Elemental Warriors escrita por Yure


Capítulo 24
24 - A real intenção de Fate


Notas iniciais do capítulo

Boa Leitura!!!



Meu primeiro pensamento foi:

“Estamos completamente ferrados”

Se Fate vai tentar chegar a barreira, nós teremos que defende-la, mas isso parecia impossível. Ele era terrivelmente forte, isso eu descobri por conta própria, eu não aguentava mais lutar, se continuar assim eu logo vou morrer por cansaço físico. Nós éramos quatro contra um, mas precisaríamos de um exercito somente para ter esperanças. Acho que somente K e os outros conseguiriam combate-lo.

“Espera! K e os outros!”

–- Então... – Fate avançava devagar – Vocês vão ficar no caminho?

Novamente os outros me olharam esperando eu dar uma ordem, como se eu fosse o líder, e isso me dava muita pressão, mesmo assim olhando para o rosto deles eu sentia que deveria agir como líder.

–- Nós vamos defender a barreira –Eu disse.

Os olhares agora eram assustados, ou como se eu fosse louco por enfrentar Fate. Mesmo assim eu tinha que fazer isso, tinha que pelo menos atrasa-lo.

–- Temos que segura-lo.

Eles resistiram por uns segundos, mas então assentiram. Todos já estavam preparados para uma luta suicida contra o Guardião das Trevas.

–- Vocês vão resistir? – Ele perguntou, ninguém respondeu então ele suspirou – Tudo bem, acho que vou ter que tirar vocês do caminho então.

Nós começamos a atacar, o que é claro, foi tudo em vão, ela conseguia bloquear todos os ataques não interessam quais eram ou a força ou velocidade que tinham. As sombras dele eu não conseguia congelar. Quando nós estávamos tentando recuperar nossas forças ele também parou de avançar e fitava o céu. Percebi que ele não atacou somente se defendeu até agora, não sei se isso era bom, ou ruim. Mas tinha um mal pressentimento sobre isso.

–- Nossa, faz tempo desde minha ultima batalha – Ele disse sorrindo – Vocês até que são bem fortes, mas... – Ele cerrou os punhos – Vão ter que me esforçar mais para chegar ao meu objetivo.

Ele abriu as mãos. E eu senti novamente aquela força que me atingiu quando ele foi me visitar no meu treinamento no Reikai. Eu e todos os outros voamos até a parede do mini forte onde ficava o selo da barreira. Ele continuou avançando devagar, eu rapidamente me levantei.

Uma sombra pulou sobre mim, e correu até ele, eu percebi que era meu clone de gelo sem um braço. Ele começou a batalhar com Fate, em vão, já que esquivou de seu golpe e quando o tocou as sombras o envolveram e o explodiram de dentro para fora, meu clone simplesmente se transformou em uma pilha de destroços de gelo.

Senti novamente um frio na espinha. Esse era o poder dele, pelo menos uma parte dele.

–- Nossa, meus poderes estão fracos.

Então ele continuou avançando, como se nada tivesse acontecido. Nós avançamos contra ele novamente, e mais uma vez ele desviou nossos ataques. Nem mesmo Samantha a nova segunda guerreira mais forte estava conseguindo. Nós só conseguimos o deixar parado sem sair do lugar por pelo menos um minuto.

“Cada segundo conta”

Ele mais uma vez nos jogou contra a parede, vinha andando devagar como se tivesse todo o tempo do mundo.

E isso continuou até ele estar a alguns metros da barreira, ele não nos atacou somente nos atirava contra a parede. Eu perdi a conta de quantas vezes fui atirado na parede nesse dia, minhas costas já estavam nos últimos suspiros, se continuasse assim logo eu não ia mais me levantar. Bem minhas pernas já estavam fracas e minhas costas doíam muito.

Me levantei novamente. Ele parou.

–- Tudo bem. Eu já estou cansando de fazer isso.

Ele tocou a mão no chão. “Mais serpentes não”, pensei. Para minha alegria não era serpentes, mas eram meio que caveiras. Caveiras negras feita de sombras, enquanto uma fumaça escura ficava saindo do chão em volta delas e elas tinham os olhos vermelhos,. Era assustador e eram muitas.

–- Caveiras... Eu queria algo maior, mas tudo bem pode ser caveiras – Ele reclamou.

Agora pelo menos os inimigos eram mais fracos que Fate. Bem, cada um deles tinha a força equivalente a de Jeremy, mas eles era fracos contra a luz, e nós continuamos apanhando feio, muito feio era como lutar contra vários Jeremys de uma vez. Pelo menos a Guerreira mais forte presente aqui estava os afastando e neutralizando algumas.

Eu no momento estava lutando contra uma, apesar delas terem a mesma força do garoto elas não tinham a mesma esperteza nem a mesma habilidade. Seus golpes eram lentos comparados ao dele, uma você conseguia enfrentar, mas se juntassem varias a sua volta você já era.

Consegui derrubar a que eu estava lutando, mas logo outra se juntou e mais uma em seguida. Já eram duas. Eu estava contra a parede não tinha como recuar, então fiz o menos inteligente e ataquei, ela recebeu o ataque, mas não machucou muito, tentou me atacar e eu bloqueei, então a outra me atacou e não tinha desvio, fui acertado em cheio. Logo a outra também me atacou nas pernas e me derrubou. Eu estava caído ao chão com dois monstros a minha volta e chegou mais um logo após, enquanto outras esperavam na fila caso essas fossem derrotadas.

–- Ethan! – Alguém gritou, mas não decifrei de quem era a voz.

As caveiras avançaram. Então lanças de gelo começaram a se formar a minha volta, eles chegaram a uma altura de pelo menos três metros de altura me deixando do lado de dentro e as caveiras do lado de fora.

–- Será que eu...

Estava prestes a acreditar que havia sido eu, entretanto quando vi o gelo ele era mais escuro que a cor normal, parecia um azul escuro como o céu a noite. E eu podia ver sombras fundidas a ele.

–- Ei – Alguém me chamou do alto.

Quando olhei para o alto dei de cara com Claire. A garota parecia estar bem, e ela havia acabado de salvar minha vida.

–- Porque salvou minha vida? – Perguntei sem acreditar.

–- Não sei. Achei que era o certo a se fazer.

–- Você era a minha inimiga há até alguns minutos atrás.

–- Mas graças a sua amiga eu sai da aliança. Pode deixar as perguntas para depois?

Ela pulou da pequena plataforma de gelo em que estava e caiu ao meu lado.

–- Voce sabe que não pode enfrentar Fate não é? Está tentando fazer o que?

–- Atrasa-lo – Eu disse meu plano sem me preocupar com nada.

–- Hum... Você acha que ele ainda não percebeu?

–- Eu sei que ele percebeu, mas ele parece não se importar. Então eu também não vou.

–- Tudo bem, agora é o seguinte...

O gelo já estava rachando, logo as caveiras o destruiriam.

–- Você consegue usar seus poderes? Vamos precisar deles. Então sugiro que se prepare, eu vou abrir a passagem e nós atacamos.

–- Você vai me ajudar? Vai ir contra Fate?

–- Eu acabei de me decidir e quero ficar ao lado de Apple Morris – Ela corou – Então isso significa que eu estou do seu lado agora, pelo menos por enquanto. Agora chega de perguntas, nós não temos tempo.

Ela abriu a barreira de gelo e imediatamente as caveiras já seguiam em nossa direção, eu comecei a usar meus poderes de gelo, a congelavam e as destruía em seguida, Claire os congelava e eles imediatamente já quebravam sem ela tocar neles. Queria fazer isso também. Nós limpamos o caminho até o resto dos meus amigos. E agora estávamos todos juntos novamente.

Os Guerreiros juntos eram mais poderosos. Agora o jogo estava quase a nosso favor, isso se os soldados de Fate não fossem tão fortes, nós já estávamos nos cansando, mas eu estava conseguindo ganhar tempo, entretanto não ia ser o suficiente. Alguém poderia se machucar.

–- Fate! Porque você não me mata de uma vez?! – Gritei, provavelmente era algo muito estupido a se fazer, mas eu precisava fazer isso.

As caveiras pararam de atacar.

–- O que disse Ethan?

–- Você escutou o que eu disse? Está fraco demais para me matar diretamente?! – Gritei novamente.

Ele fez sinal para as caveiras se afastarem, mas não as fez desaparecer como eu achei que ele faria. Bem ele era uma pessoa esperta, nunca cairia em um truque tão bobo.

–- Tudo bem Larsen, se você quer que eu te mate eu posso fazer isso. Mas não pense nem por um momento que você vai se sacrificar pelos outros, eles vão morrer logo após você, isso incluindo você também Claire. Eu não pretendia matar vocês, mas já que você insiste.

Ele fez um sinal com a mão, um pequeno tentáculo de sombras veio até mim eu alta velocidade, eu não tive tempo nem para pensar em me esquivar, acho que me acertou em cheio, o ataque era talvez dez vezes mais forte do que os das caveiras, eu poderia ter morrido, a verdade é, eu não sei como eu sobrevivi a esse ataque.

–- Ethan! – Leah gritou.

Abri os olhos, eu estava caído no chão e meu corpo não se mexia, e a parede ao meu lado estava destruída.

–- Nossa... Eu errei o alvo -- Fate disse sem graça – Minha mira ficou ruim depois desses anos.

–- Merda... – Eu consegui dizer, cara ele errou a mira e ainda sim acabou comigo.

–- Bom dessa vez eu acerto Larsen.

Mais três tentáculos saíram do chão. Agora eu acho que era meu fim, ele fez três somente para garantir a minha morte. Ele fez o sinal tipo “avante”. E eu somente me preparei para a morte.

–- Não! – Samantha gritou.

Achei que era meu fim, mas eu ainda não tinha morrido. Fiquei com medo de abrir os olhos.

–- Ah, você – Fate suspirou.

Eu então abri os olhos. Os tentáculos estavam a minha frente congelados. Pensei em Claire, mas acho que ela não teria força suficiente para isso, então...

–- Ah, moleque, você é muito idiota não é? – Uma voz conhecida falou.

–- Finalmente chegou... Seu desequilibrado... – Minha voz estava ficando fraca.

K estava um pouco melhor que eu, mas estava todo ferido e queimado. Os outros três também chegaram, Ariahnna, Wave e Fang. Sam veio curar meus ferimentos os outros vieram a minha volta.

–- Bem Fate, e agora você vai continuar? – Ariahnna perguntou – Caso diga que sim nós teremos que para-lo.

Fate suspirou.

–- Acho que talvez na próxima – Ele puxou Jeremy e os outros Guerreiros pelas sombras – Tenho que levar esses garotos embora agora. Mas, vocês já estou sabendo do que está por vim certo? Acho que essa guerra aliviaria a situação.

–- Ou pioraria – Ariahnna disse – Mas casa isso aconteça mesmo nós vamos dar um jeito.

Ele abriu um tipo de portal de sombras. Algo muito estranho, eu ainda desconhecia os poderes dele, e ele agora ia simplesmente embora? Acho que sim já que ele estava colocando os garotos um por um dentro do portal. E do que ele e Ariahnna estavam falando?

–- Parece que vocês venceram novamente. Eu não teria força para enfrentar vocês quatro e sabia disso, o que fiz aqui foi mais um teste – Ele disse caminhando para o portal – Larsen, você tem muita sorte, mas eu não acho que ela seria útil contra o que está por vim. Claire, Samantha, vocês escolheram o lado o qual querem ficar, a partir de agora eu também verei vocês como inimigas.

–- Larsen – Jeremy acordou – Na próxima vez eu te mato, certo?

Eu ainda não estava entendendo a situação, mas assenti.

–- Nós nos veremos novamente, em breve eu suponho – Fate disse antes de entrar no portal e desaparecer.

Então tudo acabou. Eu já podia me mexer novamente graças a Samantha, K e os outros estavam ajudando os feridos, as caveiras de sombras desapareceram assim que seu criador também desapareceu.

–- O que aconteceu aqui? – Perguntei.

–- Ele não tinha poder o suficiente para enfrentar nós quatro – Ariahnna explicou – Então achou melhor desistir. E pelo visto ele se preocupa com seus Guerreiros também. O plano dele era nos manter ocupados na luta contra os gêmeos enquanto ele atacava por terra, mas acho que ele sabia que ia falhar, ou como ele disse antes, ela estava somente fazendo um teste. Do que eu não sei, ninguém nunca sabe os meios daquele homem. Mas por hora posso dizer que ele não vai atacar novamente.

–- Certo...



Notas finais do capítulo

é isso ai. No proximo capitulo é o capitulo final u.u vai ser a minha primeira fic terminada entao espero que gostem vlw e até a proxima!!



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Elemental Warriors" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.