O Agiota e a Máfia escrita por Max Lake


Capítulo 1
Matilda em serviço


Notas iniciais do capítulo

Chegou outubro! YEY! Boa sorte a todos e todas que forem participar deste desafio que sempre nos empolga!

A palavra do dia é: Chiste!



Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/803666/chapter/1

“Bom dia, senhor Kutcher”.

Kennedy Tracy pousou sua matilda no balcão de atendimento. O senhor Kutcher olhou para o homem e sorriu de forma desconcertada. Kennedy não parecia disposto a fazer um chiste naquele momento.

“É o dia de pagar o senhor Castiglio?”, respondeu, gaguejando.

O agiota assentiu. O senhor Kutcher sabia que a visita era o primeiro aviso e no dia seguinte ele voltaria cobrando com juros. O comerciante foi aos fundos da loja e voltou com um envelope.

“Sua parte dos lucros do mês passado.”

“A família Castiglio agradece sua cooperação”. Kennedy pegou o dinheiro e saiu.


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!


Notas finais do capítulo

Espero que tenham gostado! =)

Kennedy 'Matilda' Tracy foi criado para uma história que escrevi para uns amigos, chamada A Sociedade dos Agiotas, e que nunca postei por aqui porque é muito específica para eles. Ele é baseado no Leon Kennedy, de Resident Evil, naquele visual de gangster que é desbloqueado em Resident Evil 4. Só uma curiosidade para quem quiser imaginar a aparência dele.

Outra coisa é que podemos dizer que Matilda é um cara bem pontual, chega o primeiro dia do mês e já tá cobrando dinheiro dos outros. Pior do que a Receita Federal.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "O Agiota e a Máfia" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.