É Isso Ai! escrita por Tahii


Capítulo 4
Capítulo 3 - Problema sem Solução


Notas iniciais do capítulo

OOOOOOOOOOOOII *-*
~~le desvia de avadas e crucius
Eu sei que demorei, mas eu tenho uma bela explicação! Eu fui escrever o cap *umas quinhentas semanas atrás* e ai eu perdi ele inteiro, ou seja, eu fiquei put* da vida e não escrevi mais. Só fui tomar coragem e vergonha na cara hooooooooooooooje *-*
Mas aqui está, desculpem pela demoraa!
Espero que gostem!
E MUITO OBRIGADA MINHA SISTEEEEEEER LINDJA PELA RECOMENDAÇÃO PERFEITAAAAAAA ♥ Tiicii, sua linda ♥ Quem quiser imitar ela... Pode, viu? UHASUHASUHAS'' RUMO AOS 100 REVIEWS \Õ/



No capítulo anterior...

–Ia ser estranho. -Comentou ela assentindo para mim sorridente.

–O que? -Indaguei confusa olhando em seus olhos.

–Você namorar o melhor amigo do seu ex-namorado.


Capitulo 3:

Problema sem Solução


P.O.V Rose Weasley.

–Hã? -A olhei indignada por ter mudado de assunto tão repentinamente. -O que o Alvo tem a ver com isso? Não espera,what? -Ela pareceu pensativa por um instante, porém depois se distraiu olhando James, mas voltou sua atenção para mim novamente.

–Eu não acredito que a convivência não possa... Hum... Juntar vocês dois. -Afirmou e eu terminei de jantar tentando entender o que ela estava falando. -E Alvo por mais desinteressado na sua vida, ele ainda é o seu ex e Scorpius é o melhor amigo dele. Seria estranho se vocês ficassem juntos ou até mesmo o ataque que o tio Rony teria ao saber.

–Você está com sono, Dominique, essa é a explicação mais lógica que eu posso lhe oferecer. -Levantei-me e ela logo veio ao meu lado.

Começamos então a andar em profundo silêncio até o salão comunal da Grifinória. É claro que como em toda escola normal, nós vimos o Pirraça atrás de casais que estavam se agarrando pelos cantos escuros e também vimos alunos suspeitos andando sozinhos.

Chegando lá, todos estavam rindo e conversando como sempre. E isso me irritava. Todos sorridentes fingindo que o fato de estarmos quase entrando de férias e os N.I.E.M.s estarem chegando não importa. Fofocas, risadas e diversão, adolescente é uma coisa estranha mesmo.

–Quando eles repetirem o ano, eu vou dar uma risada mais alta do que as deles! -Resmunguei me jogando na cama e enfiando minha cabeça embaixo do travesseiro. -Falta um mês para acabar as aulas e ninguém está preocupado com as provas! São um bando de inúteis que se desesperam no último momento.

–Você está desesperada no último momento! -Disse Dominique se olhando no espelho. -Isso que você está falando é o seu desespero interior por saber que está quase repetindo por causa de educação física. Mas fique calma, Scorpius vai te ajudar.

–O que será que está ganhando com isso? -O teto parecia uma visão interessante quando o que eu pensava era um problema quase que impossível de se resolver.

Ele me odiou todos esses anos em Hogwarts, foi criado para ser melhor do que eu na maioria das coisas, nunca disse uma palavra que poderia ser encarado como afeto ou elogio. Por que, pelas cuecas douradas de Merlin, ele estava me ajudando sendo que não tem nenhum jeito dele sair ganhando?

|| No outro dia. Dormitório feminino - 8:45 da manhã, Hogwarts ||

–Rose, acorda! Você tem quinze minutos para chegar na aula de educação física se não é capaz da professora de comer viva. -Dominique me balançava e tirava meu cobertor. Eu dormi do jeito em que cai na cama ontem. Exausta, exaurida, completamente cansada. -Rose!

–AAAAAAAAAAAH QUE ÓDIO! -Gritei ao levantar e ir para o banheiro correndo.

Eu ainda tinha que tomar banho, vestir aquelas roupas agarradas, me arrumar e correr para não chegar atrasada torcendo para que a professora esteja de bom humor hoje. Rolanda Hooch, é o exemplo de pessoa que tem o meu desafeto eterno.

–VAI LOGO, ROSE! EU NÃO QUERO FAZER FLEXÕES! -Berrou Dominique do quarto e eu desliguei o chuveiro logo vestindo minhas roupas e amarrando o meu cabelo. Ela estava com seu uniforme sexy de sempre, se vangloriando no espelho.

8:55, merda.

Saímos correndo como duas alunas loucas em direção ao campo, que estava bem longe. Meus joelhos, meus ombros, meu corpo inteiro doía e sentia dores freqüentes enquanto corria como uma descabelada. A hora voa quando estamos atrasados, não é? Bem, pelo menos ele sabe voar.

Foi o cúmulo correr para no final chegar atrasada, e nem foi tanto tempo assim. Apenas 3 minutos. Mas estamos da professora que me odeia, então, três minutos é equivalente a três horas já que ela nem deve saber fazer conta direito.

Quando chegamos e encontramos todos calados, foi o suficiente para os olhares caírem sobre nós. Os sonserinos nos olhavam como se fossemos uma piada, enquanto os Grifinórios ficavam como pessoas normais que chegam atrasadas as vezes.

–Tinha que ser Weasley! Mas será que vocês não sabem ver horas? -Esbravejou Rolanda e eu e Dominique nos entreolhamos, começaria o sermão. -A Weasley ruiva eu até estou acostumada já que ela gosta de matar a minha aula, agora você Wesley loira é uma decepção! E só para constar isso não é um desfile de moda para você vir com esse uniforme cor de rosa!

–Mas caso fosse um desfile, a senhora seria expulsa e chutada á uns 200 metros daqui! -Retrucou Dominique deixando a maioria dos alunos que odeiam a professora com um sorriso estampado no rosto.

–Menos 10 pontos para a Grifinória. -Eu a fuzilei com o olhar, porém Dominique deu ombros. -Agora se juntem aos outros e prestem atenção, já que vão ficar mais meia hora comigo. -Fizemos o que ela mandou e fomos até onde James e Roxanne estavam.

Eu via Scorpius me fuzilar com o olhar, e posso dizer que eu fiquei com medo principalmente pelo fato dele ter falado para eu não me atrasar ontem e eu sem querer me atrasei. Não gosto de ver ele sério, por que ai ele acha respostas melhores do que as minhas. Mas foram só três minutos, pelo amor de Merlin.

–WEASLEY! -A professora me chamou a atenção e eu a olhei com a cara fechada. -Pare de olhar para o senhor Malfoy, está me deixando com medo. -Olhei malignamente para ela, que estreitou os olhos para mim. -CINCO VOLTAS NO CAMPO, WEASLEY! AS DUAS! -Pelo lado positivo, Scorpius é mais severo do que ela. Não espera... É, ta certo. Essa professorinha é uma surda que só sabe berrar.

Ouvi um ''por que elas não disseram nada para tentar sair da aula?'' e comecei a dar as voltas no campo junto com Dominique. Vez ou outra ouvia a loira reclamar e xingar a professora, ou se não via Scorpius com os braços cruzados contando quantas voltas eu dei por que achava que eu iria fazer menos do que ela mandou. Mas eu não sou como ele.

(...)

–Eu acho que vou morrer, Rose. -Dominique se jogou no chão enquanto eu me jogava ao seu lado. -Deixe flores cor de rosa no meu túmulo.

–Vou morrer primeiro do que você, acredite. -Eu estava ofegante, mal conseguindo falar. -Se eu estou me cansando com cinco voltas, a tarde eu vou morrer por que eu sei que Scorpius vai mandar eu fazer mais do que dez.

–Hum... Scorpius, heim? -Ela deu uma pequena risada e se levantou dando a mão para eu me levantar também.

–O que foi agora, Dominique? -Perguntei dando um tapa em seu braço.

–Está chamando ele de Scorpius... Você sempre o chamou de Malfoy. -Revirei os olhos e decidi ignorá-la.

–Muito bem, pela primeira vez você fez o que eu mandei, Weasley ruiva. -Comentou a professora enquanto os alunos já faziam outras coisas. -Agora, juntem-se aos outros! Por que hoje vocês vão ter que subir em uma vassoura.

–O QUE? -Berrei apavorada. -NÃO, POR FAVOR, EU VOU CAIR! NÃO, ME MANDA DAR MIL VOLTAS NESSE CAMPO MAS NÃO ME FAZ CHEGAR PERTO DAQUILO. NÃO, PELO AMOR DE MERLIN, NÃO!

–Quanto drama, Rose. -Disse Dominique e eu a espanquei pelo olhar. -Suponho que Scorpius já tenha te ensinado a subir em uma.

–Então arrumou um professor para passar em minha matéria, Weasley ruiva? -Indagou a professora e eu assenti. -Ele é um excelente aluno, vai se dar bem. AGORA CHEGA DE PAPO E VAMOS SUBIR NA VASSOURA!

Enquanto os outros alunos descansavam, ela pegou duas vassouras e colocou no chão, logo depois fazendo apenas eu e Dominique ficarmos de pé ao lado delas. Ou seja, mico gigante ft. humilhação. Ela ficou em nossa frente, nos olhando de braços cruzados e sorrindo como se aquilo fosse melhor do que um jogo de quadribol.

–Podem fazer o básico. Suba! –Disse a professora e eu olhei para Dominique que deu uma risada para si só.

–Suba! -A vassoura de Dominique subiu de primeira. É claro, ela vive entre Teddy e Victoire, tinha que aprender algo.

–Eu não consigo, eu desisto, deixa eu repetir de ano! -Choraminguei e ela deu risadas.

–Temos todo o tempo do mundo, Weasley. -Afirmou ela e eu neguei com a cabeça.

–Anda, Wesley, faz logo essa vassoura subir. -Mandou Scorpius sentado no chão e eu neguei com a cabeça.-Isso soa estranho, mas mesmo assim. Anda!

–AAAAAAAAARGH, IDIOTA! EU NÃO SEI, NÃO CONSIGO E NÃO QUERO APRENDER A FAZER ISSO! POR QUE, CARGAS D'ÁGUA EU VOU USAR ISSO NA MINHA VIDA? É UMA COISA INÚTIL! -Gritei olhando para ele, que se manteve sério enquanto me encarava.

–Agora. -Mandou de cara fechada.

–VOCÊ NÃO MANDA EM MIM! -Gritei e ele revirou os olhos.

–Anda, Wesley, eu ainda quero jogar quadribol! -Resmungou e eu senti meu sangue ferver de raiva.

–SUBA! -Suspirei de raiva ao ver o sorriso vencedor em seu rosto. Ele tinha me provocado apenas para eu conseguir, que merda. -Você é um idiota, Malfoy.

–É, eu sei. -Disse sorridente e piscando várias vezes para mim.

–Isso, senhor Malfoy, coloque essa menina na linha! Por que, pelas barbas de Dumbledore, ela tem uma voz potente. Acho que fiquei surda de um ouvido. -Brincou a professora causando risos em alguns alunos. -Agora subam! É apenas colocar cada perna de um lado e pegar vôo.

Dominique fez exatamente o que ela disse, e pegou vôo indo para todos os cantos daquele campo. Depois pousou e jogou a vassoura para a professora e foi ao lado de James, que sorria pra ela. Credo, que melodrama. Eu, no entanto, fiquei parada pois não iria subir naquilo.

–Senhor Malfoy, por favor, faça ela voar e vocês jogam quadribol o resto da aula. -Mandou a professora e ele se levantou causando murmúrios nos sonserinos. Dominique fazia sua dancinha de quem está certa discretamente atrás de James.

–Vai, Weasley. -Ele abaixou a vassoura para mim subir e eu neguei com a cabeça. -Você não vai cair.

–Eu sei que vou. -Afirmei e ele revirou os olhos. -Eu subo, mas se eu cair você está morto, Malfoy.

–Claro, claro. -Coloquei uma perna de cada lado e sentei, indo aos poucos para cima, o que me fez fechar os olhos. -Esperta, se você fechar os olhos você não vê por onde voa e assim vai cair!

–ME DEIXA DESCER! EU JÁ SUBI! VAI, POR FAVOR. -Gritei e a professora suspirou ao lado de Scorpius.

–Quero que ela faça o mesmo que a Weasley loira fez. -Sussurrou ela tão alto a ponto de eu ouvir. -Ela tem que perder esse medo.

–EU NÃO CONSIGO, VOCÊ FICOU LOUCA? -Gritei mais uma vez e Scorpius me olhou com uma sobrancelha arqueada. -Ah não... NÃO, NÃO, NÃO! -Ele abaixou a vassoura e veio atrás de mim, me cercando e prendendo minhas mãos na ponta para pegarmos impulso. -EU TE MATO, SCORPIUS MALFOY!

–Você fala isso todo dia e eu ainda estou vivo, então fica quieta e vê como se voa. -Grunhi de ódio e ele deu partida fazendo tudo ao lado ficar embaçado, já que passava rápido de mais. Fechei os olhos e me agarrei a sua camisa. Eu sabia que iria cair, não precisa ser muito esperto para saber disso.

Não basta eu ser desastrada, medrosa e sem sobra de dúvidas uma das pessoas que preferem os pés no chão do que ao ar. Eu sou uma Weasley acima de tudo. E o pior, eu tenho sangue Granger. O que significa: Medo + pânico = Eu. Não quero imaginar como minha mãe era quando tinha de voar, meu pai eu relevo por que era goleiro e tudo mais. Mas a minha mãe deveria ser pior do que eu... Não... Impossível.

–Weasley, pode abrir os olhos, estamos no chão. -Disse Scorpius e eu abri um olho de cada vez.

–Eu estou viva? -Perguntei causando risos nos Grifinórios. -Eu não cai?

–Eu disse que você não iria cair. -Relembrou Scorpius e eu o olhei bem no fundo de seus olhos. Ainda não fazia idéia de o porquê dele estar me ajudando e pior, não ter deixado eu me esborrachar no chão. Era estranho... E suspeito.




|| AVISO ||


Heeey *-*

Eu queria pedir, se não fosse muito, para darem uma olhada na minha nova fanfic sobre Rose/Scorpius! Se chama '' Cúpidos Em Ação ''. Espero vocês lá :D

Link: http://fanfiction.com.br/historia/304151/Cupidos_Em_Acao/



Notas finais do capítulo

Se eu não deixar um aviso assim vocês até nem percebem que eu estou pedindo para ler uma fic minha HHAHHHHAHHA' Masok.
Espero vocês la.
E aqui u.u
Quero saber o que vocês estão achando desse Problema sem Solução!
Beeijos,
Taahii ♥