Foto de Milla Maia
Milla Maia
ID: 43789
Cadastro:
  • 18/04/2010

  • "O dossiê viera na forma de uma pasta preta de cartolina, com dois centímetros de espessura [...] Uma foto em preto e branco exibia o rosto banal de uma moça de mais ou menos vinte anos de idade com cabelos longos e escuros. Folheou as páginas sem que sua mente registrasse qualquer informação. Fechou o dossiê. Nada de repassar a vida dessa mulher de alto a baixo. Esqueça esse hábito. Nada de tentar compreendê-la antes de conhecê-la. Dar-lhe a chance de não ser tudo aquilo que ele poderia facilmente imaginar."

    A gente se acostuma com o fim do mundo, (o meu livro preferido do) Martin Page.

    Essa citação aí em cima (⇑) é bem legal, não é? Não leu? =O

    Certo. O meu primeiro "texto-imenso" de perfil aqui no Nyah! era muito pessoal. Muito mesmo. hahah Até bonitinho, eu acho. Daí, um dia eu estava um tanto chateada e, por isso, decidi fazer uso das palavras de outra pessoa (e, por sinal, o escolhido foi esse camarada francês por quem eu tenho uma admiração gigantesca, desde o livro "Como me tornei estúpido"). Martin Page. Segundo o meu diminuto conhecimento quanto à pronúncia francófona - resultante de um semestre de curso de français -, diz-se "Martan Páhgi", não "Martyn Peige" - como a nossa cultura de "anglo-saxonização" (hahah) de tudo poderia nos induzir a pensar. Outra coisa nesse sentido, é que aquela fruta, Kiwi, não se chama "quiuí", como a maioria das pessoas acha, mas "quivi". A origem etimológica da palavra não é anglo-saxã (em que o "w" tem som de "u"), mas latina (em que o "w" tem som de "v"). Ok, ok. Sei que isso não é muito útil e talvez eu esteja apenas rememorando as antigas informações caducas que um antigo professor de Biologia fez com que eu absorvesse inconscientemente. Mas sabendo isso sobre mim, acho que já dá pra conhecer bastante sobre a minha pessoa: eu faço muuuitos circunlóquios e, mesmo que isso seja muito chato às vezes, de vez em quando é legal.

    hahah

    Hmmm... Já deu pra perceber que eu não estou nem um pouco impessoal hoje, né? Por isso, vamos seguir?

    Vamos!

    Outro dia eu estava pensando naquelas informações sobre os autores de livros que vêm nas orelhas dos revestimentos das brochuras, sabem? É sempre tudo tão divertido ou bonito ou promissor, não é? Ou você pensa em como aquele escritor é despretensioso, ou você pensa em como aquele escritor é um amante das palavras, ou você pensa em como aquele escritor é incrível! hahah Não vou escrever um texto de orelha de livro aqui... Vou fazer uma lista!

    Prossigamos, então!

    1. Eu tenho 22 anos (o que não é muito especial, mas é uma informação importante);

    2.Eu amo muito a minha família (o que é muito especial =);

    3. Eu amo muito os meus livros... E o objeto livro, em si. Tenho uma gigantesca fascinação não só por aquilo que ele contémtextualmente, mas por aquilo que ele representamaterialmente (por isso tenho um bacharelado em Conservação e Restauração, cujo enfoque foi na minha área de interesse, e agora faço mestrado);

    4. Eu amo escrever, desde sempre (ok, eu não nasci amando escrever, mas escrevo 'coisitas' desde os cinco ou seis anos, quando aprendi e comecei a me enveredar pelos caminhos das letras) e tenho um tanto de contos, crônicas, cinco romances estancados na metade, um romance finalizado (mas muito bobinho), um tanto de fictions (ah!) e trocentas ideias a serem externadas em um futuro próximo;

    5. Eu amo arte (é um tanto impossível não se lançar nesse mundo e agarrá-lo com força, quando se estuda o que eu estudo... é quase como um círculo vicioso);

    6. (Aí) Eu (confesso que) amo o Albrecht Dürer e as suas gravuras e outros trabalhos sobre papel (ele era lindo e, se um espaço temporal de 521 não nos afastasse, eu tentaria conquistá-lo, sem dúvidas);

    7. Eu amo o Woody Allen (hahah Alguém leu/lê Número 18? Oh, sim! Aquela Bella foi livremente inspirada em mim mesma, em certos aspectos);

    8. Eu amo receber reviews e recomendações em minhas fictions... ah! É tão legal (!);

    9. Eu amo quando consigo sistematizar e escrever um capítulo novo nas minhas supracitadas fictions, com facilidade (isso não acontece com tanta frequência quanto eu gostaria, infelizmente);

    10. Eu amo Noah and the Whale (ouch! É a minha banda preferida de todos os tempos!), Beatles, Wild Beasts, Florence and the Machine, Cat Power, Feist, Naked and Famous, Mumford and Sons, Laura Marling, Andrew Bird, Birdy, The National, Belle & Sebastian, Eddie Vedder e uma porção de 'outras coisas' quando o assunto é música;

    11. Eu realmente acho que você pode ser definido por tudo aquilo que você ama, por que, indubtavelmente, todo o amor que você sente tem muito a ver com tudo aquilo que você faz e tudo o que você faz diz precisamente tudo o que você é.



    MillaMaia mudou seu nome para Milla Maia24/12/2011