O Homem que Perdeu a Alma escrita por Willow Oak Acanthus

O Homem que Perdeu a Alma

Meu nome é Hazel Laverne, e faz quatros anos desde que sobrevivi a um incêndio que custou a vida dos meus pais, em Lawrence, Kansas. Eu perdi muito mais do que apenas eles naquela noite, dentre essas coisas a minha sanidade. E o amor da minha vida, que me deixou para trás.
Sam Winchester. O garoto que quebrou o meu coração.
Por fora, sou apenas o dano colateral de um casal problemático tentando me ajustar. Estou no segundo ano do curso de jornalismo na NYU, trabalho como estagiária para o The New York Post e finjo não ouvir os cochichos sobre o meu passado quando eu passo nos corredores.
Mas nada disso veio de graça. Após o incêndio, passei um ano internada em uma instituição tratando a síndrome de estresse pós-traumático e a psicose. Dois comprimidos redondinhos, todas as manhãs, devem resolver o problema. Demônios e anjos e monstros não são reais, os médicos disseram. Tudo o que eu vi naquela noite foi uma maneira que o meu cérebro encontrou de lidar com o trauma...certo?
Quando penso que estou me estabelecendo, algo inexplicável acontece. Um anjo chamado Castiel aparece na biblioteca da minha faculdade, quebrando a minha noção de realidade. Dean Winchester me traz notícias que abalariam tudo:
Primeiro, tudo o que eu vivi havia sido real, monstros, demônios e anjos inclusos.
Segundo... eu corria grande perigo.
E terceiro... Sam Winchester havia perdido a alma. E o modo como nossa história havia acabado anos atrás havia sido bem diferente do que eu havia acreditado. Não sou a garota que foi deixada para trás, não como eu pensei.
Não sou quem eu acreditava ser, e estou lutando contra o relógio. Poderei ajudar a salvá-lo? E conseguirei salvar a mim mesma?
O amor me destruiu uma vez. Não vou deixar que me destrua novamente.
Ou assim gosto de pensar.
XXX
Essa história se passa entre o final de 2004 e meados de 2005, anos depois dos acontecimentos da fic "A Garota que ficou para trás" - Embora não seja "obrigatória" a leitura da fic anterior, seria bom ler ela antes para entender a dimensão de tudo o que aconteceu aos personagens antes de chegarem até aqui.

Leia os avisos no disclaimer antes de iniciar a leitura.


Classificação: 16+
Categorias: Sobrenatural
Personagens: Azazel, Bela Talbot, Bobby Singer, Castiel, Charlie Bradbury, Crowley, Dean Winchester, Ellen Harvelle, Gabriel, Jo Harvelle, John, Lisa Braeden, Lúcifer, Mary, Miguel, Morte, Personagem Original, Rowena MacLeod, Ruby, Sam Winchester
Gêneros: Ação, Drama, Romance, Suspense, Terror, Tragédia, Horror
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência

Capítulos: 32 (220.032 palavras) | Terminada: Não
Publicada: 29/11/2022 às 19:19 | Atualizada: 24/04/2024 às 22:35


Notas da História:

Essa história é uma Fanfic inspirada na série "Supernatural" e em seus personagens que pertencem ao Eric Kripke. Porééém contém personagens originais, como Hazel Laverne, de minha criação. O foco da história é romance, mas também tem outros desenvolvimentos. Por mais que eu me inspire nos eventos originais da série, posso alterar fatos e datas para se encaixar com a minha história. Não recomendo essa história para menores de dezoito anos. Contém sexo, tortura, uso de drogas lícitas e ilícitas, entre outras coisas que podem vir a ser gatilhos.PS: É preciso ter assistido pelo ao menos as seis primeiras temporadas de Supernatural para entender a história, até por conta de spoilers. Mas se você não se importar, vou fazer o possível para que a história possa ser compreendida mesmo caso você não tenha acompanhado até aí.
Essa fic é a continuação da fic "A garota que ficou para trás", mas não é "obrigatório" ler ela antes dessa, ou seja, vou tentar deixar o passado dos personagens explicado aqui, mas é claro que se você ler a prequel dela antes de começar essa sua imersão vai ser muuuito melhor. Mas fica a seu critério ♥
Eu também posto simultaneamente no Nyah Fanfiction.
Leia isso caso não tenha lido (e não pretenda ler) a Prequel: Resumo da fic "A garota que ficou para trás" para que você não fique perdido(a):
Nossa personagem principal, “Hazel Laverne” nasceu no bronx, NY. Ela é filha de Amélie Laverne e Harvey Talbot, um casal extremamente problemático envolvido no cenário musical e midiático. Embora tenha vivido seus primeiros cinco anos ali em Nova York, Hazel foi levada para a California, em Los Angeles, junto dos pais que passaram a morar em um conjunto de trailers, onde havia uma seita em funcionamento, chamada de “A família universal”. Durante seus três anos lá, Hazel passa por coisas obscuras, mas...aos oito anos, quando eles deixam a seita para trás, a garota não consegue se lembrar do seu tempo lá. Para onde foram suas memórias dos cinco aos oito anos?
Por que ela não se lembra de nada? E por que ela parece sentir falta de...alguém?
Sendo filha de um casal famoso por uma banda chamada “The Church” a menina vive pelos Estados Unidos, de cidade em cidade, sofrendo com o assédio da mídia e o vício em drogas dos pais, e a instabilidade emocional e violência do pai. Até que um dia, depois da falência da banda, eles se estabelecem em Lawrence, Kansas, onde a menina acredita que viverá um pouco de normalidade.
Uma casa fixa, uma escola, e uma rotina. São três coisas que ela sempre sonhou.
O que não estava em seus planos é que seu pai, Harvey, que sempre foi agressivo e abusivo, piorasse consideravelmente em Lawrence graças a suas frustrações. Enquanto tenta sobreviver a isso, a garota chega ao seu limite e tenta colocar um fim em sua vida.
O que ela não esperava é que o garoto da casa da frente, Sam Winchester, teria uma premonição com a sua tentativa de suicídio e a salvaria, arriscando a própria vida em um acidente de carro que deixa os dois gravemente feridos, mas muda o curso dos acontecimentos, impedindo Hazel de morrer. Como a família está acostumada a stalkers (graças a sua fama do passado) o seu pai alega que Sam era na verdade um perseguidor de sua filha que causou o acidente graças a estar a perseguindo.
Hazel defende o garoto no tribunal, porque o conhecia de vista da escola e sente uma estranha conexão com o garoto, e embora isso o inocente, seu pai deixa algo bem claro ao garoto:
—Fique longe da minha filha.
E embora Hazel e Sam tentem manter distância, a conexão inexplicável entre os dois é mais forte, e após uma proximidade maior criada pelos dois durante o cumprimento de uma detenção, a amizade deles se aprofunda e evolui para algo mais intenso, e Sam fica extremamente protetor dela ao descobrir que o pai a espanca e a maltrata.
Enquanto Sam se aprofunda na vida de Hazel, o contrário também acontece. Após um incidente sobrenatural entre os dois, não há mais segredos entre eles. Ela sabe sobre “o negócio de família” e Sam Winchester fará de tudo para protegê-la.
Por um tempo, o relacionamento deles permanece em segredo para a proteção da garota, mas isso devora Sam Winchester vivo. Vemos o crescimento deles enquanto casal, as relações familiares dos Winchester também são aprofundadas, e acompanhamos o romance proibido dos dois até que algo terrível acontece: Harvey descobre sobre o relacionamento secreto deles, e espanca Hazel ao ponto de desacordar a garota.
Quando Sam tenta salvá-la, Harvey quase enfia uma bala na cabeça do garoto.
Por sorte ou destino, John Winchester consegue impedir Harvey de matar Sam, e coloca Harvey Talbot na cadeia. As notícias se espalham pelo país, já que Harvey, Amélie e Hazel são figuras “publicas”, mas as coisas se acalmam muito a partir daí.
Tudo poderia ter ficado bem. Sam nunca havia amado ninguém como amava Hazel, e estava em seus planos ir para a faculdade com a garota e largar o negócio de família para sempre.
Se não fosse por Azazel.
Em uma noite que mudaria tudo em outubro de 2000, Harvey Talbot é liberado da cadeia após meses, e volta diferente para casa. Possuído por um demônio, ele esfaqueia Amélie na frente de Hazel e antes que ele também mate a filha, um demônio de olhos amarelos aparece na casa, impedindo isso de acontecer, e inicia um incêndio na casa com Hazel dentro dela.
Azazel queria matar Hazel com as próprias mãos para atingir Sam Winchester? Ou existem mais coisas por trás disso, que Sam e Hazel sequer sonham em saber?
Sam, que vê a casa da namorada que tanto ama em chamas, faz de tudo para salvá-la, e realmente consegue isso. Mas a garota não escapa ilesa, e queimaduras pelo seu braço esquerdo serão para sempre uma lembrança amarga. Enquanto chama por ajuda, Sam Winchester pode ver Azazel sorrindo por dentro da casa, como um aviso. E a culpa o consome.
Enquanto Hazel está em coma, o garoto passa pelo pior momento de sua vida. A avó dela, Antonella Laverne, sua nova responsável legal, impede Sam de entrar no hospital e de visitar Hazel, mas ele não desiste.
Não até que Antonella lhe conta uma mentira que custaria tudo.
Acreditando nas mentiras de Antonella, Sam não vê saída a não ser deixar a garota em paz, acreditando que a vida dela seria normal e feliz sem ele. Acreditando que Hazel pediu por isso. Sam, devastado e com o coração partido, se afasta de tudo e de todos, indo embora sozinho para Stanford. Nunca esquecendo do seu verdadeiro amor, que quase foi morta por sua culpa.
Antonella também envenena Hazel com mentiras, até que a menina acredite ser “A garota que ficou para trás”, cujo namorado nunca foi sequer terminar com ela pessoalmente, apenas desapareceu, como todos em sua vida fizeram. Nutrindo um ódio do garoto para sobreviver, Hazel tenta seguir em frente como pode.
Mas... como é que se sobrevive após ver demônios com seus próprios olhos? Sua lucidez é colocada em jogo, e por mais de um ano, ela vive em um hospital psiquiátrico, onde recebe diagnósticos mentirosos e acredita na própria loucura. No caminho, ela perde coisas que a abalariam para sempre.
Hazel decide seguir com sua vida, estudando na NYU assim que consegue sair do hospital, dando sua vida em um estágio importante e tentando seguir em frente. Mas existem fantasmas em seu passado que não a deixam em paz.
O que realmente aconteceu durante aqueles três anos de sua infância onde tudo é um borrão? A seita é responsável pela instabilidade emocional dos seus pais? Foi isso o que os destruiu? Como uma boa futura jornalista, Hazel decide cavar o seu passado.
Seria isso um erro? Agora, se passaram quatro anos, quase cinco, da morte dos seus pais e da última vez que viu Sam Winchester.
Demônios não são reais, nada do que Sam Winchester lhe contou sobre o sobrenatural é real. Eram apenas dois jovens traumatizados e psicóticos...certo?!
Certo?!
É o que iremos descobrir, junto com Hazel, em “O homem que perdeu a alma”
Ela jamais entregaria seu coração para Sam Winchester de novo, disso ela tem certeza.
Até descobrir toda a verdade. Isso muda consideravelmente as coisas. Sem seu ódio por ele, ela pode resistir?
O passado e o presente irão se chocar. A eclosão resultará no futuro.
Se eles sobreviveram a tudo no meio do caminho, é claro.

Em “O homem que perdeu a alma” começamos a história em outubro de 2004, e agora Hazel tem 21 anos e sua vida irá cruzar com os Winchester de uma maneira trágica.
Boa leitura e bem vindos a essa jornada, que será longa e tecida com muito amor e esforço ♥
PS: Só para o caso de curiosidade, eu sempre faço um "cast" com atores na minha cabeça para cada personagem, já que não dá para "criar um rosto do zero". Eu imagino a Hazel (fisicamente) como a atriz Mackenzie Foy. Boa leitura!


IMPORTANTE: Gente, eu coloquei +16 lá na classificação porque simplesmente parece que o site esconde a fic quando a gente põe +18, acho que porque a mecânica do Nyah é meio antiga então quase ninguém consegue achar, porque nem todo mundo sabe ativar o +18 na própria conta, aí não aparece, mesmo a pessoa sendo maior de 18. MAS a história é +18, então pfvr só leia se for maior de 18 anos. Se tiver menos, dá meia volta. Não é uma história para adolescente, tem muita violência e tem cena de sexo também. É isso. Obrigada.


Capítulos

4. Bônus - O Prometeu moderno.
4.385 palavras
6. Capítulo IV - Cordas do diabo
6.757 palavras
8. Capítulo VI - Jesse Turner
6.252 palavras
11. Capítulo IX - George White.
6.281 palavras
18. Capítulo XVI - Quase.
8.433 palavras
21. Capítulo XIX - Sobrenatural.
8.171 palavras
25. Capítulo XXIII - Caim e Abel.
6.244 palavras
28. Capítulo XXVI - Wendigo.
8.218 palavras
29. Capítulo XXVII - Jogo Cruel.
7.521 palavras
30. Capítulo XXVIII - Escapismo.
6.880 palavras
32. Bônus - O Albatroz.
9.524 palavras