O Agiota e a Máfia escrita por Max Lake


Capítulo 2
Franco Castiglio


Notas iniciais do capítulo

Olá! E vamos para o segundo dia!

Quero agradecer a vocês que leram e comentaram no capítulo anterior, vocês são demais! =D

A palavra do dia é: Azáfama!



Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/803666/chapter/2

Franco Castiglio não era um homem diplomático, mas devido ao recente avanço da família Di Santo em seu território, precisava agir antes de uma guerra se iniciar. E a guerra custava caro.

Após entregar o pagamento, Matilda foi convidado a passear de carro com o senhor Castiglio. Depois de um susto inicial, a situação foi explicada.

"Vamos visitar Marco Di Santo de surpresa. Vamos tratar de negócios. Confio em você, Matilda. Será meu guarda-costas".

"Agradeço a confiança, senhor Castiglio", comentou o agiota. "Vai ser uma azáfama quando chegarmos lá".

"Assim espero. Isso vai deixá-lo desconfortável e maleável".

Mas Kennedy pensava diferente.


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!


Notas finais do capítulo

Espero que tenham gostado! =)

Uma outra curiosidade sobre nosso agiota que eu esqueci de falar no capítulo anterior. Não sei se conhecem um filme chamado "O Profissional" ou "Léon" no original, com Jean Reno e Natalie Portman criança.

Então, o Leon de Resident Evil tem uma pistola chamada matilda, que é uma homenagem à personagem da Natalie Portman no filme, que se chama Matilda.

Também é a arma do Kennedy Tracy. E como vimos, ele aborda o 'cliente' pondo sua matilda/a arma no balcão. Com o tempo ele acabou ganhando o apelido de 'Matilda'.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "O Agiota e a Máfia" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.