(Nem) Todo Mundo Odeia a Emily escrita por May_Mello


Capítulo 47
Todo mundo odeia o “casalzinho amor eterno”.


Notas iniciais do capítulo

Voltei amores e amoras!

E meu notebook voltouuu pra mim! Lógico né, depois que eu dei minha alma pra pagar o concerto. Mas olha que coisa boa, ne? rsrs

Seguinte: Muuuuuuuito obrigada pelos comentários, meu Deus!!! Quando amor.

E esse capítulo tá muito, mas muito, mas muito escroto. Só que no próximo já é o baile e eu já tô na metade dele, e tá bem grandinho. Então relevem, ok? E relevem também qualquer erro porque meu Word voltou em inglês e sem correção nenhuma de palavras, mas #oremos e no final tudo dá certo.

Boa leitura :)



–Não foi nada do tipo “você quer ir ao baile comigo, sua linda?”, foi mais pra “você vai ao baile comigo...”, e com três pontinhos no final! – Contava meus trágicos dias de vida para o Anthony que fingia me ouvir enquanto íamos para a Educação Física.

–Depois de você me contar que teve uma briga feia com o Thomas e vocês continuarem a conversar normalmente eu já nem duvido mais de nada.

–E depois de ter nascido e sobrevivido 16 anos tendo a vida que eu tenho, nem eu. Só sei que agora eu vou ao baile com Thomas Schultz, que na verdade está contando e inventando pra todo mundo que vai ao baile com a Zooey. Ai, por que nada pode ser normal na minha vida?

–Se você tivesse uma mãe como a minha, aí sim você faria essa pergunta com gosto. – Anthony mexeu estranhamente as sobrancelhas, seguindo para o vestiário masculino e me deixando plantada na porta do feminino.

Acho que estou atrasada. Só acho.

Entrei no vestuário que estava vazio e tratei logo de me trocar. Quando sai de umas das cabines e olhei no imenso espelho, me assustei pra valer: meu cabelo estava mais armado do que o de costume, e um certo alguém me olhava. Samantha deu um sorriso mínimo enquanto eu dava de ombros e molhava as mãos pra tentar ajeitar a juba.

–Oi, Emily. – Eu juro, EU JURO que nem ia perguntar nada se ela não tivesse falado.

–Você está namorando com o Lukas? E,ah, oi. – Sorri amarelo no final da frase.

–E-Ele te contou? – Ela gaguejou, se voltando para mim em um pulo.

–É... Contou. – Contou? Nossa, cara. Provavelmente eu nem vou pro céu de tanto que minto. – Na verdade o Thomas contou. – Me corrigi. Mas Deus tá vendo que ainda é mentira. Ai, droga.

–Ah sim.Estamos juntos meio que em segredo ainda, é que... – Ela abaixou o olhar. – Eu tenho medo da Zooey saber e não gostar. Ela disse que... Se me visse com alguém da sua turma eu poderia voltar a me considerar um nada.

–É disso que você sempre teve medo? Da Zooey?

–Eu sei que não deveria, afinal, eu realmente gosto do Lukas e não posso deixar que nada nos atrapalhe, mas...

–A Zooey sempre ferra com tudo. E você não sabia que ela ficou com o Thomas na Semana do Verde? – Pelos olhos arregalados dela a resposta é não.

–Como... Ela disse que vocês...

–E ela aceitou ir com ele pro baile.

–O que ainda estão fazendo aí, suas idiotas?! – E falando no capeta, eis que ele é invocado. Zooey apareceu do nada. – Andem logo! Samantha, você está no meu time! – Ela saiu toda estressadinha.

– Então quer dizer que ela diz pra não chegar perto de vocês e é primeira a correr atrás do Thomas? Eu sei que é errado, mas eu não gosto dela. – Sam estreitou os olhos.

–O que é errado?

–Não gostar e desejar mal a outra pessoa.

–Ah, é, muito errado. – Fiz cara de desentendida. – Mas quando uma pessoa faz de tudo pra que não gostemos dela nem é tão errado assim. – E ela riu. – Agora vamos, antes que a Zooey venha nos puxar pelo cabelo.

–Ok. E eu vou falar com o Lukas. Talvez ele me ajude a enfrentar a Zooey pra que possamos assumir nosso namoro.

Assumir nosso namoro. Então é isso. Eles realmente estão namorando. O Lukas... Namorando com a Samantha, que de ruim não tem nada. Na verdade ela é até que legalzinha.

_X_

Eu sinto que se respirar mais uma vez vou explodir e morrer. E não é mentira dessa vez! Todo esse cansaço é devido ao treino das líderes de torcida. Não demorou muito pra Zooey notar que meu bracinho já estava bom e me mandar ficar lá pulando feito besta. Mas dessa vez ela está pegando mais leve, eu apenas tenho que ficar lá agitando os pompons e de vez em quando dar uns pulinhos. SÓ QUE ISSO JÁ MOTIVO SUFICIENTE PRA SE CANSAR SIM! E ainda tem o jogo do nosso time na semana que vem, mas eu não acho que vou participar da animação, de qualquer maneira, pois todo mundo já sabe que sou animada demais pra esse universo!

Fechei a porta com o pé e me joguei no sofá, escutando os latidos de Scott na casa ao lado.

–Emily, é você, querida? – Hãn? Quem me dirige a palavra?!

–Quem está aí?! – Me sentei em pulo.

Minha mãe me olhou arqueando uma sobrancelha lá do umbral da porta da cozinha, como se perguntasse quem mais seria. Achei que a porta estava aberta porque eu tinha esquecido de trancá-la outra vez.

–Mãe? O que faz em casa?

–Hoje é mi-

–Tô com fome! – Nem deixei ela terminar de falar e fui fuzilada com o olhar.

–Filhos são tão ingratos! – Fez drama. – Vem, vou arrumar alguma coisa pra você comer.

Nem bem me levantei para ir para a cozinha e a campainha tocou. Atendi super sorridente... E aí, quando vi que era o Thomas, minha cara de feliz rodou lá no meio da rua e foi atropelada por um caminhão.

–Você, sua peste?

–Oi pra você também. – Nem me deixou falar e já foi entrando.

–Como é que você não me conta que o Lukas está namorando com a Samantha?!

–O Lukas está namorando? – Se não fosse pelo pequeno riso que ele deu depois de cinco segundos fazendo uma cara de espantado, eu sinceramente acreditaria que ele também não sabia. – Como é que descobriu?

–Seu... Coiso! Estava suspeitando, aí eu perguntei pra Sam!

–É que o Lukas me pediu pra não dizer. Coisa de gêmeos. – Deu de ombros.

–E eu vou quebrar seus dentes. Coisa de Emily. – Imitei-o com uma voz fina, também dando de ombros. – E isso vai entrar na lista das coisas que eu nunca vou te perdoar por ter feito.

–Emily? Quem está aí?

–Oi, senhorita Rose. – Thomas cumprimentou minha amada mamãe.

– AH! É você, Thomas! Venham para a cozinha, vou preparar um lanche.

Eu até iria fazer um comentário sarcástico, mas me contei em seguir Thomas até nos sentarmos no balcão.

–Então, Emily... o baile está chegando. Conte pra mamãe que foi uma boa garota e conseguiu que o Lukas te convidasse. Ai, meu Deus! – Minha mãe quase derrubou um copo. – O Thomas é...

–Irmão do Lukas. Mas não tem problema, ele já sabia que eu gostava dele. E na verdade, as únicas que não sabiam que o Lukas está namorando outra garota somos eu e você, mãe. – Dei uma cotovelada em Thomas, expressando minha raiva por ele não ter dito nada sobre o “casalzinho amor eterno”.

–Querida, por que não me disse nada? Você deve estar arrasada. – Minha mãe fez menção de me abraçar por de cima do balcão, mas eu me esquivei.

–Eu tô bem, mãe. Sou adolescente, supero rápido. Desencanei do Lukas.

–Mas você não vai mesmo ao baile? – Fez uma cara de triste que até doeu meu coração.

–Nã- – Fui interrompida!

–Muito pelo contrário, ela vai comigo. – É impressão minha ou o Thomas falou isso pensando que é superior? Ele está se gabando por me levar ao baile? É isso mesmo?

–NÃO ACREDITO! EMILY, QUE PERFEITO! MAL POSSO ESPERAR PRA VER VOCÊ MAGNÍFICA NESSE BAILE! MINHA FILINHA CRESCIDINHA! E PODE DEIXAR QUE A MAMÃE VAI CUIDAR DE TUDO! DE TUDO!!!

Eu e Thomas nos entreolhamos, e eu considerei seriamente a possibilidade de lhe dar um soco por ter aberto a matraca.



Notas finais do capítulo

Me digam o que acharam.
E no próximo é o baile. Larari larará (8) ~~~