Just In One Direction escrita por CostaSalazar


Capítulo 109
Capítulo 109





Na semana que se seguiu nada de mais aconteceu. Todos na universidade andavam ansiosos pela pausa de carnaval. Uns para descansar, os mais aplicados para estudar e os mais festeiros tinham em mente a diversão. Além do mais, dois dias depois do carnaval era o baile de S. Valentim organizado pela associação de estudantes da universidade. Ia ser uma semana cheia de animação e todos estavam ansisosos. Era o caso das portuguesas e o seu grupo de amigos (e namorados). Tinham andado já a planear os seus fatos de carnaval, e os vestidos e fatos para o baile era assunto para tratarem agora nas mini férias de três dias. Zayn e Louis tinham, mais uma vez, sido convidados para serem os Dj’s da Pacha na noite de carnaval. Por isso, o local da festa de todo o grupo de amigos tinha de ser lá. Iria, sem dúvida, ser uma noite espetacular. Já relativamente ao baile, havia quem tivesse em mente não ir por falta de parceiro. Faziam parte desse grupo a maior parte dos solteiros: Lúcia, Niall, Débora, Josh, Raquel e Louis.

Nessa sexta-feira, última antes da grande semana, Niall decidiu-se a tentar a sua sorte. Na verdade, andava a tentar fazê-lo desde o início da semana, mas nuns dias ela faltava, noutros era a coragem lhe faltava a ele. Tinha agora a sua última oportunidade: depois de sexta-feira não mais estaria com ela. No final da sua aula da manhã, o loiro ia a sair da faculdado quando avistou Débora. Tinha de ser naquele momento. Acelerou o passo e chamou-a:

- Débora, Débora!

Ela olhou para trás e parou de andar, esperando que ele chegasse à sua beira.

- Olá!

- Olá Niall. Passa-se alguma coisa?

- Ah, não. Quer dizer…

- Então?

- Sabes do baile de cá da universidade? O baile de quinta-feira?

- Sim. Já ouvi falar.

- Pois, eu ainda não tenho par e estava a pensar se… Isto é, se quiseres e se não tiveres ainda com quem ir… Se… Queres ir comigo?

Débora ficou por momento sem palavras. No fundo queria aceitar, mas não sabia se devia. Foi então que no preciso instante se chegou um rapaz à beira dela. Um rapaz que já há uns dias Niall vira ali na porta da universidade com Débora. Niall tinha a sensação que o conhecia, mas não sabia de onde.

- Débora, vamos? Assim chegamos atrasados.

Ela olhou para ele e voltou a olhar para o Niall. Um pouco atrapalhada respondeu ai loiro irlandês.

- Eu… eu já tenho com quer ir. Vou com ele. – Aponta ela para o outro rapaz.

- Vais comigo agora, vais. Anda senão o Ricky mata-nos se chegamos atrasados ao estúdio.

- Desculpa Niall. – Lamenta ela deixando-se levar pelo outro.

-x-x-x-

Danielle e Josh almoçaram juntos em casa. Também o baterista andava à procura da parceira que o acompanhasse ao baile. Talvez fosse um pouco tarde, mas tentar não custava.

- Já sabes com quem vais ao baile quinta?

- Vou com o Liam.

- Pois.

- E tu?

- Eu não sei com quem ir. Ia convidar-te a ti se já não estivesses comprometida.

- Desculpa Josh… Mas acredito que arranjes alguém. Não há-de ser problema para um rapaz como tu.

- Uh! Elogios assim de graça menina bailarina?

- Eu só quis dizer que és um bom rapaz e bem-parecido. Por isso as meninas que tenham olhos na cara não hão-de ter problemas em acompanhar-te.

- Sei… - Insinua ele arqueando as sobrancelhas.

Ela riu-se.

-x-x-x-

Depois da conversa com Débora, o irlandês sentia-se derrotado. Telefonou à melhor amiga e ela mudou os seus planos de almoço para ouvir o amigo.

Foram a restaurante perto da universidade, The Eagle. Aí o pobre rapaz desabafou tudo o que tinha acontecido. À rapariga apetecia-lhe passar um rapanete à amiga. E, por muito que Niall lhe pedisse para não interferir, ela não desistira por completo da ideia. Sabia que ela o amava, por isso tinha de ter uma conversa bem séria com a amiga. Já chegava de tanto o testar. Toda a gente sabia e notava o quanto ele a amava! Estava a ser injusta com ele e com ela própria. Para quê fugir à felicidade quando ela nos bate à porta? Tinha já dado muito na cabeça de Gina e até ali tinha-se esquecido de Débora. Mas agora chegara a altura de também ela ouvir. Apoiou o amigo ao longo do almoço. Depois ele tinha aulas e teve de ir embora. Ela aproveitou para ver umas lojas. Ainda tinha de escolher o vestido para quinta feira.

-x-x-x-

Mais tarde, naquela noite, Danielle combinou com as portuguesas vizinhas que fossem jantar e ver um filme à casa dela.

Aquele filme estava a ser realmente aborrecido, mas Josh e Gina estavam concentradíssimos nele. Sofia foi quem quebrou aquele silêncio irritante.

- Com quem é que vocês vão ao baile?

- Eu vou com o Liam. - Responde Danielle sorridente e com um brilho nos olhos.

- E tu, Josh?

- Não tenho par, por isso não vou.

- Já somos dois. - Constata Lúcia.

- Ahm... E que tal irem juntos? - Sugere a dançarina.

- Até é uma boa ideia... Mas e o Louis? – Preocupa-se o rapaz.

- O que é que tem o Louis? Ele já não quer saber de mim...

- Espero que ele não fique zangado comigo. – Teme ainda o baterista.

- Basicamente vocês só se vão usar para entrar no baile... – Descansa-o Sofia.

- Exato. – Concorda Danielle.

- Que música é esta? - Questiona Gina.

- Oh, é o meu telemóvel. - Repara Danielle, indo de seguida a correr para ele. - É a Kelly! Hey, loirinha!

Elas ficaram a conversar durante uns minutos, enquanto os outros, curiosos com aquela conversa, continuavam a falar sobre o baile.

- A Kelly vem para Londres na quarta! - Anuncia a melhor amiga de Kelly.

- Então ela também tem de vir ao baile connosco! – Sugere Lúcia.

- Claro! Mas ela não tem par... – Repara Gina.

- O Niall também não! - Lembra-se Sofia.

- Oh, boa! Então vão juntos! – Fica contente a parceira de Josh para o baile.

- Ainda bem que ela vem, já estava com saudades dela.

- Kelly é a rapariga que morava aqui? - Pergunta o baterista.

- Sim.

- Mas então se ela vem, onde é que vai ficar?

- Ah, bem visto... Mas não te preocupes. A minha cama serve para as duas.

-x-x-x-

- Então Mel… Desculpa, Débora. É o hábito…

- Não faz mal Douglas. – Ri-se ela. – Ossos do ofício. Mas o que ias a dizer?

- O que estavas a falar com o rapaz. Desculpa intrometer-me, mas notei que estavas um pouco sem jeito quando lá cheguei. Não sei se foi por eu chegar… E depois apontas-te para mim.

- Ah… Isso foi porque ele estava a convidar-me para ir com ele ao baile de lá da universidade na quinta-feira mas eu disse-lhe que…

- Que…? O quê?

- Que ia contigo.

Douglas riu-se.

 - Comigo? Que forma estranha tens tu de me convidar. Agora nem que não queira vou ter mesmo de ir.

- Não! De forma alguma. Eu só lhe disse isso para ele desistir da ideia de ir comigo.

- Mas agora sou eu que faço questão de aparecer contigo nesse baile.

- A sério? Vais-me dar a honra de entrar no baile da universidade de braço dado ao famoso ator Douglas Booth? – Diz ela em tom de brincadeira.

- Olha, eu não sei porque estás a falar nesse tom de gozo. Eu estou a falar muito a sério. E vou já começar a preparar-me. É preciso levar roupa formal, não é?

- Ouh! Ficaste animado… Eu sei que acompanhar aqui a Débora é muito prestigiante, mas podes ter calma.

- Tu vê lá se arranjas um vestido ao meu nível porque à beira de Douglas Booth não podes parecer mal, sim?

- Ao teu nível? Pff… Desculpa, mas eu não vou descer de nível só para acompanhar o teu, sim?

- Ok, desisto. Tu sabes sempre o que responder.

- Não desanimes… Quem sabe um dia chegas aos calcanhares aqui de moi.

A portuguesa brincava e demonstrava estar bem, mas no fundo sentia-se mal por ter feito o pobre rapaz passar por aquela recusa. Imaginava o quanto lhe tinha doído… Mas aquela personalidade dela era às vezes mais forte que as vontades e os sentimentos. Agora que estava feito, teria de ser assim. Imaginava-se a chegar à universidade com Douglas, o ator que contracenava consigo… Ia ser bom para a sua carreira desde já começar a marcar presença em festas com atores conhecidos… Mesmo que para isso tivesse de passar por cima do seu coração. Ia ser muito invejada… Para além de famoso, ele era lindo!



Notas finais do capítulo

O próximo capítulo é bem grandinho ^-^
Digam-nos o que estão a achar e o que acham que se vai passar nas festas que se aproximam... Garantimos muitas surpresas ;)



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Just In One Direction" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.