SeuSegredo. Com escrita por Panda Chan


Capítulo 2
Horóscopo da tia Secret para os amigos e inimigos.


Notas iniciais do capítulo

Bom dia bolinhos, estou correndo aqui.
A maioria não sabe, mas comecei a trabalhar recentemente e por isso não respondi ainda os comentários lindos que recebi. Prometo responder no fim de semana ♥
Muito obrigada por lerem minha história, nunca recebi tantos comentarios tão rápido antes kkk
Boa leitura



Há quatro anos o Saintine Marie inteiro parou, na época eu já era a Secret mesmo sem estar no colegial. Primeiro foi uma nerd que sofria bullyng, ela abriu a porta de seu armário e centenas de pétalas de rosas caíram sobre ela. Todos pensaram que era uma pegadinha.

Quando outras garotas chegaram também foram surpreendidas: dentro dos armários de cada uma das colegiais estavam pétalas de rosas e no meio delas apenas um pedaço de folha sulfite com a mesma mensagem impressa.

“Todas as garotas são belas como rosas. – Bill”

Foi assim que tudo começou.

Lucca tenta ficar de cara feia enquanto abre a porta de casa para que eu entre e não consigo não rir com a tentativa péssima dele. Meu melhor amigo é bonito até fazendo careta.

– Não tente fingir que não gosta da minha companhia – brinco enquanto entro em sua casa.

– Eu gosto da sua companhia, não gosto da sua teimosia em aceitar que perdeu para o Bill.

– Eu não perdi – praticamente rosnei as palavras – Só se perde quando você luta e eu ainda não lutei.

Ele revira os olhos e murmura algo que não compreendo antes de pegar minha bolsa e deixar com a dele perto da porta.

Lucca é filho de duas pessoas que admiro muito, o casal Foster. Jullie, sua mãe, é a famosa autora J. Foster que escreveu todos os meus livros favoritos e o pai dele é Andy Foster, um guitarrista famoso. Morar em uma cidade pequena como Oasis é a forma deles escaparem dos males da fama.

Lucca vai para a cozinha e eu deito no sofá macio da sala dele sem cerimonias, praticamente moro aqui.

– Anna! – Jullie aparece sorridente – Faz tempo que não te vejo, está tão grande – levanto para que ela me abrace.

– Eu vim aqui há dois dias – digo enquanto ela me sufoca com seu abraço.

– Pareceu mais tempo – ela se afasta me encarando com os olhos avelã como os do filho – Vai ficar para jantar? – pergunta esperançosa.

Olho para Lucca que ergue os ombros dizendo que a decisão é minha e balanço a cabeça.

– Sim, senhora Foster.

– Sem essa de “senhora Foster” – minhas bochechas são alvo de seus dedos finos e fortes que as deixam doloridas imediatamente – Me chame de mamãe.

Lucca começa a gargalhar, sempre temos essa discussão.

– Certo – sorri – Senhora Foster.

Jullie resmunga algo e volta para a cozinha dizendo que vai cortar batata para mais uma pessoa, nem preciso me concentrar para ouvir os gritos da empregada dizendo que todos ficaram obesos comendo batata-frita todo dia.

Jullie é um amor de pessoa e ótima mãe, mas uma completa negação na cozinha e só sabe fazer comidas gordurosas.

Lucca se sentou no sofá e eu me deitei com as pernas no colo dele que não reclamou.

– Qual é o seu novo plano para descobrir quem é o Bill?

– Sabemos que ela dá rosas paras as garotas e de onde vêm essas rosas? – pergunto retoricamente.

– Da padaria?

– Não, das floriculturas – reviro os olhos – Vamos, me ajude aqui.

– Estou tentando, porém ele pode pegar as rosas em cemitérios sabe – jogo a cabeça para trás e pego uma almofada no sofá – Quem sabe o Bill não é um daqueles góticos que bebem o sangue de virgens ouvindo bandas desconhecidas nos cemitérios?

– Eu tenho uma arma e vou usa-la se você não parar com essas bobagens – ele olha a almofada e para de falar – Deixei meu número de celular e e-mail em cada floricultura da cidade pedindo para que me liguem caso alguém vá lá fazer um grande pedido de rosas.

– E você acha que vão te dar essa informação?

– É claro que vão – respondo orgulhosa – Inventei que meu namorado quer fazer algo especial como surpresa no dia dos namorados e que queria estar preparada para o que quer que fosse. Os funcionários das floriculturas são tão românticos que acreditaram sem pensar duas vezes.

– Tenho que admitir que essa foi uma boa ideia.

– Obrigada – observo enquanto ele pega o controle remoto e começa a zapear pelos canais da televisão – A melhor parte é que se ele comprar rosas em floriculturas diferentes, eu só preciso pedir uma discrição e saberei quem é. Esse plano é infalível.

Lucca sorri de canto.

– O Bill vai dar um jeito de driblar seu plano.

Bufo irritada. Gostaria de retrucar dizendo que ele não iria me impedir dessa vez, mas sei que seria mentira. Bill e Secret são inimigos declarados.

Lucca para de apertar os botões da televisão e sorri olhando para mim, ele deixou no filme do Rei Leão. O nosso filme.

– Não acredito que ainda passam esse filme! .

– Eles têm que passar porque é um ciclo sem fim – Lucca começa a cantar junto com os animais da televisão usando o controle remoto como microfone.

– Que nos guiará – continuo a música com minha voz desafinada.

– A dor e a emoção – nos viramos ao mesmo tempo encarando Andrew, o pai dele, com uma colher de pau suja de brigadeiro como microfone.

– Andy devolva minha colher agor... – Jullie entra na sala e encara a televisão – Pela fé e o amor.

A colher de pau com brigadeiro foi esquecida e logo os pais do meu melhor amigo estavam nas poltronas da sala assistindo o filme com a gente e cantando todas as canções. Quando a morte do Mufasa chegou, a sala quase foi inundada pelas nossas lágrimas.

– Eu me recuso a aceitar que isso seja um filme infantil com cenas fortes e trágicas como essa – o jovem Simba estava chamando o pai que já estava morto.

– Eles nos fazem amar o personagem e depois o matam cruelmente – Andy comenta, limpando uma lágrima.

– Você está chorando, pai? – Lucca pergunta.

– Claro que não, só caiu um cílio no meu olho – Andy abre mais seus grandes olhos azuis – ‘Tá vendo?

Lucca e eu nos entreolhamos e dizemos que sim mesmo sendo mentira.

Só então percebo a presença de todos os empregados da casa assistindo ao filme. Jullie também percebe porque os olha e franze o cenho.

– Todos já terminaram seus afazeres? – ela pergunta em sua pose de patroa.

– Claro, senhora – responde a empregada – Apenas nos interessamos pelo filme.

Jullie continua encarando eles e um intervalo comercial começa.

– Sendo assim, alguém faça pipoca e o restante me ajude a trazer todas as almofadas e puffs para a sala – ela sorri – Hoje é dia de filme na casa dos Fosters!

Assistimos a todos os filmes da franquia Rei Leão aproveitando cada segundo como uma família grande e feliz.

Ouço um grito de pavor e salto da cama. Infelizmente, piso em um tênis que estava onde não devia e termino caindo de bunda no chão.

A tela do meu telefone está ligada e assim que eu o pego vejo que Lucca colocou o grito de algum filme de terror como toque do meu despertador.

– Filho da mãe – murmurei desligando o despertador e abrindo a caixa de e-mails da Secret.

Por melhor stalker que eu seja, é necessário usar os alunos como espiões. Tenho uma lista de pessoas confiáveis que me mandam segredos através de um e-mail criado especialmente para a Secret.

Aparentemente a vida dos alunos do Saintine continuou agitada enquanto eu assistia Rei Leão.

Escrevi uma publicação rápida com um grande sorriso no rosto e fui me arrumar para mais um dia de aula. Foi uma publicação de brincadeira, apenas para começar bem o dia.

Horóscopo da tia Secret para os amigos e inimigos.

Áries: Sua vida é uma merda, todos sabem disso então pare de reclamar nas redes sociais e vá comprar mais desodorantes.

Touro: Sabe a pessoa que você pega e acha que ninguém sabe? Então, até na parede do banheiro feminino está escrito que vocês se pegam. Assuma logo a relação porque isso ‘tá feio.

Gêmeos: Miga(o), você pode ser de gêmeos, mas todos sabem que tem muito mais de duas caras. Pare com essa falsidade e tire o dia para ser sincera(o).

Câncer: Ontem à noite um anjo desceu do céu e me pediu para avisar que se você não levar um guarda-chuva hoje será atingido(a) por todas as bolas na aula de queimada.

Leão: VOCÊ NÃO É CENTRO DO UNIVERSO, ACEITA QUE DÓI MENOS!

Virgem: O dia está perfeito para que você não saia de casa e se encontre comigo no corredor. Obrigada.

Libra: Comece agora a pensar no que você vai escolher para comer no almoço da cantina ao invés de atrasar a fila.

Escorpião: Hoje você vai chegar na escola com cara de resto de aborto, mas não se preocupe. Amanhã piora.

Sagitário: Todos já perceberem que você usa a mesma roupa todos os dias, dê uma folga para a máquina de lavar e troque a blusa.

Capricórnio: Lembra as borrachas e os lápis que você roubou durante toda a vida? Os colegas assaltados descobriram e vão te pegar na saída. Recomendo comprar um gelol agora e escrever um testamento.

Aquário: Você nem precisa mais dizer que é de aquário porque todos sabem que você é piranha. Pare de falsidade com as suas amigas e vá ler a bíblia.

Peixes: Já viu peixe com chifre? Não? Se olhe no espelho. Não entendeu o que quis dizer? Pois é, tenho más noticias para você.

Lucca me parou na entrada da escola com o celular em mãos. O blog Seu Segredo estava aberto na matéria sobre o horóscopo de hoje.

– Como assim eu não sou o centro do universo? –perguntou indignado – Se eu não sou, quem é?

Soquei o braço dele como brincadeira.

– Deixe de ser bobo, Lucca.

– Gostei dessa matéria mais descontraída e menos carregada de veneno – ele sorriu – Isso parece muito mais com você.

Fiz cara feia para ele e continuei caminhando para o meu armário.

Lucca tem a teoria de que a Secret é alguma espécie de dupla personalidade minha com todas as minhas características ruins e que deve ser exorcizada.

– É, ainda bem que eu programei uma postagem que vai retomar o lado malvado da Secret para hoje.

Lucca fez cara feia, mas não expressou seu pensamento em voz alta. Sei que deve ser algo bem ético que vai tentar me fazer desistir do blog.

Peguei os livros necessários no armário e o fechei.

– Terei a honra da sua companhia até a minha primeira aula? – perguntei. Aquilo era um pedido por trégua, para não ouvir mais um sermão sobre ser uma stalker virtual.

– Você sabe que sim.

Começamos a caminhar no mar de alunos do Saintine falando sobre as reações hilárias de ontem quando assistimos o filme.

– Se eu pegá-lo vandalizando minha escola novamente, você será expulso – o diretor gritou pouco antes que a porta de sua sala fosse aberta.

Não consegui ver o rosto do garoto que saiu da sala, apenas vi suas costas e a toca preta de hipster que ele usava.

– Aquele cara não me parece familiar – disse em voz alta sem perceber.

– Acho que você deve ter visto o rosto dele e não as costas – Lucca disse como se fosse óbvio.

– É, deve ser isso mesmo.

Segui para a minha aula com duas perguntas martelando em minha cabeça.

Primeira: Quem é aquele garoto?

Segunda: Ele pode ser o Bill?

"Beijos interesseiros

Já perceberam que na época do dia dos namorados todos começam a namorar?

Por mais que eu tente não consigo ignorar o fato de que metade das garotas namoram apenas por interesse pelo presente (olá Cathy, Lilian e Margaret), mas acho que deve existir um pouco de amor entre alguns casais. Bem pouco. Tipo, nada.

Um casal que eu sei que não se ama é o casal Morx. Sim, o nosso querido técnico de futebol e sua adorável esposa que trabalha no abrigo de animais.

É bem óbvio ver que eles não se amam quando você descobre que o técnico tem um caso com uma das melhores jogadoras de futebol da escola e que a boa senhora Morx gosta de beijar universitários nas noites de jogos.

Ah, eu amo o dia dos namorados com seus casais distorcidos e degenerados.

Sejam venenosos.

Beijinhos, Secret."



Notas finais do capítulo

Gostaram do capítulo?
Já tem um casal favorito?
Aguardo os comentários,
Beijos.