Elemental Warriors escrita por Yure


Capítulo 25
25 - E tudo termina...Final


Notas iniciais do capítulo

Boa Leitura!!! Até as notas finais õ/



Dois dias se passaram. Eu estava na piscina, sim aquela onde K quase me afogou ela ainda estava sem uso, nós descobrimos que essa escola não funciona mais. Eu estava sentado com os pés na agua da piscina olhando para o nada Pulei na piscina. Eu respirava embaixo da agua então não tinha problema nenhum em ficar ali.

Uma sombra apareceu fora da piscina, ele fazia sinais com a mão, mas eu não conseguia decifra-los, e nem ao menos tentava. Vi algo brilhando e desviei o olhar. A agua então começou a esquentar, a ponto de ferver, eu subi para a cima em alta velocidade e dei um pulo fora da agua.

–- Erick! – Gritei.

–- Me deu atenção agora Ethan, que bom – Ele disse – Escuta idiota, nós temos uma pequena novidade para você.

–- Não gosto disso, mas conte.

Ele riu, achei isso estranho.

–- Acho melhor ela mesma contar, certo Claire?

A garota veio a nosso encontro, eu já estava presumindo que não ia gostar da novidade, sério eu não gosto de surpresas e que surpresa a Claire tinha para me contar?

–- Certo, vamos logo com isso, eu estava em um momento intimo com a agua até agora.

–- Tudo bem – A garota disse – É que a partir de agora eu... eu sou sua irmã!

Erick sorriu ela também, eu não.

–- Hãn?

–- É que... eu não tinha casa e tudo mais, então sua mãe deixou eu viver com vocês, isso não é legal? Agora eu sou sua irmã! Quer você goste ou não!

Eu deitei na beira da piscina.

–- Britanny Larsen... Porque você tem que ser uma pessoa tão boa – Disse para mim mesmo.

Os dois me olharam preocupados. Essa foi uma surpresa e tanto, mas eu até poderia gostar da ideia... não, definitivamente não. Eu me levantei e sorri, mesmo não gostando agora ia ser assim, mas porque minha mãe não falou comigo? Ah, não interessa...

–- Bem, então... Bem vinda a família agora maninha

Ela sorriu, Erick deu um aceno com a cabeça.

–- Agora que a noticia já foi dada, vamos logo, K está te esperando – Erick disse.

Os dois correram e eu corri atrás deles, nós viramos algumas ruas até chegar onde K estava, ele estava com os outros três, Ariahnna, Wave e Fang, e as meninas também, Leah e Apple, me perguntei o que será que está acontecendo aqui. K deu um meio sorriso quando me viu.

–- Finalmente garoto estupido, aposto que estava namorando a agua da piscina até agora já que não conseguiu ficar com ninguém.

–- Ah, não enche seu velho! – Respondi – Meu cabelo ainda não voltou ao normal, e você disse que ele voltaria! Eu não quero ser um albino para o resto da vida!

–- Calma Zero. Você vai ficar bem, qualquer coisa você pinta ele – Ele riu – Chega, voltando ao assunto principal agora – Ele me olhou no fundo dos olhos – Espera um pouco. Você ainda é cego – Mais risadas, os outros somente nos olhavam, eles já sabiam que a nossa relação era baseada em brigas e discussões – Eu estava enganado, eu posso ver uma pequena parte de outro elemento dentro de voce. E para você ter outro elemento ou você tem que ser um experimento de Fate, ou você tem que se relacionar com alguém com um elemento diferente.

Agora sim todos começaram a prestar atenção de verdade, em mim.

–- Relacionar? – Perguntei, já estava começando a achar aquilo um pouco estranho.

–- Sim, mas você sabe o quero dizer com relacionar, não sabe? – Ele chegou mais perto e falou em meu ouvido – Você sabe como você veio ao mundo certo? É mais ou menos desse jeito...

–- Sai daqui! – Eu empurrei ele – Eu não fiz nada disso com ninguém seu retardado! O que você está pensando?

Porque ele sempre consegue me irritar assim? E ele me chamou aqui somente para isso? Não eu sabia que tinha algo acontecendo aqui, e que era alguma coisa importante, os outros começaram a falar cada um com o seu Guerreiro, e eu e K, não conversamos apenas brigamos.

–- Bem, agora vamos ao assunto serio de uma vez, com quem você passa a noite não é problema meu – K disse, e continuou antes que eu pudesse retrucar – Eu e ou outros estamos indo embora, nós já terminamos por aqui.

Isso sim era uma novidade, e uma em que eu não ia gostar muito.

–- Você vai embora?

–- Sim. E não sei se eu voltarei mais.

Eu já senti um aperto dentro do peito, eu passei tanto tempo com ele que não acreditava que poderia não vê-lo mais. E apenas por esse momento nós não brigamos mais.

–- Ah... E como é que eu fico nessa?

–- Eu acho que você não precisa mais de mim te auxiliando.

–- Ethan – Ariahnna me chamou e eu fui até lá – Voce foi muito bem defendendo a barreira contra Fate, voce é um ótimo líder, talvez foi até melhor que K.

–- Ei! – Ele protestou – Quando esse garoto inútil foi melhor que eu?

–- Mas o perigo ainda não acabou – Ela continuou – Você em breve terá que lidera-los novamente. Conto com você então. E adeus.

Wave apontou o indicador para mim e Fang apenas se limitou a sorrir, algo que eu nunca a vi fazendo antes. K desarrumou meu cabelo.

–- Eu acho que ele vai voltar ao normal em breve – Ele disse se referindo ao meu cabelo – E não deixe Ariahnna te enganar, você não foi um líder melhor que eu. Então boa sorte em sua tentativa em ser melhor do que eu e mais um aviso, um muito importante, sempre, sempre mesmo. Sempre use proteção quando você estiver querendo ganhar um elemento novo ok? Estou indo...

Ele e os outros desapareceram, nós cinco ficamos ali. Eu estava com a cabeça para baixo olhando para o chão

–- Ethan... – Leah pôs a mão em meu ombro – Eu seu como você está se sentindo, mas...

–- Ele... K... – Eu virei a cabeça para cima ao céu – Aquele maldito desgraçado! Ele ainda vai me pagar por isso! Acho bom você estar ouvindo isso seu merda! Você vai me pagar!

–- Eu achei que você estava triste por ele ter ido embora – Leah disse dando risada.

–- Eu já me arrependi de ter ficado triste por esse idiota!

Ela e os outros riram, eu também, apesar de que eu ia sentir saudades dele. Nós decidimos ir fazer algo bom para comemorar, Apple deu a ideia de Milk-Shake, nós aceitamos. Logo após ela tomar cerca de cinco deles nós fomo embora.

Um mês se passou.

Eu estava na escola, hoje era o começo do novo semestre e é claro que eu não estava empolgado com isso. Era a ultima aula, meu olhar era fixo no relógio esperando cada segundo até chegar a hora de ir embora, enquanto isso o professor falava e falava eu não estava prestando muita atenção.

O sinal tocou e eu fui o primeiro a sair da sala, corri pelos corredores até chegar onde queria, o portão de saída. Encostei na parede e esperei, os alunos começaram a sair, Leah vinha conversando com algumas garotas, Claire falava brava com um garoto e seus amigos, Apple e Erick vinham juntos ele falando, ela calada sem falar absolutamente nada. Claire disse alguma coisa que fez os garotos saírem tristes, talvez uma rejeição, ela veio em minha direção. Erick e Apple chegaram em seguida.

–- Você demoraram demais – Eu disse – Já faz uns cinco minutos que eu saí.

–- É que alguns aqui são estudiosos Ethan – Claire retrucou.

–- Ei... – Apple me chamou – Cuidado...

Antes que eu pudesse perguntar o que foi dois braços apareceram e me agarraram pelo pescoço. Não... o certo seria me abraçaram pelo pescoço. Então um rosto apareceu ao meu lado.

–- Sam! – Reclamei.

Leah chegou também depois de se despedir de suas amigas. E nós então estávamos todos reunidos novamente. E todos na mesma escola, pelo menos isso. Com a minha aversão a escola eu não sei o que vai ser de mim no futuro.

–- O que é isso? – Leah perguntou olhando para mim.

–- Isso o que?

–- Nada... Então como foi o primeiro dia de vocês?

–- Chato! – Eu, Erick e Sam falamos ao mesmo tempo.

–- Normal... – Foi o de Apple.

–- Nada de anormal – Claire disse.

Nós continuamos conversando até chegarmos no lugar onde todos se separam, Sam foi para um lado, Leah e Erick para outro, juntos já que eram vizinhos e a mãe de Apple veio busca-la de carro, já que ela mora longe, bem longe. Eu e Claire seguimos juntos até nossa casa.

O resto da noite foi normal, isso até a hora em que fui dormir. Eu tive um sonho muito estranho.

Eu sonhei que estava em um lugar diferente. Era um campo aberto, a grama verde o céu azul, um lago cortando o meio da paisagem e no fundo havia uma floresta. Era como se fosse o paraíso. O lugar era lindo.

“Esse lugar calmo” uma desconhecida disse em meu sonho. “Uma bonita paisagem, mas ela pode ser mais bonita ainda, quer saber como? Vou te mostrar”

Eu não sabia como aquilo poderia ser mais bonito, então esperei ele me mostrar. Mas o que aconteceu não foi bonito, a grama e as arvores começaram a morrer, o rio secou e o céu ficou um tom vermelho sombrio o lugar estava sendo destruído. Eu tentei gritar para ele parar, mas minha voz não saia. Os galhos de arvores começaram a pegar fogo e o lugar se transformou em um caos. Aquela paisagem linda estava toda destruída, arrasada, e sombria.

“Assim está bem melhor não é? Tudo que nasce acaba morrendo Ethan”

O lugar começou a ficar pior, buracos saiam do chão e jorravam lava deles. Eu estava horrorizado com aquilo a voz em meu sonho dava uma risada fria e psicótica.

“O que foi Ethan? Você deveria se preocupar com o seu mundo ao invés desse”, a imagem mudou e eu vi o mundo real agora destruído. Prédios caídos ao chão, pessoas sozinhas ou com crianças todas em estado de choque, o céu não era azul era o vermelho sombrio. Foi então que a lava começou a sair do chão em jatos. O que eu via parecia não ter salvação.

“O mundo nasceu do caos, e voltará para caos. Não se pode impedir isso, por mais que se tente"

Tudo apagou e eu então acordei...



Notas finais do capítulo

Bom galera, esse foi o ultimo capitulo, mas não a ultima vez em que vocês verão Ethan...
Eu queria agradecer vocês de verdade por estarem comigo até aqui. Também é claro queria agradecer a todos que comentaram, a todos q não comentaram também, a todos que favoritaram e não favoritaram também, a especialmente as pessoas que recomedaram!!! Foi por causa de vcs q essa fic conseguiu chegar até aki! :*
Meus sinceros agradecimentos e até a próxima...!!



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Elemental Warriors" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.