Elemental Warriors escrita por Yure


Capítulo 16
16 - Revelaçao


Notas iniciais do capítulo

Boa Leitura!!!



Quando acordei estava deitado em uma cama macia. Eu me sentia assustado, com frio e com fome. Estava em uma sala pequena com as paredes branca, o teto era cinza e o chão era de madeira, tinha uma janela, mas minha visão não conseguia focalizar nada fora dela, via somente manchas pretas, azuis e vermelhas. Tinha uma porta de madeira na sala, e um barulho estridente do lado de fora da porta. Tinha neblina na sala. A mesma neblina que ficava no meu quarto quando eu acordava.

Aquela mulher...”, pensei.

–- Você está aqui novamente. Seja bem vindo

Uma voz falou, eu tinha certeza que era a voz dela. Minha testa esfriou quando ela falou. Virei-me com presa para direção da voz e a vi.

Ela parecia ter vinte anos. Tinha cabelos brancos como neve e sua pele era morena. Os olhos eram azuis gelo, ela usava um vestido azul da mesma cor que seus olhos. Conforme ela andava neblina saia de seu corpo. Ela chegou perto de mim o ar ficou denso e frio

Eu fiquei surpreso, ela sorriu calmamente.

–- Hã... – Foi o que consegui dizer – O-oi – Eu estava com vergonha, é claro.

–- Olá.

Eu me levantei. Percebi que era um pouco difícil andar, meu corpo estava um pouco pesado, era como se fosse algum tipo de gravidade. Dei dois passos e cai. Ela me segurou.

–- Calma – Ela me disse – Andar aqui é um pouco complicado para quem não está acostumado.

–- Onde estou? – Perguntei.

–- Em minha casa.

Ótimo, foi uma bela explicação, o que me lembrou de um certo alguem. Resolvi não perguntar por detalhes.

–- Quem é você?

–- Eu sou Nellie.

Certo, mais uma explicação vaga. Ela agia igual a K. E isso me irritava apesar de não conseguir me irritar com ela.

–- Nellie... Por que estou aqui?

Ela olhou para a janela, parecia pensativa. Não sei se ela estava conseguindo enxergar algo. Só de olhar para lá minha cabeça começava a doer, ela não parecia ter problemas com isso.

–- Eu preciso falar com você.

–- Falar comigo.

–- Sim, é sobre seu sonho.

Meu sonho? Eu me lembrei do meu sonho. Aquela garota, Charlotte, seu rosto era familiar, mas eu não conseguia me lembrar de nada. Tentai recorrer as minhas memorias, mas minha cabeça doeu, doeu muito. Eu gritei de dor, minha cabeça parecia que ia explodir. Nellie correu até mim e aninhou minha cabeça em seu corpo. Ela esfregava meu cabelo. Seu corpo e suas mãos eram frias como gelo. Eu comecei a me acalmar e então minha cabeça parou de doer.

Então eu percebi que estar aninhado em seu corpo me deixava com vergonha. Rapidamente me afastei, meu rosto estava vermelho. Ela sorriu carinhosamente.

–- Qual o problema?

Ela estendeu os braços me chamando. Eu admito que aquilo era realmente bom, mas minha vergonha falava mais alto. Por fim, eu acabei indo para seus braços novamente. Era um pouco estranho, mas seu corpo frio me acalmava mais do que um corpo quente de um humano normal.

–- Você disse que tinha algo para me falar... E que era sobre meu sonho.

–- Se acalmou?

Eu fiz que sim com a cabeça. Ela abriu os braços e eu relutantemente me afastei. Isso mesmo, eu estava gostando de ter minha cabeça aninhada, mesmo que eu ficasse com vergonha.

–- Eu tenho duas coisas para falar para você – Ela disse, agora parecia seria – Você tem eu acho que no mínimo quinze dias no Reikai antes que Fate começa a invasão.

–- Quinze?

–- Sim. Mas o que vem agora é ainda mais serio. Se a guerreira do Universo estiver mesmo trabalhando com Fate, suas chances de vitória estão praticamente nulas.

Aquilo me atingiu como uma bala de um revolver. Se aquela garota é tão poderosa assim, isso quer dizer que tudo o que fiz até agora foi em vão? Quer dizer que todos nós vamos morrer? Eu comecei a ficar realmente com medo.

–- Porem, vocês ainda tem uma pequena chance.

Aquilo não me dava muitas esperanças, mesmo assim parecia ser melhor do que batalhar com a certeza de que a morte era certa.

–- Como?

–- O rosto dela era familiar, certo? – Eu não sei como ela sabia disso, mas assenti – Eu vou te mostrar porque você não consegue se lembrar dela.

–- Você quer dizer que... Eu a conheço?

–- Charlotte Morin. Vou te mostrar quem ela realmente é...



Notas finais do capítulo

Deixem seu comentario e aguardem o proximo cap.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Elemental Warriors" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.