Depois De Nove Anos escrita por Morgana Salvatore


Capítulo 14
Capitulo 14





Pov/Edward

Eu estava muito ansioso nao via a hora de dar 4hrs. Minha mae so
ficava rindo da minha impaciencia, quando deu a hora eu quase corri
para o meu carro.
Cheguei na porta dá escola ainda faltava mais de meia hora fiquei
andando de um lado para o outro.
Varias perguntas rondavam a minha mente.
O que eu falaria com ele?
Como eu falaria?
Sera que ele iria me entender?
E se não entendesse?
E se ele fugisse como ontem?

As perguntas eram muitas eu estáva a ponto de enlouquecer, minha
cabeça doia de tanto que eu puxava o meu cabelo.
O tempo ia passando é eu conseguia ir me acalmando um pouco quando
aquele sinal tocou eu já estáva mais controlado.
De longe eu pódia ver o Antony vindo para a saída dá escola ele estava
acompanhado de alguns outros meninos.

Ele se despediu dos garotos e veio em minha direcao.

_oi Edward_ disse o Antony.

_oi Antony_ eu disse

Ficamos em silêncio Desconfortavel, eu não sabia o que fazer, ele
balancou a cabeça sorrindo torto (igual a mim) e foi ate o carro
entrou no banco do passageiro (eu nem lembrava de ter deixado o carro
aberto) resolvi fazer o mesmo que ele, já que ele que tinha tomado a
atitude.
Entrei no carro olhei para ele e perguntei.

_para onde voce quer ir?

_voce não pensou nisso antes?_ ele disse fiquei envergonhado por não
ter pensado nísso antes.
_Para falar a verdade não

_que tal o shopphing ?_ perguntou ele

_uma ótima idéia _ eu disse

Fomos o caminho todo em silêncio.
Quando chegamos ele parecia conhecer bem o lugar ele comandava o
passeio andamos por quase 2hrs compramos algumas coisa, conversamos
âmenidades, eu podia dizer que estavamos nós dando bem, mas sem
conversarmos sobre nos dois como "Pai e Filho",agora estavamos na
praça de alimentacao em silêncio.

_Antony acho que precisamos conversar_ eu disse tomando coragem

_eu acho que não_ele disse e bebeu um gole do milk shake dele

_voce sabe que precisamos.

_não precisamos não eu já sei da história toda minha mãe já falou
comigo eu não quero ouvir tudo de novo_ele disse
_Antony eu quero ocupar o lugar de pai na sua vida _eu disse

_e voce pôde, um dia, eu só não quero voltar ao assunto de quando eu
era criança e voce não me quis_ele disse e eu pude percebe que aquele
assunto machucava ele.

_eu sinto muito Antôny realmente hoje eu vejo o tamanho da burrada que
eu fiz _eu disse

_eu sei que sente.

_Se voce preferir eu posso ir embora e deixar voce em paz _eu disse
mesmo sabendo que aquilo me machucaria muito, mas enfrentaria qualquer
dor se fosse para ver meu filho feliz.

_eu não querro isso _ele disse

_eu não sei o que fazer_admiti

_podemos ser amigos e...

_eu quero ser seu pai _ eu disse cortando o que ele estáva dissendo

_e eu sei, e também quero ser seu filho, mas a gente nem se conhece
direito _ele disse

É eu tinha que admito ele estava sendo o adulto nessa conversa.

_então vamos ser amigos primeiro e eu espero um dia ser realmente
considerado seu pai_eu disse, sendo mais emocional do que nunca, mas
ele merece afinal ele e meu filho.

_ok .

Terminamos de lancha e voltamos a andar pelo sopphing e pelo que eu
percebi era o lugar que o antony mas gostava.


Ele me obrigou a comprar um presente para a mae dele eu nao soube
recusa sabia que a isabela nao usaria nada que eu desse para ela mais
aceitei comprar um colar para ela o Antony me ajudou a escolher ele
era realmente lindo.

Quando fomos para casa ja tinha passado das oito sabia que a isabela
iria falar mais eu nao me importava eu e meu filho tinhamos nos
entendido e estavamos nos dando bem era isso que importava.

Olhei para o lado aonde o Antony dormia , ele tinha caido no sono
durante o trajeto.

Assim que cheguei na casa da isabella estacionei o carro sai e fui ate
a porta do carrona abri, tirei o cinto de seguranca e peguei o Antony
no colo.

Toquei a campainha e a Isabela atendeu.


_o que houve com o Antony para ele estar no seu colo_ ela perguntou
visivelmente desesperada.

_nada ele so dormiu no caminho_eu disse

_me da ele que eu o coloco na cama_ ela disse

_nao isabella so voce me diser aonde e o quarto dele que eu mesmo
levo_ eu disse ela bufou mais mas me mostrou o caminho.


O quarto dele era bonito e super organizado era da cor verde bem claro
e tinha uns desenhos na parede tinha muitos brinquedos.


_tenho que mandar construir um quarto para ele na minha casa_ eu pensei alto


_pra que_ a isabela perguntou

_para quando ele for dormi na minha casa_ eu disse encarando ela


_isso nao vai acontecer nunca_ela disse e foi ate a cama aonde o
Antony ja estava deitado.


Ela se sentou na cama e comecou a tira as roupas dele , ela deixou ele
so de cueca e cobriu ele,se levantou deu um beijinho nele e saiu do
quarto fui atras dela.


_acho melhor voce ir edward ja esta tarde_ela disse


_isabella ele tambem e meu filho eu tenho direito de passar a noite
com ele na minha casa_eu disse

_edward voce mora em nova york_ ela disse


_e dai ele pode ir passar o final de semana comigo

_meu filho nao vai ficar iqual bolinha de pig pog de um lado para o
outro_ ela disse


_eu sei que ele ficar de um pais para o outro possa ser ruim mais eu
nao vou abondonar meu filho_ eu disse


_por que voce ja fez isso uma vez fazer denovo nao seria tao dificil_
ela disse e aquilo me doeu


_ eu nao vou deixar meu filho_ eu disse


Sai da casa dela fui ate meu carro e entrei coloquei o carro na
garagem e entrei dentro de casa.

Minha mae estava no sofa me esperando.


_e ai filho como foi?_ ela perguntou


_foi otimo mae _ eu disse me sentando ao lado dela


_voces conversaram e ai?_ perguntou minha mae, se existia alguem que
torcia para minha relacao com o Antony dar certo esse alguem era a
minha mae.


_nos demos muito bem _ eu disse

[cont....]



Notas finais do capítulo

postado tambem no meu blog.
http://ilovetwilightmyblog.blogspot.com.br/



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Depois De Nove Anos" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.