You Got Me Forever escrita por LS Valentini


Capítulo 16
Capítulo 12


Notas iniciais do capítulo

Estou amando os comentários!



Ele cuidadosamente abriu e começou a ler.

MT: Não... - mas ele parou pra pensar um momento. Um momento.

SB: Parabéns Mac - falei baixo- A Christine vai ter um filho seu.

P.O.V Lindsay

O plano até parecia uma boa até a MINHA parte chegar: Distrair o porteiro pro Adam pegar as gravações na sala de controle. Só podia ser brincadeira!

LM: Por que você não tenta pedir civilizadamente?- numa última tentativa.

JD: Porque eu já discuti com o porteiro 5 vezes em 1 mês, ele nunca vai me entregar de livre e espontânea vontade.

AR: Silêncio vocês duas!- ele exclamou- Vai Lindsay, sua vez.

LM: Mas como vou concluir minha “missão”?

AR: Você sabe o que tem que fazer... não se esqueça: pânico.

Eu fui até a portaria, andando rapidamente.

LM: Senhor, pode me ajudar?

XX: Claro, do que se trata?

LM: Eu fui assaltada...

XX: Onde?- ele já tinha ficado preocupado. Ótimo.

LM: Perto do apartamento 610... 620, eu não sei muito bem... dois homens encapuzados. - coloquei minhas mãos na cabeça, desesperada- Meus documentos estavam na carteira!

XX: Fique aqui- ele disse e saiu correndo indo até a escada, já que o elevador estava em uso.

LM: Não, eu faço questão de ir com o senhor.

Minha parte estava em 50% completa. Agora era a vez deles.

P.O.V Mac

Eu já devia ter lido umas mil vezes aquele papel. Ainda podia me lembrar dela saindo pela porta. Era como um adeus. E eu não queria me despedir.

Talvez o meu futuro com Stella não fosse pra existir, ou talvez fosse?

Como um homem de palavra, eu não deixaria Christine desamparada, Stella sabe disso.

Me restavam muitas perguntas... Mas, por que a Stella me entregou aquele exame, sendo que Christine estava grávida?

P.O.V Adam

Monitorar as câmeras é bem mais complicado do que se imagina, eu mesmo já estava meio perdido. E... FINALMENTE eu encontrei.

A gravação estava bem ruim, mas com uma limpada na imagem, tudo ia ficar nítido. Peguei a fita, coloquei no bolso e fui até a porta.

A maçaneta girou naquele exato momento, e eu tive que me esconder debaixo da mesa de controle, o primeiro lugar que eu achei.

Nosso plano estava por um fio.

P.O.V Stella

Sabe quando você tenta esquecer alguém que já te machucou muito, mas que não consegue pelo fato de fazer parte da sua vida? Pois é, meio complicado isso.

Eu peguei um pote gigantesco de sorvete na geladeira, me sentei no sofá, liguei a TV e acredita que filmes estão passando? Todos relacionados ao AMOR. E no fim tudo dava certo. É, só podia ser na ficção mesmo.

Mas, o que eu estava fazendo? Eu era uma mulher forte, e nada iria me abalar como nos últimos meses. Nada.

Eu tinha cansado de ser a "coitadinha" da história. Stella Bonasera estava de volta.

P.O.V Mac

Assim que me liberaram, não fui para meu apartamento, mas sim para o NYPD, antes de resolver meus problemas.

Eu passei somente poucos dias sem ir até lá e o resultado foi: Catástrofe. Milhares de relatórios precisavam da minha assinatura, amostras estavam sem identificação no laboratório... e principalmente, onde a Lindsay, a Jo e o Adam estavam?

P.O.V Lindsay

XX: Olha, não tem ninguém suspeito aqui...- e o porteiro foi em direção ao elevador, que por sorte, não estava em uso.

Eu não conseguiria detê-lo por muito tempo. Que o Adam tivesse conseguido.

P.O.V Jo

O Adam estava demorando demais, e a Lindsay deveria estar voltando, já que não mente muito bem, e o porteiro deveria ter desconfiado. Por isso saí do meu “posto” e fui até a sala de comando.

JD: Adam?

Não é possível que ele tivesse saído dali. Por isso procurei num lugar óbvio.

AR: Como você consegue?

JD: Eu sou uma detetive, com formação em psicologia criminal... você está agindo como um criminoso lembra-se? Esse é o local onde um ladrão se esconderia.

AR: Nem brinca... aqui está a gravação - e me mostrou a fita - Vou tirar uma cópia e devolver antes que percebam.

JD: Vai que eu ajudo a Lindsay.

AR: Porque não pode contar pra que essas gravações são tão importantes?

JD: Logo você saberá, eu prometo- e fomos saindo daquela sala minúscula, passando pela portaria silenciosamente quando...

XX: O que estão fazendo nessa área restrita?

AR: Nós?!

Que o Adam soubesse mentir muito bem.



Notas finais do capítulo

O que será que vai acontecer hein?