Elemental Warriors escrita por Yure


Capítulo 19
19 - O Começo da Batalha


Notas iniciais do capítulo

Boa Leitura!!!



O Guardião das Trevas estava sentado no telhado de uma casa a nossa frente, ele nos olhava com certa curiosidade. Eu podia ver um leve sorriso em seu rosto. Ele estava muito confiante. Mas será que ele veio pessoalmente nos enfrentar.

–- O que foi Larsen? – Ele me perguntou – Você sobreviveu ao meu ataque, parece que eu o subestimei. Mas não importa...

–- Você não vai chegar à barreira! – Erick gritou.

–- Não vou? Eu não estaria tão certo disso. Apresentem-se meus guerreiros.

Quatro guerreiros que deviam ter a minha idade apareceram das sombras. Então eu percebi que foi os quatro que eu vi em meu sonho. Os que estavam conversando com Fate dentro da sala.

O primeiro deu um passo a frente. Era um garoto. Ele tinha cabelos pretos curtos e olhos verdes, mas não um verde normal como os de Leah, o dele era um verde fluorescente, como se estivesse brilhando. Vestia uma calça preta e uma jaqueta sem camiseta.

–- Joseph Green, Guerreiro Hibrido, Ar e Trevas, codinome Vacuum.

Fate criou guerreiros híbridos, fundindo o elemento deles com Trevas.

Uma garota deu um passo a frente. Ela tinha o cabelo longo e preto. Seus olhos eram azuis, mas um azul opaco e cinzento, o olhar dela era calmo, porem era como se ela estivesse analisando o jeito que me mataria na luta. Ela vestia saia e uma meia-calça e botas tamanho médio. Ela usava uma camiseta branca e um moletom preto fechado. Não sei porque, mas ninguém exceto Apple estava vestido para combate.

Antes mesmo dela se apresentar eu já sabia qual era seu elemento

–- Claire Walker, Guerreira Hibrida, Agua e Trevas, codinome Atlante.

O próximo era outro garoto, ele estava com um sorriso confiante no rosto. Seus cabelos eram castanho-claros, e seus olhos também, uma cor normal, para variar. Ele usava uma bermuda preta e uma camiseta regata marrom.

–- Edward Fhei, Guerreiro Hibrido, Fogo e Trevas, Blaze.

Eu podia sentir que esse garoto era perigoso somente de olhar para ele. E Fogo e Trevas poderia ser uma combinação muito destrutiva.

O ultimo vestia um moletom cinza com capuz e calças jeans. Tirou o capuz, eu levei um susto. Era uma garota, seu cabelo era longo e verde, sim, o cabelo dela era verde como uma folha de arvore. Ela era a guerreira da Natureza então deve ser por isso, mas o meu estava branco então eu não tinha muito o que discutir. Seus olhos também eram verdes da mesma cor de seus cabelos

–- Kayla Fray, Guerreira Hibrida, Terra e Trevas, Viper.

–- Muito bem – Fate disse – Agora é a vez de vocês garotos, sejam educados e se apresentem.

Erick suspirou, deu um passo a frente e aderiu sua postura de luta.

–- Erick Castle, Guerreiro do Fogo, Pyro.

Todos os outros fizeram a mesma coisa que ele.

–- Apple Morris, Guerreira da Terra, Quartz.

A Guerreira sombria da Terra deu um sorriso.

–- Leah Sanderson, Guerreira do Ar, Spark.

O garoto Joseph a olhou de baixo para cima, eu queria dar um soco em seu rosto, mas então eu lembrei que teria essa oportunidade logo. Encarei todos os guerreiros malignos, e depois me voltei para Fate que estava com um sorriso confiante e me observando. Fiz a minha postura de luta.

–- Ethan Larsen, Guerreiro da Agua, Zero.

Claire franziu as sobrancelhas. Fate mudou a posição em que estava sentado.

–- Muito bem. Essa batalha é pela conquista da casa logo atrás deles, vocês devem ser capazes disso – Fate disse para os seus “soldados”.

–- Certo, Lorde Fate – Joseph respondeu – Matem todos.

Assim que ele disse a batalha começou. Quatro contra quatro, mas eu sabia que Fate tinha algo por trás disso, e ele ainda tinha mais guerreiros para lutar por ele. Trevor, Samantha, o garoto que vi em meu sonho Evan, e também Jeremy. Ele provavelmente está mandando seus guerreiros mais fracos primeiro e guardando os mais fortes para depois. Enquanto isso K e os outros devem estar lutando com os gêmeos, Aylin e Yang.

Nossas lutas estavam um contra um. E não, não estávamos lutando contra nosso próprio elemento. Já que o garoto Edward veio correndo para cima de mim. Enquanto eu me defendia de seus ataques de fogo vi as outras lutas. Apple lutava contra Claire, Erick contra Joseph e Leah contra Kayla.

Me concentrei em minha luta. Ele estava com duas bolas de fogo nas mãos se preparando as lançar contra mim, mas antes disso as bolas aumentaram de tamanho e começou a queimar em um fogo negro.

–- Desapareça da minha frente Zero!

Eu já sabia que se algumas daquelas me acertasse poderia ser muito problemático. Ele as lançou com uma imensa velocidade. Tive somente o tempo de encher meus braços de gelo e me preparar para o impacto.

Meus olhos se fecharam quando as bolas me tocaram, senti meu corpo queimando, principalmente meus braços, e voei alguns metros.

–- Ethan! – Alguém gritou meu nome.

Quando abri meus olhos estava no chão e uma faixa de fogo vinha rastejando em minha direção. Rolei para o lado quando ela passou e bateu em uma parede. Levantei rapidamente. Minhas roupas estavam chamuscadas e meu corpo estava doendo.

Os braços de Edward queimaram com o fogo negro. Ele correu até mim com os braços pegando fogo, eu ainda estava me recuperando do seu primeiro ataque. Seus socos eram rápidos, mas não tão rápidos quanto as coisas aleatórias que K lançava em mim. Mesmo assim meu corpo ainda estava doendo e minha visão estava um pouco embaçada. Hesitei em defender seu soco, pois seus braços flamejantes poderiam me queimar se eu os tocasse. Recuei de esquivando de seus ataques e dei de costas com uma parede. Eu estava cercado. Ele continuava tentando me acertar com golpes normais, mas estava ficando cansado.

Ele então deu um salto para trás e encheu suas mãos de fogo. Era uma bola de fogo tamanho triplo da que me acertou antes.

–- Ethan! Saia dai! – Erick gritou.

–- Não é como se eu quisesse ficar aqui! – Respondi.

Ele veio correndo em minha direção. Edward soltou a bola de fogo, escutei uma imensa explosão seguida de mais queimaduras em meu corpo. Assim que voltei a mim Erick estava parado a minha frente com os braços na posição de X na frente do rosto. Ele defendeu o ataque e salvou a minha vida.

–- Deixa de ser um albino fracote Larsen. Fica com o garoto do Ar que eu fico com esse.

–- Certo. Ah... Valeu Erick. Você salvou minha vida.

–- Não se acostume com isso mané.



Notas finais do capítulo

É isso ai... Vlw por acompanhar e até +



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Elemental Warriors" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.