(Nem) Todo Mundo Odeia a Emily escrita por May_Mello


Capítulo 3
Todo mundo odeia o lado negro da força.


Notas iniciais do capítulo

Antes de tudo: Ô nomezinho bom de capítulo esse, hein? HAUSHUAHS'
Desculpa a demora, gente linda. D:
É que a escola tá me matando. Mas aqui estou, e se eu demorar pra postar o próximo saibam que é por causa da escola. Agora tô tendo prova todos os dias, pois é.
Ah, esse capítulo é chato e com certeza um resultado de uma total falta de inspiração.
Enfim... Boa Leitura.



"-Xi, eles foram pro lado negro da força.

–Já era."


Eu olhava para Lukas, e Lukas olhava para mim. Eu olhava para Thomas e Thomas olhava para mim. Então eu olhava para o Lukas novamente e ele olhava para Thomas. Thomas olhava para Lukas, e Lukas olhava pra mim novamente e...

–Ah, já chega! Senta do meu lugar de uma vez! – berrei e me levantei revoltada. – Que saco! Deveria ter matado aula de novo! – Falei, enquanto Lukas se sentava no meu lugar e eu onde ele estava antes.

–Se você fizesse isso estaria ferrada mais ainda. – Gregory comentou, enquanto o professor gay estava entretido passando a matéria no quadro.

–Eu nasci ferrada, vivi dezesseis anos da minha vida ferrada e ainda tô ferrada. Grande coisa. – Dei de ombros.

–Emily, você é muito chata. – Anthony murmurou, com um só olho aberto e me encarando.

–Ótimo. E vocês dois. – me voltei para os gêmeos –, mantenham esse inglês com sotaque alemão de vocês longe de mim!

–Ela é sempre assim? – Lukas perguntou para Gregory, que olhou para mim, depois olhou para Lukas, depois olhou para mim de novo e preferiu não responder. Essa coisa de olhares já está irritando.

–Pior. – Anthony murmurou novamente.

–Ô, Anthony. A conversa não chegou no chiqueiro. – revidei.

–E nem no canil. Você também não foi chamada para a conversa.

–Depois dessa eu ia pra casa olhar pra parede. – sussurrei, fazendo os alemães rirem. – Que vida chata essa minha. Fala sério, cara. – revirei os olhos.

–Sério. – ouvi Thomas me responder e olhei para ele com meu olhar “morre seu filho de um calango”.

Depois peguei minha bolsa e tirei lá de dentro um caderno sem capa. Eu teria que copiar a matéria de Inglês, ou... Bem, o que será que acontece se eu não copiar e continuar a me dar mal nessa matéria? É melhor não arriscar duvidar da diretora.

–O que aconteceu com você? – Gregory perguntou, vendo que eu procurava uma caneta dentro da bolsa.

–Bem, tudo que eu tenho pra dizer é: “Me fodi”. Pergunta aí pro seus amigos alemães. – respondi, virando minha mochila de cabeça para baixo. Saiu tudo quanto é coisa lá de dentro, menos uma caneta. – Alguém tem uma caneta?

–Aqui. – Lukas sorriu e me entregou uma.

–Milagres são reais. – Anthony disse, e logo depois desfaleceu sobre sua carteira. Ele vive dormindo na escola. Isso é que é tédio.

–Valeu. – olhei para Lukas novamente. – Vocês até que são legais.

–Viu? – Gregory sorriu. – Querem lanchar com a gente? – perguntou para eles.

–Ô, Gregory. Não abusa! – protestei, logo após recebendo uma bola de papel na cabeça. – Ai! – exclamei. – Quem foi o condenado?! – perguntei, e não recebendo resposta peguei a bolinha de papel no chão e li em voz alta. – “Oieee. Estou te espiando. Assinado: A admiradora secreta”. Mas... O quê? – arqueei uma sobrancelha, olhando para o papel escrito com caneta rosa que quase chegava a cegar.

–Isso não é pra você, não, sua aberração brega! – aquela olhuda e peituda siliconada da Zooey gritou lá da frente. E foi nesse momento que eu tive certeza que jamais iria falar com ela pra perguntar os horários dos treinos das Líderes de Torcida. Que se ferre a diretora também! – Passa o recado pro Thomas.

–Claro, sua loira aguada. – falei com cara de nojo, me virando para trás. – Fiquem longe dela! – adverti para os dois, jogando a bolinha de papel para Thomas. – Pode ser muito, muito perigoso. – olhei para a cara de tacho que eles faziam e suspirei. – É só um conselho de uma nova amiga problemática chamada Emily e que pode ser muito útil. Falar com ela faz seu cérebro encolher. Foi isso que aconteceu com o pobre do Anthony. – apontei para ele, que pra variar, dormia. – Agora ele não consegue mais acordar da escuridão eterna.

–Quanto drama, Emily. – Gregory comentou. – Isso é mentira, e ninguém tem culpa dessa sua rivalidade com a Zooey. E então, vão lanchar com a gente sim ou não? – se voltou para os gêmeos.

–Valeu por cortar o meu barato, Gregory. – fiz uma cara de peixe-morto.

–Espera. Você disse que é nossa amiga agora? – Lukas perguntou para mim, e eu fiz um gesto de indiferença com uma das mãos.

–Tá legal. Nós vamos. – Thomas concordou.

–Beleza, mas só podem com uma condição. – avisei. – Terão que dividir os seus lanches comigo.

–Não liguem, ela é chata assim mesmo. – Gregory comentou, eu fingi que não ouvi e comecei a copiar a matéria. Bando de otários!

_x_

Gregory ria escandalosamente ao meu lado depois de saber o trágico destino ao qual a diretora tinha me condenado, Anthony falava mal da comida e xingava a tia da cantina e eu comia como se não houvesse amanhã.

O refeitório já estava cheio de pobres – contando com a gente – e patricinhas. É, e por algum motivo os alemães não estavam ali com a gente. Disserem que viriam depois. Vai saber.

Eu gosto daqui de Seattle, mas também sempre gostei da Alemanha. E no fundo, no fundo, bem lá no fundo, para ninguém ouvir, eu até gostaria de conversar mais com eles. Eles eram chatos, por isso eram legais. Não tente entender.

Ah, e lá estão os gêmeos carregando suas bandejas com o meu lanche! Gregory acenou loucamente para eles. Pude ver que eles sorriram ao mesmo tempo, antes da minha visão ser tapada por Zooey e o seu grupinho que entrou na frente deles.

Pobres garotos!

–Xi, eles foram pro lado negro da força. – comentei, vendo que eles mudaram de direção, indo se sentar na mesa de Zooey. – Ingratos!

–Já era. – Anthony murmurou, batendo o garfinho em sua bandeja.





Notas finais do capítulo

E ae? Eu disse que esse capítulo era chato. HAUSHUAHSUHA
Mas mandem reviews, nem que for pra me xingar. q
Zooey já 'usurpou' os gêmeos. D: Não se preocupem, ela irá morrer atropelada em breve. /brinks
Er... E ignorem-me. Eu estou morrendo de sono aqui, e meu cérebro já está frito de tanto ouvir a Barbie cantando enquanto minha irmã tenta cantar junto. Oh, mundo cruel. kk
E o próximo capítulo será grande (ou não '-') pra compensar. Bjs. :*