Aprendendo a Amar Você Swan Queen escrita por SQ Dark Angel


Capítulo 10
O Coração quer o que ele quer


Notas iniciais do capítulo

Música do cap The Heart Wants what it wants - Selena Gomez

https://www.youtube.com/watch?v=ij_0p_6qTss



You got me sippin' on something

I can't compare to nothing

I've ever known, I'm hoping

That after this fever I'll survive

I know I'm acting a bit crazy

Strung out, a little bit hazy

Hand over heart, I'm praying

That I'm gonna make it out alive

 

Você me fez experimentar algo

Que não posso comparar a nada

Que eu já conheci, e tenho esperança

Que depois dessa febre eu sobreviverei

Sei que estou agindo feito louca

Estou presa, tudo meio nebuloso

Com a mão no coração, estou rezando

Para sobreviver a isso tudo

 

Emma ficou desesperada ao ver Regina parada na porta do banheiro a encarando. Havia acabado de tirar sua roupa quando percebeu a ausência da toalha. Foi quando notou a entrada da morena no local. Mas aí já era tarde, estava completamente nua na frente de Regina Mills.

Rapidamente usou as mãos para tapar as partes estratégicas de seu corpo. Enquanto do outro lado havia uma Regina congelada na mesma posição, encarando profundamente o belo corpo de Emma Swan.

Emma- Mas que droga Regina ! Não sabe bater antes de entrar não? Suspirou. Conhece algo chamado privacidade?

A rainha não prestava atenção ao que ela dizia, não conseguia desgrudar os olhos de seu corpo.

Emma – HEEY , será que dá pra parar de olhar pra mim e me dar licença, por favor! Emma quase gritou para que a morena saísse de seu devaneio.

Regina rapidamente se deu conta do que fazia e ficou de costas para a loira.

Emma – Obrigada !

Emma aproveitou e puxou a toalha caída no chão para enrolar o seu corpo. Passado alguns instantes disse:

Emma — Pronto , agora pode virar que estou mais "apresentável". Sorriu quando notou o tom vermelho no rosto da morena quando ela virou.

Regina- Desculpe Swan , esqueci de dar sua toalha. Acabei entrando distraída nem notei que você estava.. Bem você sabe . A rainha falava de modo divertido e tinha agora um brilho diferente nos olhos. A loira por sua vez ficou ainda mais vermelha que a outra e ficou indignada pensando que Regina havia feito de propósito.

Emma- Sei , distraída. Muito engraçado madame prefeita. Agora que já esclarecemos tudo , será que a majestade pode me deixar tomar banho sozinha ? Emma falou quase expulsando a morena do banheiro.

Regina –Claro. Irei deixá-la sozinha. Vou preparar o jantar. Desfrute de seu banho. Regina falou lentamente. Parecia provocar a imaginação da loira.

A morena já estava na porta quando resolveu falar :

Regina – Swan . Emma levantou o olhar em busca da outra. A propósito , belas pernasDisse sorrindo dando ênfase nas últimas palavras e piscando em direção a loira. Dizendo isso ela retirou-se do banheiro.

Emma sentiu um enorme arrepio percorrer seu corpo com a ousadia daquela frase. Suas pernas enfraqueceram um pouco, suas mãos suavam e ela deveria estar parecendo uma pimenta de tão vermelha que havia ficado.

Parecia um sonho, ou a mãe do seu filho , a temida Evil Queen , acabara de elogiar suas pernas ?

Ela quase não acreditava no que acabou de acontecer ali. Mal teve tempo de raciocinar sobre o que "quase" ocorreu minutos antes na sala e agora Regina lhe deixava cada vez mais confusa. Ela teve certeza que Regina a beijaria se Henry não tivesse chegado, e o pior ,sabia que sentiu vontade de retribuir o beijo.

Emma tentou acalmar-se e pensou que com um banho frio ficaria mais tranquila, porém ela não conseguia evitar os pensamentos que surgiam sobre os últimos ocorridos envolvendo certa morena de olhos castanhos. A loira começou a pensar na reação que Regina teve ao vê-la nua de forma inesperada. Estava claro que havia algo mais, não era loucura de sua cabeça, poderia ser algo puramente físico, como um desejo sexual, mas ainda sim havia algo ali naquele olhar. E após a última frase proferida por Regina ela teve certeza, ela a desejava.

Começou a ensaboar-se passando as mãos pelo corpo imaginando como seria se fossem as mãos de Regina ali, deslizando por sua cintura e fazendo movimentos suaves. Rapidamente Emma assustou-se com tais pensamentos olhou-se no espelho que havia no banheiro, seu rosto mostrava a apreensão que sentia com essas novas sensações proporcionadas por Regina. Sua cabeça era uma confusão total. Afinal, ela estava sentindo esse desejo da mesma forma?

Na cozinha Regina começava a preparar o jantar sem retirar um segundo sequer do pensamento, a imagem de Emma nua. Ela havia visto a loira da maneira como veio ao mundo e não conseguia explicar a sensação que sentiu naquele instante.

Era um misto de desejo, admiração, excitação, possessividade e até mesmo certa ternura. A morena teve que controlar seus instintos para não agarrar a xerife ali mesmo no banheiro.

Ali estava a prova final que Regina poderia querer. Ela realmente gostava da loira, não conseguia tirá-la de seus pensamentos, queria vê-la todos os dias e tinha um desejo enorme de beijá-la. Não sabia se poderia esconder seus sentimentos por muito mais tempo, estava sendo insuportável não ter o que queria.

 

The bed's getting cold and you're not here

The future that we hold is so unclear

But I'm not alive until you call

And I'll bet the odds against it all

Save your advice 'cause I won't hear

You might be right, but I don't care

There's a million reasons why I should give you up

But the heart wants what it wants

The heart wants what it wants

 

A cama está ficando fria e você não está aqui

O futuro que temos é tão incerto

Mas eu não vivo enquanto você não me ligar

E vou apostar contra tudo que dará certo

Guarde seu conselho porque eu não vou ouvir

Você pode até estar certo, mas eu não ligo

Há um milhão de motivos para que eu abandone você

Mas o coração quer o que ele quer

O coração quer o que ele quer

 

Por outro lado Regina sabia que jamais seria retribuída pela loira e sentia que sofreria muito com esse sentimento que cada vez mais crescia dentro de si. Teria que esquecer dos seus sentimentos ou acabaria ferida no final da história e ainda poderia ferir Henry ou até mesmo a própria salvadora nesse meio tempo. Ela teria que tomar uma decisão logo ou as coisas sairiam de controle.

Uma certa lembrança veio a sua mente no mesmo instante "Nunca se esqueça Regina , Amor é fraqueza". Ela não sabia o que poderia se tornar o sentimento por Emma , no momento ela gostava da loira, a desejava mas tinha plena certeza que se as coisas continuassem indo nesse caminho seria algo mais e esse era o medo de Regina, o que viria depois.

Na sua cabeça só se encontrava uma palavra: Rejeição. Pensou rapidamente e não havia outra saída ,faria o que fosse necessário para acabar com esse sentimento. Por fim encontrou a solução para tudo.

Ela iria retirar seu próprio coração.

—-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

No apartamento dos Charming Mary e David haviam acabado de retornar da mansão.

Mary- Estou feliz que Emma está bem mas achei muito confuso tudo que aconteceu. Gostaria saber mais detalhes. Falou parecendo chateada.

David – Calma querida o importante é que ela está segura. Depois saberemos exatamente o que aconteceu.

Mary –Segura? Com Regina? Você acha mesmo David?

David- Achei que você já havia se acostumado. Regina mudou e já tivemos diversas provas disso meu amor. E mesmo assim se você não acredita o que ela poderia fazer contra nossa filha com Henry perto?

Snow olhou para o marido ainda desconfiada e disse:

Mary— Eu ainda não tenho certeza sobre essas mudanças. E não podemos deixar que Regina se aproxime tanto da nossa família sem essa certeza.

David – Querida não seja tão rígida.. O problema de vocês já foi resolvido, Regina é outra pessoa você não vê? Foi ela provavelmente quem salvou Emma do que tenha acontecido. David usava um tom calmo tentando esclarecer para Snow que não devia ter medo que Regina fizesse algo contra Emma.

Mary — Certo depois vou querer saber tudo que aconteceu com ela, e aposto que essa sua teoria não será verdadeira. Disse com um sorriso cínico. Aposto que quem salvou Emma foi Killian.

David negou a insistência da mulher em não ver os fatos bem na sua frente.

David – Está bem , mesmo que Killian tenha salvado Emma , mesmo assim , Regina estava liderando as buscas não se esqueça disso. É um detalhe importantíssimo. Sorriu vendo a cara inquieta de Snow.

—------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Regina aproveitou que nem Henry nem Emma haviam retornado do banho e se transportou para o mausoléu da família. Ela estava decidida a retirar os sentimentos pela salvadora e sabia que sem seu coração, iria parar de sentir coisas pela mãe de seu filho.

Ao chegar no local se deparou com os túmulos dos pais, sentiu um aperto ao ver os nomes de Henry e Cora Mills. Regina amava os dois ,de formas distintas é verdade, mas amava. Nunca esqueceu daquela frase que sua mãe costumava dizer : Amor é fraqueza. E lá estava ela mais uma vez criando barreiras para não sentir.

Tinha consciência que o único sentimento que permaneceria após o que faria a seguir era seu amor por Henry. O amor por ser filho era verdadeiro e por isso ela sentiria mesmo sem coração. Chegou na antiga sala onde uma vez tivera tantos corações guardados, agora serviria unicamente para proteger ao seu próprio.

Dirigiu-se ao centro do local e por fim colocou a mão dentro do peito ,retirando seu coração com todo cuidado que podia . Segurou-o em suas mãos e pode observar as manchas escuras, estavam cada vez menores , o resto estava se tornando vermelho vivo incluindo um ponto que chamou a atenção de Regina.

Era um ponto brilhante localizado no centro do seu coração e que parecia estar expandindo. Lentamente ela depositou o órgão em uma caixinha de madeira e guardou-o em um dos compartimentos na sala.

Regina rapidamente se transportou para a cozinha da mansão, agindo naturalmente para não levantar suspeitas. Sua sorte foi que no exato momento que retornou, Emma chegava a cozinha.

Emma — Precisa de alguma ajuda ? A xerife perguntou timidamente.

Regina virou o corpo e assim que seus olhos bateram na loira ela teve que manter o pensamento firme em sua mente "não devo sentir" . Emma estava com os cabelos molhados e usava uma roupa que Regina havia emprestado . Estava difícil para a rainha não achá-la perfeita.

Regina – Não há necessidade Srta. Swan. Posso cozinhar sozinha. Usou seu melhor tom frio de voz para afastar a loira.

Emma admirou-se da forma que Regina havia falado parecia outra pessoa.

Emma – Bem, então vou esperar na sala. Dizendo isso retirou-se do local.

Regina teve que soltar a respiração nem tinha notado que havia ficado tensa a esse ponto. Ela devia seguir com esse tratamento e dessa forma rapidamente esqueceria seus sentimentos por Emma Swan.

A comida ficou pronta após mais alguns minutos . Henry e Emma estavam conversando animados na sala de jantar , Regina foi indo em direção a mesa levando sua famosa lasanha.

Henry — Yay ! Lasanha mãe ! Você sabe como me conquistar mesmo né ! Henry disse beijando a bochecha da morena.

Eles jantaram em silêncio, a todo momento Regina notava o olhar de Emma sobre si mas ignorava e olhava para baixo. Foi Henry quem falou primeiro.

Henry — Nossa mãe sua comida estava ótima. Disse dando um largo sorriso em direção a morena.

Emma — Realmente Regina, estava muito saborosa. Emma falou olhando fixamente para Regina que nem sequer olhava em sua direção.

Regina — Obrigada. Respondeu de forma seca. Henry não se esqueça que tem que acordar cedo amanhã , então suba escove os dentes e cama.

Henry –Já sei , já sei . Eu estava cansado mesmo de qualquer forma. Boa noite mães. Disse indo em direção ao andar superior.

—--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Regina levantou-se e começou a retirar os pratos. Emma fez o mesmo e seguiu a morena até a cozinha.

Emma – Agora será que eu posso ajudar ?

Regina – De maneira alguma Swan, você precisa descansar se não esses machucados irão piorar. Ela dizia lavando a louça sem olhar na direção de Emma.

Emma – Regina... A morena estremeceu ao ouvir seu nome na voz de Emma. Só queria agradecer por tudo que você fez por mim hoje, se não fosse você eu não sei o que poderia ter acontecido.

Regina — Fiz apenas o que você mesma já fez por mim um dia. Agora estamos quites. Sorriu de lado tentar dar veracidade aquela frase, mesmo sabendo que já havia baixado sua guarda anteriormente.

Emma – Tem mais uma coisa. A loira criava coragem para falar o que viria a seguir. Eu sei que isso não é coisa da minha cabeça Regina, eu posso sentir, mas me responda, você gosta de mim?

Regina sentiu um arrepio percorrer sua espinha ao ouvir o que Emma disse. Ela estava de costas para a loira. Fechou os olhos por alguns segundos, respirou fundo e manteve sua postura séria e fria.

 

You got me scattered in pieces

Shining like stars and screaming

Lighting me up like Venus

But then you disappear and make me wait

And every second's like torture

Hell over trip, no more so

Finding a way to let go

Baby, baby, no, I can't escape

 

Você me deixou em pedaços

Brilhando como estrelas e gritando

Me iluminando como Vênus

Mas então você desaparece e me deixa esperando

E cada segundo é uma tortura

Esse inferno vai acabar, então

Estou encontrando maneiras de deixar você ir

Amor, amor, não, eu não posso escapar

 

Regina — Você deve estar delirando Srta. Swan. Algum efeito do que aconteceu hoje. Falou tentando parecer indiferente.

Emma – Não eu não estou! E você sabe disso Regina! Você iria me beijar se Henry e meus pais não tivessem chegado! A loira não conseguia disfarçar a emoção que sentia ao jogar aquelas verdades para Regina.

Regina- Acho melhor você ir dormir. Está claramente imaginando coisas. Precisa descansar e logo verá que tudo não passou de uma ilusão da sua cabeça Swan.

Emma — Regina qual é o seu problema ? Olhe para mim ! Emma já não escondia sua tensão que havia em suas palavras.

Lentamente Regina virou em direção a loira, finalmente olhando-a diretamente. Naquele instante a rainha tremeu. Sim, ela esqueceu que estava sem coração , só tinha vontade de dizer tudo que sentia para a loira naquele exato momento. Mas não foi o que aconteceu.

Regina – Miss Swan, chega ! Está tendo alucinações e eu não estou com paciência para essa conversa. Regina respirou fundo, sentia suas mãos suarem ,estava sendo forte para pronunciar aquelas coisas.

Emma – Não, Regina ! Você é louca ou o quê ? Você vai me ouvir sim ! Emma deu dois passos em direção a Regina ficando muito próxima da outra, seus olhos estavam grudados.

Emma- Você sabe que tem algo acontecendo, primeiro você tem raiva do Killian sem motivos, segundo você me salva e me cuida , terceiro quase me beija e quarto bem .. O que diabos foi aquilo no banheiro ? Emma enumerava todos os motivos que tinha para concluir que Regina gostava dela.

Emma – Então...

Regina — Então o quê ?

Emma – Qual é Regina, está mais do que claro, você gosta de mim e ponto !

Regina tentava disfarçar, dando uma de suas risadas macabras.

Regina – Não me faça rir , Swan, porque eu me interessaria por você ?

Emma sentiu um aperto no peito ao ouvir aquelas palavras.

Emma – Porque eu sinto... Emma disse aproximando-se ainda mais e segurando uma das mãos da morena.

 

 

 

This is a modern fairytale

No happy endings, no wind in our sails

But I can't imagine a life without

The breathless moments breaking me down

 

Esse é um conto de fadas moderno

Sem finais felizes, sem vento soprando em nossas velas

Mas não imagino minha vida sem

Os momentos de tirar o fôlego acabando comigo

 

Regina arrepiou-se com aquele toque, baixou o olhar e viu as duas mãos juntas , se Emma avançasse mais um pouco ela não iria responder por seus atos, rapidamente se livrou da outra.

Regina – Srta. Swan, me solte antes que eu jogue uma bola de fogo em você ! E suma da minha frente AGORA ! Emma soltou sua mão da Rainha ,olhando-a com semblante triste, saiu em direção ao quarto de hóspedes.

Regina respirou aliviada, não sabia como tinha resistido ,estava sendo mais insuportável do que ela havia imaginado. A morena subiu para o seu quarto, antes deu uma rápida olhada em Henry que dormia tranquilo. Ela fez sua higiene, trocou de roupa e deitou-se em sua cama.

No andar de baixo , Emma não conseguia dormir , estava refletindo tudo o que havia acontecido, sabia que Regina estava mentindo , tinha essa habilidade com a morena, tinha certeza que Regina estava tentando construir suas barreiras para não sentir , novamente. Sorria ao lembrar-se da forma como a rainha salvou-a carregando-a no colo , da maneira como Regina cuidou dela. Emma tinha que admitir estava gostando de todo esse cuidado e surpreendentemente sentia um frio na barriga ao relembrar essas cenas.

Já no andar superior Regina tentava dormir ,porém tudo que via em sua mente era a mãe do seu filho . Estava sendo forte para retirar os sentimentos por Emma , mas ela já não tinha tanta certeza se aquilo era o certo a se fazer.

Fechou os olhos, em sua mente ela via a loira, próxima , via seu sorriso, era impossível não sorrir de volta, via seus cabelos, era impossível não querer tocá-los , via sua boca .... Regina assustou-se abrindo os olhos e sentando na cama.

Ela finalmente entendeu tudo e estava chocada.

Nada havia mudado em relação ao que sentia pela loira , com ou sem coração . Aquilo só podia significar uma coisa. O que Regina sentia por Emma era .......

Regina – Amor verdadeiro . Regina pronunciou com um sorriso nos lábios.

The bed's getting cold and you're not here

The future that we hold is so unclear

But I'm not alive until you call

And I'll bet the odds against it all

Save your advice 'cause I won't hear

You might be right, but I don't care

There's a million reasons why I should give you up

But the heart wants what it wants

The heart wants what it wants

The heart wants what it wants

A cama está ficando fria e você não está aqui

O futuro que temos é tão incerto

Mas eu não vivo enquanto você não me ligar

E vou apostar contra tudo que dará certo

Salve seu conselho pois não ouvirei

Você pode até estar certo, mas eu não ligo

Há um milhão de motivos para que eu te abandone

Mas o coração quer o que ele quer

O coração quer o que ele quer

O coração quer o que ele quer



Notas finais do capítulo

Aguardo vocês nos comentários, dependendo da quantia que tiver eu já posto o próximo capítulo.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Aprendendo a Amar Você Swan Queen" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.