Just In One Direction escrita por CostaSalazar


Capítulo 110
Capítulo 110


Notas iniciais do capítulo

Um capítulo grandinho... Esperamos que gostem. Bastantes links... Espero que todos funcionem na perfeição. Vão ajudar um bocadinho na compreensão da história.




Na segunda-feira, um dia antes do dia de carnaval, andavam todos atarefados a tratar dos últimos pormenores do disfarce que iriam usar. Uns faziam segredo sobre a escolha, outros comentanvam e até pediam opiniões. Havia também quem não estivesse assim tão entusiasmado por não gostar assim tanto do carnaval, mas todos tinham fato e tinham fé numa noite bem divertida. Foi assim que todos passaram esse dia. Só Niall, no final da manhã, recebeu uma chamada de um número que não conhecia. Ainda assim atendeu. A senhora do outro lado da chamada falou-lhe sobre um casting qualquer no sábado. Uma conversa esquista que ele não estava a perceber. Foi então que a senhora lhe explicou do que se tratava. O rapaz logo percebeu tudo. Agradeceu o aviso à senhora e desligou a chamada.

– Vocês não têm nada para me dizer? – Pergunta ele ao chegar à cozinha onde estavam Harry, Louis e Zayn.

– Nós? – Questiona Zayn de boca cheia.

– O que andaste a beber logo de manhã? – Pergunta Harry estranhando a forma como o irlandês os abordara.

– Algo acerca de um casting qualquer…

Louis e Harry entreolham-se e partiram-se a rir. Zayn olhava para eles e para Niall sem perceber o que se estava a passar.

– Que piadinha… - Comenta Niall com uma expressão aborrecida, sentando-se à mesa ao lado de Zayn.

– Nialler, nós só fizemos isso para ver a tua reação ao saberes. Já sabíamos que ias ficar assim porque tu não gostas de modelos, quanto mais seres um. – Explica-se Louis.

O rapaz, sentado, virou-se para eles.

– Pois fiquem a saber que eu vou mesmo!

– Expliquem-me o que se está a passar por favor… - Intervem o muçulmano.

– Como assim? Vais participar num casting de modelos? – Surpreende-se Louis entre risos, tal como Harry.

– Vou. Vocês não me inscreveram? Então eu vou. Só por vocês não me acharem capaz de ir.

Os dois malandros voltam a olhar-se e a rir-se como perdidos de seguida.

– Continuem a gozar, continuem… Sei que não passo, mas bem que podia passar só para vos calar a boquinha.

– Espera lá… Eu não estou por dentro do assunto. – Interfere Zayn. – Mas se eu estou a entender bem… Niall, tu? Modelo? – Ri-se ele também. – Desculpa Niall, nada contra ti, não estou a chamar-te feio, mas não me parece que tenhas bem o perfil para modelo…

O irlandês levantou-se, riu-se também e olhou para os amigos:

– Passe ou não, sábado estou lá para fazer o casting. E vocês vão acompanhar-me.

– Claro que vamos! Achas que íamos perder isso? – Goza ainda Harry.

– Veremos… - Sai Niall vitorioso da cozinha deixando os outros a rirem-se.


–x-x-x-


No dia seguinte, à noite, Josh já esperava as raparigas no carro. “Mulheres…”, lamentava-se ele pelo atraso delas. Queriam estar perfeitas. Era carnaval e tinham de aproveitar ao máximo o seu disfarce porque não é todos os dias que se anda vestido de uma forma mais estranha, ou mesmo a imitar uma personagem qualquer. Tempo depois já elas chegavam ao carro, a tremer de frio, pois nenhuma delas ia propriamente com muita roupa.

No Pacha Club, já os rapazes esperavam por elas e Josh. Tudo porque Harry e Zayn recusavam-se a entrar sem as namoradas. Zayn, vestido de sultão, já sabia de que viria a namorada vestida. Tinham escolhido os fatos de modo a irem a combinar. Já Gina não tinha dito ao namorado qual seria a sua escolha. Preferia surpreendê-lo, mesmo tendo ele revelado que iria de Zorro. Louis era o gozado do grupo. Os rapazes ao longo de toda a noite não conseguiam parar de rir com o disfarce dele. Era de longe o mais cómico. Tanto segredo sobre o que iria usar para depois ser alvo dos risos dos amigos… Hippie, sem dúvida, tinha tudo a ver com ele.

– Tu não queres apressar a tua namorada? Tipo, somos os Dj’s… - Reclamava ele com o amigo.

– Tem calma pá! A pista só abre lá para 1h e ainda é meia-noite. Por isso, relaxa… Paz e amor, ó hippie…

Todos se riram.

– Olha, vêm dali! Já as estou a ver! – Avisa Niall.

– Bem… Acho que esse fato de vampiro deu-te visão noturna… É que eu ainda não consigo ver ninguém. – Reclama Harry.

– Talvez porque estás a olhar para o lado errado. – Explica-lhe Louis, virando o olhar do amigo para o local correto.

– Ok, isto é estranho, porque eu não consigo diferenciar ninguém. – Comenta Liam.

– Harry… Um zorro à beira da capuchinho vermelho, ah? Tudo a ver! – Goza o irlandês.

– Está fofinha… - Defende Harry a namorada.

As raparigas chegaram e cumprimentaram os amigos, sendo que Gina e Sofia, capricharam no cumprimento aos namorados.

– Estou a morrer de frio! – Queixa-se Sofia.

– Realmente… Ó Zayn, tu deixas vir a tua namorada assim, só para condizer contigo? A rapariga ainda apanha uma pneumonia… - Goza Louis.

– Fui eu que escolhi vir de odalisca... E depois sugeri ao Zayn que viesse a condizer comigo. Por isso é que ele veio assim, gostoso, de peito ao léu… Só para mim. – Explica ela brincalhona abraçando o namorado.

– É bom que o abraces mesmo, não vá outra passar e... passar a maozinha aí. - Pega Lúcia com a amiga.

– E a Lúcia, ãh? Perigosa… Catwoman. – Interfere Niall. – Nem te reconhecia…

– Oh fofo, comigo é assim…

Louis olhava a ex-namorada que, disfarçadamente também olhava para ele. Reparara no quão estupidamente vestido ele estava, mas, não quis dizer nada. Era melhor continuarem a não falar, por muito que as saudades apertassem.

– Mas ó Louis, tu estás a falar do meu disfarce de odalisca, mas o teu de hippie, não haja dúvida que te fica a matar. – Goza Sofia, rindo-se e fazendo o namorado, que a abraçava para a proteger do frio, rir-se também.

– Devias ter visto a risota que foi quando o vimos já vestido. Foi o máximo. – Intervem Harry, fazendo a namorada reparar no amigo hippie e rir-se desalmadamente.

– A sério Louis, muito bom! Pensei em tudo… Até em ver-te de cenoura ou algo do género, mas de hippie é muito bom!

– Oh! Não percebeis nada de disfarces de Carnaval…

– Esse bigodinho… Uh, uh! – Completa a Minnie, Danielle.

– A Danielle é que está mesmo fofa, não está? – Questiona Lúcia a todo o grupo.

– Linda! – Resume Liam.

– Obrigada lindo. – Agrece ela ao melhor amigo. – Também ficas muito fofinho vestido de Woody.

– Mesmo! Tem tudo a ver contigo. – Repara ainda a namorada de Zayn.

– Obrigado.

– E ninguém diz nada aqui sobre o vampiro, não? – Resigna-se o irlandês.

– É assim… Um clássico. Estás fantástico Niall! – Aprecia Lúcia.

Niall fez um olhar maléfico que os fez rir a todos.

– E aquela altura em que vos pergunto… Porque estamos nós aqui fora, mesmo? – Questiona Liam.

– Falta o Josh que estava a estacionar o carro. – Explica Danielle.

– Ainda não o conheci e ele já mora contigo há umas boas semanas… - Repara Niall.

– Ele é mesmo porreiro. Acho que vais gostar dele. – Diz-lhe a melhor amiga.

– Ele já vem aí… Mas demorou muito e eu aqui a apanhar frio nas pernas! – Protesta a namorada de Harry.

– Olá pessoal!

– Hey Joshy! – Cumprimenta logo Louis fazendo o rapaz rir-se com o disfarce do amigo.

– Se não fosse pela voz nunca mais na vida chegava à conclusão que tu és o Louis.

– Outro… Isto é que é qualidade! Ficar irreconhecível no carnaval. Não percebem mesmo nada!

– Heyah… Josh! – Exclama de repente Niall. – Eu conheço-te! Lembras-te de mim? O Niall…

– Niall… Da Irlanda… Meus Deus! Há anos!

Os rapazes trocaram um abraço amigável.

– Afinal vocês conhecem-se? – Fica Gina confusa.

– Sim… Da infância. Os nossos pais conheciam-se. Passamos férias juntos várias vezes… - Explica-se o mais recente membro do grupo. – Mas e quê? Vieste para Londres, Inglaterra? Abandonaste a tua adorada Irlanda?

– Pois é… Londres é Londres.

– Nunca pensei em voltar a ver-te. Já não nos víamos há uns dez anos…

– Menos um bocado talvez… Mas já há muito mesmo.

– É melhor entrarmos não? Matam as saudades lá dentro. É que eu estou cheiinha de frio. – Pede a portuguesa dos caracóis.

Lá dentro, Louis e Zayn ainda estiveram com os amigos por algum tempo. Sofia aproveitou para dançar agarradinha ao namorado enquando podia, por muito que a música ainda não fosse grande coisa ainda, mas era a oportunidade que tinha de poder dançar com o namorado naquela noite. Depois disso, o Dj Tommo e o Dj Malik teriam a missão de animar a festa ao longo da noite. O resto do grupo, Mónica, Dylan, Raquel e Débora, ainda chegaram a tempo de estar com os dois amigos que trabalhavam naquela noite. Débora logo elogiou o casal formado pelo sultão e a odalisca e disse-lhes que Mónica de Dylan também tinham combinado os fatos e que ambos estavam de piratas, muito ao estilo d’Os Piratas das Caraíbas. Depois da conversa com o casal amigo, a loira, foi ter com o grupo, todo reunido numa mesa e de que faziam parte Gina, Harry, o casal pirata Mónica e Dylan e Lúcia e a freira pervertida da Raquel que conversavam para não estarem a fazer de velas. Os outros estavam espalhados pela pista a dançar. Mas Niall, entretanto, regressou à mesa simplesmente para pousar o telemóvel que lhe caía do bolso das calças enquanto dançava. Depois de pousá-lo, e de um aceno aos recém-chegados, o loiro virou-se e deu de caras com alguém que não reconheceu de imediato. Já ela, logo se apercebeu de quem se tratava e não gostou nada do que viu.

– Débora! Parece que viemos a combinar…

– Tinhas de me copiar?

– Eu não copiei ninguém… Não sabia que vinhas de vampira… sexy.

– Quem nos vir juntos até pensa que combinamos…

– E qual é o problema?

– O problema… Nenhum. Não há problema, porque isso não é verdade.

– Exato… Então?

– Então nada.

Ele riu-se e depois mostrou-lhe os dentes como simulando uma mordida, desaparecendo com a sua capa para o meio da pista ainda com pouca gente.


–x-x-x-


Também Caroline sabia que Harry ia estar naquela noite naquela dicoteca. Finalmente para alguma coisa Derek começava a valer a pena. Como Dylan era seu primo, conseguia várias informações acerca do casal que eles tentavam desunir. Por isso, quando já os Dj’s atuavam e a discoteca começou a encher, a sem escrulos de Caroline, entrou. Foi até a um dos bares e começou a observar para encontrar quem ela pretendia. Não demorou muito a conseguir. A partir daí os seus olhos não mais largaram o zorro e a capuchinho vermelho.


–x-x-x-


Danielle estava com o seu melhor amigo a conversar, tal como antes. Ao longe, Liam viu Raquele ficou a olhá-la. Também ela estava feliz. A rapariga dos caracóis reparou e não conseguiu evitar:

– Sentes a falta dela?

– Não. Estar de novo com ela fez-me perceber que já não a amava como dantes...

– Estás mesmo seguro disso?

– Sim. Eu agora…

– Danielle! - Chama-a Josh. - Queres dançar?

– Nem precisas de perguntar duas vezes! Já falamos, Liam.

O rapaz ficou a vê-los afastarem-se para o centro da pista de dança. Estava cheio de ciúmes. Não ia ficar ali a ver Josh a roubar a sua melhor amiga. Tomou iniciativa e foi dançar para a beira deles. À medida que dançava, cada vez mais, chegava-se para eles, de modo a que conseguisse empurrar Josh e ficasse ele frente a frente com Danielle. O seu objectivo foi cumprido. Porém, o baterista foi apanhado de surpresa e quando foi empurrado não se conseguiu controlar e esbarrou-se contra uma rapariga com uma bedida. Aquela bebida deixou de estar no copo e passou a estar na camisola de Josh.

– Oh! Desculpa!

– Não, eu é que peço desculpa. Por minha culpa ficaste sem bebida.

– Deixa lá a bebida! Tu estás é todo encharcado...

– Pois...

Ambos ficaram a olhar para a camisola dele, pensando numa solução para aquele problema.

– Porque é que não a tiras? - Sugere ela. - Andam por aí tantos sem camisola. Olha os havaianos!

– Acho que não tenho outro remédio... Obrigado pela sugestão.

Ela sorriu.

– Já agora, sou o Josh.

– Eu sou a Raquel.

– Prazer em conhecer-te, Raquel. Agora vou tirar esta camisola.

– Está bem. Vemo-nos por aí.

O rapaz, dirigiu-se à casa de banho onde conseguiu arranjar forma de manter o seu disfarce, agora sem camisola. Ficava um pouco estranho, mas mais sexy… Um bombeiro bem sexy, aliás.


–x-x-x-


Mónica e Dylan dançavam. A rapariga estava feliz por finalmente ter o namorado de outrora. Pelo menos, desde que estava com ele naquela noite ainda não tinha acontecido nenhuma daquelas coisas que a deixavam alarmada. Por isso limitava-se a gozar a sua noite de pirata com o seu piratinha. Quem os via, reparava no quão se amavam e no quão felizes eram juntos. Era bonito de se ver.


–x-x-x-


Lúcia, que não queria dar uma de candelabro para Gina e Harry, foi até ao bar. Pediu uma bebida e ficou ali. Não demorou muito a que os seus olhos encontrassem a figura cómica de Louis na mesa de som. Riu-se sozinha. Depois o olhar dele cruzou-se com o seu e as boas lembraças dos tempos já tão longínquos encorajaram-na a mais uma vez tentar. Pegou no telemóvel que tinha no bolso da calças e mandou-lhe uma mensagem. Do outro lado, Lou, vendo o telemóvel vibrar sobre a mesa dele, pegou nele e não hesitou em ler a mensagem ao ver o nome dela. Um sorriso apareceu na sua cara: "Tenho saudades tuas...". Depois deste ato de coragem, a portuguesa arrependeu-se. Devia ter continuado forte. Desiludida consigo própria virou costas e foi dançar para ver se relaxava. O inglês assim que viu a ex-namorada a virar-lhe as costas, não lhe respondeu. Por momentos queria retribuir e dizer o mesmo, porque realmente era o que ele sentia, porém a retirada dela fez com que ele não fizesse nada.


–x-x-x-


Caroline que acabara de ver Derek a chegar, nem podia acreditar! Pela primeira vez o via como um génio! Mesmo sem querer, Derek acabava de encontrar a melhor solução possível para acabar com o namoro dos outros dois.

– Ei, Derek! Acabaste de subir na minha consideração.

– E tu acabaste de descer na minha... Noiva? A sério? Estás assim tão desesperada?

– Cala-te e ouve-me!

– Diz lá...

– Adivinha quem é que está com um fato igual ao teu.

– Tu não és de certeza.

– Queres deixar de ser estúpido? Eu voltei a ter uma ideia para separar aqueles dois e tu estás nessa má onda.

– Desculpa, sim? Conta lá a ideia.

– Tu e o Harry estão com o fato igual.

– O quê?! Estás a brincar, certo?

– Não. É perfeito! Diz-me só que também tens a máscara para os olhos.

– Tenho, está aqui.

– Acredita! Esta noite, adoro-te!


–x-x-x-


Raquel, Débora e Sofia estavam juntas. Comentavam os disfarces das pessoas que passavam. E gozavam com alguns ridículos que lá havia. Naquele momento, riam-se de um rapaz vestido de totó. Ele tinha mesmo pinta para aquele disfarce. Para surpresa delas, ele começou a dirigir-se a elas.

– Hey, Sofia. Lembraste de mim?

A rapariga ficou confusa. Não fazia a mínima de quem se tratava.

– Não... Desculpa. De onde é que nos conhecemos?

– Sou o Zac. O irmão do Dylan? Primo do Derek?

– Ah! Já sei. É que com esse fato estás irreconhecível... – Explica-se tentando conter o riso.

– Pois... Já tu nesse fato estás mesmo... ahm... mesmo bem!

– Óh menino, - Chama Débora. - ela já tem namorado, só para que saibas.

– Eu só a elogiei, não disse para ela me fazer um broche.

Sofia e Raquel riram-se.

– Calou-te bem, Débora!

– Mas aposto que não te importavas... - Respondeu firmemente ela. "Deficiente", reclamou para si. - E Sofia, uma pessoa aqui a defender-te e tu ainda gozas? Incrível...

A rapariga dos caracóis voltou a rir-se.

– Queres ir beber um copo? - Pergunta ele.

– Desculpa, mas o meu namorado não ia ficar muito contente de nos ver juntos...

– O que é que um copo tem de mal?

– Qual foi a parte de "ela tem namorado" que não percebeste? – Defende ainda a loira.

– Os meus pais sempre me ensinaram a partilhar...

– Que tal irmos dançar, meninas? - Convida Sofia para escapar de Zac.

– Boa, vamos! - Concorda Raquel.

– Olhem e que tal irmos para a beira da mesa dos DJ's, onde está lá o teu Zayn? - Provoca Débora.

– Fixe, ide lá... - Desiste o rapaz. - Não sabem o que perdem!

As raparigas afastaram-se entre risos. O pobre rapaz não devia ter noção. Sofia jurava que ele até era girinho, se bem que mais novo, mas não era de se deitar fora. No entanto, naqueles trajes…

Entretanto, Gina juntou-se a elas.

– Então o Harry? Estava a ver que hoje não se largavam. – Comenta a loira.

– Está com o Niall e o Josh. Inventaram de fazer uma competição de shots. E a Lúcia?

– Está com o Liam e a Danielle acho eu. – Diz-lhe Raquel.

– Ah, está bem então.

Entretando Raquel e Débora foram também ao bar e Sofia ficou sozinha com a amiga.

– Hey meninas! - Sauda Louis.

– Não devias estar lá em cima? Deixaste o pobre do Zayn sozinho? – Precocupa-se Sofia.

– Não reclamaste quando ele me deixou a mim sozinho para passar a noite contigo… Daquela outra vez… Tu sabes. – Responde-lhe Louis.

Gina riu-se porque Louis soubera-a calar na perfeição.

– Eu só preciso de saber se vocês viram a Lúcia.

– Porquê, decidiste finalmente perdoá-la? - Atira logo Gina.

O inglês ficou sem saber o que responder. Sofia, como sempre, disposta a uma possível história romântica, ajudou o rapaz a sair daquela situação embaraçosa.

– Porque se é isso, ela está com o Liam e a Danielle.

– Vocês acham que ela aceitar-me-ia de volta?

– Com essa roupinha de hippie, acho que não... – Corta logo a namorada de Harry.

– Engraçadinha. É que eu queria convidá-la para o baile, também.

– Só podia... Tu queres é par para o baile, já que não podes ir sozinho!

Ele riu-se.

– Mas para isso já vais tarde, Louis. – Sofia desanima-o.

– Ah? Como assim?

– Ela já tem par para o baile. – Explica a estudante de Biologia

– Quem?

– Josh Devine.

– Ela vai com o Josh?!

– Sim. Eles os dois estavam sem par, por isso vão juntos. – Acrescenta a estudante de direito, não vendo nenhum mal naquilo.

– Hum. Já vi que ela partiu para outra... Obrigado por me terem dito isso antes que fizesse figura de parvo.

– Louis! – Tenta, em vão, Sofia chamá-lo para lhe explicar que não era bem assim.

– É o que eu digo, ele só queria companhia para o baile...

– Oh, não é nada. Mas isto agora está uma grande confusão: ela pensa que ele está interessado na Eleanor, e ele pensa que ela está interessada no Josh.

– O quarteto fantástico. Dan dan daaaaaaaaaaaan.


–x-x-x-


Lúcia e Danielle, que estavam com Liam, dançavam e bebiam cada um a sua bebida. Só Liam rejeitara o álcool, como sempre. De repente, a catwoman daquela noite, reparou em alguém que estava com Josh. Não hesitou em logo chamar a atenção da amiga.

– É o…

Lúcia assentiu com a cabeça.

– Kayky! Nem acredio que ele está aqui!

– E o fatinho de marinheiro… Uh lá lá!

Liam estranhou os cochichos das amigas mas não se quis intrometer.

– Temos de dizer à Sofia e à Gina, senão elas não nos perdoam.

– E a Gina até nos mata desta vez! Já da outra foi o que foi por nos esquecermos de filmar e depois passarmos o tempo todo a falar do gatito.

– Pois, avisa aí o Liam.

Danielle avisou o melhor amigo que precisava de falar com Sofia e Gina e que já já voltaria.

Facilmente as encontraram, até porque ambas estavam de vermelho.

– Tu não vais acreditar em quem nós vimos! – Dirige-se Lúcia a Sofia.

– Quem?

– O Kayky! – Respondem as duas em uníssono.

– O Kayky? Ó meu Deus, ó meu Deus, ó meu Deus! A sério?

– Óie… Eu tenho de ver esse moço. Onde ele está? – Questiona Gina.

As raparigas conduziram-nas até onde o tinham visto da última vez e lá estava ele ainda a falar com Josh.

– Espera lá… O Josh tirou a camisola? – Estranha Gina.

– Parece que sim. – Constata Sofia. – Mas olha o Kayky. Está tão lindo naquele disfarce de marinheiro…

– É aquele? Uh… Gatito, muito gatito… - Aprecia a namorada de Harry.

– Hey meninas… Que se passa? – Questiona Liam aparecendo pelas costas de Danielle e Sofia, abraçando as duas.

– Nada, nada Liamzinho. – Descansa-o Lúcia.

– Meninas, vamos lá? – Sugere Sofia.

– Lá onde? – Questiona a estudante de Biologia.

– Ali, falar com o… Josh. – Tenta a namorada de Zayn disfarçar para Liam.

– ‘Tás a gozar, certo? – Protesta a morena de ascendência peruana.

– ‘Bora lá. Vamos. Anda lá Gina. – Apoia Lúcia a ideia de Sofia.

– Já vão outra vez? – Lamenta Liam.

– Pronto, vá, eu fico contigo, mas só porque está a dar agora esta música de que gosto muito e quero dançar. – Propõe a melhor amiga.


–x-x-x-


As outras três dirigiram-se a Josh e foi logo Sofia que intercetou o vizinho para perguntar por Niall. Depois foi só fingir que ainda não tinha reparado em Kayky e que só naquele momento o notara.

– Kayky? Por aqui? – Comprimenta-o ela em português.

– Oi, tudo bem?

– Comigo tudo ótimo. Lúcia, olha o Kayky.

O rapaz e a rapariga cumprimentaram-se também e depois foi a vez de Sofia lhe apresentar Gina.

– Já vi que o grupo de vocês é só de garotas bonitas, né?

– Oh… Obrigada. – Agradecem elas.

– Bem, meninas, desculpem, mas temos de ir ali… - Tenta Josh salvar o amigo, pois reparara na forma como elas falavam para ele e todas elas estavam já “endereçadas” a outros amigos seus. Por isso, antes que ele lhes desse bola e as coisas se complicassem, era melhor afastá-lo delas.

– É, foi bom voltar a ver vocês e conhecer a Gina também. A gente se vê por aí.

– Xau Kayky.


–x-x-x-


Mais tarde, Sofia e Gina, juntamente com Lúcia, voltaram à mesa. Harry entretanto também foi ter com as meninas, colando-se novamente à namorada.

– Vou buscar uma bebida. Algum de vocês quer vir?

– Não, obrigada. - Responderam.

A morena já estava com sede por isso foi buscar a sua bebida sozinha.

– Vais deixa-la ir sozinha, Harry? - Pergunta-lhe Sofia. - Olha que ainda aparece o lobo mau...

Lúcia e Sofia riram-se da cara do inglês. Ele ficou mesmo assustado.

– Eu vou atrás dela.

Sofia e Lúcia ficaram ainda a comentar o brasileiro. A rapariga dos caracóis tinha namorado e estava muito contente com a sua relação e a sua intenção não era de todo trocar Zayn fosse por quem fosse, a questão ali era apenas apreciar o que merecia ser apreciado. O rapaz era bonito e simpático, por isso, não dava para evitar. Com Lúcia algo parecido se passava. Por muito que a relação com Louis não estivesse no ativo, ela amava-o e não conseguia pensar em mais ninguém.


–x-x-x-


– Pensei que não querias vir...

Num ato repentido, Gina é beijada por um rapaz marcarado tal como o namorado.

– Gina?! - Surpreende-se Harry, vendo a morena a beijar outro.

– Harry? - Surpreende-se ela também. - Espera se tu és o Harry, quem é este?

O rapaz mistério que a tinha beijado fugiu, deixando-os sozinhos.

– Agora foges seu cabrão?- Grita-lhe Gina irritada.

– Bravo. Que plano perfeito. Então eu é que te andava a trair...

– Harry, não é nada do que estás para aí a pensar! Eu pensei que ele eras tu.

– Claro, claro. Escusas de dizer mais alguma coisa. Eu vi.

Dito isto, o inglês dos caracóis virou-lhe as costas e saiu da discoteca.

A rapariga ficou sem saber como reagir. As lágrimas escorriam-lhe pelo rosto. Tentou ainda ir atrás dele, mas ele acabara de pagar e já estava de saída. Ela não tinha o dinheiro ali para também pagar e segui-lo. Assim, limitou-se a vê-lo afastar-se. Depois disso, Gina recorreu às amigas que lhe deram a maior força. Queria ir embora, no entanto elas achavam melhor que ficasse e tentasse tirar isso da cabeça. Harry amava-a e quando caísse em si acabaria por perceber que tudo não passara de um mal-entendido. Tudo iria acabar em bem, certamente. Depois de se acalmar, foram ao bar cada uma buscar a sua vodka de morango com sumo de limão e beberam. Gina estava de rastos. Sentia-se a sangrar por dentro mas também não queria ceder ao choro. Copo seguia-se a copo. Lúcia e Sofia perderam um pouco o controlo sobre a amiga que bebia como nunca antes alguém a vira beber. No final da noite, Gina já não era a mesma. Quando ela própria desafiou as amigas a subirem às colunas em frente à mesa de som, elas ficaram realmente espantadas. Gina nunca fora de alinhar nessas coisas. Mas Lúcia e Sofia aceitaram de bom grado. Subiram às colunas e Sofia, depois de escolher a música que iriam dançar com Lúcia, foi pedir ao namorado para a pôr. Como queriam abanar as ancas e eram portuguesas, nada melhor que um “Levanta o Vestido” dos Zona 5. Difícil foi arrancar a estudante de Biologia de lá… Finalmente a noite acabava e todos acabaram por ir embora para as suas casas. Gina chorava e ria-se, dizia coisa sem sentido. Os amigos que entretanto já tinham percebido que algo se passara entre ela e Harry, compreendiam que ela estava mal…




Notas finais do capítulo

E então? Deixem-nos as vossas perspetivas para o futuro breve da história... ;)



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Just In One Direction" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.