Simple Love escrita por Katy Clearwater


Capítulo 6
Capítulo cinco





Capitulo cinco:

Jacob

- Eu te odeio! – abri a porta do apartamento e antes da Lee me dar bom dia já me veio com essa.

- Bom dia Lee. Dormiu bem? – eu perguntei irônico e ela entrou no apartamento pisando no meu pé.

- Cadê ela?

- Tá no quarto de hospedes. – assim que eu a respondi, ela saiu batendo o pé e foi para o corredor. Ela ainda estava com raiva da Nessie, com certeza.

    Segui pelo corredor atrás da Lee, mas o tratamento dela com a Bella não foi o que eu esperei. Ela e a Bella pareceram se dar bem de pronto.

    A Lee veio arrumar Bella para reunião com a Honda. Ela estava nervosa, mas nosso melhor projeto era dela então ela teria que participar. As meninas se arrumando acabaram acordando Josh e ele veio ficar na sala comigo.

   Ouvi a Lee rindo no corredor e olhei para trás me preparando para o impacto que seria ver a Bella arrumada, mas eu não estava preparado para tanto.

- Ficou linda mãe. – o menino disse animado e meu silêncio não foi percebido.

- Vamos nos atrasar. – a Lee disse me encarando enquanto eu ainda estava encantado demais com a Bella para me mexer.

- É... Eu vou pegar o carro. – eu disse meio tonto e sai do apartamento antes deles.

   Peguei o carro na garagem e parei na porta do prédio. A Lee saiu com Bella e com Josh assim que eu parei.

- Bella vai na frente. – Lee disse e me deu um sorriso maldoso. Tudo bem! Eu posso me controlar.

    Bella entrou no carro enquanto Lee e Josh iam para o banco de trás. Mantive meu foco total no trânsito e não naquele monumento sentado ao meu lado. Deixamos Josh na escola e depois fomos para o escritório. Chegamos em cima da hora, mas chegamos.

    Angela se assustou quando viu Bella toda arrumada, mas não tínhamos tempo para explicar agora. Quando chegamos à sala de reuniões Jane e Alec, os representantes da Honda, já estavam lá sendo recepcionados por Embry.

- Pensei que ia nos deixar esperando. – Jane sorriu com falsa cordialidade.

- Nunca faria isso. – eu também dei um sorriso falso e nos sentamos. – Ângela poderia nos trazer um café? – ela fez que sim com a cabeça e sorriu para Bella antes de fazer o que eu pedi.

- Então, o quem tem para nós? – Alec foi direto ao ponto.

- Essa é minha nova funcionaria Isabella Swan. – apontei para Bella e Alec sorriu para ela cordial demais para o meu gosto. – E esse é seu trabalho. – passei o tubo para Jane que abriu e ficou com a mesma cara embasbacada que eu.

- E os seus serviços são exclusivos? – Jane perguntou na maior cara de pau e tanto eu como Lee bufamos.

- São sim. – Bella respondeu antes que eu pudesse dizer algo.

- Que pena. – Jane sorriu insatisfeita, mas Alec continuava encarando Bella.

- No fim quem saiu ganhando foi você Black. Vamos acertar os últimos tramites do contrato. - Alec levantou e apertou minha mão finalizando a reunião mais rápida da historia.

- Vai ser um prazer trabalhar com vocês. – eu forcei mais um sorriso e os levei até a porta, mas Alec me contornou e voltou até a sala.

   Ele entregou o cartão dele a Bella e disse algo que eu não ouvi, mas só a proximidade dele com ela fez meu corpo tremer de raiva.

- Até logo, Black. – ele passou direto por mim e eu bufei para não socar a cara dele.

- Já acabou? – Bella perguntou assustada depois que os dois saíram.

- Eu não acredito! – Lee pulou no meu colo e me abraçou, mas eu não conseguia ficar animado com o contrato.

   Bella guardou um papel no bolso que eu tenho certeza que era o cartão do merda do Alec. Eu não queria o Alec perto da Bella. Eu não queria homem nenhum perto da Bella! Merda! Ela não é nada minha!

- Então, vocês conseguiram o contrato? – Bella perguntou com um sorriso meigo e eu esqueci a raiva quando a vi sorrir.

- Nós conseguimos. – eu queria abraçá-la, mas me contive em sorrir para ela.

- Hoje vai ter a inauguração da boate da Emily, eu vou ligar para ela e colocar os nossos nomes na lista de entrada. Vamos comemorar! – Lee estava quase pulando de tanta felicidade.

- Eu não posso ir. – Bella logo se manifestou.

- A gente arruma uma babá. – Lee saiu da sala gritando antes que Bella pudesse responder.

- Eu vou ver o que ela está aprontando. – Embry saiu da sala correndo atrás da Lee e me deixou sozinho com Bella.

- Eu fico feliz que tenha dado tudo certo para você. – ela disse e sozinho com ela eu cai na tentação acariciando seu rosto.

- Deu tudo certo para nós dois. – passei a mão por seu rosto delineando com cuidado o contorno do seu ombro.

    Ela tremeu com meu toque, mas não se afastou. Eu queria tocá-la mais, conhecê-la... Isso não era um pensamento legal depois de tudo que ela passou, mas eu queria tanto amá-la.

- Senhor Black o café. – a voz tremula de Ângela me fez despertar do transe.

- Claro! – olhei para Ângela contendo meu instinto com Bella e sorri. – A reunião já acabou, mas obrigada.

- Eu devia voltar para casa. – fiquei extremamente feliz quando ouvi Bella chamando meu apartamento de casa para ela.

- Ângela poderia chamar um taxi para Senhorita Swan, por favor? – Ângela me olhou assustada, mas como sempre foi fazer o que eu mandei.

- Nos vemos mais tarde. – Bella saiu logo da sala sem me dar chance de falar do momento constrangedor que tivemos.

    Fiquei parado observando-a partir e tentando colocar minhas idéias e sentimentos no lugar.

Bella

    Voltei para o apartamento do Jake depois de explicar cada detalhe dos últimos dias para Ângela. Minha amiga me deixou tão cansada com sua animação que vim embora para poder ficar sozinha e arejar minha cabeça. Eu precisava decidir o sentia por Jake e logo, mas não foi à solidão momentânea que encontrei quando cheguei ao apartamento dele.

- Quem é você? – a menina me perguntou com um tom bem petulante.

- Me chamo Bella. – eu respondi sem saber exatamente o que ela queria saber.

- Ótimo sua idiota, mas não foi isso que eu perguntei. Eu quero saber quem é você? – eu fiquei sem palavras com o tom da garota e não respondi nada. – Ai Deus! Empregada burra!

- Desculpe, mas eu não sou empregada do Jake. – eu disse e mesmo com a minha voz baixa isso pareceu enfurecê-la.

- Do que chamou meu noivo?

- Jake. – respondi abaixando a cabeça.

- Sua... – ela levantou a mão para me bater, mas antes que me alcançasse algo a parou.

- O que está acontecendo aqui? – senti a raiva do Jake só pelo seu timbre de voz.

- Aconteceu essa vadia entrando... – a garota começou a gritar, mas o olhar de Jake a deixou sem palavras.

- Ela não é vadia! – Jake puxou a garota pelo braço e foi para o escritório. Eu fiquei parada na sala sem saber o que fazer.

Jacob

      Assim que Bella saiu do escritório peguei meu carro e vim atrás dela. Só não imaginava dar de cara com a Nessie fazendo cena com ela.

- O que está acontecendo aqui? – Nessie perguntou aos berros quando nos trancamos no escritório.

- Ela é uma amiga que está passando por alguns problemas. – eu fui seco no tom de voz e isso fez Nessie bufar de raiva.

- Amiga? Essa piranha veio chamando você de Jake com toda intimidade e agora você está me diz que ela está na sua casa com esse tom? Você enlouqueceu só pode! Manda essa vadia ficar num hotel ou num esgoto. Pouco me importo! – a raiva de Nessie transparecia nos seus berros e isso me enfureceu também.

- Olha aqui! Eu já disse para não chamar ela assim! E ela vai ficar aqui quanto tempo for preciso porque a casa é minha e você não é minha dona!

- Mas eu sou sua noiva! – Nessie explodiu num berro de ódio que me irritou mais ainda.

- Temos que repensar isso também. – eu respondi com a mesma raiva.

- Não temos nada a repensar. – seu tom abaixou, mas a raiva ainda estava lá.

- Então pare de agir como uma fedelha mimada. Se eu quisesse uma criança adotava uma e não ficava noivo. – sentei irritado na minha cadeira e ela veio sentar no meu colo como se não tivéssemos acabado de brigar.

- Jake eu te amo e tenho ciúme. Desculpa. – Nessie puxou meu rosto para si e me beijou. Eu retribui no automático sem dar muita importância ao beijo.

   Passamos um bom tempo no escritório e depois que eu fingi interesse no seu beijo ela se esqueceu da Bella. Ela esqueceu, eu não.

- Então é isso. E você o que fez enquanto eu estava fora? – a pergunta de Nessie me trouxe de volta ao escritório. Minha mente estava bem longe e eu creio que ela tinha acabado de contar toda sua viagem para mim.

- Nada. Só trabalhei. – respondi enfadonho e ela sorriu feliz com o meu confinamento na empresa.

- Eu tenho que ir para casa. Mas vamos jantar juntos hoje né? – ela perguntou fazendo bico.

- Eu te ligo. – a cara da Nessie foi de príncipio de berro, mas a calei com um beijo contornando a situação por enquanto.

     Eu tinha dúvidas até hoje, mas agora era mais claro que nunca. Eu não amava Nessie e não via meios de amá-la nem tão cedo.

     Passei por toda casa sem encontrar com Bella e sai deixando a Nessie no estacionamento. Quando voltei, ela estava na sala de mão dada com Josh e uma mochila nas costas.

- O que é isso? – eu me desesperei assim que a vi.

- Minha mãe quer ir embora. – o menino disse chorando e Bella o olhou feio.

- Mas não vai! – eu disse e ela me olhou assustada.

- É melhor eu ir. Não quero atrapalhar sua vida, mas muito obrigada por tudo. Ninguém faria o que você fez por mim. – ela estava quase chorando quando começou a andar em direção a porta. Ela passou do meu lado com passos apressados, mas eu a segurei pelo braço.

- Não me deixa. – foi à única coisa que consegui dizer no desespero que foi vê-la indo embora.

- Viu mãe? O Jake quer que a gente fique. Esquece a bruxa! – Josh pediu e se segurou na minha calça.

- Viu? Ele quer ficar. – puxei o garoto para mais perto de mim e Bella ficou sem argumentos.

- Vocês estão me fazendo ver muito. – ela sorriu e uma lágrima escapou por seus olhos. Levei a mão ao seu rosto e segurei a lágrima antes que ela rolasse.

- Fica comigo? – perguntei com a mão ainda em seu rosto olhando diretamente em seus olhos. Era uma sensação tão certa estar com ela.

- Fico. – seu sorriso me fez sorrir também e assim que ela me respondeu peguei a mochila das suas costas e a joguei no sofá.

- Vamos pedir pizza então. Para comemorar.

- Eba! – peguei Josh no colo e fui para cozinha com ele. Bella nos seguiu de longe.

     Sim! Essa era uma vida com a qual eu podia me acostumar e a qual seria muito boa de viver.



Notas finais do capítulo

N/A: Aí eu quero um Jake desse? O Natal tá chegando será que o Noel trás? mimimi

Obrigada pelos reviews: lana_blackwater; ieda; ELO; aryane; Nez; Elis_Marcondes; May Black; Nica; mary_Twilighter; DiCullen; jdre; crisbel86; heri; MissLuna; Angel_12; malululu11; Fabiolakaizer; belli123; simovi; crisdias; gracita; pqnakelly; brunacvsousa; Rafa_tayna; juallevato; ritinha_cr; lulu_fanfics; kahblack; madu; raruiva e mari_jb.

Amores leiam meu perfil pq eu att ele hoje.

Bjks, Katy Clearwater.



NB: Ain... Precisa falar que esse Jake está muito melhor que a encomenda e eu estou ovulando por ele... Não é obvio isso.kkkkkkkkkkkkk

Agora... Pirralha maldita e mimada que atende por Nessie, não precisa se esforçar para eu de odiar desse jeito, poupe o trabalho porque eu já te odeio de outros carnavais! ODIO ETERNO

Dá uma agonia ter que esperar para ler, então colaborem com muitos reviews para Katy escrever o mais de pressa possível e eu leeeer! kkkkkkkkk

Adorooo betar para a Katy! FATO

Beijos

Alemorais