é isso. Você foi perfeito você é perfeito, mas é que estou com muitas saudades dela.

-Bella você só a está mimando de mais. Olha eu só não quero que ela tome responsabilidades na vida depois que construir uma família. Como eu fiz.

-Eu sei Edward e compreendo e até tenho certeza de que está completamente certo. Porém é tudo uma novidade para gente. Olha antes algum tempo atrás era só eu e ela. E depois você caiu na nossa vida e aí ela de repente teve uma família completa. Com avôs, tios e agora irmãos. E depois meu pai depois de tanto tempo voltou e aí? É normal. Era só ela, e mais ninguém. E agora ela tem tudo da noite pro dia.

-Olhando por esse lado.

-Viu amor? Dê a ela um desconto. Ela é só uma criança. Um dia será necessário ela ter restrições, e ter alguém que a coloque na linha, mais no momento ela só tem seis anos. Sem contar que é a primeira vez que fico longe dela. Nunca nos separamos. A primeira vez que ela foi à escola eu fui durante um bom tempo com ela até ela decidir ser grande e ficar lá por um período sozinha. E depois quando ela aprendeu a escrever foi ‘Bella’ que ela escreveu. Nós necessitamos uma da outra.

-Tudo bem Bella. Agora vamos ver a nossa bebê.

POV Bella

Meu coração estava pequenininho, de saudades dela. Como a mesma disse estava com uma dorzinha no coração. Edward queria ir em casa primeiro para deixar as malas tomar um banho e depois ir até ela. Nossa vôo era meio dia, mas com muita insistência,amor e carinho convenci Edward a virmos no vôo das nove.

Eu o compreendia, mas Lisa era só uma criança. Tinha que ter seus limites.Mas era a primeira vez que ficávamos longe uma da outra.  Insisti novamente até irmos par4a casa de seus pais primeiro. Quando abrimos a porta a casa estava tão silenciosa. Nem parecia que Emmett e Lisa estavam em casa.

-Hei família, chegamos- Gritei na entrada.

-Você não chegariam meio dia?- Uma Esme esbaforida apareceu na sala principal.

-Que bom que estava com saudades mãe.

-Me desculppe- ela vaio até nós nos abraçando.- como estão queridos?

-Bem, onde está Lisa?- seu semblante mudou.

-Oras, está na  escola onde mais?

-Mais ela está de férias- respondi. - Esme cadê a minha filha?

-Er... Bella não aconteceu nada...

-Esme?

-Venham comigo.- ela subiu as escadas, entramos no quarto que era dela.

Lisa estava deitada dormindo. Jasper e Carlisle estavam ao seu lado.

-Onde está meu pai?-perguntei

-Ele acabou de sair para trocar o plantão com Carlisle. Ficou a noite toda aqui- Esme me respondeu.

-O que ela tem?-perguntei a Jasper tentando manter a calma.

-Bella, não é nada de mais amor. - disse Edward.

-Ah, com certeza não. Meu pai ficou a noite do lado dela a toa. Jasper e Carlisle estão aqui à toa. Jasper?

-Olha não é nada muito grave. Ela não tem se alimentado nos dois últimos dias, isso deixou seu sistema imunológico frágil. Ela deu uma leve inflamação na garganta. Talvez pelo clima frio e o emocional. Ela deu uma febre de 40,2°C. Mas agora já está passando estamos tratando com antibióticos e analgésicos. Ela teve alguns delírios, mas faz parte do emocional dela. Ela te chamou algumas vezes. E disse que estava com saudades. E Edward ela disse que te amava.

-Por que vocês não ligaram?- Edward perguntou

-Porque, pensamos que até meio dia ela já estivesse melhor. – Carlisle explicou.

-De qualquer forma deveriam ter falado. –disse a eles.

-Desculpe, devíamos ter ligado.

-Mamãe? Volta pra mim. Meu joelho tá doendo- suas palavras fracas me deixou no nível do chão. Abaixei ao lado da sua cama.

-Filha a mamãe já está bem aqui ok?- ela abriu minimamente os olhos.

-Deita comigo. - deitei ao seu lado constatando que a febre abaixaria.