Uma Historia Diferente escrita por arton


Capítulo 21
E no final, o Fim.


Notas iniciais do capítulo

Bem sei que demorei muito para atulaizar mas fiquei com medo do final que escrevi sei la me deu uma duvida e então eu não postei mas hoje refleti melhor e decidi que deveria postar
peço desculpa por qualquer erro com relação a fic.



Naquele momento só pode pensar em meu amor, em minha família e em meus amigos sabia que ficariam furiosos com a minha atitude porem era tudo o que podia fazer por eles

Sim por eles, por eles que me ensinaram sobre a vida e sobre o verdadeiro valor da amizade, passei muito tempo querendo que alguém me visse, mas talvez naquele momento tenha percebido que eu deveria me notar acima de qualquer um

Queria ter tempo para agradecê-los por tudo o que me fizeram, por terem mostrado o caminho e por ter ajudado no final

Senti a lamina fria encontra-se com meu corpo ergui meus olhos para observar o olhar de meu carrasco daquele que ceifaria a minha vida e pode sentir seu ódio uma arma talvez mais afiada do que a que ele empunhava em minha direção

Minha respiração tornara-se pesada, mas o pior era ver em seu rosto o sorriso que começava a brotar com a satisfação da vingança realizada, fechei meus olhos esperando pela morte

O livro fora fechado de um modo brusco causando um susto em toda a platéia que se matinha parada absorvida enquanto a jovem narradora lia uma parte de seu novo livro um sucesso de bancas e livrarias

As pessoas encantadas com a voz da narradora se deixaram levar pelas palavras e se viram na mesma sensação da personagem do livro

Uma dos reportes que cobria o lançamento do livro uma simples garota da faculdade de Jornalismo perguntou um pouco temerosa

- Senhorita Hyuuga? – a narradora de lindos cabelos escuros em um tom quase azulado dirigiu seu olhos de orbes incomuns para a garota tímida que pensava antes de perguntar

- Sim? – incentivou Hinata com um sorriso amável no rosto enquanto esperava a pergunta

- a Senhorita... Bem eu sou sua grande fã e eu queria saber de onde a senhorita tira sua inspiração para esses clássicos românticos

A jovem ficou vermelha quando notou os murmúrios de vários outros repórteres que tinham diversas opiniões sobre a estada de uma jovem tão inexperiente numa exclusiva como essa já que o evento era fechado e somente alguns poucos tiveram permição para estar ali no lançamento do mais novo livro de Hyuuga Hinata a tão conhecida “dama do romance”

- fico muito feliz que seja minha fã – ela sorriu novamente enquanto uma chuva de flashes vindo em direção a ela deixariam qualquer um confuso- mas agora respondendo a sua segunda pergunta...

Um suspense se formou enquanto a jovem parecia escolher as palavras certas

- minha inspiração vem de meu amor e a coragem para escrever vem dos meus amigos e de uma experiência que tive anos atrás

- E que experiência seria essa? – perguntou um homem de pele escura e de um casaco grosso

Antes de responder uma loira usando uma calça colada de rasgos laterais e uma blusa de mangas compridas se aproximou de Hinata sussurrando algo em seu ouvido a garota sorriu ficando com as bochechas coradas e pedindo desculpas teria de sair o mais rápido possível dando fim a palestra e inicio a recepção

Hinata saiu acompanhada da loira chegando perto da porta ela falou algo para a loira que assentiu e sorriu saindo depressa entre as pessoas que se encontravam no salão

A jovem universitária chamada Soi passou pela mesa de pequenos petiscos, mas nem os olhou mal tivera a chance de conhecer a mais recente e popular autora da Ásia que já chegava a se expandir pela Europa

Sentiu uma mão em seu ombro e se deparou comum olhar curioso sobe si reconhecendo de imediato a mesma garota que falara com sua autora favorita

- pois não – as palavras saíram em um atropelo fazendo à loira ri

- Hina que falar com você – ao ouvir aquelas palavras quase teve um surto ali mesmo – pode me acompanhar ela a espera, mas você deve saber que ela não pode demorar muito

- Claro eu compreendo – ela assentiu enquanto seguia a loira pela porta secundaria parando numa espécie de camarim deparou-se com a Hyuuga sentada em uma cadeira conversava com um homem que aparentava no maximo vinte e seis anos

Ele voltou seu olhar para as duas que entraram observando com intensidade Soi que ficando ainda mais tímida parou no lugar fazendo com que a loira esbarra-se nela

- Por que esta parada?- sem obter resposta ela seguiu o olhar da jovem e encarou o homem dando depois um largo sorriso

- Shiro! – a bela loira correu em direção a ele se agarrando num abraço apertado dando para Soi a impressão de que podia ouvir os ossos dele estralando – Quando chegou? Cadê o Eiko e a Mizuki?

- Calma Maika – ele sorriu de uma maneira quase juvenil passando a mão pelo cabelo e com a outra tentava desmarcar a camisa escura de uma listra branca transversal – todos já estão la em casa eu vim por que Naruto não agüentava mais de saudades. Ele não fala em outra coisa alem da Hina já tava me dando enjôo

Todos ali soltaram uma gargalhada, mas a jovem Soi não compreendia nada então se manteve quieta observando cada um mais atentamente começou pelo jovem que alem de sua camiseta usava uma calça escura e um sapato social escuro ele sorri como abertamente parecendo nem ter notado que ela estava ali

Seu olhar então foi ao encontro de Hinata que ainda sorrindo lhe indicou que se senta-se em uma poltrona perto da dela, um pouco receosa Soi foi ate la mais vermelha que um pimentão

- Bem senhorita Soi deve se perguntar por que eu pedi que viesse ate aqui? – ela obteve como resposta uma meneação de afirmação – bem gostaria de responder a sua pergunta em particular

A garota ficou em choque estática no mesmo canto hinata a olhou e sorriu então continuou, retirando de uma pequena caixa próxima a ela um colar com um pingente em forma de fênix Soi o olhou com uma expressão de deslumbre

- esta jóia e um sinal de amizade e de que como a própria ave lendária eu mesma já renasci – Soi absorvia cada palavra se descuidar de nada – há alguns anos eu e meu namorado fomos seqüestrados

Hinata parou ao notar a expressão de choque formada no rosto da jovem porem ela sorriu e continuou

- No começo de nosso namoro tivemos problemas de vários modos e bem como posso dizer – Soi observava que Shiro encarava Hinata intensamente – nos éramos de classes diferentes tivemos muitos problemas que não vem ao caso, mas que me ensinaram muito sobre a vida, mas o ponto onde quero chegar e a lembrança daquela noite ou melhor daqueles longos segundos

- O que houve? – Soi não podia disfarça a curiosidade um fato que seria ate mesmo engraçada se a historia não fosse seria

- Bem eu levei um tiro – Soi não sobe se havia comido algo estragado na recepção ou se era devido a muitas horas no computador mas já estava achando que era louca

- como assim levou um tiro? – Soi mantinha os olhos arregalados em sinal de espanto

- sim um tiro – a jovem Hyuuga sorria enquanto apontava a mão na direção do peito exatamente no vale dos Seios

Soi que estava totalmente espantada quase desmaiara quando notara que uma mão de pele bronzeada se colocara sobre a de Hinata e sem cerimônias o dono da mão puxara a jovem escritora para um beijo que a vez ficar vermelha

Quando eles se separaram ela observou mais atentamente o homem possuindo um cabelo dourado como sol e em seu olhar um azul que lembrara o oceano ela logo se lembrou de que era Uzumaki Naruto o atual dono das Companhias Uzumaki e consecutivamente noivo de Hyuuga Hinata

- Senti saudades – ele falou de uma maneira que vez a própria Soi suspira – deveria ter vindo comigo

- Não podia adiar o lançamento do livro você sabe disso – ela acariciou o rosto dele

- bem então vamos todos já estão na casa do Sasori nos esperando – ele estendeu a mão para ela que segurando se levantou da cadeira porem antes de sair se voltou para Soi e disse

- sabe por que ainda estou viva? – Soi balançou a cabeça em negativa – por que a amizade de meus amigos me salvou

Enquanto falava Hinata apontou novamente para o peito no local da bala porem dessa vez havia no mesmo lugar o pingente da fênix reluzia imponente ela sorriu para soi que acenou compreendendo o significado daquela conversa

- espero que o que eu lhe disse lhe seja útil – ela apontou para a pequena mesa no camarim – seu convite esta ai espero que possa comparecer

Naruto a puxara e dando um aceno com a mão Hinata saiu deixando Soi sozinha com o convite em suas mãos um convite de casamento escrito com o próprio punho onde dizia

“você esta oficialmente convidado para o casamento de Hyuuga Hinata e Uzumaki Naruto” sem esconder a felicidade Soi saiu daquele camarim com uma certeza

Amigos fazem toda a diferença.



Notas finais do capítulo

Primeiro quero agradeçer a todos que leram ate agora muito obrigada por tudo
espero que o final não tenha sido tão ruim assim, mas eu quis fazer diferente.
bem e so isso ate a proxima
Abraços