Skins - Recomeço escrita por Gabriel Lucena


Capítulo 1
Introdução


Notas iniciais do capítulo

Como diz a sinopse, ela se passa alguns anos após a sétima e última temporada, portanto, ela é uma continuação não-oficial, criada por mim, espero que gostem.



Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/808218/chapter/1

Já haviam se passado várias horas desde que eu havia chegado na cidade, meu corpo já estava cansado, mas a ansiedade e a determinação eram maiores e eu não queria desistir. Assim que o táxi parou em frente ao lugar, paguei pela corrida e desci dele com as malas, duas bem grandes de mão e a outra era a minha mochila. 

Por causa disso, tive que deixar uma delas no chão e pegar no bolso do casaco o papel com o número do prédio que eu ficaria, havia visto o anúncio de que ele estava sendo alugado por um preço bem barato, eu só tinha 500 dólares, mas sabendo economizar bem, eu conseguiria ficar lá de boa.

— Filho, se precisar que eu mande dinheiro por um tempo, pode me pedir, tá? - disse minha mãe, me dando um beijo na testa.

— Vou avisar sim, pode deixar - falei tentando parecer normal, era a centésima vez que eu tinha que repetir aquilo.

Assim que consegui localizar o prédio, caminhei até ele com as malas, chamei o elevador e ele logo chegou. Subindo ao andar do apartamento, saí do elevador e caminhei com as malas até a porta, tocando a campainha da mesma. Demorou alguns segundos, mas a porta finalmente se abriu e logo senti um misto de espanto com surpresa. Espanto porque a pessoa que me atendeu era uma moça, sendo que eu havia feito todo o contato com um homem. Seria aquela mulher a esposa dele? E surpreso porque ela era uma bela moça, com cabelos longos e pretos, pele branca e lindos olhos verdes, algo por qual tenho um fetiche desde garoto.

— Olá - falei, meio tímido.

— Oi, em que posso te ajudar? - perguntou ela, sua voz também era muito linda.

— Bem, estou procurando o proprietário desse apartamento, sou universitário e ele me alugou... 

— Dean! - uma voz masculina me interrompeu, aparecendo metros atrás.

— Sim, sou eu! Você é o Anthony Stonem? - perguntei, o olhando se aproximar.

— Eu mesmo, mas pode me chamar de Tony. Essa é minha irmã, Elizabeth, mas chame-a assim só quando estiver com raiva dela, ela gosta que a chamem de Effy - respondeu ele.

—  Ok né... 

— Venha, entre que vou lhe mostrar tudo! 

— Licença.

Então, assim que Effy me liberou o espaço da porta, entrei no apartamento e Tony começou a me mostrar tudo.

— Gostou? - perguntou ele, ao acabar.

— Demais, achei ótimo! - sorri o olhando.

— Então vai mesmo alugá-lo?

— Sim, pelo menos, enquanto não conseguir um dormitório lá na faculdade, ouvi falar que alguns acabam saindo de lá e indo alugar imóveis perto da faculdade, então se houver uma desistência, posso ainda pegar algum - expliquei.

— Ótimo, Michele e eu acabamos de voltar da lua-de-mel, mas ainda não tivemos tempo de empacotar todas as coisas, o mais provável é que consigamos terminar a mudança daqui a três dias, no máximo. Mas calma, já estamos na casa nova.

— Ah que ótimo! E pode contar comigo e com a Effy, caso precise de ajuda.

Logo, ele se aproximou de mim.

— Mas... temos uma mudança de planos. Entre o dia que conversamos até ontem, consegui tirar a Effy da prisão, agora ela vai dividir o apartamento com você para recomeçar a vida, você se importa? - quis saber ele.

Mesmo um pouco chocado com a revelação, fiz que não com a cabeça.

— Não, de maneira nenhuma. Mas, por quê ela foi presa? - perguntei, curioso.

— Bem, é melhor você perguntar isso para ela. Mas primeiro, conquiste a confiança dela, ela não conta assuntos pessoais dela para quem não conhece - advertiu ele.

— Tudo bem então, pode deixar.

Depois de tudo acertado, levei Tony até a porta, onde ele parou e se virou para mim.

— Boa sorte rapaz - sorriu ele.

— Boa sorte você também, na sua vida de casado - ri o olhando enquanto ele se afastava.

Assim que ele saiu pelo elevador, fechei a porta e fui ao quarto desfazer as malas, deixando tudo organizado. Após alguns minutos, finalmente terminei e fui até o banheiro, tomando uma ducha que me deixou bem mais relaxado da viagem. 

Terminado o banho, me vesti e sentei-me na mesa do computador, soltando um profundo suspiro.

— E aqui vamos nós... - sussurrei.


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!


Notas finais do capítulo

Por enquanto é isso, o próximo vai ser mais longo. Até!



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Skins - Recomeço" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.