O Primeiro Aniversário escrita por Sara


Capítulo 5
Capítulo 5


Notas iniciais do capítulo

Oooooi!!! espero q gostem deste cap. q fiz cm mtoo carinho =D



- Catherine?

- Gil, que saudades!

Catherine o abraça e Grissom retribui.

- A Sara acabou de sair.- Diz depois de sair dos braços de Catherine.

- Eu sei!

- Então... O que veio fazer aqui?

Catherine entra, Grissom fecha a porta e vai atrás dela que já sentava no sofá na sala.

- Vim vistar você.

Grissom permanecia de pé, na frente de Catherine.

- Como você sabia que estava aqui?- Pergunta curioso.

- Você tem uma mulher que fala pelos cotovelos...

- Olha como fala da minha mulher!- Fala magoado e senta ao seu lado.

Catherine sorri.

- Não falei por mal! - Se desculpa.- Liguei para ela hoje a tarde e me disse que você estava na cidade.

- Hum... E como andam as coisas no laboratório?

- Bem agitadas! Mortes todos os dias, o que significa, trabalho e mais trabalho. As vezes acho que já está na hora de me aposentar...

Grissom ri.

- Quer alguma coisa? Água, refrigerante, café, cerveja?

- Não. Vim apenas para te contar sobre um plano que meu cérebro brilhante formou.

Grissom sorri, essa era a sua velha amiga.

- Me diga então, como posso te ajudar?

- Me ajudar? Você vai fazer tudo, eu só formei o plano.

- Você pode me explicar? Eu não estou entendendo nada.

- Você já pensou em fazer algo para comemorar seu aniversário de casamento?

- Nós iremos jantar.

- É, já sei disso.

- Como?

- Eu já disse, você tem uma mulher que fala demais...

- Ela só fala o que é necessário e na hora certa. Ela não fala muito! - Grissom defende sua mulher e Catherine ri.

- Não fala muito mesmo, eu que sou muito... Curiosa!

- Tenho que concordar.

- Então, como eu sei que você é muito lento...- Grissom olha para ela e arqueia uma de suas sobrancelhas.- Eu estive pensando, e pensei em coisas ótimas! Primeiro, vocês vão jantar, já que Sara escolheu até o restaurante, segundo, você vai preparar algo inesquecível para Sara.

- Vai me dizer o que é?

- Muitas coisas estão rolando pela minha cabeça... - Catherine para, pensa e continua a falar. - Afinal, tenho que pensar por vocês dois. Vocês deviam me agradecer!

- Agradecer por que? Eu não sei o que você está planejando...

- Grissom, tenho certeza que Sara vai adorar. Se eu tivesse tempo, lhe falaria, mas, tenho que trabalhar.

Catherine se levanta e caminha até porta.

- Até a próxima!

- Volta aqui Catherine.

Grissom levanta- se também.

- Já ia me esquecendo... Sara não pode saber que estive aqui, estamos preparando uma surpresa para ela, não é?

- Será que ela vai gostar?

- Confie em mim, sou uma mulher e sei do que as mulheres gostam.

- Espero que esteja certa. Não quero magoá- la.

- Que medo todo é este, Grissom? Não se preocupe, eu tenho certeza que ela vai adorar!

Sai deixando Grissom com seus pensamentos, novamente...

Grissom estava atrás de Sara. Ela tinha lhe surpreendido com um beijo, em pleno horário de trabalho.

Passa pela recepção do laboratório, pergunta para Judy, aonde Sara estaria. Ela lhe entregou uma carta, com o nome da Sara, endereçado á ele.

Estranhou, aquilo não era de seu feitio. Vai até sua sala e começa a ler: 

Você sabe que eu te amo. Eu sinto que eu amei você  sempre.

Ultimamente eu não venho me sentindo muito bem.Verdade seja dita, eu estou cansada.

No deserto, no carro, naquela noite, eu percebi uma coisa e eu não tenho sido capaz de abalá-la.

Desde que meu pai morreu, eu passei quase toda minha vida com fantasmas. Nós fomos como amigos íntimos e lá fora, no deserto, me ocorreu, que era hora de enterrar.Eu não posso fazer isso aqui.

Sinto muito.

Não importa o quão duro eu tente combatê-lo, fico com a sensação de que, eu tenho que ir. Eu não tenho ideia para onde estou indo. Eu sei que tenho de fazer isso. Se não, eu tenho medo de auto-destruição, e o pior, você vai estar lá para ver isso acontecer.

Esteja seguro.

Saiba que eu tentei ficar. Saiba que você é meu primeiro e único.Vou sentir sua falta a cada batida do meu coração. Nossa vida juntos foi a única coisa que eu realmente tinha. Eu não trocaria isso por nada.

Eu amo você ... Eu sempre amarei.

Ela tinha o deixado. 

Tenta espantar esses pensamentos, agora ele tinha Sara, e faria de tudo para fazê- la feliz!

- Vamos por em pratica o plano de Catherine.- Diz sozinho no meio de sua sala.

~> continua



Notas finais do capítulo

e aí, gostaram? Deixem seu reviews e até a proxima...