A Hospedeira 2 escrita por Rai


Capítulo 4
Capítulo 4


Notas iniciais do capítulo

Mudei este capitulo, acrescentei mais coisas, espero q gostem!



Eu estava sentada no canto do salão de jogos, como sempre agora que estou nesse frágil corpo, assistindo o jogo. Ian e Jared jogando contra Kyle. Não sabia quem estava ganhando ou perdendo, mas era engraçado assistir todos jogarem.

— Peg, estou preocupada com você e Jamie. - Melanie falou sentando ao meu lado

— Pois?

— Acho que essa história não vai terminar bem, com Jamie e Ranchel - Melanie fez uma pausa - E você com Cal.

— Não seja pessimista, Mel! Deixe Jamie e Ranchel. - eu a repreendi

— Peg, eles até que tudo bem, mas você... - ela ficou pensativa e depois falou sombriamente - Fique longe de Cal.

Eu a encarei pasma.

— Porque? Qual o problema de ser amiga de Cal?

Melanie me encarou sem paciência.

— Cal não quer ser só o seu amigo. Fique longe dele, por favor, para o bem de todos.

E terminando de falar ela voltou para o jogo, me deixando com uma sensação ruim presa na garganta.

Eu não esperei o jogo acabar, quando tive a oportunidade de fugir eu fui para o meu quarto e deitei encolhida feito bola na cama. Depois de algum tempo Ian entrou com o rosto sem expressão. Ele sentou na cama ao meu lado e me puxou para o seu colo. Eu apoiei meu rosto em seu peito e inalei seu cheiro. Aquilo era tão tranquilizador.

— O que melanie disse para você? - ele engoliu em seco, estava preocupado.

— Nada. -  eu menti escondendo o rosto em seu peito.

Ian segurou meu queixo, levantando meu rosto até nossos olhos se encontrarem. Eu suspirei ao ver as chamas geladas em seus olhos quase se apagando.

— Ela pediu para eu ficar longe de Cal.

Ian ficou paralisado, seus músculos estavam tensos e sua voz estava dura.

— Então é verdade.

— O que? - perguntei num sussurro.

— Cal quer você como companheira.

— Mas eu estou com você.

Ian não cedeu.

— Ele é uma alma, você também. Ele passou por muitas coisas e ainda passa para ser aceito, você também. E eu, sou um humano.

Com dificuldade fiquei ajoelhada e com as minhas mãos em cada lado de seu rosto, eu o beijei. Tentei beijá-lo da mesma forma intensa que ele me beija, Ian permaneceu parado. Então eu levei meus lábios até seu ouvido.

— Você é bom o bastante para ser uma alma e forte como um humano dever ser, mas isso não me importa, não, o que me importa é só o seu amor.

Ian me olhou por um tempo, as chamas geladas voltando a queimar perigosamente, e logo seus lábios estavam nos meus.

E era mágico, eu estava me sentindo além das nuvens. Minhas mãos apertavam os lençóis, enquanto Ian beijava de minha boca até minha barriga. Eu prendi a respiração, ele estava novamente brincando comigo.

Com uma de minhas mãos eu o puxei pela nuca para mais perto de meus lábios, enquanto a outra mão pegava a mão dele e conduzia para a minha coxa. Um grunhido brotou de dentro da garganta de Ian, ele não iria mais brincar, então me vi sobre as nuvens de novo.

— Ian! - exclamei no auge.

Ele parou e me encarou.

— Está tudo bem? Eu te machuquei? - quis saber preocupado.

— Você está me fazendo delirar. - eu passei a mão em sua barriga, Ian fechou os olhos.

— E isso é bom?

— Se eu disser "Continue, não pare", vai significar o que?

Ian rindo me pegou nos braços outra vez, nossos corpos colados como um só, beijos urgentes e furiosos, carícias e olhos safiras que queimavam numa chama gelada.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "A Hospedeira 2" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.