A batalha do coração... Dor contra Amor escrita por Patty16


Capítulo 7
Capítulo 7


Notas iniciais do capítulo

Oi Gente!!! Um capítulo fresquinho pra vocês acabou de sair do forno agora mesmo, em plena 03:06am... (Porque você ainda está lendo isso, desce, desce, vamos lá. ;P)



Ponto de Vista: 3ª Pessoa.

– Mas é o único jeito. – falou Percy, virando a cadeira, observando Thomas andar de um lado pro outro bastante nervoso.

– Claro que não. Eu não posso simplesmente voltar pra New York assim. E tudo que eu construí aqui? E todos esses seis meses que eu me dediquei ao escritório? Não vou embora, tenho que dá um jeito – falou Thomas, rapidamente enquanto pensava em um jeito.

– Você vai deixar sua mãe que está doente sozinha? – falou Percy

– Já sei. – falou Thomas de repente animado. – E se eu trouxer minha mãe para Londres? Aí eu não preciso ir para lá, e ainda faço companhia para ela.

– É uma boa idéia, ela vai ficar lá em casa? – perguntou Percy, eles dividiam essa casa, desde que a casa que Thomas alugará dera alguns problemas para o mesmo.

– Não sei talvez eu alugue um apartamento para eu e ela ficarmos.

– Tem espaço, só que ela ficará sozinha uma boa parte do tempo, pode acontecer alguma coisa, acho melhor contratarmos uma empregada.

– Pode ser. – falou Thomas se afastando, iria ligar para sua mãe, para resolver pequenos detalhes antes da viagem. - Ela vem na proxima semana, vou ver se consigo resolver as coisas para a chegada dela.


Alguns dias se passaram, tudo parecia normal novamente, Percy estava sozinho no escritório relendo alguns casos para a próxima semana quando do nada a porta se abre e volta batendo fortemente contra a parede de vidro. Assustado pelo barulho Percy levanta-se e vai até a janela para dentro do escritório, tudo parecia normal lá, se não fosse por todos os vidros que circulavam o local tivessem rachados. Olhando para fora e tudo que via era nuvens muito densas de poeira, como se o centro do mundo tivesse se movido, era uma sensação estranha a que todos sentiam. Toda Londres sentia que algo estranho estava acontecendo, não só a Grande Londres como toda Inglaterra que agora passava por momentos de desespero.

Todo governo corria atrás de respostas, mais a comunicação era muito pouca, correria total, muitas mortes, gritos histéricos nas ruas, milhões de telefones tocando, trovoadas, e de repente sentem como se o mundo fosse desabar sobre suas cabeças, uma chuva forte demais, acompanhada de ventos que carregavam tudo que passasse em sua frente uma verdadeira loucura, aviões caiam ao mar, pessoas gritavam por socorro, uma mãe segurava a mão da pequena filha que chorava em desespero, o mundo estava acabando e ninguém sabia como explicar isso, ouviam-se passos, pessoas correndo tentando se afastar de tudo isso.

De repente escuridão, todo país parou diante daquilo, era somente o breu, tudo escuro, o chão tremia sobre os pés, o céu trovejava e o mar parecia cada vez mais furioso, pareciam querer se destruir um ao outro, mas ninguém prestava atenção naquilo, eles apenas olhavam para um ponto dourado bem longe que parecia estar caindo dos altos, tão grande como a própria Londres que tentava se abrigar naquela escuridão. Aquilo descia cada vez mais rápido e quando chegava bem perto de repente diminuía a velocidade e rodava parecia a procura de algum lugar, e lá foi ele até o Prédio do Big Ben quando estava quase sobre o mesmo, some em uma luz dourada, e como se aquilo fosse a causa de tudo, todas as luzes se acende e todas olhavam abobados em volta, o chão nem parecia que tinha caído nenhuma gota de água, tudo estava inteiro nada tinha saído de seu lugar.

–Você também viu tudo isso ou é loucura da minha cabeça? – perguntou Thomas assustando Percy que nem tinha visto o amigo chegar ali.

– Só se for loucuras das nossas cabeças então! – falou Percy se afastando da janela que ele estava até agora, e vendo os vidros da mesma se juntarem em sua frente.

– É... tem alguma coisa muito estranha acontecendo. – falou dona Sophia que acabará de chegar junto com o filho Thomas.


Em outro país, ou eu diria continente, mais especificamente em USA, tudo estava um pouquinho diferente algumas notícias chocavam todos que viviam a sua volta, uma delas era que os Estados Unidos não era mais o local onde a chama brilhava mais, toda bolsa de valores apontava para a Inglaterra, parecia que o mundo agora estava sobre a Inglaterra.







Notas finais do capítulo

http://www.reino-unido.net/big-ben.htm (Prédio/torre citado no cap.)
Desculpe o capítulo pequeno, mas eu ainda vou compensar vocês com algumas surpresas nos próximos capítulos.