Amores Secretos escrita por Anonimous


Capítulo 3
"Espero que se divirta, e tenha um ótimo dia"


Notas iniciais do capítulo

Oi !!

O que estão achando da História??



Se já era difícil se mudar para uma casa nova, imagine se mudar para uma escola nova, aquilo seria um verdadeiro inferno, Depois do beijo Dylan se animou novamente e passamos a tarde toda na biblioteca de sua casa, ele lia alguns trechos preferidos de seus livros, para acabar com toda a graça, Rachel e Alice apareceram ali, aqueles sorriso que enfeitiçavam qualquer um estavam em seus rostos, suas pernas estavam a mostra com o short que pegaram emprestado com Thalia, estavam com um biquíni que mal as servia, o que me fez sorrir.

– Então, aceita? – Alice perguntava quase se jogando em Dylan, ele a olhava com um sorriso no rosto, eu estava a uns cem metros sentado em uma poltrona confortável, lendo e observando toda a cena, a biblioteca estava toda desarrumada, livros estavam espalhados pelo chão e por toda a mesa, Dylan e eu passamos a maior parte do tempo sorrindo de alguns livros bem entediantes.

– Eu... – Ele me olha e a menina vira o rosto dele para ela, eu sabia o tanto que a irritava o fato de eu ser o mais querido dos Parker, principalmente de Dylan, Thalia havia me contado sobre tal coisa e na hora a única coisa que fiz foi sorrir igual a um retardado, fazer o que, sou muito “sociável” – Não sei, é que eu e Logan estamos pesquisando algumas coisas...

– Prefere ficar aqui com ele – Rachel apontou para mim, olhando com cara de poucos amigos, sorri e acenei, me fazendo de desentendido.

– Sinceramente... – Dylan reveza os olhares entre mim e as duas garotas que mais pareciam dar um ataque cardíaco com o garoto sem camisa a sua frente – Sim, eu prefiro ficar aqui no meio de todos esses livros e junto com Logan.

– O que você vê nesse garoto? – Alice pergunta irritada – Passamos o dia inteiro tentar conversar com você, passar cinco minutos ao seu lado e a única coisa que faz é olhar para esse garoto idiota e sorri.

– Ei, assim você me humilha – Digo sorrindo ironicamente, nem um pouco preocupado com a reação das duas.

– Por favor? – Alice implorava para Dylan.

– Tudo bem – Ele disse sorriram – Você ficará bem?

– Acho que ele já é bastante grandinho para você se preocupar com ele – Alice disse puxando Dylan, mas ele correu até mim e entregou o livro.

– Obrigado pela tarde incrível – Ele piscou para mim e sorri para ele – Esse é um presente meu para você – Ele me entrega o livro “Romeu e Julieta”, ali dentro havia alguma coisa – Abra em casa, espero que goste, apareço por lá a qualquer hora.

– Ei, o que tanto cochicham aí – Rachel grita irritada.

– Já vou indo – Levanto passando por Dylan que segura minhas mãos sem que ninguém perceba.

***************

Abri o livro devagar, um cordão de ouro estava ali, algumas escritas em um a pequena plaquinha e uma foto de Dylan e seu avô (Assim dizia a carta).

“ Caro Logan... O que dizer sobre você, como um garoto consegue ser tão lindo assim, admito que me encantei desde a primeira vez que coloquei meus olhos em você, aquele garoto jogado embaixo de uma árvore e discutindo com a mãe, tenho certeza de que se mudar foi difícil, e em algumas atrás, o garoto que estava decepcionado ganhou o maior presente do mundo, sabe qual o nome dele “Logan Cooper”, espero que supere toda essa mudança, eu irei te ajudar, você daqui em diante é meu protegido, estarei ao seu lado sempre, ah, e você deve estar se perguntando o que é esse cordão, irei explicar, alguns meses atrás meu avô me entregou ele antes de se mudar para China, ele me dera dois desse e me disse o seguinte “Esse daqui você irá presentear uma pessoa importante, uma pessoa importante, que você ame acima de tudo”, e encontrei essa pessoa, a alguns dias atrás nunca pensaria em dizer isso “Estou apaixonado por um garoto”, isso me assusta um pouco, mas você é diferente, espero que tenha gostado de meu humilde presente.

Com todo amor do mundo, Dylan ♥

Me sentei na cama e passei a mão pelo cordão, ele era tão lindo, coloquei o cordão em meu pescoço e caí no sono.

***********

– E então, como foi sua tarde? – Digo me jogando na cama, eu estava mandando vários áudios para Dylan, meu whatsapp estava lotado de mensagens com seu número.

– Um pouco cansativa – Ele respondeu, ele havia entrado no quarto enquanto eu sorria igual a um bobo – Já te contei que suas irmãs são um grude – Ele senta na poltrona do outro lado do quarto e sorri.

– Agradeça a Deus por não ter que suportá-las vinte e quatro horas por dia – Digo sorrindo.

– Vai ir hoje a escola? – Ele pergunta me olhando.

– Claro – Digo me levantando e percebo que estava apenas com uma samba-canção, não havia mais nenhuma peça para cobrir o resto de meu corpo, na hora me senti corar.

– UAU!! – Escutei Dylan dizer baixinho e me olhar – Acho que deveria ficar mais tempo assim – Ele continua e jogo uma das almofadas nele.

– Fica quieto, Idiota – Digo escolhendo rapidamente a roupa e correndo para o banheiro,

– Assim você me ofende – Escuto ele gritar.

– Oh, Me desculpa bebê – Digo saindo do banheiro e indo até Dylan, aperto suas bochechas ele sorri.

– Só com uma condição – Ele diz e sorri, eu sabia o que ele queria, e foi naquele momento que o puxei para mais perto de mim e o beijei, ele mordeu meus lábios e sorriu – Agora sim, eu te desculpo. Só mais uma coisinha – Ele disse sorrindo – Se for sempre assim, eu deixo você me ofender mais vezes – Ele me beija e logo me solta quando Rachel abre a porta do quarto.

– Logan Cooper!! – A menina gritava e quando viu Dylan ao meu lado se acalmou, claro, ela não queria parecer uma doida varrida na frente do menino que estava afim – Pode me dizer onde escondeu meu celular.

– Eu não o peguei – Digo irritado – Petter e Alex sempre fazem isso e o idiota aqui leva toda a culpa.

– Da última vez ele estava em seu quarto!! – Dessa vez ela gritou, ignorando a presença de Dylan ali, algumas pessoas que caminhavam em frente nossa casa olharam imediatamente para a janela.

– Eles colocaram lá – Digo sorrindo ironicamente.

– Tudo bem, engraçadinho você... agora dá pra parar de mentir e me entregar logo a droga do meu celular – Ela disse e revirei os olhos.

– Ele não está mentindo – Dylan disse e no mesmo momento olhamos para ele – Eu estou com ele aqui a bastante tempo – Ele mentia muito bem, e fazia aquilo por mim – Mas se quiser procurar por todo o quarto, vejo que Logan não se importa, não é mesmo? – Ele me olha e mesmo sem entender nada daquilo concordo.

– Tudo bem – Digo sorrindo – Vou para a escola com Dylan, os pais dele vão me dar uma carona – Quando acabo de dizer a frase a menina me olha incrédula.

– Você vai co-com... – Ela começa a gaguejar e Dylan sorri.

– Sim, eu o convidei, algum problema? – Ele olhou para a menina que sorriu sem graça, claro que havia um problema, ela queria ir no meu lugar.

– Não, quer dizer... sim – Ela olhou para Dylan que apenas a encarou com um sorriso no rosto – Poderia ter convidado a mim ou Alice, mas olha quem levou, o mais feio de nós todos – Ela diz me fazendo sorrir – Nem olho claro ele tem.

– Não me importo com a beleza, eu me importo com caráter – Ele diz e minha vontade naquela hora era de beijá-lo e sair pulando de alegria, Rachel ficou sem graça – E parece que muitos nessa vizinhança não o possui – Aquilo foi como um tapa na cara de Rachel, ela ficou calada e Dylan me puxou para fora do quarto.

– Muito Obrigado – Digo sorrindo sem graça, eu não merecia aquilo, ele me ajudou e eu não sabia o que dizer – Eu, não sei como agradecer.

Ele me apertou contra a parede e me beijou, um beijo calmo e delicioso, suas mãos seguravam meu rosto e seus dedos faziam cosquinhas em minhas bochechas, aquilo era a melhor coisa do mundo, não podia sair dali.

– Ai Meu Deus!! – Uma voz vinda escada nos assustou, era Thalia, ela nos olhava com um sorriso no rosto, Dylan sorriu sem graça, nunca ele esperaria aquilo – Que coisa mais fofa vocês dois – Ela disse e Dylan arregalou os olhos – Mas será que vocês não pensam, nossos pais estão lá embaixo e o resto de nossa família também – Ela disse nos chamando com um sinal.

– Thalia, eu juro, que se você interromper mais um beijo meu com Logan eu jogo você escada a baixo – Dylan diz e me olha – Thalia, vai na frente, quero que faça um favor, por Logan e por mim também.

– Qualquer coisa – Ela diz animada.

– Rachel está no quarto de Logan, lembra onde é? – O menino pergunta e ela sorri.

– Foi lá que tive a melhor visão de minha vida – Ela sorri e olha para mim – Acho desnecessários você andar com camisa por aí, Logan.

– Se você já o achou bonito sem camisa, imagina ele só de cueca – Dylan disse vermelho e Thalia nos olhou boquiaberta – Não fizemos nada demais, até agora – Ele sorriu e dessa vez que ficou vermelho fui eu.

– Dylan !! – Digo o olhando.

– Tudo bem, vamos voltar ao assunto anterior, quero que fique falando com ela e diga uma coisa quando ela reclamar sobre o celular perdido – Ele diz e sorri – Diga que está no quarto de Petter e Alexander, entendido.

– Sim, Senhor – Ela diz sorrindo – O que não faço por meu lindo irmão.

Depois de Thalia sair, Dylan e eu fomos até o quarto de Alex e Petter.

– O que estamos fazendo aqui? - Pergunto e ele tira o celular de Rachel do bolso de sua blusa.

– Você o escondeu aí, mas por que? – Pergunto o olhando.

– Estava no seu quarto, e eu não queria que você tivesse mais problemas – Ele disse e escondeu o celular no guarda roupas do garoto.

– Você é Demais, sabia? – Digo o beijando – Agora vamos, seus pais devem estar nos esperando.

Ao entrarmos no carro Dylan sorriu. O Carro deles era idêntico a do meu pai, uma BMW, só que a deles era de um azul escuro perfeito, enquanto a do meu pai era preta. Depois de quase meia hora chegamos a tal escola, Claremont High School, ela era gigante.

– Como vou me acostumar a isso tudo? – Olho para um enorme gramado em frente à escola, todos nos olhava.

– Será complicado – Thalia me olha – Se já é difícil se mudar para uma nova escola, imagina aparecer no primeiro dia com o garoto mais popular de todo esse lugar, e ainda por cima ser o seu Amor Secreto.

Olho para Dylan que sorri, algumas garotas que passavam por ele sorria e faziam charme para ele, o que me deixava com ciúmes. Ele sorriu para mim antes de sairmos do lugar.

– Logo, você se acostuma – Ele disse segurando minha mão rapidamente e a apertando – Estou aqui com você.

E a cada passo eu sentia os olhares em mime e a cada segundo eu me lembrava da frase dita por Thalia,” Se já é difícil se mudar para uma nova escola, imagina aparecer no primeiro dia com o garoto mais popular de todo esse lugar, e ainda por cima ser o seu Amor Secreto”, eu me apaixonei pelo garoto mais desejado da Claremont e eu sabia que passaria muita raiva com isso, ele atraía os olhares de todas as garotas, mas eu tinha algo que todos eles não tinham, o amor dele e isso valeira que qualquer coisa.

– Você deu o cordão para ele – Thalia disse sorrindo para um grupinho de meninas e olhando em meu pescoço – Ai meu Deus!!, Dylan, você é a coisa mais fofa do mundo – Thalia disse beijando a bochecha do irmão e parando repentinamente, segui seu olhar e vi o garoto que vinha em nossa direção no final do corredor, uma garota abriu o seu armário ao meu lado e pude me ver no espelho colocado ali, meu cabelo estava um pouco desarrumado e meus olhos castanhos estavam mais claros, um pouco laranja com vermelho. A minha blusa branca se balançava com a brisa que passava por ali, minha calça jeans preta combinava com meus sapatos preto e branco. No caminho Dylan disse que eu era a coisa mais fofa que ele já vira.

– Quem é ele? – Pergunto a Thalia e vejo o olhar assassino que Dylan lança para o garoto.

– O garoto que Dylan deu uma surra alguns dias atrás – Ela sorri – Ele ficou com a ex-namorada de Dylan, eles tiveram uma tremenda briga e agora se odeiam mais do que nunca.

– Ora, ora!! – O menino loiro de olhos azuis diz, em momento algum olhou nos olhos de Dylan, seu olhar estava fixo em mim, o que me deixava muito desconfortável – Como se chama??

– Logan Cooper – Digo e o silêncio toma o corredor, todos olhavam em nossa direção – Algum problema?

– Deixa ele em paz, Ethan!! – Dylan disse ficando cara a cara com o menino, Ethan levanta as mangas da blusa e acerto um chute em sua perna, o menino cai gritando no chão.

– Não chega perto dele!! – Gritei e o menino me olhou assustado – Está me entendendo, não me importo se serei expulso ou não por bater em idiotas igual a você, eu não ligo nem um pouco pra isso, eu só te peço uma coisa, deixe Dylan e Thalia em paz, Dylan já te deu uma surra a alguns dias e penso que seria muito feio para sua reputação de merda levar outra. Agora levanta daí - Puxo o garoto pela gola e jogo contra a parede, aqueles olhos azuis suplicavam para eu soltá-lo, mas eu apenas sorria, um sorriso que assustava a mim mesmo – Você me entendeu?

– E-Eu entendi – O garoto gaguejava, aquilo era tão bom, retribuir tudo que Dylan fez por mim em apenas em alguns dias que eu estava na cidade, as garotas e garotos que estavam em volta de nós sorriam e por alguns segundos vi o sorriso no rosto de Dylan, e vi que tudo aquilo era melhor do que parecia, eu precisava me beliscar para ver se acordava daquele sonho.

– Quero que fique de joelhos e prometa que nunca – O menino olhava para o chão envergonhado e então levantei a cabeça dele e virei para a minha, ele me olhou nos olhos – Está entendendo, NUNCA!!, mais vai chegar perto de algum de nós – Digo olhando para Dylan que apenas sorriu e mexeu a sobrancelha de um jeito bem... sexy e Thalia apenas acenou para o garoto.

O menino se ajoelhou a nossa frente. Àquela hora todos que estavam ali filmavam toda a cena, a maioria ria que chegava a sair lágrimas dos olhos.

– Vai, Rápido!! – Grito irritado – Não temos o dia todo.

– Eu prometo – O garoto disse irritado.

– Agora podemos ir – Seguro Dylan e Thalia pelos braços e os puxo junto comigo, todos ali sorriam e batiam palmas em uníssono.

– Ei, espera – Dylan voltou, pegou um copo cheio de suco no copo de uma garota, que apenas sorriu em vez de reclamar – Isso foi por você ter gritado com ele – Dylan foi até o menino que ainda estava ajoelhado ele abriu o copo rapidamente, Ethan tentara sair mais o suco foi jogado em sua cabeça e sujara toda sua blusa verde e sua calça branca de um roxo que seria difícil de ser limpo.

Dylan andou até mim com um sorriso no rosto e colocou o braço em volta de meu pescoço sorrindo, como “bons amigos” fariam. Thalia apenas sorriu e piscou para mim.

– Bom trabalho, Senhor Cooper – Dylan disse sorrindo – Caramba, eu já te disse que te amo.

– Um milhão de vezes – Digo sorrindo – Mas dizer Eu te amo nunca é demais.

– Eu te amo – Ele disse e me beijou, aproveitando que o corredor estava vazio.

– Vão para um quarto – Thalia disse e nos separou – O sinal irá bater daqui dois minutos e até chegarmos a nossa sala.

– Qual é a nossa sala? – Pergunto sorrindo e de repente o corredor estava cheio, pessoas falando ao mesmo tempo, algumas gritando, era irritante aquele tanto de gente.

– Quarto andar – Thalia disse e me assustei – Lá te informaremos melhor.

Ao chegar no quarto andar todos me olharam, o vídeo da briga já havia se espalhado. Entro na sala, Dylan se senta e quando vou em sua direção uma garota ocupa o lugar. Ela se jogava em cima dele e sorria, um sorriso tão falso quanto a de bonecas idiotas que são vendidas para crianças.

Sentei em uma mesa sozinho e de repente uma garota se senta ao meu lado, ela era linda, os cabelos ruivos caídos sobre o ombro, os olhos azuis era lindos, não mais que os de Dylan. Ela puxou conversa e falamos sobre vários assuntos.

– Prazer em conhecê-la...– Digo sorrindo e a olhando, não fazia ideia de seu nome.

– Ah – Ela sorri e se apoia em meu ombro – Meu nome é Ellie – Ela diz e me dá um beijo na bochecha, Thalia que estava na carteira a frente à olhava com um olhar amedrontador.

– Me chamo, Logan – Digo – Prazer em conhecê-la – Digo sorrindo.

– O prazer é todo meu – Ela sorri e segura minhas mãos.

– Meu nome é Dylan – Dylan aparece ao lado da menina, ele me olha e o ciúme em seu rosto é visível, Thalia sorri da carteira a frente – E espero que saia daqui em dez segundos.

A menina levantou e olhou assustada para Dylan, ele apenas sorriu e apontou para o lugar onde estava sentado a alguns segundos atrás.

– Obrigado – Ele sorri – Há um lugar vazio ali – Ele olha para seu antigo lugar e sorri, ele me olha, ele vira o rosto e encara a menina novamente – Espero que se divirta, e tenha um ótimo dia.



Notas finais do capítulo

Gostaram??
Comentem PFV



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Amores Secretos" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.