Elemental Warriors escrita por Yure


Capítulo 17
17 - Do passado para o presente


Notas iniciais do capítulo

Demorei um pouquinho pois estava atualizando minhas outras fics



Ela tocou minha testa com o dedo indicador

De repente eu estava em um lugar diferente. Era um parque, um playground. Varias crianças brincavam e seus pais as olhavam de longe. Tinha duas crianças brincando na areia, uma era um garoto, tinha cabelos pretos e grandes olhos azuis, vestia uma camisa vermelha e um short preto. Parecia ter uns sete anos. Eu o reconheci, seu nome era Ethan. Porque eu estava me vendo no passado?

Estava brincando na areia com uma garota, ela parecia mais velha. Eu não a reconheci. Tinha cabelos levemente azulados, isso mesmo ela tinha cabelos azuis. Seus olhos eram purpura. Ela vestia um vestido comum branco e usava uma pulseira prateada no braço esquerdo, percebi que eu também estava usando uma. Percebi minha mãe me olhando do lado de fora enquanto conversava com outra mulher.

Nós estávamos fazendo castelos de areia com potes de plásticos.

–- Ei Ethan – A garota me chamou – Você tem areia no rosto.

Ela tirou a areia do meu rosto com as mãos. Meu pequeno rosto ficou vermelho de vergonha.

–- Obrigado, Charlotte.

Espera! Eu, isso quer dizer que eu a conhecia, ela era alguém que eu conheci na minha infância? Mas porque eu não me lembrava de nada disso?

A garota sorriu. Ela levantou o pulso mostrando a pulseira.

–- Você também está usando – Ela apontou para a minha pulseira.

–- Claro – Eu sorri de volta – Afinal nós somos melhores amigos.

Ela virou mais um punhado de areia que criou outra parte do castelo.

–- Sabe, Ethan, eu pensei em algumas coisas. Nós somos melhores amigos, e eu acho que quem sabe quando crescermos nós... Bem, nós dois... Uma igreja... Um vestido branco e um terno preto... Uma casa... Crianças correndo.

Meu pequeno rosto ficou vermelho novamente, acho que até o meu grande rosto estava vermelho agora. Eu não me lembrava de sequer de um detalhe desse dia, não me lembrava de quem era aquela garota e nem do que aconteceu com ela.

–- É-é-é-é c-claro, C-Charlotte – Eu estava gaguejando e suando.

–- Então vamos fazer uma promessa, se caso nos separarmos no futuro, nunca tire a pulseira então assim nós vamos nos rever de novo. Certo?

–- Certo.

Minha visão mudou.

Eu estava em uma praça. Uma praça que não reconheci, mas eu parecia gostar muito de lá. Eu vestia calça jeans, uma camiseta branca e uma jaqueta de couro. Ainda estava com a pulseira no braço esquerdo.

–- Demorei muito – Uma voz falou

Era ela, usava um saia uma camiseta vermelha e uma jaqueta. Estava deslumbrante, seus cabelos azulados estavam perfeitamente arrumados. Nós caminhamos durante algumas horas conversando, mas eu percebi que a sua expressão estava um pouco diferente do normal, como se ela estivesse preocupada com alguma coisa, alguma coisa haver comigo. Então foi quando ela me conduziu, me levou até uma rua que estava vazia. Eu estava encostado na parede, ela me encarava chorando.

–- O que foi? – Perguntei

Ela não disse nada, somente me beijou. Mas assim que nos separamos ela começou a chorar ainda mais.

–- Ethan. Tenho que te contar uma coisa.

–- O que é? – Eu já estava ficando preocupado.

–- Nós não podemos mais ficar juntos.

Eu não entendi no começo, mas parece que ela estava me dando um fora. Não tinha algo mais por trás disso.

–- Eu não entendo – Eu disse também começando a chorar, bem eu tinha talvez doze anos na época, e rompimentos nunca são fáceis.

–- Eu não posso te explicar. Mas eu tenho que fazer algo, então eu vou ter que ir embora e não vou mais voltar.

–- Por que? Porque Charlie?

Ela tocou minha testa com o polegar como se estivesse gravando suas digitais em minha cabeça.

–- Guerreira do Universo, Chaos. Dez segundo depois da minha partida você não vai mais se lembrar de quem eu sou – Ela fez uma pausa para chorar – Eu apago todas as memorias que você tem de mim. Adeus, Guerreiro da Agua, Ethan Larsen. Eu te amo.

Ela me beijou e então desapareceu. Eu chorei triste por exatos dez segundos, depois disso minha visão escureceu. Quando acordei já estava de volta na casa de Nellie enquanto ela tirava o dedo de minha cabeça. Eu fiquei calado por alguns segundos tentando montar as peças do quebra cabeça em minha mente.

–- Esse é o motivo de você não se lembrar dela. Para você não sofrer depois que ela fosse embora ela apagou todas as memorias que você e também sua família tinha sobre ela.

–- Eu entendi. – Eu disse ainda tentando compreender tudo isso que eu vi. – Então ela era a minha primeira namorada, mas era a Guerreira do Universo. Então ela não podia ficar comigo, pois imagino que os Guerreiros do Universo não podem fazer isso. Mas mesmo assim para não me fazer sofrer depois que ela partiu ela apagou minha memoria em relação a ela. Mas então porque ela agora está do lado de Fate?

–- Não sei. Nos tempos antigos os Guerreiros do Universo não lutavam. Na ultima grande guerra havia três deles, mas nenhum lutou. Mesmo que somente os três poderiam acabar com a guerra sozinhos. Essa foi uma lei criada pelo Guardião do Universo, o responsável pelos guerreiros. Eu não sei o porque dessa lei ser quebrada, ou se ela ainda existe, mas se fosse pela lei, ela não poderia participar dessa guerra.

–- Uma lei?

–- Dizem que ele criou essa lei, pois o universo não interfere no destino das pessoas. O universo é apenas o local onde vivem e tudo a sua volta. Nunca interfere nos assuntos dos Guerreiros. Então se ela está na terra só a duas alternativas. Ou essa lei foi quebrada, ou então algo mais está acontecendo que requer a atenção do homem que não interfere em assunto nenhum.



Notas finais do capítulo

Próximo cap. A batalha finalmente vai ter inicio. Deixem seu comentário e aguardem o proximo



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Elemental Warriors" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.