SeuSegredo. Com escrita por Panda Chan


Capítulo 1
O número mais importante


Notas iniciais do capítulo

Olá bolinhos, aqui estou com mais uma Original.
Não tenho muito o que dizer além de que essa história foi baseada no meu antigo vício que era cuidar da vida dos outros -q
Estou muito ansiosa e espero que gostem.
Boa leitura



Existe uma infinidade de números cada qual com seu significado e sua importância, até mesmo os menores números, aqueles que possuem tanto zeros a esquerda que quase não cabem na linha, são importantes de sua própria maneira.

Você não repara nos números quebrados, não enxerga a importância deles, mas devia.

Posso ver Beth, que usa duas tranças no cabelo desde a terceira série, sendo atacada por bolinhas de borracha lançados por Jeremy, a personificação do garoto perfeito. Existem outras trinta pessoas na sala além de Jeremy, Beth e eu, porém sou a única que enxerga a cena e percebe como Beth se sente mal.

Ninguém mais enxerga os números quebrados e insignificantes.

O relógio na parede indica que faltam apenas dois minutos para que a aula termine. Não perco tempo e guardo meus poucos materiais na mochila. Quando o sinal toca, já estou passando pela porta da sala de aula e indo em direção ao banheiro feminino.

Vários adolescentes esbarram em mim e nenhum pede desculpas. Não fico assustada com isso, é normal. Eu sou apenas um número insignificante para eles.

E também seu número mais importante.

Assim que entro no banheiro feminino vejo que já está lotado, quase sorrio contente pelas vozes agudas que enchem aquele lugar e o cheiro de, no mínimo, dez perfumes diferentes misturados. Vou até a ponta mais distante da entrada, a que todos evitam por ser próxima demais do banheiro que vive entupido e cheira realmente mal.

Finjo estar prestando atenção em meu visual penteando os cabelos castanhos ondulados, checando se meu lápis de olho preto não ficou borrado chamando uma atenção negativa para meus olhos verdes e passando um pouco de blush em minhas bochechas pálidas como se aquilo fosse me deixar com uma aparência mais saudável.

As garotas continuam tagarelando, não percebem que estou há mais de dois minutos tentando limpar um borrado inexistente do meu lápis de olho.

— Julia, você bem que podia me emprestar sua regata de botões verde para a festa de sábado – pediu a estonteante garota negra jogando seus cabelos escuros por cima do ombro e abrindo um grande sorriso para o reflexo no espelho a fim de limpar qualquer borrado.

— Eu adoraria, Cath. Se o Jeremy não a tivesse rasgado na última vez em que transamos – ouvi a risada aguda de Julia seguida por suas amigas que pediram mais detalhes sobre a noite quente da colega. Julia contou tudo com muito prazer.

Entrei em uma das cabines do banheiro com o celular em mãos e digitei rapidamente apertando o botão “enviar”.

Só tive tempo de passar pela porta do banheiro feminino voltando ao corredor antes de ouvir os bips avisando sobre minha nova travessura.

É uma grande indelicadeza da minha parte não revelar quem sou antes de narrar minha história, peço perdão pelo meu erro.

Meu nome é Nicole Annalise Kaulitz, mais conhecida apenas como Anna. Sou a garota clichê que é excluída pelos colegas de classe e têm relacionamentos imaginários com personagens de ficção, você conhece bem meu tipo. O que ninguém espera é que eu tenha um segredo e pode acreditar esse é um grande segredo.

Eu sou a Secret.

Secret é a blogueira mais famosa da pequena cidade de Oasis, ela sabe tudo sobre os habitantes especialmente sobre os alunos do Saitine Marie. Ninguém sabe a identidade secreta dela e mesmo assim acreditam em cada palavra que é postada no SeuSegredo. com, o nome do blog que criei.

Imagino qual seria a reação dos pobres mortais se soubessem que eu tirei essa ideia do seriado Gossip Girl e a garota que todos amam por seu humor venenoso e as fofocas que posta é, na verdade, a mais invisível da escola.

— Finalmente te achei, Anna – sinto meu braço sendo puxado em direção a um caloroso e forte abraço – Senti sua falta.

Questiono se é uma boa ideia avisar sobre meus pulmões sendo esmagados pelos braços fortes e resolvo que a melhor decisão é bater nas costas do meu melhor amigo com o máximo de força que meus braços anêmicos têm.

— Ai, ai, ai – ele se afasta rindo – Vou te denunciar pela lei José da Lapa.

— Essa lei não existe, Lucca.

Lucca Kyle Way Foster é um garoto alto de pele eternamente pálida, culpa da Netflix que o impede de sair de casa. Os cabelos são pretos bem escuros e os olhos avelã como os da mãe. Os olhos dele ficam quase amarelos quando o sol bate neles, é lindo.

— Sorte a sua, se existisse você seria presa – ele sorriu – Vi seu último post no blog e achei meio maldoso.

— A vida é maldosa – retruquei.

Começamos a andar na direção da saída.

Eu não pude fugir do clichê de contar para o melhor amigo que eu sou a blogueira secreta da escola. Na época em que contei estávamos compartilhando do mesmo vício pelo seriado e ele me apoiou, hoje é diferente.

— Como você ficou sabendo dessa última fofoca? – ele perguntou.

— Banheiro feminino – respondi.

Nossa conversa foi interrompida pelas vozes de dezenas de alunos saindo ao mesmo tempo e formando um círculo ao redor do muro onde fica o portão da escola.

— O que é aquilo? – perguntei para Lucca que por ser muito maior do que eu devia conseguir ver algo além de cabeças curiosas.

— Parece que o Bill atacou novamente.

Existe apenas mais uma pessoa nessa escola que todos conhecem e mesmo assim sua identidade é um segredo: Bill. Ele é o garoto que entrega rosas para todas as meninas no dia dos namorados e eu vou descobrir quem ele é de verdade.

Bem, pelo menos é o que tento fazer há uns quatro anos. Sempre que o dia dos namorados se aproxima, Bill deixa uma nada discreta mensagem grafitada no muro da escola.

Antes que você me dê à sugestão de procurar por ele entre os grafiteiros, eu já tentei isso e não o encontrei.

— O que ele fez? – fico na ponta dos pés tentando enxergar algo além das cabeças dos meus colegas, sem sucesso.

Lucca se agacha e eu imediatamente monto cavalinho nele para enxergar melhor. O que foi? Melhor amigo é pra essas coisas.

Não consigo segurar e solto o ar, surpresa. Bill grafitou rosas vermelhas e brancas no muro com a frase “Toda garota tem a beleza de uma flor” escrita em uma letra cheia de voltas como as fontes de computador que eu admiro. Ele não deixou seu nome assinado, sabe que não precisa.

Todos os alunos estavam olhando maravilhados para o desenho, principalmente as garotas que sonhavam com o anônimo. Peguei o celular e tirei uma foto daquele muro para usar na minha postagem sobre Bill.

Quando eu tiver o que escrever em uma.

O diretor Gregory não estava encantado como os seus alunos e praguejava aos quatro ventos que queria a cabeça de Bill decorando sua sala. Não tenho duvidas de que amanhã o grafite já terá sido apagado e apenas as fotos nos celulares vão comprovar que ele algum dia existiu.

Lucca me ajuda a descer de suas costas e continuamos nossa caminhada para fora da escola.

— Eu preciso descobrir quem é esse garoto – mordo o dedão, sinal claro de frustração.

— Ah, de novo não. Por favor, para, Anna – Lucca joga a cabeça para trás olhando para o céu e pedindo paciência – Já tem quatro anos que ele foge de você, ‘tá na hora de desistir.

— A Secret não vai desistir enquanto não souber quem ele é – Lucca me olha de forma reprovadora.

— Dessa vez não vou te ajudar.

— Você sabe eu vai – sorrio – Vamos para a sua casa planejar como pegar o garoto anônimo das flores.

Seguro a mão do meu melhor amigo e o arrasto por todo o trajeto até sua casa.

Só existe lugar para um anônimo popular nessa escola e ele já tem dona.

“Regata rasgada? Traição confirmada!

Olá meus amados leitores, estão bem hoje? Percebi que a escola está em um surto nojento de acne, espero que se cuidem.

Um passarinho veio me visitar hoje com uma bela história sobre Jeremy e Julia, nosso querido casal vai-e-volta. Meu amado passarinho ainda me informou que dessa vez a coisa foi tão selvagem que a regata que Julia usava terminou rasgada. OMG!

Como todos sabem, Jeremy está em relacionamento sério até no Facebook com a Kelly. Será que nossos feeds vão bombar com as curtidas das mudanças de relacionamento hoje ou K irá perdoar? Se querem saber, torço para que não perdoe.

Sejam venenosos.

Beijinhos, Secret.”



Notas finais do capítulo

Gostaram? Estou esperando ansiosamente pelo feedback de vocês. Não tenho muito o que dizer já que esse foi apenas o primeiro capítulo kkkkBeijinhos com brigadeiro