Palacio escrita por liane


Capítulo 19
Capítulo 19




Sai olhava para as fotos e disse a sua mãe após receber a noticia de que voltariam a morar no palácio.

-Sinto que o plano está progredindo muito rápido.

-Como assim? –Orochima pergunta.

-Estou com medo.Ainda não estou mentalmente preparado.

-Do que esta falando na Inglaterra recebeu educação para se tornar o príncipe herdeiro por 14 anos. E diz que não está preparado?

-Com essa foto, já é suficiente para tirar Sasuke da posição de príncipe herdeiro. Mas eu não serei presenteado com a posição oficialmente. Pra piorar sobre seus planos com Karin, ainda não chegou o momento. Com as fotos conseguimos entrar no palácio, mas uma vez que elas foram expostas. Karin será punida ate o limite.

-E daí?

-Então tudo deverá ser recuado, deletado. Quando chegar o momento de tirar o Sasuke da posição que não é sua, farei pessoalmente e nesse dia nem você irá me impedir.

-Meu príncipe pensa mais complicado do que eu. Fico feliz em ouvir suas antecipações, sempre pensei que estava nessa batalha sozinha.

-Professora. –Chama Karin ao longe.

-Karin esta aqui.

Ela foi receber Karin ofereceu um chá.

-Deve ter sido difícil ultimamente.

-Eu posso agüentar.

-Azar não pode ser transformado em algo bom, terá outra chance. –Diz ela estimulando-a.

-Parabéns, soube que a senhora entrará no palácio e morara lá.

-Sim, venha me visitar para praticarmos yoga e tomarmos um chá.

-É uma honra, nunca entrei no palácio.

Conversam as duas.

Sakura estava no palácio conversando com seus pais por telefone quando Sasuke fica atrás escutando a conversa. Ele se aproxima quando ela termina e senta ao seu lado.

-Oi saudável e nutrida, você parece bem melhor. –Diz ele.

Ela o olha de relance com uma cara nada agradável.

-Ouvi que você chamou pela sua mãe enquanto dormia. –Ela nada disse.

-Oi. É minha vez de te fazer refém. Toda vez que você pensa em ir para casa, também quero permitir que vá, mas o estatuto da princesa herdeira é muito especial, pos isso não posso permitir.

Ela suspira e olha para o chão.

-É por que quero a minha posição de príncipe herdeiro. Pelo menos nesse momento da historia não quero ser registrado como um príncipe herdeiro inútil. –Ele continua.

-Como assim “nesse momento”?

-Isso ocorrerá em um ou dois anos.

-O que ocorrerá? –Ela perguntava não entendendo.

-Desistirei da posição de príncipe herdeiro.

Ela o olha surpresa.

-Enquanto você ainda está na posição de príncipe herdeiro?

-Daqui a 2 ou 3anos desistirei dessa posição. Só não desisto agora por que vou ser reconhecido como um jovem rebelde. Alem disso, tenho que esperar ate que levem minhas palavras a serio para lhes contar. Darei um desculpa de estudar no exterior e deixarei esse lugar para sempre. De qualquer forma, existe uma pessoa mais adequada que já esta de olho nessa posição. Nesse caso, você também poderá sair desse lugar tedioso e ter sua liberdade completa novamente.

-Será tão fácil como diz? –Pergunta ela

-Vamos dizer que é porque eu odeio ouvir você resmungando que quer voltar pra casa. Farei isso de qualquer forma, não se preocupe. Se esperar pacientemente alguns anos, deixarei você ir. Então por favor agüente firme e continue ao meu lado. –Diz Sasuke olhando para o chão e em seguida se retirando.

Sakura estava digerindo ainda aquela informação.

“Você sempre se comporta indiferente e olha para outro lugar.É verdade que só existe você em seu coração solitário? É realmente uma perca de tempo nutri esperança por você?”

Depois de algum tempo pensando nisso Sakura entra no quarto de Sasuke com um presente nas mãos.

-Sasuke-kun. –Ela o chama.

E entra no seu quarto e vê ele escrevendo no computador.

-Que esta fazendo? Um filme? Se pudesse escolher entre um dos dois escolheria ser rei ou direto de filme?

-Do que esta falando? –Pergunta ele sem olhá-la.

-Parece que vai ser difícil ser um diretor de filme se, se tornar Rei.

-Não e que seja difícil. É que não pode. –Diz ele com os olhos fixos na tela.

-Mas meu sonho é me tornar uma designer. –Diz ela triste

-É melhor você esquecer isso.

-Sonhos se realiza. –Ela põe a caixinha na mesa ao lado do computador e diz

-Pegue e depois coma isso. –Ele olha para caixinha.

-Dizem que as pessoas excêntricas devem comer mais chocolates.

Ela se retira do quarto.

Orochima entra no palácio com Sai. Hinata tentava acalmar os ânimos da rainha que estava a flor da pele, o escândalo com o príncipe, a entrada deles no palacio, realmente o clima não estava bom.

Karin resolve ligar para Sasuke, quando este vê que ela é quem o chama atende o telefone.

-O que foi?

-Tinha tanto pra te falar, mas por que você disse “o que foi” não sei se é correto.

-Estou ocupado.

-Você deve estar tendo problemas por minha culpa, certo?

-Onde esta?

-Na livraria.

-Então estou indo agora. Espere-me.

Sasuke se disfarça, mudando a roupa, o penteado e sai.

Sakura estava indo ao seu quarto quando ouve uma conversa das criadas dizendo que seria melhor Sai ser príncipe que Sasuke por causa de sua simpatia. Sakura vê Sasuke saindo com uma roupa comum e com boné na mão.

Ao chegar à livraria Sasuke fica de frente para Karin e pega um livro.

-Se você fosse a princesa herdeira, nós nunca teríamos nenhuma briga e viveríamos em harmonia. Talvez pudéssemos ficar juntos ate ficarmos velhos por que temos muitas coisas em comum.

Karin sorri.

-Um dia Sakura me perguntou qual era o meu sonho. –Diz Sasuke

O sorriso dela desaparece, ele sorri.

-Pareceu que na hora ouvi um estouro, ninguém nunca me perguntou qual era o meu sonho e eu nunca tinha pensado nisso também. Ate por que meu futuro sempre foi decidido e ele não vai mudar com sonhos, mas depois de ouvir o que ela disse parece que quero ter um sonho. –Diz ele concluindo.

-Não importa qual seja o seu sonho eu te apoiarei se é o que quer e no percurso para descobrir qual é seu sonho, eu te ajudarei. –Ela o olha.

-Karin, não espere nada de mim. Não há nada que eu possa te dar, no momento em que te levei ao aeroporto em Tailândia, aquilo será a ultima lembrança que darei de presente a você. De agora em diante não haverá outro momento como aquele. –Ele a deixa, mas ela corre ate ele com a respiração irregular e o puxa dizendo

-Você tem que ouvir o que tenho a dizer também. Não vou esperar nada de você, mesmo que você não possa se bom para mim, não importa, você apenas tem que esta como agora em pé ao meu lado é isso que preciso. –Diz ela em seguida se afastando com lagrimas nos olhos.

Sasuke volta ao palácio senta-se em sua cadeira e vai ler. Sakura ao ver que Sasuke retornou vai falar com ele

-Aonde você foi?

Ele na resonde.

-Estou sendo ignorada de novo.Ela fica na frente dele e ele a olha.

Seu casaco preferido estava descosturado e eu o costurei. –Diz ela entregando o casaco.

Ele olha e diz

-Você fez bem. –Ela imediatamente fecha a cara

-Sou sua empregada? –Ele a olha.

-Em vez de você fez bem, deveria dizer obrigado.

-Eu desconheço esse tipo de coisa. –Diz ele pegando o casaco e Saindo.

Hinata estava conversando com Sai. Sakura passa por eles resmungando chamando a atenção de ambos.

-Sakura parece que tem ótima personalidade. –Diz Hinata.

-Quanto mais você a conhece, parece que ela tem um charme que agita seu coração. –Hinata não imaginava ouvir aquilo de Sai.

No outro dia todos tinham aula de culinária e iam fazer um bolo.

-Vocês não sabem meninas, mas Sai não é um garoto, mas uma garota, -Diz Sakura.

-O que serio? –Pergunta Ino

-É outro dia ele fez um sushi muito lindo e gostoso. –Diz Sakura

-A gente já fez sushi na aula de culinária? –Pergunta Temari.

“droga despertei a curiosidade delas”

-Não, talvez Sai só tenha feito pra Sakura. –Diz Ino olhando maliciosamente pra eles.

-Não, não é isso.

-Sai deixa de ser egoísta, por que só da pra Sakura? –Pergunta Tenten.

Sakura e as meninas terminam a torta.

-Sakura você dará a torta a Sasuke não é? –Pergunta Temari.

-Afinal ele é seu marido. –Diz Tenten. –A minha eu vou dar pro Neji.

Sakura vai ao armário de Sasuke e o abre, mas quando chega lá ela vê uma carta com as iniciais K. L. e uma torta.

Quando Sasuke percebe que Sakura estava perto de seu armário se aproxima.

-O que você esta fazendo aqui? –Diz ele, fazendo ela se assustar.

-Vim te dar. –Diz ela estendendo-lhe a torna

-Não quero. Da próxima vez não traga esse tipo de coisa.

Sakura fica indignada e joga o bolo na cara de Sasuke que fica uma fera ela dá um sorriso moleca e sai correndo.

Sai estava agora falando com Karin, pois tinha visto anteriormente que ela estava deixando um bolo para Sasuke.

-Se eu mando bolos, ou me encontro com Sasuke é problema meu e não seu. Não é para vir aqui e me acusar.

-Não é que eu não quero que se encontre com Sasuke, por mim tanto faz, mas faça sem Sakura saber. –Karin rir

-Por que tenho que fazer isso? –Pergunta ela. –Não implorei por sua ajuda entes? Farei com que Sasuke esteja disposto a desistir de sua posição.

-Não estou roubando, só tomarei de volta o que é meu por direito e eu nunca machuquei quem ele deve me devolver.

Sai sai de perto de Karin.

Logo anoitece.

Sasuke estava voltando de suas atividades, mas se depara com Sai.

-Você tem alguma urgência? –Pergunta ele estranhando o horário que Sai estava no palácio. –Por que esta aqui tão tarde?

-Parece que a Rainha mãe tem algo urgente para falar comigo. –Sai diz.

-Tenho algo pra te perguntar.

-O que?

-O que você mais quer é se tornar rei? –Pergunta Sasuke a Sai.

-Que pergunta repentina, nunca pensei nisso. –Sai mente.

-Serio?

-Sim, o que mais quero é me livrar de casamentos políticos. (Será que isso foi uma indireta?) e você?

-Eu? Todos os príncipes exceto o príncipe herdeiro devem viver fora do palácio. Vou acabar com esse tipo de regra. –Diz Sasuke –A sua trágica historia começou por essa regra.-Diz Sasuke

-Concordo, ficou assim por causa dessas regras. Mas a nova tragédia ocorreu por causa de um casamento político, certo?

Sai olha para Sasuke que sorri.

-Você parece ter pensado muito nisso. Parece que você terá mesmo que ser o rei. –Diz Sasuke

-Não eu, mas você. Parece rebelde e despreocupado com a posição da família real. Mas você também pensa demais sobre a posição do rei. –Diz Sai –Também pensei em várias coisas por sua causa.

Sakura ouve a conversa e espera Sasuke sair para falar com Sai

-O que tem de tão bom na posição de rei? Todos os adultos e crianças brigam por isso. Realmente não entendo.

-O mundo não é romântico quanto pensa. –Diz Sai

-Então você também está interessado na posição de rei?

-Pra ser direto, esta na hora de começar a demonstrar certo interesse.

-Achei que você não queria –Ela parecia magoada com a resposta franca de Sai –Mesmo que você seja da família real, achei que não estava interessado nas batalhas internas pelas posições.

-Mas eu não mudarei por causa disso. –Diz ele tentando se explicar.

-Mas agora você já se tornou um estranho.

Sakura o deixa refletindo.

Ele vai ter com a rainha mãe que explicou que ele voltasse para o palácio e que sua posição seria a de príncipe herdeiro junto com Sasuke. Mas ele lembrando das palavras de Sakura disse que não queria o titulo de príncipe herdeiro, dizendo que queria a harmonização da família real. Quem não gostou nada disso foi Orochima quando soube.

Sai estava chegando em casa quando passa pela sala e vê sua mãe caída no chão, vai ate ela em desespero

-Mãe. –Chama ele.

Ela abre os olhos.

-O que? Esta com medo que eu tente me suicidar de novo?

-Desculpe, mãe. –Ele se referia a recusa do titulo.

-Então por que teve que fazer isso? Nós perdemos o que parecia ter sido o melhor momento.

-Desculpe, realmente sinto muito, mas não podemos continuar assim. Deixe isso acabar aqui, pode ser perigoso continuar... –Diz ele tentando convence-la

-Mesmo que seja certo ou errado, perigoso ou seguro, eu tomarei a decisão.

Diz ela fechando os olhos novamente.

No dia seguinte aconteceu a cerimônia de entrada dela como rainha, Sai como Sai, já que ele recusou. O próprio rei iria dar os títulos e na hora da cerimônia passou mal na frente das câmeras.

Todos se reunirão após o rei recuperar a consciência, onde foi decidido que ele iria ficar em absoluto repouso com os cuidados de Hinata que tomaria conta do Rei ate ele melhorar, enquanto isso Sasuke iria substituir o pai temporariamente.

Nada poderia ser mais perfeito poderia ocorrer para os planos de Orochima que se mudou junto com Sai para a Zona Sul do palácio.

Sakura foi convidada pela rainha a ir com ela ao museu de artes. Ela aceitou prontamente. E foi se preparar. Ela queria uma maquina fotográfica para registrar o momento, então pediu para o oficial interno que perguntasse a Sasuke onde estava a maquina dele e o oficial disse que ela podia procura.

Ela procurou em todo quarto, mas não achou.

-Onde deve estar? –Pensando ela lembra do incidente que teve quando entrou no estúdio –Claro deve estar lá com certeza!

Ela vai ate o controle e abre a porta. Procura por todos os lugares, começa a olhar nas gavetas e nada, mas há uma gaveta que esta toda arrumada com uma caixa vinho com as iniciais K. L. “A mesmas iniciais da carta”

Sem conter a curiosidade Sakura abre ela encontra uma caixinha, quando ela tira-a vê as fotos de Karin que Sasuke tirou. Começa a ler a carta que estava no armário de Sasuke.

“O colar que eu te dei outra vez... Você sabe o que significado das palavras gravadas nele? A palavras, “Es pena” significa tristeza. Tristeza é o que estou sentindo agora. Na livraria eu te disse para ficar ao meu lado certo? Então eu também ficarei ao seu lado pra sempre.”

Sakura estava com os olhos cheios de lágrimas, então ele ainda se encontrava com ela? Guardava todas suas coisas em uma caixa, com o maior cuidado.

Ela saiu do quarto derrotada e Sasuke estava indo ver se ela achou a maquina.

-O que aconteceu? Por que esta chorando?

-Não é da sua conta. –Diz ela passando por ele que não entendia.

-Você achou a câmera? –Perguntou tentando puxar assunto –Você não falou pro oficial me falar isso?

Ela ainda de costas parou e disse

-Você ainda não conseguiu esquecer? –Ele sem entender o que ela estava falando bota as mãos nos bolsos

-Do que esta falando?

-Você guarda tudo o que ganhou dela, guarda como se fosse um tesouro. –Sakura fala com a voz embriagada e lágrimas nos olhos. –Você gosta tanto dessas coisas? Você ainda gosta da Karin? –Ela pergunta, fazendo Sasuke se assustar.

-Por que fala isso de repente? E por que esta assim. –Sasuke fala alto com Sakura

Ela Sai correndo passando pelo jardim da sala intermediaria onde Sai estava.

Sai vê ela partir, mas não a segue.

Quando Sasuke entra em seu quarto entende por que ela estava assim. A caixa de Karin estava em cima da escrivaninha, ele abre e consta que estava tudo uma bagunça.

A rainha que viu Sakura sair chorando, manda chamar o príncipe. Quando ele chega ela diz

-Príncipe cuide melhor da princesa, mesmo que ela sempre cometa erros, por favor pense no fato de ela ter vindo tão nova ao palácio. Ela deve sentir-se solitária, então a entenda. Se nem o príncipe, a quem ela tem que acompanhar, não se importa com ela então ela se sentirá pior. Que tipo de casamento é esse? É um casamento político. Mesmo vocês sendo novos. Não há nada errado em se tratarem como amigos, mas depois a Princesa será quem carregara a linhagem Uchiha. A pessoa que dará a luz e educará o próximo Príncipe. Ouvi que Sakura e Sai são da mesma turma certo? –Pergunta ela

-Sim, qual o problema?

-Não, não é nada. (A rainha já sacou que o sai gosta de Sakura) Se vocês não podem se amar verdadeiramente, ambos se tornarão infelizes. Seja mais condescendente.

Após essa lição de moral Sasuke saiu da sala da rainha.

Sakura estava com a Rainha Mãe visitando o museu, estava se divertindo muito.

Sasuke não conseguia se concentrar e decidiu ver Sakura.

Quando a rainha mãe foi descançar um pouco ainda no museu que tinha um hotel do lado ela ia abrindo a porta quando se depara com Sasuke. Ao vê-lo ela fecha a cara e pergunta

-O que esta fazendo aqui? Não disse que sua agenda estava cheia?

-Claro, tem muitas coisas urgentes para se fazer e outras que podem ser adiadas. O fato é que a rainha mãe me convidou continuei pensando nisso depois que rejeitei.

-Bem, sendo assim, ela esta em seu quarto agora, pode ir lá para se apresentar. Estou cansada e quero descansar um pouco. –Diz ela passando direto por Sasuke que só pode olha-la passar.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Palacio" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.