Just In One Direction escrita por CostaSalazar


Capítulo 146
Capítulo 146





Todos andavam a preparar-se para aquela sexta-feira. Afinal, quem não gostava de uma festa? A noite prometia, aliás, ser bem longa…

Raquel, ao final da tarde, como sempre, tinha tido História. No final, o professor fez-lhe sinal para deixar todos saírem para poderem falar. Ela assim fez.

– Então Mike? Que querias falar comigo? – Pergunta ela ao aproximar-se dele.

– Quero fazer-te um convite.

– Hum…

– E acho que tu vais gostar muito…

– Estás a deixar-me curiosa… Conta!

– O Cody chegou hoje.

– O Cody?

– Sim. Eu falei com ele para jantarmos juntos e disse que tinha uma amiga para lhe apresentar.

– Mas hoje?

– Sim.

– Mas… Eu hoje não posso. Tenho o aniversário de uma amiga.

– Eish… Falhanço…

– Um bocadinho. Eu queria muito ir mas é o aniversário de uma amiga chegada e já estou convidada há muito tempo.

– Eu compreendo, claro. Não há problema. Eu falo com ele e marca-se para amanhã. Ao almoço, pode ser?

– Perfeito!

– Pronto. Eu vou confirmar com ele e depois falo contigo.

Ela sorriu e aproximou-se para o beijar, mas ele deteve-a. Não era o local apropriado. A portuguesa compreendeu e, piscando-lhe o olho, foi-se embora.


–x-x-x-


E na casa das portuguesas os preparativos para a festa há muito eram já tratados. Débora, Mónica e Raquel estavam também já lá desde o final da tarde e, mesmo estando já vestidas, lindas e perfumadas, não rejeitaram ajudar as portuguesas e a inglesa vizinha. Com tudo pronto, Lúcia e Sofia foram-se vestir. Gina estava já pronta e tinha ido ter com o borracho do Josh para ter umas aulinhas de bateria.

Entretanto, o resto dos rapazes também chegou. Lindos, como sempre, vinham também esfomeados. Sofia, nessa altura, estava no Facebook ainda a responder a alguns amigos que lhe tinham mandado os parabéns. Enquanto isso, ela e Lúcia aproveitavam para apresentar a Débora, Raquel e Mónica, alguns dos amigos mais gatitos que tinham em Portugal. Mónica achou especial graça a um Joel, enquanto que Débora achava Fábio mais bonito. Raquel abstinha-se de comentários. Já Lúcia e Sofia comentavam muito Miguel… Saudades…

Louis e Zayn tentavam inteirar-se da conversa das namoradas, mas estando elas a falar em português, era um bocadinho complicado.

– Quem é? – Questionava Louis.

– Um amigo, fofo. - Acalmava-o a namorada.

– Ó Sofia, onde está a Danielle? - Intrometeu-se Liam.

– Ela foi falar com a Kelly por Skype… - Respondeu-lhe Raquel.

Liam sorriu-lhe e avisou ir ter com ela para também tentar falar com Kelly.

– E esse aí com a Gina? – Alerta-se Harry ao ver uma foto das que Sofia ia mostrando às amigas.

– É o amante da Gina, Harry. Vem de Portugal para cá todos os dias… - Responde-lhe Mónica ironicamente.

– Ah, ah, ah… Que gracinha Mónica… Eu não estava com ciúmes, foi só curiosidade.

– Sim, nós entendemos Harry.

– E já agora, onde está ela? A vestir-se ainda?

– Está com o Josh no quarto dele.

Os olhos de Harry arreguilaram-se e todos se riram.

– Tem calma Harreh… São só aulas de bateria. – Tenta acalmá-lo Raquel.

– Ah, pois… As aulas de bateria.

– Mas olhai, os rapazes já chegaram… E se fossemos comendo, não? – Propõe Débora.

– Eih… Tiraste-me as palavras da boca! – Abraça-a Niall pelas costas, dando-lhe um beijinho na bochecha.

– Por acaso… Também já tenho fome. – Concorda Sofia. – Zayney, vais lá chamar todos à casa da Danielle, por favor?

– Vou, vou… - Dispõe-se com um sorriso.

Dez minutos depois, ninguém chegava ainda. Niall e Débora já petiscavam impacientes. Finalmente entravam pela porta.

– Estava a ver que não… - Reclama Lúcia.

– O Zayn também esteve a experimentar. – Explica-se Gina enquanto ele e Josh conversavam animados.

– Hum… Muito hipsta a menina hoje… - Aprecia Harry a namorada, aproximando-se para a cumprimentar. – Gosto.

– E a Danielle e o Liam? – Quis saber Louis

– Alguém disse os nossos nomes? – Pergunta Danielle, acabada de chegar com Liam e visivelmente contente.

– Ui, que se passou? – Sugere Débora. – Estão tão felizes vocês…

– Andaram a fazer o que não deviam… - Conclui Sofia.

– Não foi nada disso. Taradas, pá! – Acusa-as Liam.

– Tivemos uma notícia espetacular da Kelly!

– O que foi? – Entusiasmou-se Gina.

– Chord Overstreet tem um novo álbum e várias músicas são compostas por ela! E o primeiro single é uma das músicas dela! O videoclip da música foi filmado ontem e em algum tempo já vai andar por aí! Ela já me enviou a música para que eu ouvisse! É tão linda!

– Ó meu Deus! Chord Overstreet? Do Glee? – Surpreende-se Gina.

– Esse mesmo!

– Eu não sei quem é… - Afirma Sofia.

– Como é que tu não sabes quem é, Sofia? Ele é lindo! – Repreende-a Gina.

– Não importa. O que é verdadeiramente importante é que a Kelly está feliz e a ter sucesso. – Responde Sofia.

A partir daí, o assunto desenrolou-se enquanto eles jantavam.

– Ah, é verdade, Sofia! O Kayky mandou-te os parabéns. - Lembra-se Josh.

– O Kayky? Como é que ele sabia que eu fazia anos?

– Eu disse-lhe que não podia ensaiar hoje porque tinha a tua festa de aniversário e ele mandou-te os parabéns.

– Ah… Que fofinho. Diz-lhe obrigada depois.

– Ah! Débora, como vão as filmagens? Acabam antes das nossas férias, não acabam? – Interessa-se Liam.

– Sim, sim… Só mais este mês.

– E o Douglas? Nunca mais o vi, infelizmente. – Queixa-se Raquel.

– Vês, vês… Na televisão. – Contraria-a Débora.

– Oh! Tu entendeste.

– Deve ser lixado depois de tanto tempo de convivência com ele, afastares-te para depois cada um seguir o seu rumo profissional, não? – Interessa-se Sofia.

– Tem de ser. Ossos do ofício. – Responde Zayn, entendido no assunto por estudar teatro também.

– Pois. Mas o Douglas vai ficar a ser um grande amigo.

– Pode ser que vocês se voltem a contracenar um dia. – Positiva, Raquel.

Para acabar com o assunto Douglas à mesa, Niall logo encontrou forma de interferir.

– E há mais pito?


–x-x-x-


Mas a noite continuava e a festa não ficar-se-ia apenas pelo jantar. Sendo noite de festa, nada melhor que ir gastar as energias para uma discoteca. Ministry Of Sound foi a escolhida. A noite lá era de arromba. Pelo menos o tempo nas ruas de Londres já ajudava a isso. Era a primeira noite que se poderia considerar quente naquele ano. E a viagem até à discoteca, mesmo que curta, foi bem divertida. Danielle enchera o carro de raparigas, Liam encheu o dele de rapazes e Josh levou apenas Mónica e Raquel. Aliás, o carro de Josh era o que ia mais calminho. Os outros dois andavam a competir. A oposição entre rapazes e raparigas tinha começado já na casa das portuguesas, e parecia que ia durar toda a noite. Era engraçado de se ver os casais em confronto. Naquela noite eram raparigas pelas raparigas e rapazes pelos rapazes. Mas tudo era uma brincadeira e ninguém estava chateado com ninguém. Apenas se divertiam.

Quando lá chegaram, Sofia foi logo para a pista com Niall, Lúcia, Liam, Danielle e Raquel. Entre o resto, uns sentaram-se, outros foram à casa de banho, outros ao bar. Zayn, vindo do bar com o seu Bayleys, chegou-se a Sofia e começou a dançar com ela. Ela aproveitou para também beber um bocadinho.

– Hey! – Reclama Zayn. – Bebeste tudo!

Ela ria-se.

– Daqui a bocado vais buscar outro.

– Ai, ai… - Reclama ainda, puxando-a para a abraçar, ficando a falar ao ouvido um do outro.

– Ai agora agarras-te… Pensava que os rapazes não precisavam das raparigas para nada… - Brinca ela puxando pela conversa que dera origem à oposição entre rapazes e raparigas.

– Oh! Isso eram os outros que estavam a dizer.

– Sim, Zayn… Tu não… - Ironiza ela.

– Ok, estava. Mas isso é porque eu não preciso das raparigas, preciso de uma.

– Own…

– Fui fofinho agora…

– Hum-hum…

– E se eu te disser que estás muito bonita hoje, dás-me um beijinho?

Ela riu-se daquela conversa de conquistador e cedeu ao pedido dele.

Por outros lados andavam Mónica e Débora, que voltavam de retocar a maquilhagem na casa de banho, dirigido-se aos que estavam sentados.

– Que tens, Mónica? – Preocupava-se Josh com a amiga.

– Eu? Nada.

– Eu conheço-te…

– Não te preocupes, eu estou bem.

– Este ambiente de festa faz-te lembrar dele, não é?

Ela esboçou um leve sorriso confirmando e ele fez-lhe uma carícia, abraçando-a.

– Olha, vamos dançar?

– Josh… Não, a sério.

– Shiu! Anda, anda…


–x-x-x-


Sofia e Louis, mais tarde, continuavam a pegar um com o outro por causa da conversa ao jantar. Harry apoiava o amigo e Raquel e Gina davam, às vezes, uns toques a favor de Sofia. Entretanto, Lúcia, que dançava à beira de Zayn e do casal de loiros, avista Tom Daley da sua turma que acabava de entrar. Ele também a viu e sorriu-lhe. Parecia-lhe que ele estava a caminhar para si, mas ela tentou disfarçar, continuando a dançar.

– Lúcia…

– Ah, olá Tom.

– Por aqui?

– Pois é…

Gina, do sofá, reparou que Lúcia estava a falar com aquele deus grego da turma dela, aquele que ela lhe apresentara havia uns tempos. Por tão “famoso” que ele era na casa das portuguesas, Gina chamou a atenção de Sofia. Com esse reboliço, Louis acabou por notar também e não ficou nada contente. Já o tinha visto várias vezes a ajudar Lúcia no pavilhão desportivo nas aulas de ginástica. Entretanto, Sofia, curiosa para ouvir a voz de Tom, que Gina e Lúcia diziam ser cómica, foi ter com a amiga levando Gina um pouco contrariada. A namorada de Zayn chegou lá e abraçou Lúcia que logo aproveitou para a apresentar ao rapaz.

– Antes de mais, parabéns. - Diz-lhe o rapaz.

– Obrigada.

– De nada. Eu estava aqui a dizer à Lúcia que ela hoje está um arraso, mas acho que ela não estava a acreditar em mim. Vocês não concordam? – Pergunta ele às outras duas portuguesas.

– É… A Lúcia é uma toura! - Goza Gina.

Sofia ri-se.

– O namorado dela que não te ouça…

– Eu estou na brincadeira. Ela já está habituada comigo, não já Lúcinha?

– Já, já…

– Hey, Tom! – Cumprimenta-o Danielle que também o conhecia.

– Dani! Outra giraça

Entretanto, Débora e Raquel, vinda do bar, foram também ter com as raparigas, sem reparar no rapaz que estava com elas. Em pouco tempo Tom ficara rodeado pelo grupo de amigas. Só Mónica estava com Josh à beira de Louis e Harry que não estavam a gostar nada das gargalhadas das namoradas. Zayn, Niall e Liam, que dançavam lá perto, apreciavam tudo aquilo reclamando das ceninhas que elas estavam a fazer todas à volta de um gajo.

– Pff... Eu vou lá, Harry.

– E o que vais lá fazer?

– Vou cumprimentar o Tom. Eu conheço-o.

– Ok Louis, tu é que sabes. Vai lá.

O rapaz, cansado de ver as raparigas a rodear um outro rapaz, apareceu lá de repente, abraçando Lúcia pelas costas.

– Então Tom?

– Olá Louis!

– Ó amor, não queres vir dançar um bocadinho? – Pede Louis delicadamente à namorada.

Lúcia aceitou e começou a despedir-se de Tom.

– Ah, espera. Eu queria falar contigo porque queria saber se não queres estudar comigo para os exames. É que eu estou um bocadinho à margem em algumas matérias… Assim ajudavamo-nos um ao outro.

– Por mim tudo bem. Depois combinamos melhor. Xau Tom.

– Eu vou indo também… Xau meninas… e Louis.

– O que é que ele te disse agora? - Questiona o inglês à namorada, por não ter conseguido ouvir o que ele lhe dissera.

– Convidou-me para estudar com ele...

– E tu aceitaste?

– Sim. Qual o problema?

– Nada, nada. Esquece. - Remediou Louis que na verdade não gostara nada.


–x-x-x-


Ao reparar que os rapazes tinham ficado todos ciumentos por elas estarem com Tom, as raparigas aproveitaram-se para pegar ainda mais com eles. Começaram então a provocá-los mais ainda, falando bastante sobre o colega de turma de Lúcia, elogiando-o. Mónica, Josh e Raquel, que estavam de fora de tudo aquilo, riam-se. As raparigas estavam a amar vê-los cheiinhos de ciúmes. Eram tão fofos! No entanto, eles souberam bem reverter a situação para o lado deles. Do nada elas começaram a vê-los cochichar e a rir. Para não falar dos olhos que colavam sabe-se lá onde como se línguas de rãs se tratassem. Aí elas é que começaram a ficar lixadas. Naturalmente eles estavam na brincadeira, tal como elas anteriormente, mas por muito que elas soubessem disso, não gostavam nadinha de vê-los a comentar outras em frente delas. Ainda por cima porque Zayn, Louis e Niall estavam já bem “atestados”. Débora já nem passava cartão a Niall de tão chateada que estava por vê-lo naquele estado; Lúcia estava um pouco indiferente a Louis, só o chamava de estúpido por estar a fazer aquelas ceninhas por causa de Tom; Sofia não se importava muito com o estado alterado, mas não gostava de o ver a olhar para as outras porque fazia-a lembrar do passado de mulherengo dele e, por isso, começou a tentar marcar posição. Em pouco tempo, Sofia e Zayn estavam bem, e ela aturava-o, bêbado, chato. Já Harry não tinha abusado muito na dose, pelo que Gina não chegou a ficar chateada com ele. Foi então que Harry, que estava junto da sua namorada, a pedido dela, foi buscar bebidas para ambos. Quando lá chegou pediu uma coca-cola e uma vodka de morango. Ele estava a pagar quando Caroline apareceu.

– Olá Harry. Tiveste saudades minhas?

– O que é que tu queres, Caroline?

– Nada. Só vim aqui divertir-me.

Caroline nesse dia tinha ouvido Lúcia a conversar com Danielle nas casas de banho sobre a festa a que iam de noite. Pelo que tinha ouvido dizer, Gina também ia. Certamente Harry estaria lá também. Só lhe faltava descobrir onde, mas isso também não lhe custou muito. Mandou uma mensagem de outro número a Harry, assinando com o nome de Liam, a perguntar onde ia ser a festa. Nesa noite planeava adormecer Harry para o levar com ela. Já que Gina não o deixava, ia ser ele a deixá-la.

– Oh, que querido! Já pediste uma bebida para mim...

– Não é para ti.

– Tão fofinho... Vais levar uma bebida à namoradinha. O que é que ela vai beber? A coca-cola, é?

– Sim, e daí? Acho muito bem que ela não consuma bebidas alcoólicas.

– Pronto! Olha ela ali a chamar-te.

Aproveitanto que Harry não estava a olhar, colocou o sonoríforo na vodka. Por pouco era apanhada!

– Olha, já agora, importaste-te que beba um bocadinho? - Ela nem esperou pela resposta dele, pegou no copo de Gina e bebeu.

– Só podes estar a brincar... - Irrita-se o rapaz. - Agora pede outra e paga!

– Pronto, pronto... Eu pago. Espera aí então que eu vou buscar.

Ela dirigiu-se ao balcão e enquanto isso, Harry, enervado, dava grandes goles na sua vodka. Apetecia-lhe dar cabo daquela gaja! Se pudesse ao menos dizer-lhe que já sabia de tudo o que ela tinha armado... A loira, do balcão, observava-o: "Isso, bebe mais Harryzinho", pensava ela. Aquele era um sonorífero dos fortes. Não demoraria muito para que ele adormecesse. Como, propositadamente, Caroline demorava ao balcão, Harry já meio atordoado pelo sono, foi à beira dela despachá-la. Mas a cabeça pesava. Começou então a pousar lentamente a cabeça no balcão, quase caindo para o lado. Ela segurou-o e, sem criar muito alarido, chamou dois estranhos e explicou-lhes que o rapaz tinha já bebido demais e adormecera e que agora precisava de ajuda para o levar para o carro. Os rapazes, prestaveis, ajudaram-na.

Já no carro, a falsa loira procurou o telemóvel dele e mandou uma mensagem para Gina: "Estou cansado. Vou andando para casa. Amanhã ligo-te. Amo-te ♥". Agora só o tinha de levar para o contentor que tinha preparado para eles os dois.

A morena recebeu a mensagem e ficou aborrecida:

– Uma pessoa pede uma bebida e depois é "Estou cansado, vou embora". Nem se deu ao trabalho de me trazer o raio da bebida!

– Oh, deixa lá! - Descança-a Débora. - Deve ter-se esquecido. Também podes ir lá buscá-la.

– Estou cansada.




Notas finais do capítulo

O próximo capítulo, em princípio, só na quinta feira da proxima semana, devido a testes que nos vão ocupar o tempo. É possível que possa aparecer novo capítulo antes disso, mas não é certo que tal aconteça. Pelo sim, pelo não, fiquem a contar com a próxima quinta. Pedimos desculpa pela demora...
Entretanto, continuem a acompanhar. O final de Caroline está muito próximo. Alguém tem uma ideia do que lhe vai acontecer? O que gostavam que lhe acontecesse?
Até à próxima. ♥



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Just In One Direction" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.