Elemental Warriors escrita por Yure


Capítulo 7
7 - Contato com o inimigo parte 1


Notas iniciais do capítulo

Dois capitulos no mesmo dia (hj eu tava inspirado). Boa leitura



Bem, eu poderia dizer que meu dia começou bem essa manha. Mas eu estaria mentindo. Para começar eu fiquei um dia inteiro fora de casa e minha mãe brigou comigo por causa disso. Depois eu acabo me envolvendo em uma briga na rua por causa de um pedaço de papel. Como um pedaço de papel pode começar uma briga? Bem, quando esse pedaço de papel é dinheiro as pessoas acabam brigando. E agora eu poderia estar descansando, mas não. Estou em uma sala fechada com agua nos meus pés. Essa sala na verdade é uma piscina de ginásio que K fechou a tampa e me deixou preso aqui enquanto a piscina enche.

–- Eu já te disse. Você vai aprender a controlar a agua. – A voz de K gritava de fora da sala – Se não conseguir a agua vai subir ate te matar afogado, e o melhor disso tudo é que a culpa não vai ser minha.

–- Cala a boca! E como a culpa não vai ser sua?! Isso é homicídio!

–- Para de reclamar e se concentre. Você tem que ser um com a agua.

–- Como eu vou me concentrar?! Eu posso morrer aqui!

–- Então eu sugiro que se concentre. Se você conseguir deixar a agua sobre seu controle ela não vai te matar afogado.

–- Seu assassino! – A agua estava na altura dos meus joelhos. Tentei me concentrar mas estava em pânico. – Concentre-se, concentre-se. Deixe a agua sobre seu controle. – eu dizia para mim mesmo.

–- Ei! Eu vou dar uma volta por ai pra comer alguma coisa, não morra até eu voltar.

–- Idiota! Esta tirando minha concentração! E as pessoas normais não podem te ver como você acha que vai comer? Você é um espirito, um espirito assassino!

–- Bye. – Eu escutei os passos dele se afastando. Eu estava sozinho correndo risco de vida, meu pânico aumentou.

Passaram-se uns cinco minutos. Eu ainda estava no mesmo sem nenhum progresso. A agua estava na altura do meu peito.

–- Droga! Eu vou morrer aqui!

–- Ethan? – Eu escutei a voz de Leah do lado de fora. Nunca fiquei tão feliz em ouvir uma voz antes. – Porque você está dentro de uma piscina fechada?

–- Leah! Eu preciso da sua ajuda!

–- Voltei – A voz de K falou. Porque esse espirito assassino tinha que voltar agora? – Nada ainda. Você é muito inútil. Ah, olá.

–- Olá – Leah respondeu – Você é um espirito elementar também?

–- Sim, eu sou K o espirito da Agua.

–- Leah! Não faça amizade com esse demônio da agua!

–- Ethan? Você ficou preso?

K explicou para ela todo meu treinamento. Enquanto isso eu não conseguia me concentrar a agua estava no meu queixo.

–- Isso não é um pouco trivial? – Leah perguntou depois de ouvir a explicação de K.

–- Talvez. – Ele respondeu.

Eu respirava fundo. Parei de prestar atenção na conversa dos dois e tentei mais uma vez me concentrar na agua. Apaguei todos meus pensamentos e só escutava o som da agua. Ela terminou de subir e preencheu meu rosto todo. Prendi a respiração e continuei me concentrando. Por um momento uma pontinha de pânico voltou “concentre-se” eu dizia para mim mesmo. “Deixe a agua sobre seu controle!” Prendi a respiração até não aguentar mais, por um momento eu achei que iria morrer ali. Mas... eu estava respirando. Respirando pesadamente, porem já era um bom começo. Parei de me concentrar e a agua voltou a me afogar. “Tenho que sair daqui” Eu pensei. “Tenho que deixar a agua sobre meu controle” Me concentrei o máximo que pude. E relaxei meus músculos. Eu podia sentir a toda a agua a minha volta como se fosse uma extensão do meu corpo. O próximo passo era a fazer subir, e eu consegui. Uma explosão de agua abriu a tampa da piscina e subiu até o teto do ginásio. Molhou o ginásio inteiro isso incluindo K e Leah.

–- Muito bem garoto – K me ajudou a sair da piscina – Você finalmente completou o básico do básico. Agora nos vamos para o mais difícil.

–- Leah. Me desculpa por isso. -- Ela somente sorriu.

–- Não se preocupe com isso. Eu vou me secar e já volto. – Ela saiu.

–- O que você quis dizer com básico do básico?

–- Você jogou agua em mim também eu não mereço um pedido de desculpas?

–- Você não está molhado e responda a minha pergunta.

–- Acha que isso é suficiente? O treino ainda está só começando.

Leah voltou com roupas diferentes, como ela conseguiu roupas tão rápido? Resolvi deixar para lá.

–- Ethan! – ele veio correndo – Eu não sabia que você era o guerreiro da Agua.

–- Não? Mas eu achei que você sempre soube... Eu sou o guerreiro da Agua. Zero.

–- Guerreira do Ar. Spark. – Ai uma coisa que eu não sabia, mas já desconfiava.

–- Por isso no dia em que nos conhecemos você disse que era segredo...

–- Isso mesmo.

Nós decidimos dar uma volta. Mas como K não podia ser visto pelas pessoas nós parecíamos um casal normal aos olhos dos outros. Pensar nisso me deixou envergonhado. Paramos em uma praça e tomamos sorvete. Eu e Leah conversávamos e K somente observava ou às vezes ele se distraia com alguma coisa.

–- Ah! Eu esqueci que tenho que fazer aquilo! – Leah disse de repente – Eu tenho que ir. Obrigada pelo sorvete Ethan.

Ela se despediu de mim com um beijo na bochecha, eu paralisei. E depois se despediu de K. Saiu correndo como se estivesse atrasada para algo importante. Bem, eu nunca parei para pensar no que será que ela faz o dia todo. E às vezes ela desaparece por alguns dias. Ela nunca me diz nada de sua vida pessoal então não tinha como eu saber.

–- Ei! Ethan acorde! – K me chacoalhava – Meu tempo no mundo real se esgotou eu tenho que ir.

–- Você nunca me disse nada disso. Você tem um tempo limite pra ficar aqui? Que ridículo – Foi a minha vez de dar o troco agora.

–- Ridículo vai ser o jeito que você vai ficar com o treino amanha. Até mais – Nesse momento eu desejei não ter falado nada. Mas já era tarde demais, se meu dia não era hoje com certeza seria amanha.

K desapareceu. E eu fiquei sozinho novamente.

–- Acho que vou para casa agora certo.

Era o que eu estava fazendo até... Sentada em um banco eu vi ela a garota Samantha da aliança da escuridão. E parece que ela me viu também.

–-Ei! – Ela acenou para mim sorrindo – Vem cá!

Eu meio sem escolha caminhei até lá. E me sentei ao lado dela. Cara, eu estava com medo.

–- Você é Samantha. Certo?

–- Sim e você é Ethan. Guerreiro da agua da nova aliança. – Ela sabia muito sobre mim o que eu achei estranho – Samantha Parker, guerreira da Luz. Angel. Aliança da escuridão.

Ela se levantou e mantinha o sorriso no rosto.

–- Então, Ethan... Eu estou sozinha aqui há algum tempo, você se importaria de dar uma volta na praça comigo?



Notas finais do capítulo

Espero que tenham gostado e deixem seu comentario (nota padrao essa, presente em todos os capitulos), mas deixem seu comentario e aguardem o proximo cap.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Elemental Warriors" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.