Danos permanentes? escrita por Julie Mellark


Capítulo 1
Capítulo 1 - Ação


Notas iniciais do capítulo

Só uma introdução galera. Pode parecer confuso agora, mas fará sentido ao longo da fic

13/06/2017 - estou eu aqui não só atualizando a fic como também editando pois o caminho que ela tomou não me agradou então resolvi mudar algumas coisitas, fiquem atentos.

enjoy.




48 horas antes do desaparecimento de Lily Evans.

Era possível sentir o ar gélido da noite entrar em seu pulmão, enquanto raios coloridos eram disparados de todos os lados. Lily piscou algumas vezes e se recuperou aos poucos, seu peito queimava a cada respiração a mulher sabia que a maldição do corpo preso havia a atingido bem ali e estivera imobilizada nos últimos minutos da batalha, não sabia o que ou quem havia libertada mas não importava ela estava grata por conseguir se mover de novo.

Ainda se recuperando agachada atrás de um pilar destruído da antiga casa dos Lysander, procurou entre os flashes coloridos que cortavam a grande sala oval em que se encontrava ver alguém da Ordem, no fundo rezava para que não tivessem visto odiaria ter que fazer um relatório sobre, ficaria presa na parte dos feridos ou até mesmo burocrática do Quartel General, por Merlin.

— Lily, o que está fazendo? - James Potter, apareceu das sombras, sussurrando. - abaixe-se agora! Fiquei preocupado, você está bem?

—Urgh! Você viu então! - Lily gemeu, mas logo focou-se na batalha a sua frente e James percebeu seus olhos escurecendo junto com a seriedade que tomava seu rosto - James o que houve? Onde está o resto da equipe? Conseguiram libertar a família?

— Depois Lily. Agora vamos, consegui estuporar o ultimo Comensal desse andar, Frank me passou um patrono e as coisas no terceiro andar estão feias. - James disse sério, assumindo a posição de líder da equipe.

— Certo, e qual é a situação do segundo andar? Lene e Sirius ainda estão em ação?

— Está livre, Lene sofreu uma maldição Cruciatus e Sirius teve que leva-la ao St. Mungus. Todos foram em direção ao terceiro andar, mas Lily temos um problema, há quase dez Comensais naquele andar e apenas quatro de nós agora, Alice estava em contato comigo mas fomos cortados. - Se Lily não conhecesse James ela diria que ele estava perdendo a cabeça ou algo assim-  Alguma ideia para salva-los antes de sofrermos dezenas de maldiçoes e morrermos nessa casa escura e embolorada?

— James ponha sua capa agora, eu vou distrai-los e você me de cobertura, vamos pega-los e dar o fora daqui sinto que meu peito vai explodir depois daquela maldição - Lily disse e se levantou em direção as escadas, com varinha em punho e uma determinação alucinante, o rosto completamente vermelho indicava o quão furiosa ela estava.

—-------------------------------------

— Alice, vamos segure minha mão - Lily se esticava ao máximo para alcançar a amiga. Alice se apoiava para não cair no buraco que havia se aberto no chão..

— Lily ajude o Frank, Aveery vai mata-lo. - gemeu Alice enquanto se esforçava para agarrar a outra mão da amiga.

— Não!- Gritou a ruiva para a amiga - James está ajudando-o, agora concentre-se  e segure minha mão. Por favor Alice, eu não consigo fazer isso sem você. - Por fim, Alice conseguiu segurar na mão da ruiva, ambas muitos machucadas, Alice possuía um corte horrível na testa que encharcava seu rosto de sangue e Lily tinha certeza que havia quebrado uma perna, mas adrenalina as impedia de sentir dor, só havia fúria e medo.

— Vamos Lily! - A voz de James surgiu ao seu lado- Eu ja estou com o Frank, ele está desacordado. Aparatem na Ordem, certo? - James tinha Frank em seus ombros e parecida pálido demais, Lily quase duvidou que ele respirasse, mas deu um suspiro de alivio de ver que James estava bem.

— Certo! Vão na frente - disse e virou-se para a amiga - venha Alice, você não esta em condição de aparatar, está fraca - As duas deram as mãos e Lily tentou focar em sua mente a casa de verão de Lene, que nessa semana era o QG da Ordem da Fênix, uma vez que, todas as semanas por medidas de proteção o QG mudava de localização. Escutou um 'CRACK' ao seu lado e soube que James já tinha ido.
Quando enfim conseguiu visualizar com clareza a grande casa branca, foi que tudo aconteceu, o ar se tornou denso e quase palpável. Uma maldição atingiu Alice que caiu pálida e imóvel no chão, e antes que ela pudesse se proteger, sentiu uma varinha em suas costas e uma voz gélida com halito de morte sussurrar em seu ouvido.

— Agora meu bem, você é minha.

Lily soube de quem era a voz no momento em que a ouviu, e sentiu a maldição se espalhar por todo o seu corpo antes de finalmente tudo escurecer.

—--------------------------------------------------------

James desaparatou nos limites da propriedade de Marlene Mckinnon, uma antiga colega de escola, agora também colega de profissão. Assim que entrou na casa ele não esperava encontra-la na sede da Ordem, mas ela aparentava estar bem.

Toda a Ordem estava presente, eram quase vinte membros até agora, em sua maioria aurores e todos muito jovens.

— Frank! Por Merlin, você está bem? - Dorcas Meadowes, apressou-se para socorrer Frank que agora ja estava acordado e mais alerta levando-o para a outra sala que estava servindo de "ala para feridos"

— Foi uma emboscada Dumbledore, assim que chegamos percebemos, nos encurralaram, eu realmente não sei como escapamos. A marca negra, o chamado de resgate para a família Lysander, tudo uma armadilha - James virou-se para o velho diretor, muito sério.

— Já fui informado, James. Assim que Sirius chegou com a Srta. Mckinnon do hospital, ele me contou que Lysander está lutando ao lado de Voldemort. Notifiquei o Ministério sobre a traição, e encobri a ida de vocês ao local - Disse e virou-se para o resto da sala. - Mas devo alerta-los, o Ministério da Magia não sabe da existência da Ordem, sejam mais cuidadosos e aguardem Moody separa-los para as missões. - Albus Dumbledore manteve o rosto calmo, mas ninguém na sala teve duvidas, aquilo era uma ordem.

James notou que faltava alguém. Faltava Lily, ela e Alice, onde raios elas estavam?

— Hey, onde está a Lily? Ela e Alice já deviam ter voltado, estavam bem atrás da gente. - A atmosfera mudou repentinamente, todos ficaram alertas e burburinhos começaram por toda a sala.

— Elas não voltaram não é mesmo? - Frank surgiu com as mãos na costela esquerda, com uma aparência muito melhor e não sangrava mais, mas parecia com dor.

James imaginou que também estaria assim, a namorada já deveria estar de volta, o desespero começou a tomar conta dele. Onde Lily se metera, por Merlin.

Foi quando uma luz apareceu vindo da janela, atravessando toda a sala até parar de frente a Dumbledore, e James soube de quem era aquele patrono. Primeiro ele se sentiu furioso, depois ele sentiu que todo o seu mundo estava para desabar.



Notas finais do capítulo

A introdução pra toda a historia foi muito difícil galera, a historia tem vários pontos, e tentar centralizar e escolher os principais organizando de forma relevante foi fácil. Mas logo logo tem mais, pode parecer confuso agora, mas fara sentido ao longo da fic, como eu já havia dito.

Kisses.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Danos permanentes?" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.