A garota dos Lobos escrita por RanyVick


Capítulo 19
Especial


Notas iniciais do capítulo

EU SEI QUE ESTOU ATRASADÍSSIMA E PEÇO DESCULPAS!

Estava em semana de prova e ainda estou por que sabe eu não sou muito aluna exemplar... Sobre o capitulo:
*Dedicado a essas meninas lindas, que participam da minha fic comentam e que são as interativas QUE TEM NAMORADO!

*AS que ainda não tem, vão ter daqui um ou dois capítulos e vão ganhar um especial desse também!
Espero que gostem e me DESCULPA pelo atraso. *-* Enjoy



P.O.V DOMINIQUE

–Paul onde você esta me levando?! Ele estava com as mãos nas minhas costas, me causando aquele formigamento e ainda por cima eu estava vendada e ele não me respondia, bufei ele é muito teimosos quando quer.

Ele deslizou suas mãos das minhas costas até as minhas orelhas e tirou o elástico de tras, abri meus olhos e vê um acampamento super fofo, tinha cabana, fogueira, almofadas, eu fiquei boquiaberta por um bom tempo, olhei pra ele que estava do meu lado sorrindo da minha reação, começou a sair lagrimas dos meus olhos.

–Ai que lindo, amei! Falei abraçando ele que riu e me deu um selinho.

–Não tínhamos tido um encontro formal ainda então... Ele começou a falar me puxando, sorri a cada fala e movimento dele, aquilo não poderia ficar melhor, e o mais legal é que estávamos fora de La Push, acho que estávamos em uma floresta fora de Forks, o que quer dizer sem ninguém tentando bisbilhotar ou ouvir.

–Esse é o melhor dia da minha vida! Falo pausadamente olhando tudo novamente.

–Que bom, só que... Ficara melhor! Ele fala me fazendo sentar em seu colo já era de noite e nos sentamos em frente à fogueira, mesmo não sentindo frio era fofo, conseguia ouvir o riacho e alguma coruja, era mais que perfeito.

Começamos a conversar sobre nós, nossas vidas, o futuro, em um momento que imaginávamos nosso futuro há alguns anos, o encarei pensando que eu poderia viver com ele a eternidade pois eu realmente o amava.

–Eu te amo! Falo, ele me olha e sorri.

–Eu também te amo! Ele responde me dando um beijo. Ele sorri e me puxa pra cabana. Com certeza, este dia ficará marcado para sempre em minha memória.

***

P.O.V Terumy.

Eu estava andando pela floresta cassando alguma coisa pra fazer a esta hora da noite, as meninas estavam todas fazendo algo ou ajudando alguém e eu estava andando pela floresta a noite.

Ouvi alguns passos, e logo senti quem era, Embry estava vindo, decidi mudar um pouco o sentido e comecei a correr, senti que ele me seguia então corri mais rápido, me transformo em lobo, estava começando a ficar legal esse pega-pega. Embry se transformou também, mas é obvio que sou mais rápida, então decidi facilitar pra ele, quando comecei a diminuir o volume tento ouvi-lo chegar mais perto, só que não ouvia nada.

Olhei em volta e não vê nada até sentir um vulto vindo em minha direção e logo estávamos dois lobos rolando na terra, ele me prendeu em baixo dele, e resmungou algo, olhei fundo em seus olhos, e não sei se foi só o olhar, mas eu queria telo comigo pra sempre, e nunca mais largar. Ele sai de cima de mim e balança a cabeça para eu segui-lo, faço isso, e chegamos a um campo totalmente amplo sem arvores ou flores, sem nada só vendo as estrelas, deitei no chão perto da arvore e ele também, bem junto a mim, acariciou meu rosto no dele e me aconchego naquele lobo quentinho. E ficamos vendo as estrelas, por um bom tempo. Essa foi a noite mais divertida que tive nestes últimos dias, na verdade a mais divertida que tive na vida.

Ele me olhou e realmente dentro dos meus olhos, e eu sabia o que ele queria dizer e eu o mesmo, nos acariciamos e ficamos lá por mais um tempo.

***

P.O.V. Maria Clara Alka.

Olha eu não acho errado o que eu faço, eu amo tanto o Demetri quanto o Felix, e na mesma intensidade do mesmo jeito. E eles a mim deixaram bem claro isso um dia desses, algumas pessoas não entendem. Acham estranhos e até sentem nojo, mais eu estou pouco me lixando para o que acham o que importa é que nos amamos.

Provavelmente minha família não iria achar isso nada legal d aminha parte, mas... Eles não estão mais aqui, entrei naquela pequena mansão. Olha a ironia disso, e procurei-os silenciosamente, fui até o jardim de inverno, e ambos estavam me esperando é logico.

–Por não simplesmente falaram, Estamos aqui! Falo quando chego e dou um beijo em cada um.

–Por que não! Ambos falam juntos, reviro os olhos e me seno no meio de ambos.

–Então como esta as coisas? Já decidiram se vão largar finalmente os Volturi?! Perguntei a ambos, na cara dura, por que eles estão nesse papinho de é difícil, você não intendi. Há algum tempo. Então sim falei já logo de cara. Ficamos um longo tempo em silencio.

–Maria... Começa Felix, mas para, os dois se entre olham e do nada eu estava na sala da mansão, odeio quando eles fazem isso, no começo era legal mais agora meio que assusta, é muito rápido.

–Olha já chega, eu amo vocês, e ficar nessa demora, só quer dizer, que é tão difícil escolher entre os volturi do que eu! Falo agora com raiva. –Quer saber, é isso, fiquem com os volturi e me deixem em paz! Falo já saindo lagrimas dos meus olhos.

–Não! Fala Felix, pegando o meu braço e me impedindo de correr. –Eu te amo, e eu nunca, jamais, iria escolher os Volturi. Você é quem eu amo. Fala ele e eu fico parada chocada ele nunca tinha falado tão doce e tão abertamente assim.

–Eu jamais trocaria os Volturi por você! Eu te amo dês da primeira vez que nos vimos naquela floresta! Fala Demetri. Fico chocada e choro mais ainda, ai eu jamais pensaria que aquelas palavras sairiam da boca deles dois.

–Se os Volturi decidirem tentar algo, não importa o que importa é estarmos com você! Fala Feliz, me abraçando beijo ele e Felix, os dois me soltam e me sorriem de lado e fecho os olhos, só consegui ouvir o baque da porta do quarto se fechando.

* * *

P.O.V Pamela Karinado Amaral.

Depois de ficar conversando com as meninas da tribo, fui dar um passeio, percebo que eu estava bem longe de La push, vejo uma cachoeira linda e vou até ela, começo a subir e quando chego no topo, alguém ameaça a me jogar e dou um grito mas ele ri e me abraça.

–Ai que susto seu idiota! Falo, dando um tapa nele, que ri mais ainda passando a mão em meus cabelos.

–Desculpa flor! Fala Kyle, ai eu amava quando ele falava meu nome mas o mais fofo e que me fazia derreter era ele falar flor. Mesmo essa simples e inocente palavra saia sexy da boca dele, Kyle me puxou pra longe da água e ele me pegou no colo e fomos parar lá em baixo na cachoeira, ele se sentou e me puxou para sentar na frente dele, enquanto ele me abraçava e roçava sua boca em minha orelha.

–Você veio até aqui por quê?!| Ele pergunta, fazendo me arrepiar.

–Não tinha nada para fazer lá. Então decidi vir, aqui e olha que não foi uma má ideia! Fla olhando pra ele que sorri e me da um selinho.

–É linda! Ele fala, eu sorrio.

–Obrigada eu sei que eu sou! Falo, ele ri.

–ME referi à cachoeira! Ele fala, eu fecho a cara, ele gargalha. –Você não é linda! Ele fala entre os risos, abro minha boca com o espanto e decepção. –Você é mais que linda, você é perfeita... Já namorei muitas moças, mas você é simplesmente a perfeita a única que sequer deixei eu livre para pensar em um futuro! Ele fala, não sei o que é isso que sinto mais é lindo o abracei forte e o beijei.

–Eu também te amo! Falo, e rio um pouco vermelha, ele me da um selinho e me endireita novamente para olhar para a cachoeira, ficamos um bom tempo conversando e olhando a cachoeira ao por do sol, até que ele me fala quando pairou o silencio.

–Eu te amo, com todas as minhas forças! Ele fala, e beija minha boca, puxo seu pescoço o fazendo ficar por cima de mim, ele ri e me beija novamente.



Notas finais do capítulo

Até o próximo capitulo....



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "A garota dos Lobos" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.