P.s.: Eu Te Amo escrita por Dreamy


Capítulo 8
Capítulo 8


Notas iniciais do capítulo

Hello people... novo cap. online... Aproveitem!



Capítulo 8 - Namorado

15/06/2023

Meus dias em Hogwarts estão contados, mais uma semana e vou embora para sempre deste castelo magico. É triste e ao mesmo tempo mal consigo suportar a ansiedade de sair. Estou nos jardins com Ian e Amy.  Estamos ficando mais juntos que o normal nessa reta final, aproveitando o fim das provas, o fim de tudo.

-Com quem você vai para o baile? – perguntou Amy.

-Luke Mcmillam. – respondi sem emoção.

-Eca um lufano. – exclamou Ian.

-Não foi esse que você namorou no quarto ano? – perguntou Amy.

-Namorou?  - disse descrente.

-Ok, exagero meu. Mas vocês tiveram um rolo não foi?

-Assim como você. – falei encarando o lago. – Eu sei que você e aquele amiguinho lufano dele também tiveram um rolo.

-É mais eu preferiria ir ao baile com um trasgo do que ir com um lufano. – se defendeu Amy.

-Não preferiria coisa nenhuma, mas afinal com quem você vai? – perguntei mudando o rumo da conversa.

-Com nosso querido Zabine. – disse ela sorrindo.

Foi ai que eu saquei que eles estavam muito próximos, eu e Amy sempre fomos assim, mas Ian estava perto da gente não por que estava acabando, estava perto da gente para ficar perto da Amy.

-Seus filhos de uma mãe. Vocês não me disseram que estavam juntos. Seus desgraçados. – eu disse rindo.

-A gente não ta junto.

-Você ta vendo coisa.

Eles disseram ao mesmo tempo e eu ri ainda mais.

-Já estão ate falando juntos. Que fofo...

-Cala a boca Hestia. Eu e o Ian vamos juntos como amigos.

-Ah ta. Ninguém vai ao baile como amigos. – eu disse dando ênfase no ‘amigos’.

-Quer dizer que você e o Mcmillam têm alguma coisa? – perguntou Amy.

-Não muda de assunto, é completamente diferente.  Vocês estão juntos desde quando?

-Desde que você consertou meu nariz. – respondeu Ian sob os protestos de Amy.

-Eu quero saber todos os detalhes. – disse para Amy.

Ela só balançou a cabeça, enquanto Ian ria comigo. Eu sentiria falta deles depois de Hogwarts, sentiria falta de tudo. De todos os momentos, bons, maus, felizes tristes, sentiria falta de absolutamente tudo.

-Eu vou deixar os pombinhos sozinhos. – eu disse me levantando e indo para o castelo.

Peguei meu diário – que eu carregava sempre comigo – me sentei no grande salão e como se fosse algo involuntário comecei a escrever...

...   ...   ...   ...   ...   ...  

15/06/2023                                                       15h25min

É engraçado como a gente reza todos os dias para acabar e quando isso finalmente esta acontecendo a gente se sente vazia. Eu queria saber como você se sente James. Se você se sente como eu ou não.

Você sempre me surpreendia em tudo, eu nunca sabia qual seria seu próximo passo com relação a nós dois. Era sempre com um frio na barriga, as famosas borboletas no estômago que eu me aproximava de você.

Eu adorava essa sensação, era a mais gostosa de todas. Eu ainda a sinto quando te vejo, mesmo sabendo que você não me pertence mais eu a sinto. E acho que sempre vou sentir. E como saber voar, você nunca esquece você pode ate evitar e pensar que não sabe, mas assim que pegar em uma vassoura volta tudo de novo.

Um sorriso bobo sempre se formava no meu rosto quando eu te via e ate hoje eu preciso me controlar para não parecer que tenho problemas mentais na sua frente, por mais que você não me olhe mais.

James o que eu mais queria era que você me olhasse novamente como você costumava me olhar. James eu...

Eu te amo.

P.S.: James eu ainda te amo tanto...

...   ...   ...   ...  

06/09/2022                                    

Quando cheguei ao meu dormitório passava das seis da manha e as meninas estavam dormindo profundamente. Peguei minhas roupas o mais silenciosamente que pude e fui para o banheiro.

Liguei o chuveiro e a agua quente pareceu clarear minha mente entorpecida.  Eu tinha deixado James dormindo na sala precisa e saído de fininho para não acorda-lo. “Ele é tão lindo dormindo”, pensei, me lembrando do que tínhamos feito.

Eu não me arrependia, mas não sabia o que iria acontecer, não sabia se tinha sido apenas uma noite de prazer para ele. Para mim foi muito mais que isso, mas eu não iria implorar por ele. Só me restava esperar e ver o aconteceria. Me sequei e me vesti e quando abri a porta dei de cara com Amy.

-Nossa que susto Amy. – eu falei para ela.

-Onde você estava? – ela perguntou baixo.

-Dormindo. – respondi sorrindo, pois o que eu menos tinha feito essa noite era dormir.

-Você esta com aquela cara de quem tirou o atraso e que o cara te levou ao delírio. – ela comentou. – Resta saber quem foi o cara.

-Ontem foi sexta-feira. – eu respondi.

-Eu sei e dai... – ela abriu a boca em compreensão e soltou um grito.

-Cala a boca Ammelyne . – eu disse sorrindo, a puxando para minha cama e fazendo um feitiço para que ninguém nos ouvisse.

-James Sirius Potter – ela esclareceu as próprias duvidas . – Eu não acredito, sua vadia, você transou com o Potter gostosão. Quero todos os detalhes. Os detalhes mais sórdidos.

Eu ri do tom dela e contei o que achei necessário, quando a sessão fofoca terminou ela foi tomar banho e depois descemos para tomar café. Isso lá pelas nove da manha.

Comecei a tomar meu café, tomando muito cuidado para não olhar na mesa da Gryffindor. Encarava minhas panquecas como se elas fossem a coisa mais interessante do mundo. Só deixei de encara-las quando Amy me deu uma cotovelada que sinceramente doeu muito.

-Que droga Amy que foi? – perguntei olhando de cara feia para ela.

-Olha pra lá. – ela sussurrou no meu ouvido olhando para a mesa da Lufa-lufa e eu segui o seu olhar. – Não pra lá sua burra. Pra mesa da Gryffindor.

Eu olhei e um sorriso bobo se formou no meu rosto quando percebi quem me encarava. James estava me olhando fixamente e piscou quando captou meu olhar. Então ele se levantou e veio na minha direção. Eu fiquei imóvel enquanto ele atravessava o salão e se sentava na mesa da sonserina ao meu lado me puxando e me beijando na frente de todos.

-Que porra é essa? – escutei Ian perguntar, mas não dei muito moral.

-Você não me acordou. –disse James no meu ouvido o que fez com que eu me arrepiasse dos pés a cabeça.

-Você precisava descansar. – respondi no mesmo tom.

-Vem comigo. – ele me puxou e eu o acompanhei, mas para meu total desapontamento ele não me levou para a sala precisa, mas sim para os jardins de Hogwarts.

Ele se encostou a uma arvore perto do lago e me deitou em seu colo, mexendo em meus cabelos. Passamos um bom tempo assim, ate que James resolveu falar.

-O que aconteceu ontem... eu quero que se repita sempre... não... ah... não que eu não quero que se repita... ao contrario eu...  – ele respirou fundo, como se estivesse clareando as ideias e continuou – o que eu estou tentando dizer é... quer namorar comigo Hestia?

-Você não acha um pouco cedo para isso? – perguntei. – Quer dizer, meio cedo para começar um namoro serio?

-Para mim só importa o que eu quero e eu quero você e se você me quiser não é nada cedo. Então você me quer?

Pensei por um momento... James foi meu melhor amigo, me conhecia melhor do que todos – ou quase – era um amante incomparável, me entedia. Mas um relacionamento sério entre nós? Será que daria certo? Resolvi jogar tudo pro alto e apostar minhas cartas nesse “relacionamento”.

Eu sorri, me levantei do colo dele e o beijei ternamente por estarmos com crianças a nossa volta.

-Isso responde a sua pergunta. – disse depois de terminar o beijo.

Ele me beijou de volta e ficamos assim o resto da tarde, apenas conversando, beijando e namorando...



Notas finais do capítulo

Reviews???