Just In One Direction escrita por CostaSalazar


Capítulo 80
Capítulo 80





Depois da conversa com Gina, Sofia ficou ainda na varanda na confusão dos seus pensamentos e a tocar no colar que tinha ao pescoço, que Zayn lhe dera antes de ir para Bradford e que ela só o tirava para tomar banho e para dormir por medo de o estragar. Não sabia o que fazer com aquela situação. Estava perdida. Reclinou-se no parapeito da varanda uma última vez, olhou a iluminação da rua e depois para o céu estrelado com a brilhante e bela lua daquela noite. Respirou fundo e entrou. Cobriu Niall com o cobertor que usara para ir à varanda e desligou as luzes. Vestiu o pijama e deitou-se no quentinho da sua cama. Pouco depois o seu telemóvel dá sinal de mensagem recebida. Estranhou. Pegou nele e ficou radiante quando leu o nome dele. Até os olhos se encheram de água de tanta felicidade. “Sinto a tua falta.   :(   ”, leu ela. Sentiu o coração disparar. Nem conseguia respirar direito, mas sentia-se a rapariga mais feliz do mundo naquele momento. Tinha sido sem dúvida a melhor prenda que tivera naquele Natal. Agora tinha de lhe responder. Não foi preciso pensar muito: “E eu a tua.  :(  ”.

A quilómetros de distância, também ele ficou super contente com a resposta dela. Agora sabia o que tinha de fazer. Não ia ficar todas as noites, como naquela, sentado a falar com a lua por pensamentos como um tolinho. No dia seguinte ia resolver a situação. Enviou-lhe só mais uma mensagem com um simples sorriso e foi dormir.

Era dia de Natal, e o primeiro a acordar na casa das portuguesas foi Niall. Quando se é criança o entusiasmo é maior, mas quando essa fase já passou, o dia de Natal é só mais um dia especial, pensava o irlandês. Sendo assim decidiu alegrar um pouco aquela monótona manhã de Natal. Abriu as cortinas de cada quarto, e no corredor começou a cantar aos altos berros tocando na sua guitarra.

- O que é que vamos fazer hoje meninas?

- Que tal o almoço? – Sugere ironicamente Gina.

- Que horas são? – Surpreende-se Sofia.

- Meio-dia…

- Que tal irmos almoçar fora? – Pergunta Niall. – Eu pago!

- Já estou lá fora à vossa espera. – Brinca a rapariga dos cabelos lisos.

Escolheram ir a um restaurante italiano ali perto. O ‘La Bardigiana’. Era dos poucos que devia estar aberto. O ambiente era agradável e o serviço era rápido.

- A que horas chegam o Louis e a Lúcia? – Pergunta ele.

- Às três e meia. – Informa Gina.

- Então temos de estar lá a essa hora? – Questiona ainda o loiro.

- Convém…

- Então é melhor irmos, não? – Constata Sofia.

- Ya. Niall, paga.

No caminho de regresso a casa, passaram por dois rapazes bastante bem parecidos.

- Que lindo aquele ali! – Comentou Gina com Sofia.

- Oie, estão a vir para aqui! – Avisa Sofia.

- É o Derek…

- Olá! – Cumprimenta-os o americano.

- Olá. 

- Não te via desde sexta. – Constata Derek dirigindo-se a Gina. – Quer dizer, não vos via desde sexta!

- Somos pessoas muito ocupadas… - Desculpa-se Gina.

- É… - Apoia-a Sofia.

O rapaz que estava com Derek, deu-lhe uma cotovelada.

- Ah. Este é o irmão do Dylan, o Zac.

- O Dylan tem irmãos? – Pergunta incrédula a morena. 

- Acho que eu sou a prova disso.

- Podias era ser o Zac Efron… - Murmura Gina.

Sofia riu-se do que a amiga dissera.

- Prazer em conhecer-te Zac. – Diz Sofia, não querendo parecer mal-educada.

- O prazer é todo meu. Como te chamas?

- Sofia.

Niall conservava-se em silêncio um pouquinho afastado.

- Podiamos era tomar um cafezinho para falarmos um bocadinho. Gostava de te… vos conhecer melhor. Como não sou de cá e ainda estou cá há pouco tempo, não tenho muitos amigos. Conheço pouca gente.

- Seria interessante. – Concorda Zac olhando Sofia.

- Meninas… - Interrompe o irlandês. – Temos de ir, senão chegamos atrasados.

- Pois é… Se não tivéssemos compromissos aceitávamos de bom grado, mas… - Desculpa-se Sofia.

- Oh, que azar! – Ironiza a estudante de biologia. – Vemo-nos um dia destes.

- Gina! – Ri-se a outra.

- Sempre a mesma, Gina… - Constata o americano.

- Xau! – Responde-lhe ela sorridente, já afastando-se.

Zac chegou-se para dar dois beijinhos a Sofia. Ela cedeu e despediu-se da mesma forma de Derek.

- Ainda te hei-de caçar a jeito… – Jura Derek a si mesmo depois de os três amigos se afastarem.

Com a chegada de Lúcia e de Louis, os amigos aproveitaram para abrir uma garrafa de champanhe para brindar a Louis por ter feito anos no dia anterior. Tinha já 21 anos o namorado de Lúcia! Ela, aliás, aproveitou para desfazer a mala e voltar a fazê-la para no dia seguinte apanhar o voo para Portugal. Louis, claro, ajudou-a. E entre preparativos de viagem, festejos atrasados de aniversário e histórias engraçadas sobre Doncaster, assim passaram os cinco amigos a tarde deles.

Ainda naquela manhã em Bradford, Zayn acordara bem cedo. Tinha muitas coisas a tratar para o que estava a planear. A mensagem de Sofia na noite anterior dera-lhe força para lutar por ela. Pediu ajuda à sua irmã mais velha. Não tinha muito jeito para certas escolhas que exigiam um gosto feminino. No entanto, nada lhe contou à cerca dos seus sentimentos. “É para o aniversário de uma amiga” – foi a desculpa dele. De resto, tudo teve de ficar pela sua conta: planos, telefonemas, marcações… Se ela realmente sentia saudades dele, ia adorar o que ele lhe estava a preparar para quando regressasse a Londres.