Elemental Warriors escrita por Yure


Capítulo 23
23 - Vitoria e desespero


Notas iniciais do capítulo

Boa Leitura!!!



Ela finalmente olhou para mim depois de algum tempo. A cara que ela fez foi estranha, até chegou a ser engraçada. Se eu não estivesse com dor poderias der dado risada.

–- Seu rosto!

–- É eu sei.

–- Está fazendo o que aqui? – Leah perguntou se levantando.

–- Eu já disse. – Ela respondeu

Leah fechou o rosto, Evan se levantou. Jeremy sorria e eu vi algo que me deixou extremamente surpreso, Claire estava ajudando Apple a se levantar.

–- Ethan, venha aqui. – Samantha me chamou e eu fui.

Ela chegou com o rosto perto de mim, eu fiquei nervoso com a possibilidade dela roubar outro beijo meu como da ultima vez. Ela tocou meu rosto que doeu. Doeu mais, e continuou doendo cada vez mais forte. Fiz uma cara de dor e ela abriu um sorriso. Então a dor parou, eu não sentia mais o corte, apesar de ainda não enxergar com o olho danificado. Meu corpo também parecia que havia acabado de acordar de uma boa noite de sono e estava disposto para uma próxima luta.

–- Pronto. Mas não consegui curar seu olho.

–- Meu olho?

Passei a mão em meu rosto e levei um susto quando não vi mais o corte. Ela demorou um pouquinho para se afastar e me olhava nos olhos. Então se afastou.

–- Você demorou a chegar Sam – Jeremy disse.

Ela não disse nada. Eu olhei para ele.

–- Jeremy, por acaso você...

–- Cala a boca Larsen. Agora que você está curado eu posso fazer outro corte. Mas dessa vez vai ser um que não vai adiantar ser curado.

Eu dei um sorriso.

–- Samantha... – Eu comecei, mas ela me cortou.

–- Pode me chamar de Sam. Se você quiser é claro.

–- Sam. Você poderia me fazer um favor? – Perguntei – Por favor, ajude os outros que estão feridos.

Ela assentiu. Mas voltou até mim, fiquei nervoso novamente, mas ela beijou somente a minha testa. Leah bufou. Erick estava caído e Trevor estava de pé.

–- Ah, é... Porque fez isso?

–- É um beijo de boa sorte. Não gostou?

–- Não é isso é que... Ah deixa pra lá.

Ela sorriu e foi em direção aos outros, Jeremy respirou fundo. Eu me preparei novamente para lutar, agora que meu corpo estava normal novamente, Leah apareceu do meu lado, Apple também. Trevor observava sua irmã, mas Erick já se mexia no chão.

As lutas contra os guerreiros híbridos haviam acabado. Somente Claire estava de lado e não ajudava nenhum dos lados. Quando perguntei a Apple ela disse que fez uma aposta, caso ganhasse a luta a garota deveria deixar a Aliança da Escuridão, não sei como ela aceitou essa aposta. Mas Claire caiu primeiro então ela perdeu a aposta.

Agora eram somente três deles contra cinco de nós, já que Erick já estava de pé novamente. Fate somente observava e mudava de posição algumas vezes onde estava sentado.

–- Tudo bem – Jeremy disse – Nós tentamos derrubar vocês e o numero aumenta. Acho que devemos ser mais objetivos.

–- Evan – Fate o chamou – Chegou a hora.

–- Certo.

Evan respirou fundo, eu comecei a sentir uma enorme pressão de poder em cima de mim, era quase do mesmo jeito que Charlie irradiava no meu sonho.

–- Eu o adverti a não usar muito seu poder porque ele não tem muito controle – Disse Fate – Afinal, para ele é o hibrido dos dois elementos mais adversos.

Eu não entendi no começo, então minha ficha caiu, mas não acreditava que algo assim poderia ser real, a entendi o que Fate quis dizer quando disse que ele não tem muito controle.

–- Evan Develin. Guerreiro Hibrido, Luz e Trevas.

Todos olharam surpresos, menos Claire, Jeremy e Samantha que aparentemente já sabiam.

–- Ethan... – Apple me chamou os outros também me olhavam esperando.

Respirei fundo. E assumi minha posição de luta, os outros também fizeram o mesmo.

–- Você é mesmo muito corajoso Larsen – Jeremy disse com um tom brincalhão – Mas de onde vem tanta confiança?

–- Eu tenho que provar algo para alguém – Respondi.

Fate suspirou.

–- Você me lembra muito o K. – Ele disse.

De algum modo isso não fazia eu me sentir melhor. Porque de tantas pessoas eu tinha que ser logo semelhante a ele?

Quando a luta começou a divisão foi a seguinte. Samantha e Leah ficaram com Evan, Apple e Erick com Trevor e eu no mano a mano com Jeremy. Mas as duas garotas ficaram com o mais forte no momento.

Jeremy não me deixava prestar atenção na luta delas então tudo o que eu pude fazer era me concentrar em minha luta e acreditar nelas. Ele então começou com seus ataques de sombras, senti novamente a mão me enforcando. Congelei o chão. E cerrei os punhos, a mão de sombra já havia tirado meus pés do chão. Já estava perdendo o ar, entoa um punho de gelo apareceu do chão congelado. Fiz o movimento de um soco para o alto e o punho imitou. Jeremy pulou para trás e a mão soltou minha garganta.

Lutar contra sombras era muito irritante.

Evan também fazia a mesma coisa que ele, mas fazia a mesma que Samantha e até os dois juntos. As duas estavam com problemas, as flechas de Sam eram todas desviadas e os ataques de Leah não funcionavam.

Erick e Apple estavam na vantagem, Trevor somente se defendia enquanto os dois atacavam em conjunto. Mas mesmo assim eu ainda não tinha visto o poder do Guerreiro do Metal e sabia que não era pouca coisa.

Claire tirava seus amigos da área de combate.

–- Vamos mais uma vez Ethan. – Jeremy disse colocando a mão no chão.

Mais uma vez eu senti uma mão me agarrando, mas dessa vez foi no meu braço, senti meu braço sendo puxado, fui atirado longe e dei de costas com uma parede. Vi dois olhos vermelhos brilharem no chão então uma enorme serpente de sombras saiu do chão em minha direção. Ela aparentemente abriu a boca que dava duas vezes o meu tamanho, eu por impulso soltei gelo da mão que misteriosamente a congelou e ela então desapareceu com um brilho, deixando somente o gelo no chão.

Jeremy e os outros olharam sem entender. Até mesmo Fate olhou em entender, mas depois arregalou um pouco os olhos e deu um sorriso como se tivesse entendido.

–- Interessante... – Foi a única coisa que disse.

Jeremy se recuperou e começou a vir para cima de mim novamente. Foi então que me lembrei de algo que K fez uma vez, mas que eu não havia conseguido nesse tempo. Agora seria a hora perfeita para ter sucesso.

Fechei os olhos e imaginei o gelo. O imaginei tomando forma, corpo, braços, pernas... E quando abri os olhos vi que tinha conseguido, fiz um clone de Ethan Larsen de gelo, parecia que alguém havia me esculpido no gelo em tamanho real. Eu o olhei e ele olhou para mim. Era somente um, na minha memoria K conseguiu fazer quase vinte clones dele.

–- O que é isso? – Erick perguntou do meio de sua luta – Desde quando você faz isso Ethan?!

–- Acho que desde hoje.

Jeremy andava com mais duas serpentes de sombra em cada um de seus lados. Ele não pareceu muito surpreso comeu clone de gelo. As cobras avançaram.

–- Você da conta disso para mim? – Perguntei ao clone e ele acenou com a cabeça.

Fui direto para cima de Jeremy enquanto o outro Ethan lutava com as cobras sombrias. Cobri meu braço de gelo a avancei nele, ele esquivou, mas o soco raspou em seu rosto. De relance eu vi Leah no chão e Samantha avançava como um monstro em cima do garoto que estava sem reação, ela não estava com o arco na mão, mas tinha círculos de luz que ficavam rodando em volta de seu braço, não sabia o que era aquilo e nem tive tempo para descobrir.

Jeremy estava ficando cansado, talvez usar demais seus poderes o cansavam, mas eu também já estava ficado cansado. O clone de gelo exigiu muito de meu corpo. E ele estava lutando bem melhor que eu, ele desviava e acertava as serpentes. O lugar onde ele tocava as congelavam, mas então uma das sombras o acertou arrancando brutalmente seu braço fora. Senti um frio na espinha, poderia ser meu braço ali. Ele então tocou o chão com a mão que restava, varias lanças de gelo saíram do solo perfurando as duas serpentes simultaneamente e elas então desaparecendo.

“Ele é mais esperto que eu”, pensei.

Desviei de um ataque de Jeremy, ele também desviou de meu contra-ataque, tentou me atacar com as sombras, mas eu as congelei. Não sabia que podia congelar sombras, bem isso não parecia ser possível. Bati minhas mãos uma na outra e então a agua começou a cobrir o garoto, alguns segundos depois ele estava dentro de uma esfera gigante de agua, eu pretendia deixar ele lá até ele se afogar, mas vários braços, não braços humanos, mas sim vários braços que mais pareciam tentáculos de sombras, eles saíram pela esfera e a estouraram, Jeremy caiu e ficou tossindo tirando a agua dos pulmões.

Eu vi que Trevor já havia sido derrotado e Evan ainda recebia ataques sem piedade de Samantha, não sei quando ela se tornou tão forte, mas lutava de igual para igual com o segundo Guerreiro mais forte, o garoto que só perdia para Charlie.

“Ela vai roubar o titulo de mais forte dele assim”, pensei comigo.

–- Já chega Jeremy?

–- Não fique tão convencido Larsen. Ainda não acabou.

Ele se levantou, eu já estava quase esgotado, logo não conseguiria mais usar meus poderes, mas ele ainda resista. E ainda usava seus poderes. Ataquei, mas meus movimentos já estavam começando a ficar lentos novamente com o cansaço. Eu rebatia os golpes dele com agua, usar o gelo exigia mais de mim. Escutei um barulho alto, algo como uma explosão e uma forte luz brilhou um pouco distante de mim. Então vi Evan caindo de joelhos. Samantha estava parada na frente dele e os círculos de luz desapareceram, suas roupas estavam com manchas vermelhas de sangue e rasgos, ela estava um pouco machucada e com algumas marcas de queimado. Ela então disse algo que entendi como “o segundo mais forte, grande porcaria...” Leah já estava de pé ao lado dela.

Eu e Jeremy continuamos lutando eu estava usando o mínimo que podia de meus poderes, mas ele continuava me atacando com as sombras, eu já não conseguia desviar e recebia vários ataques. Ele já mostrava sinais de estar cansado. Sua resistência já estava sendo forçada ao limite. Mas ele ainda tinha a vantagem.

As sombras me agarravam e me jogavam para todos os lados. Quando tentava me levantar era lançado para outro lugar, as quedas sem parar estavam acabando com as minhas costas. Quando ele finalmente parou eu estava caído sentado encostado em uma parede, com o rosto sangrando e as roupas esfarrapadas e rasgadas. Meu olho bom já via as coisas embaçadas. Vi umas poças de agua que ficaram espalhadas logo após minha tentativa de afogamento. Pensei em algo. Essa era minha ultima cartada.

–- Quem está sorrindo agora Larsen? – Ele provocou.

–- Pode rir agora, mas vamos ver quem vai rir por ultimo.

–- Você vai ver logo...

Fiz a agua avançar contra a perna dele o derrubando de cara no chão. Ele demorou um pouco para se levantar devido ao cansaço de usar seus poderes.

–- Que tentativa desesperada Ethan.

–- Muito – Concordei – Pelo menos te deixei onde queria.

Ele não entendeu até ver onde eu estava olhando, ele estava dentro da poça de agua. Juntei toda força que eu tinha em meu corpo e me levantei, ele tentou sair, juntei toda minha força para congelar a agua, mas somente consegui congelar uma parte onde estava seus pés. Fiz uma postura de boxe.

–- O que é isso?! – Ele tentava puxar seus pés, mas não conseguia talvez por estar fraco demais.

Eu com um esforço consegui sorrir. Então forçando meus músculos que já estavam doendo comecei a dar socos no ar como em um treinamento. A agua em volta dele fazia o mesmo, e depois de dezenas de socos de agua com força total em seu corpo o gelo em volta de seus pés descongelou e ele caiu para frente, derrotado. Eu caí de joelhos.

–- Ótimo truque Larsen... – Ele disse – Você...venceu.

Ele apagou.

Meus amigos já estavam a minha volta e me ajudaram a levantar. Sam curou meus ferimentos, mas eu ainda me sentia cansado. Eles também pareciam estar em seu limite.

Fate suspirou.

–- Eu sinceramente tinha fé nesses garotos. Mas... – Ele desapareceu.

Nós ficamos atentos, ele então apareceu no chão.

–- Quando quer algo bem feito faça você mesmo. Eu não levava fé nesse ditado, mas parece que é isso que aconteceu aqui hoje, vou ter que chegar a barreira por mim mesmo – Ele coçou a nuca meio sem jeito – Então, vocês ainda vão defende-la?



Notas finais do capítulo

Espero que tenham gostado, é isso ai, vlw e até a proxima



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Elemental Warriors" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.