Poderoso Chefão escrita por Sweet Lips


Capítulo 14
13 º Capítulo - Atitudes




                             PODEROSO CHEFÃO

                                CAPÍTULO 13 - ATITUDES

Renesmee PDV

Peguei no telefone da mesa de cabeçeira e disquei o número.Estava chamando e minha angústia aumentava cada vez mais com a demora.

  "Alô?"_atendeu ele com sua voz grave.Suspirei fundo

 - Sim Anthony daqui é Renesmee.

 "Renesmee..."_parecia falar com adoração._"Como conseguiu meu número pessoal?"

 - Sua mulher ou lá o que ela é me deu.Preciso ter uma conversa muito séria com voce.Podemos nos encontrar?

 "Claro boneca, meu quarto está sempre disponível."_juro que se ele estivesse á minha frente,surrava-o.Bufei.

 - Me refiro a um lugar público e deixe desses sarcasmos.

             "Não consigo evitar,faz parte do meu charme..."

 - De qualquer das formas,está disponivel amanhã?

 "Como é voce eu arranjo um tempinho.Vá até a Plazza di Fliore,tenho um restaurante lá e podemos conversar sem sermos incomodados."

            Um restaurante?Ok,aquilo me impressionou.

 - Como achar melhor.Até lá._falei me preparando para desligar.

  " Fico contando os segundos.Talvez um dia me ligue sem ser pra falarmos do seu marido,quem sabe."

 - Acho muito improvável Anthony.Fique bem._e desliguei sem esperar outra cantada absurda sua.

Suspirei me sentando na beira da cama.Sabia que estava fazendo o mais sensato mas só de pensar em voltar a me encontrar com aquele homem me dava voltas no estomago.

Fui tomar um banho e coloquei minha camisa de noite.Me aconcheguei na cama e fechei meus olhos.Teria que acordar cedo sem que Jake desse por minha falta.Amanha seria o grande dia.Tinha que ser forte,por mim,por Jake e por essa criança que está por vir.Minha vida depende deles apenas.

                                           -x-

Estava amanhecendo.Abri levemente meus olhos e olhei para o lado.Jake estava dormindo serenamente de costas para mim.Me levantei com cuidado e fui fazer minha higiene.Coloquei um vestido e uma gabardina.Tirei um pedaço de papel da minha agenda e anotei um recadinho para o Jake assim que ele acordar.

"Amor fui ao médico,não estava me sentindo muito bem.Não demoro.Beijos.Nessie".

Deixei no seu lado da cama e beijei sua testa suavemente.Olhando para ele assim sabia que estava fazendo o que era certo.Lutaria com todas as minhas armas para salvar o homem que amo.Jake já fez o mesmo por mim,só me cabe fazer o mesmo por ele.

Sai do quarto e fui ter com Emily na cozinha.

- Emily eu vou sair por umas horas,se Jake te perguntar alguma coisa diga que eu fui ao médico ok?

- Tudo bem.Está se sentindo mal?_perguntou ela meio preocupada.

- Nada demais,apenas faça o que pedi ok?Não demoro.

-  O que desejar...

Sorrimos uma para a outra e sai indo até a limusina.

- Me leve até Plazza di Fliore por favor._pedi e o motorista arrancou.Não demoramos muito a chegar.Deixei o motorista ir e procurei o tal restaurante de Anthony o que não foi dificil.Do outro lado da rua estava um letreiro que dizia "Anthony Ristoranti".Entrei e reparei logo no luxo que transbordava naquele lugar.Ainda era cedo mas já se encontrava cheio.Fiquei parada na parada vendo se o encontrava mas uma mulher loira bastante bonita veio ter comigo,sorridente.

- É a Renesmee Cullen?_me perguntou com um ingles sofrivél.

- Black._corrigi acenando.

- O senhor Februacci já a está esperando,por favor me siga._pediu e assim o fiz.Passamos pelos clientes e ela me levou até a arrecadação,abrindo outra porta que estava lá.Estendeu a mão para mim e eu entrei.Era um espaço pequeno mas estava ocupado por uns sofás e uma mesa dando um ambiente mais calmo e sereno.Devia ser lá que Anthony ficava quando não queria ser incomodado.

- Obrigada Heidi pode ir._disse Anthony aparecendo do nada e se sentando na mesa sem tirar os olhos de mim.Estendeu a mão á sua frente me pedindo para sentar.Assim o fiz.

- Quer beber alguma coisa?_perguntou assim que um garçom parou ao nosso lado.

- Não,obrigada._pedi e olhei para baixo meio sem jeito de olhá-lo.Anthony exercia algum tipo de influencia em mim,agora se é boa ou má isso já não sei explicar.

- Então a que devo esta maravilhosa visita?_perguntou bebericando seu Martini.Suspirei.

- Voce sabe perfeitamente do que se trata.Do que voce me falou sobre ajudar Nahuel a matar o Jake...

- Sim e então?_disse ele indeferente.Respirei fundo tentando me controlar.

- E então que eu vim aqui te pedir em nome do meu marido que não permita tal calamidade.

- "Meu marido"._ironizou ele me ohando sério._Voce pensa que pelo fato de ter essa aliança no dedo voce seja especial para ele?Pois se engana!Várias já passaram por isso.Victoria,Jane e Leah também tiveram esse privilégio,não pense só porque ele se casou com voce e está a mais tempo do que costume que quer dizer que esteje apaixonado por voce.Assim que se cansar vai te jogar como um trapo sem uso.Ele é assim e não vai mudar.

Senti meus olhos picarem mas não deixei aquelas palavras me abalararem por mais que tivesse me doendo.

- Pode ser que tenha razão._falei acariciando  minha barriga._Mas este ser que está crescendo em mim me provou o contrário.

Anthony seguia o meu gesto petrificado.Engoliu em seco,olhando para mim.

- Vai me dizer que está...

- Sim,estou esperando um filho de Jake.Por isso como ve eu não estou sendo egoísta pensando apenas no meu amor por ele.Se voce tem um coração aí dentro compreenderá que não é fácil uma criança ser criada sem pai.Pense na sua filha,na Claire,gostaria que ela nascesse sem saber quem é o pai?_perguntei deixando uma lágrima fraca escorrer.Anthony continuava me olhando,um tanto sentido.

- Por favor...não chore.Não vou aguentar._disse com a voz fraca.

- Não te peço que goste do Jake,mas se poder ajudá-lo eu ficaria enternamente grata.Ele é tudo para mim.

Anthony continuava me olhando calado,como se estivesse captando cada palavra minha.Suspirou,olhando para baixo e depois novamente para mim.

- Não prometo nada...mas vou tentar._senti um alívio assim que ele disse isso.

- Obrigada,fico mesmo muito agradecida._me levantei preparando-me para ir embora.

- Espere._pediu ele,me virei._Acho que começamos com o pé direito._e se levantou indo até mim._Eu não sou tão mal carácter quanto aparento.

- Eu sei disso.Desde que conheci Jake me apercebi que todos têm um lado bom dentro deles.

Anthony sorri.

- Não sei o que voce tem,só sei que quando estou ao seu lado...não preciso de me mostrar durão nem autoritário.Posso ser eu mesmo...

- Te garanto que será mais feliz assim._me voltei mais uma vez mas senti sua mão agarrando meu braço,suavemente.

- Ainda é cedo,porque não damos uma volta?Sem segundas intenções,promteto caso contrário pode chamar o Black para arrebentar meu rosto novamente._sorriu ele.

- Jake não sabe que eu estou,não quis preocupá-lo sem motivos.

- Ah não?_ele se mostrou surpreso._Quer dizer que o casal maravilha também guarda segredos um do outro.

Soltei meu braço dele ultrajada e tentei sair,sendo impedida uma vez mais.

- Hey calma esquentada,estava apenas brincando.Então,aceita uma saída entre conhecidos?

- Bem...desde que não demore muito.

- Não se preocupe._disse erguendo a mão para mim.Mirei-a por momentos e poisei minha mão nela.Anthony me puxou levando-me pelos cantos escondidos e acabamos parando na cozinha,onde uma cena me chamou a atenção.

- Se cortar deste jeito não sairá simétrico._falei para a cozinha que se preparava para cortar um pepino e pela forma que ela colocava a faca,se notava que só sairia borrada daí.A cozinheira,o empregados e o próprio Anthony me olhavam espantados.

- Como?-perguntou a cozinheira sem entender.Fui até ela.

- Tem que colocar a faca assim na horizontal.Para além de sair simétrico não ficará murcho.Veja._disse cortando o pepino inteiro em segundos.

- Nossa..._ouvi Anthony sussurrar admirado assim como todos que se encontravam na cozinha.

- Não sabia sobre essa sua faceta._disse ele se aproximando mais de mim,Sorri meio envergonhada.

- Tirei um curso de gastronomia mas não terminei...

- Que pena,voce parece que tem jeito...porque não nos mostra o que mais sabe fazer?

Olhei-o para ver se era verdade.Ele sorria para mim ainda admirado.

- Sério?

- Claro,eu sempre me interessei por culinário foi por isso que abri este restaurante.Vá nos mostre._me icentivou.

Acenti com um sorriso involuntário nos lábios e pedi um avental e começei vendo os ingredientes que se encontravam lá.Fiz um pouco de tudo:pratos quentes,frios e sobremesas.Todos me observavam atentamente e isso me fez muito bem.Há muito tempo que não praticava aquilo que eu considerava um dom e ver todas aquelas pessoas me admirando por isso me fez ter mais orgulho ainda.

Anthony se levantou da cadeira,batendo palmas sendo imitado pelos outros.

- Nossa voce é fantástica,nem dá vontade de comer de tão bonito que está._corei com essa não posso mentir.

- Imagina,é exagero seu,ainda preciso aprender muito.

- Sim mas voce tem um dom nato.Hey eu estava pensando...que tal trabalhar aqui?Faça isso como um hobby,eu te pago e voce pode vir quando quiser.

Abri a boca e fechei novamente,petrificada com a resposta.

- N-Nossa nem sei o que dizer...c-claro seria ótimo,era o que eu mais queria.

- Ótimo.Pode vir quando te der jeito isso se seu marido não se opor.

- Ele é meu marido mas não manda em mim,eu é que decido o que faço da minha vida.

- Ui!Decidida,já disse que amo isso em voce?

- Anthony por favor,não estamos sozinhos..._falei corando enquanto via os empregados sorrirem divertidos.Anthony sorriu também.

 - Tem razão.Vamos sair daqui.E voces continuem com o trabalho!_ordenou e a correria voltou á cozinha.Anthony me deu sua mão,saimos de lá e acabamos parando na recepção.Anthony parou e olhou para mim,intensamente.

- O que foi?_perguntei num fio de voz.

- Nada...só estava me perguntando o que aconteceria se eu te conhecesse primeiro que o Black._disse embargado ,se aproximando de mim.Recuei acabando contra a parede.

- Anthony por favor pare com isso antes que..._mas não consegui terminar minha frase,pois seus lábios tinham tomado os meus formando um beijo lascívo.Anthony passou uma mão no meu rosto enquanto que a outra apertava a minha cintura me precionando cada vez mais á parede.Tentei me soltar dele mas não consegui visto que ele é mais forte.Sua língua foi se juntando lentamente com a minha e aquilo me fez arfar.

- Anthony...Anthony me solta!_gritei dando um tapa nele assim que consegui me livrar de seus apertos.Fui até a porta correndo mas infelizmente ele veio á minha trás.

- Renesmee espere!_disse ele,agarrando meu braço ao qual eu larguei com força.Ele levantou as mãos em sinal de paz._Pronto,peço desculpa ok?Não sei o que me deu,foi mais forte que eu...me desculpe mesmo!

- Que isso não volte a repetir ouviu bem?_falei tentando ser ameaçadora mas minha voz me denunciava.

- Claro imagina,só espero que isso não afete a possibilidade de vir trabalhar aqui...

- Vou pensar no seu caso!_falei dando de costas enquanto chamava um táxi.Entrei assim que ele parou.Anthony deu uma nota ao taxista enquanto falava com ele em italiano.

- Leve a senhora com cuidado._depois se virou para mim,piscando o olho.Me voltei para o lado,bufando.Ele riu e se afastou.Arrancamos de seguida e ainda podia sentir o sabor daquele desgraçado na minha boca.Passei na mão nela com raiva e me foquei no caminho.

Não demorei a chegar a casa e fui para o quarto assim que entrei.Ao fechar a porta levei um susto ao ver Jake apenas vestindo uma calça,com as mãos na cabeça e uma garrafa deWisky vazia no chão.Assim que ouviu o barulho da porta,ele levantou a cabeça num ápcide e pude ver que ele esteve chorando.

- Ness..._disse ele num sussurro como se não acreditasse que eu estivesse lá.Se levantou vindo até mim,me abraçando com força._Meu Deus quer me matar é isso?Como voce sai sem me dizer alguma coisa,já estava ficando preocupado!Pensei que aquele canalha te tinha tirado novamente de mim,voce não sabe a angústia que eu senti assim que soube que voce ia ter com aquele homem?Porque fez isso comigo,quer me ver sofrer,e isso tudo porque?Por causa do que aconteceu com Leah?Eu te amo jamais te trairia se voce quiser eu a tiro daqui ainda hoje!_disse ele quase sem respirar enquanto que suas mãos passavam pelo meu corpo como se quisesse se certificar que eu estivesse mesmo lá á sua frente.

- Jake deixa de ser ridiculo não tem nada haver,eu fui tratar de assntos pendentes com ele..._ele se soltou de mim bruscamente.

- Quer dizer que agora voce tem assuntos pendentes com aquele cara que ainda ontem praticamente te sequestrou?_seus olhos estavam transbordando ódio.

- Não foi bem isso,ele não é esse monstro todo que aparenta ser.Consegui ter uma conversa bastante civilizada com ele tanto que ele me deu emprego e tudo no restaurante dele._aquilo foi a gota d´água pra Jake.

- O QUE?OFERECEU UM EMPREGO?E VOCE RECUSOU CLARO!_me perguntou mas aquilo mais parecia uma ameaça.Olhei para ele firmemente.

- Claro que não.Eu estou cansada de estar sempre trancaviada nessa mansão sem ter nada o que fazer Jake,quero trabalhar ser um pouco útil!Anthony diz que eu tenho muito jeito para culinária e meu sonho sempre foi trabalhar num restaurante.

- ENTÃO ESSE É O PROBLEMA?SE É ESSE EU ABRO UM RESTAURANTE PARA VOCE!AGORA NÃO ME VENHA COM ESSA DESCULPA RIDICULA SÓ PORQUE QUER PASSAR TEMPO COM ESSE CARA NAS MINHAS COSTAS!_Jake parecia estar possuindo.Estava me assustando e ele bebado era mais assustador ainda.Engoli em seco.

- Não venha com essa conversa Jake,falando assim até parece que voce é totalmente fiel a mim,tanto que ontem ficou aos beijos com a sua ex-namorada!

- Oh então é disso que se trata...quer se vingar de mim é isso?_e agarrou meus braços com força me encostando contra a parede._Só me falta dizer que beijou Anthony hoje!

- Jake voce está me assustando me solta!_lamentei quase chorando.Sabia que deixaria marca.

- ME RESPONDA!ELE TE BEIJOU?_seu aperto aumentou ainda mais.Senti as lágrimas descendo pelo meu rosto.

- S-Sim..._falei num suspiro.Jake me soltou aos poucos com uma cara horrizada e do nada começou atirando as coisas que encontrava pela frente no chão.Deu socos na parede e nas portas quase partindo-as.

- Jake por favor se controle!_pedi ainda encostada na parede vendo seus dedos sangrarem de tanto socar a parede.

- COMO PODE ME FAZER UMA COISA DESSAS?EU TE DEI TUDO QUE PODIA,MEU ESTATO MEU AMOR,COISA QUE NUNCA FEITO COM NENHUMA MULHER!EXPRIMI TODOS OS MEUS SENTIMENTOS POR VOCE ME ENTREGUEI DE CORPO E ALMA E É ASSIM QUE VOCE ME AGRADECE?SE ATIRANDO AO PRIMEIRO CARA QUE TE APARECE?NUNCA SOFRI TANTO NA MINHA VIDA COMO ESTOU SOFRENDO HOJE,SE VOCE TIVESSE ME DADO UM TIRO SERIA MENOS DOLOROSO!

Jake estava no chão,cabisbaixo e com as mãos tremendo devido ao sangramento.Me aproximei dele cautelosamente.

- Por favor Jake quem está me matando é voce,se maltratando desse jeito.Por favor me deixe cuidar desses ferimentos..._disse me agachando e agarrando sua mão com cuidado.Mas assim que o fiz,Jake a retirou como se tivesse apanhado um choque.

- Me deixe em paz...não me volte a tocar._disse se levantando e batendo a porta com força.Fiquei lá olhando para aquele quarto totalmente destruído e por ter destruído o coração do homem que tanto amo.Só esperava que ele visse que tudo faço é por ele e que não percebesse isso tarde demais.

  CONTINUA...



Notas finais do capítulo

Bem é isso aí,decidi postar hoje porque sexta estarei ocupada então aí está,não está essas coisas todas mas espero que tenham gostado do cap :/

Nathi di Lima muitissiiimo obrigada pela recomendação amore!!!(mais alguem quer seguir o exemplo? kk)

Obrigada amores pelos reviews de vcs se não fosse por eles não teria tanto amor ao escrever essa fic.Responderei todos os reviews assim que arranjar tempo prometo ;)

Bjkas e reviews!!!!!!!!!^^