You Have Me escrita por Rosé


Capítulo 16
Cuidados.


Notas iniciais do capítulo

Olá meus dengos. Como vocês estão? Me desculpem pela demora.
Aliás, estou sentindo saudades de alguns leitores, alguns comentários (cof, cof)
Eu ficaria bem mais feliz se as pessoas que estão acompanhado tirarem um tempinho para comentar. Enfim, obrigada por quem esta comentando, favoritando e etc.
Boa leitura.



Sasuke já perdera a conta de quantas vezes já passou a noite em claro — as muitas vezes que isso aconteceu foi por pensar demais em momentos tristes — algumas vezes ele pegava no sono, mas durava apenas algumas horas.

Sasuke simplesmente odiava dormir por conta dos pesadelos, que o assombravam desde da morte de sua família.


Essa era uma das madrugadas que ele passava em claro e em total silêncio. Tudo quieto a não ser pelo ressonar fraco da respiração da mulher ao seu lado, Sakura, sua mulher.

Uma hora e outra ela se remexia na cama, mesmo dormindo, ela ainda era agitada.

Sasuke já perdeu as vezes de quantas vezes ele ouviu ela falar enquanto dormia. Isso aconteceu na primeira vez que ele a observou dormir. E foi em uma missão, quando ainda eram genis. Tiveram que dormir os três no mesmo comodo da estalagem, e foi aí que Sasuke percebeu que além da Sakura falar pelos cotovelos acordada, ela ainda falava dormindo.

Ele achou graça na época, mas não disse nada. Escutar ela falar era mil vezes melhor do que ouvir o ronco do Naruto.

Um pouco mais tarde, quando estava quase amanhecendo, Sakura se remexeu e abriu os olhos, ela viu Sasuke em pé, olhando pela janela. Ele fazia isso quando não conseguia — e não queria — dormir, ficava lá olhando o horizonte, alheio a tudo que acontecia em sua volta.

Sakura desejava infinitamente fazer com que ele tivesse um sono tranquilo e cheio de sonhos bons todos os dias.

Sakura ergueu um pouco mais a cabeça pra olhar para o relógio que ficava na criado mudo ao lado da cama, ele marcava 05:30h da manhã.

Ela suspirou cansada, se sentando logo em seguida sobre os joelhos em cima da cama.

“Sasuke-kun?” Ela perguntou. Ainda estava meio escuro, então ela forçava a vista para poder enxergar melhor. Sasuke desviou a atenção da janela para ela.

“Eu te acordei?” Sasuke questiou, franzindo as sobrancelhas. Ele vestia apenas uma calça de moletom. Pelo visto, o frio que fazia durante a noite de Konoha, não o incomodava.

“Não.. é só que eu odeio acordar e ver que você não dormiu nada. Você precisa descansar.” Sakura argumentou, preocupada.

“Sakura, você sabe que eu não posso... Eu não consigo. Só de fechar os olhos já me dão um certo pavor.” Sasuke explicou-se, com a voz mais baixa do que de costume.

Ele caminhou em direção a cama e se deitou, acenou com a cabeça, em um claro sinal mudo de que ela deveria se juntar à ele.

Sakura se ajeitou e encostou sua cabeça no peito de Sasuke. Era reconfortante ouvir o som do seu coração martelando.

“Eu sei. Sinto muito. Queria poder tirar da sua mente essas memórias ruins e substituir só com lembranças boas.” Ela disse, depositando logo em seguida um beijo em seu peito.

Sasuke estava preste a responder quando sentiu uma pontada de dor nos seus olhos. Ele aguardou um pouco, essas pontadas estavam o incomodando há algum tempo, mas ele não quis dizer nada para não preocupar a Sakura.

Uma pontada mais forte o atingiu novamente, dessa vez ele não conseguiu segurar o gemido de dor. Sasuke pos as mãos em seus olhos. Seus olhos estavam ardendo.

Não conseguiu escutar mais nada e logo depois tudo escureceu de vez.

(xxx)

Assim que Sasuke despertou, se deu conta que estava em uma cama de hospital. Deu um suspiro de frustração. Sasuke odiava hospitais, isso era um fato.

Só ia para algum em caso de estrema emergência. Odiava a cama do hospital, odiava a roupa ridícula que o obrigavam a usar e principalmente odiava ficar parado.

O sol estava a pino, pode perceber isso através das cortinas na janela. Seus olhos já não doíam mais. Porém, ainda sentia incomodado com eles.

Quando estava levantando da cama para ir atrás de sua esposa e falar que já estava se sentido bem e que estava indo para casa, e que sentia muito — mesmo não sentindo nada — não ter comentado nada sobre as pontadas que vinha sentindo em seus olhos, ela entrou no quarto, lendo a prancheta que estava em sua mão.

Assim que pós os olhos em Sasuke e deduziu que ele estava levantando ela quase gritou “O que você pensa que está fazendo?!” Ela correu a o seu encontro, empurrando Sasuke de volta para cama.

Sasuke já iria reclamar quando ela levantou o dedo indicador e falou com um tom de voz que só ela sabia fazer quando estava irritada “Você está extremamente encrencado. Você poderia me explicar porquê diabos não me disse que estava com dor?? Hein? Eu, que sou sua mulher e acima de tudo, médica. O que você tem na cabeça, seu teimoso?” Sakura disse tão rápido que Sasuke demorou um pouco para entender.

Depois de meio segundo ele se pronunciou “Sakura, eu não queria preocupar você” Sasuke tentou se explicar, da forma mais calma possível. Ele estava rezando para que ela não quebrasse nada em sua cabeça.

“Wo, péssimo trabalho. Sabe como eu estou agora, Sr UCHIHA? PREOCUPADA.” Sasuke sabia que ela estava falando sério. Ela estava vermelha de raiva, isso era um sinal horrível

“Eu sinto muito, okay?” Ele continuou. “Eu juro que conto pra você até quando estiver sentindo dor no dedão do pé a partir de agora.” Sasuke falou. Ele não estava de deboche dessa vez.

Sakura ergueu a cabeça para encarar os olhos pretos de seu marido teimoso

Eles ficaram nessa guerra de olhares até a médica não aguentar e abraça-lo.

Era sempre assim. Era só ele usar esse olhar preto que ela entrava em pane.

Sasuke acariciou os cabelos dela e depositou um suave beijo em sua testa.

“O que aconteceu comigo?” Ele perguntou.

“Quase a mesma coisa que aconteceu no passado, você forçando demais seus olhos. Só piorou porque faz quase 5 dias que você não dormia pelo menos por umas duas horas. Eu tive que te sedar para que pudesse descansar direito” Ela explicou, olhando para ele debaixo. “Eu me preocupei, você apagou e tive que te trazer de casa até o hospital, pensei que fosse algo mais grave”

Sasuke suspirou frustado.

“Me desculpe. Eu não queria preocupar você.” Ele falou, olhando nos olhos verdes-preocupados de sua esposa.

“Eu sei. Só, não faz mais isso.” ela respondeu. “Agora que você acordou, eu vou ter que checar seus olhos com charkra. Vou ver como está a situação, se for que nem o de antes, como eu acho que esteja, você vai precisar passar por algumas sessões com charkra. Mas eu posso fazer isso em casa por você. Sei que você tem pavor de hospitais.” Sakura argumentou, ela ainda estava encolhida nos braços dele.

Sasuke lhe deu um pequeno sorriso.

“Eu vou fazer você dormir direito, custe o que custar.” Ela declarou

“Obrigado... Por tudo.”



Notas finais do capítulo

Espero que tenham gostado. Viu? Esse foi um capítulo maior.
Espero que comentem.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "You Have Me" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.