Crepúsculo 2.0. escrita por Erin Noble Dracula


Capítulo 33
Charles Carlton


Notas iniciais do capítulo

https://youtu.be/QyFbO-jR5p8-Hope,Josie, Lizzie e Clary lutam.
https://youtu.be/OzrU77cp7JU-Os originais e suas parceiras lutam.



P.O.V. Charlie.

Meu nome é Charles Carlton, mas todos me chamam de Charlie.

—Valha me Deus!

—Que... merda é essa?

O cara era igual a mim. 

—Recorrências.

—Não deveria usar este tipo de linguajar, não é apropriado para um cavalheiro.

—Não sou cavalheiro. Sou pegador. Cavalheiro é o Henry.

—Pegador?

—Ele é um babaca. Não pode ver um rabo de saia. Dorme com toda e qualquer mulher que aparece no caminho dele. Bom, quer dizer menos eu e a Hope.

—Vocês devem ser lésbicas. Quer dizer, como pode resistir?

—A repulsa me obriga.

—Você pode até se fazer de difícil, fingir que quer um mauricinho, mas eu sei que é mentira.

—Por acaso você é telepata?

—Tele o que?

—Telepatas são pessoas com a habilidade de ler mentes.

—Oh!

—Ela diz que procura o cara da novela, certinho comportado que vive no pé dela, um que manda flores, jantar á luz de velas, mas é mentira dela.

—Sou romântica o que posso fazer? Não quero um macho, quero um homem.

—Você quer alguém que te dê um trato. Que faça você gritar bem...

Ele não conseguiu terminar a frase pois tomou uma bofetada que o fez atravessar a sala. Movendo-se como um raio, ela pegou o meu outro eu pelo pescoço colocando-o contra a parede.

—Lembre-se de quem eu sou Charles. Sou o motivo de você não estar na cadeia.

—Aquela merda daquela espada.

—Se não quiser se juntar á aquelas que você matou com ela, cale essa boca.

Eu gosto dela, ela é difícil e o perigo dela me matar torna tudo mais legal.

—Meu amigo, perdeste sua sanidade.

—Vai trocar de roupa cara, parece que saiu dum filme da Jane Austen.

—Jane Austen? A jovem Lady que jamais foi apresentada devido a sua frágil condição?

A senhorita Clarissa voltou como se tivesse ouvido a conversa.

—Conheceu a Jane Austen?

—Não. Porém, minha irmã Louisa era muito amiga dela.

—Louisa. Como Louisa Hurst. Parece que a Jane inspirou os personagens em pessoas que ela conhecia. Se todos os personagens dos romances dela foram baseados em pessoas que ela conhecia, talvez a Jane Bennett seja ela mesma. Então, talvez... só... talvez ela tivesse uma queda por você.

—Uma queda?

—Estava apaixonada! Por você. Você era o Charles Bingley da história dela.

—O meu nome do meio é Charles. 

—Odeio ter que dizer isso, mas em se tratando da roupa. Sua recorrência está certa. Você precisa duma roupa nova.

Depois de eu colocar trajes mais condizentes com esta nova era, pude conhecer o outro rapaz, Henry.

—Caramba Charlie! Você tem um gêmeo perdido.

—Ele e eu não somos gêmeos eu garanto.

—Hope! Oh, Hope!

—O que?

—Eles estão vindo pra cá. Estão armados e eu aconselho que comece a tirar a roupa.

—Que merda.

A outra senhorita começou a tirar as roupas.

—Por Deus!

—E o que vamos fazer quanto aos mundanos?

—Foda-se. Protegemos a existência deles por tempo demais. Já tá na hora de sair do caixão. Se eles não gostarem, problema deles. Por gerações nós protegemos eles de tudo! Inclusive deles mesmos. Agora é hora deles demonstrarem um pouquinho de gratidão.

As duas saíram e alguns poucos apareceram.

—Se importa em explicar porque está pelada?

—Não quero que as minhas roupas rasguem, pai.

 Eram seis homens e quatro mulheres. E então, veio um batalhão.

—Cavalheiros... podemos?

A briga foi uma coisa violenta. Corações arrancados, pescoços mordidos, quebrados, balas os perfuravam, mas eles não morriam.

Então, o barulho de ossos quebrando e a garota transformou-se num lobo enorme e estraçalhou os guerreiros.

Fogo sendo gerado espontaneamente e consumindo o inimigo.

P.O.V. Clary.

Todos estavam aqui. Menos a Keealing porque ela tá grávida e a mãe da Hope porque... ela morreu. Mas, meus pais, meus tios e tias. Tio Klaus, tia Caroline, tio Kol, tia Davina, Josie, Lizzie, até o Rick.

Mais e mais deles vinham então... O Jace, a Izzi, o Lightwood e a Lydia apareceram. Magnus, tia Alice, tio Emmett, então eu percebi que era a hora.

—Chega!

Usei o mesmo feitiço no corpo da tia Rose e trouxe ela de volta.

Ficou aquele silêncio sepulcral.

—Era o que vocês queriam? Bom, que pena que não vão estar por perto para contar a história.

Ela degolou os homens e novamente havia um mar de cadáveres.

—Vamos mandar eles para a senhora G.

Eles deceparam  as cabeças, embalaram e mandaram para alguém.

P.O.V. Senhora G.

Um entregador apareceu na minha porta.

—O que é tudo isso?

—Uma entrega para a senhora Grisley.

Quando abri quase cai dura.

—Meu Deus!

Havia um bilhete.

"Pare agora ou eu vou jogá-lo no poço, o Malivore. E o seu filho com você. Melhor, vou atirá-lo lá dentro e forçá-la a assistir enquanto ele cai e é apagado de dentro da sua cabeça. Ele vai desaparecer, suas palavras vão desaparecer, seu nome vai desaparecer, tudo o que já foi e é agora vai desaparecer. Então, seja esperta e pare agora."-Love, Clary.

—O que é isso? No que está metida? E o que isso tem a ver com o Milton?

Londres, Inglaterra.

P.O.V. Klaus.

Ganhamos.

—Você está bem, Hope?

—Estou. O vestido, azul que eu usei no concurso Miss Mystic Falls... é seu. Papai deu ele pra você.

—Antes de você nascer, que fique registrado.

Hope começou a chorar.

—Oh, querida vem cá.

—Eu sinto falta dela. Eu só... sinto muita falta dela.

—Sabe, sua mãe quebrou meu pescoço uma vez. No banheiro feminino da mansão Lockwood. Queríamos salvar os híbridos e o seu pai. Impedi-lo de chacinar os seus semelhantes, mas ela queria que eles fossem chacinados.

—O que? Porque?

—Para encontrar sua família.

—E ela estava disposta a sacrificar todos os que jurou ajudar?

—Ninguém é perfeito Hope. E se ela não tivesse feito o que fez... você provavelmente não teria nascido.

—Você queria matar o meu pai?

—Querida, todo mundo já quis matar o seu pai.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Crepúsculo 2.0." morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.